Love Of Friends, Love Of Lover.. escrita por Angelzinha, Angelzinha2


Capítulo 19
Capítulo 19- Sentimentos confusos :/


Notas iniciais do capítulo

Yoooo amores!!
Já estava com saudades^^
Bem, espero que gostem desse. Boa leitura!!




Ps: Leiam o capítulo ouvindo "California king bed" da Rihanna. Acho que fica perfect com esse capitulo *-* (http://www.youtube.com/watch?v=r24uo2KVHkY)

 

         Capitulo anterior:

      " Ouvi a porta se abrir, e adivinhem. Vi a única pessoa no mundo, que eu não queria que me visse nessa situação.

-Bom dia emo! Vim ver como voce tah, porque sua mãe disse que..- Ela ficou paralisada quando olhou para a cama.- Des-desculpe.. eu não sabia que já tinha alguém cuidando de voce.- Ela disse assustada no começo. Mas depois sua voz mudou para um misto de raiva e desprezo. O que não sei o motivo, mas me doeu.

-Não é o que voce está pensando..- Eu disse por impulso, e claro, não funcionou. Ela saiu do quarto correndo.- Sakura! SAKURA ESPERA!..- Eu disse tentando me levantar, mas uma certa ruiva me atrapalhou.

-Onde voce vai Sasuke-kun?- Karin perguntou manhosa, com aquela voz insuportável. Eu não disse nada, apenas me levantei, o que a fez cair da cama bruscamente, pois estava deitada na ponta da cama, com a cabeça em meu peitoral, igual a Sakura fez algumas vezes.."

..........................................................................................................................................

 

      Me senti péssimo pelo que acabou de acontecer. Não sei exatamente o que aconteceu na noite passada, mas o que Sakura viu agora, qualquer um pode pensar coisas erradas.

-AI! Depois dessa noite maravilhosa é assim que voce me trata Sasuke-kun?!- Ela perguntou insuportavelmente, vindo na minha direção. Eu desviei, peguei uma toalha e fui para o banheiro. Minha vontade era tirá-la daquele quarto na base de porrada, mas não bato em mulher. E não posso fazer escandalo, para não chamar a atenção de nossos pais, pois se descobrirem é pior.

      Depois de um bom tempo tentando relaxar debaixo do chuveiro, sai do banho, e Karin ainda estava lá. Me vesti, e sai sem me importar com ela. Desci para tomar café da manha, e todos estavam reunidos na mesa, inclusive Sakura que ao me ver abaixou a cabeça. Esse ato me fez sentir pior do que eu já estava. Ela realmente ficou chateada, e nem faço idéia de como falar com ela. Mas porque quero explicar algo para ela?! Que eu me lembre não temos nada. Mas não interessa, eu sei mais do que ninguém que Sakura odeia Karin, não só ela, mas todo mundo que conhecemos. Sakura tem toda a razão de odiá-la, Karin sempre fez de tudo para prejudica-la. É muito estranho pensar que passei a noite com ela. Principalmente porque não me lembro de absolutamente nada.

      Ainda pior é ver Sakura nesse estado, e com razão. Logo agora que a gente estava se dando bem. Fato histórico, porque eu e a Sakura sempre fomos amigos, e sempre brigamos. Mas durante esses últimos dias nossas brigas haviam diminuído, tinhamos apenas brigas banais. Mas acho que agora, ela não irá mais querer falar comigo..

.

.........................................................................................................................................

Ninguém Pov's(??)

 

      O restante das férias passou lentamente para Sasuke e Sakura. Mas não por estar divertida, pelo contrário, não estavam mais suportando aqueles dias.

      Sakura, por não querer nem olhar mais para Sasuke. Não era pirraça, e nem briguinhas banais como sempre, e sim por porque ela estava muito chateada com ele. O porque de estar daquele jeito, nem ela sabia direito. Ela estava ciente de que não tinha tantos motivos assim, afinal eles eram amigos, e Sasuke poderia ficar com quem quisesse. Mas o que mais a incomodou, foi o fato de que a passoa que ele resolveu ficar, era justamente quem ela mais odiava na vida. Ele tinha que ficar com ela?!.. aquilo doía muito em Sakura. Ela estava muito confusa, nunca havia sentido aquilo.

         Ela não sabia explicar porque que a cada vez que olhava para Sasuke, e seus olhares se encontravam, sentia seu rosto esquentar, e seu coração disparar. Todas as vezes que se lembrava do famoso sorriso de Sasuke, sorria também. Quase tudo que via, fazia lembrar dele. E principalmente, ele estava presente em todos os seus sonhos todas as noites..

         O restante das férias de Sasuke não foi nada interessante. Sakura nem dava oportunidade para ele dizer algo. Toda vez que ele olhava para ela, ela desviava o olhar. O evitara sempre que podia, e aquilo o fazia sentir ainda pior. O fato de Sakura estar chateada com ele o incomodava muito, principalmente porque nem quando brigavam ficavam tanto tempo sem se falar. Ele nunca imaginou que ela faria tanta falta em sua vida.

      Descobriu que o jeito maluco dela de ser, era o que o alegrava. Mesmo ás vezes negando, amava aquele jeitinho dela. Sentia falta até de ser chamado de emo. Ele não gostava do apelido, mas era como Sakura o chamava. Já estava para enloquecer, pois ela não saía de seu pensamentos, e muito menos de seus sonhos..

.

.........................................................................................................................................

 



Sakura Pov's

 

      Acordei com o despertador escandalizando mais uma vez. Poh! Será que não tem como meu pai comprar um treco menos escandaloso não?! Essa coisa que se chama cientificamente(?) de despertador, vai acabar acabando(?) com meus últimos neurônios. Se é que ainda tenho ù.u (??)

         Mas apesar de todos os problemas físicos e mentais, que esse despertador me causa(?) foi bom ter acordado agora. Eu tava sonhando MAIS UMA VEZ com ele --' MANOLO!! Quando é que ele vai sair da minha mente?? Já tentei de tudo, mas não consigo esquecer ele de jeito nehum --'

      Tomei banho, e fiz minha higiene matinalmente pessoal(?). Vesti meu uniforme, e me arrumei. Era o primeiro dia de aula depois das férias. E eu não tava nem um pouco animada. Não por ser o primeiro dia, e sim porque terei que voltar a conviver com ele.

      Olhei para a sacada, e a porta dele também tava aberta. Ele tava sentado na cama, calcando o tênis. Quando olhei para ele, mais uma vez nossos olhares se encontraram. A expressão dele não era de indiferença como eu era acostumada a ver e sim.. sofrimento?! Não!.. Talvez seja apenas imprensão minha, nada mais.

         Rapidamente desviei o olhar. Peguei minha mochila e desci. Tomei meu café da manha com calma, pensando no que tava acontecendo. Não sei se toh agindo certo evitando ele. Talvez eu esteja fazendo um papel ridículo, afinal, eu não tenho nada a ver cor a vida dele. Ele pode fazer o que quiser e não deve satisfação nenhuma a mim. E tenho que admitir.. sinto falta dele.. --'

..........................................................................................................................................

Ninguém Povs(de novo^^)

 

         O carro parou em frente a casa de Sakura, e o motorista buzinou. Pouco depois Sasuke e Sakura já estavam no carro, e nenhum dos dois dizia uma só palavra. Chegaram no colégio, e cada um foi para um lado, para rever os amigos. O resto da manha foi como qualquer outro pimeiro dia de aula, chato e sem graça. Só tinha uma coisa de diferente, Sasuke e Sakura não brigaram e nem se insultaram nenhuma vez. Seus amigos perceberam, mas resolveram não comentar.

      Sakura estava inquieta em seu quarto. Nada servia para ela passar o tempo. Não conseguia se concentrar em nada, pois seus pensamentos só estavam em como acabar com aquela situação que estava a incomodando tanto. Não estava mais aguentando, parecia que sua cabeça iria explodir. Sem pensar duas vezes se levantou e foi para a sacada de seu quarto. Para seu azar a porta da sacada do quarto do Sasuke estava fechada. Foi para a sacada do quarto dele pela árvore, e viu que as cortinas estavam meio abertas.

         Olhou pelo espaço que estava aberto, e viu Sasuke deitando na cama com um mp5. Bateu na porta, e viu que o moreno olhou para a porta com uma expressão confusa. Certamente por ter alguém na sacada do quarto, que fica aproximadamente quatro a cinco metros do chão, ou seja, sem possibilidade de alguém chegar lá. Ele se levantou, e abriu a porta, e ela passou pela mesma.

..........................................................................................................................................

 

Sakura Pov's

 

      Entrei e quando vi a expressão dele, deu vontade de voltar correndo para meu quarto.

-O que voce quer?- Ele perguntou indiferente. Pelo visto ela tah chateado comigo.

-Er... eu vim.. eu quero..- Eu disse tentando achar as palavras, porque na hora me deu um branco.

-Fala logo que eu te não tenho o tempo todo.- Ele SUPER frio comigo, o que foi como uma facada.

-Eu.. eu..- Respirei fundo tentando achar coragem, e as palavras corretas. Fechei os olhos fortemente e comecei falar.- Eu vim te pedir desculpas.. eu sei que agi mal, que eu não podia ter te tratado daquela maneira.- Eu abri os olhos e o fitei. Continuava com a mesma expressão, mas agora eu já tinha começado, e iria terminar.- Não tenho nada haver com sua vida pessoal..- Disse abaixando a cabeça.- Toh muito arrependida.. voce.. voce me perdoa?- Disse com medo de ouvir um não.

-Voce não tem que pedir perdão.- Ele disse levantando meu rosto.- Eu que fui o errado. Eu quem devia pedir desculpas..- Ele disse se aproximando, eu eu senti meu rosto esquentar, e as mãs suarem, talvez pela proximidade.- Me perdoa..- Ele sussurrou nos meus lábios. Eu fechei os olhos, e nossos lábios se tocaram. Não sei explicar qual foi a sensação daquele ato, só sei que foi única. Senti meu coração disparar ainda mais quando ele apronfundou o beijo. Eu não pensava em mais nada. Não lembrava mais do que tinha acontecido, e muito menos do que eu tava fazendo lá.

      Quando nos separamos, estávamos ofegantes. Eu estava tremendo, e sentia meu coração a mil. Ele me encarou, e eu fiquei totalmente sem graça. Derepente ouvimos batidas na porta, e logo em seguida ouvimos a voz de Itachi. Eu não pensei duas vezes, fui para e direto para meu quarto.

      Me joguei na cama e dei um longo suspiro. O que tah acontecendo?? Nunca senti isso com ninguém. Isso é totalmente estranho.. Não é o primeiro beijo, e nem segundo. E não deveria ter acontecido nenhum, afinal somos apenas amigos, e com certeza ele não deve ter sentido nada. Claro que não sentiu nada! Porque sentiria?! E porque eu senti tudo aquilo? Tah tudo ficando cada vez mais confuso..



Notas finais do capítulo

E aíí?! O que acharam dessa reconciliação?? XD Espero que tenham gostado e deixem reviews^^
O próximo só sairá se tiver pelo menos uma recomendação ù.u
Até o próximo!!
Kisses ^.~



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Love Of Friends, Love Of Lover.." morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.