Back To The Future! escrita por Raven


Capítulo 4
Mercedes Jones é amiga do futuro.


Notas iniciais do capítulo

Pessoal, sei que demorei, mas estou muito ocupada essa semana com esse lance todo de natal, mas garanto que na semana que vem, voltarei a postar normalmente, então, não me matem.
Bem,isso foi o máximo que pude escrever, realmente estou muito ocupada, mas espero que gostem.
Resumindo o capítulo: só um pouco de Brittana, início bem pequeno de Faberry, Alguma coisa acontece com Sugar e Harmony, um pouco dos pensamentos de Rory e Mercedes é introduzida na história.
Boa Leitura e até a semana que vem!



Harmony's P.O.V.

Estava indo para o meu quarto, mas ouvi um choro bem familiar. Vinha do quarto de Sugar. Bati na porta.

"Sugar, está tudo bem? Abre a porta" Disse.

"Eu estou bem, pode ir dormir, não precisa se preocupar" Ela falou, soluçando.

"Abre a porta, por favor."

"Não quero que me veja assim"

"O que? Sug, para de palhaçada e abre logo a porta ou vou arrombar" Falei, perdendo a calma.

"Você? Arrombar a porta? Harmony, dá um tempo, vai"

Perdi a paciência e meti o pé na porta. Nada. 'Eu já devia saber que não tenho força suficiente para arrombar uma porta', pensei.

"Abre, por favor, Sugar, por favor, eu sou sua melhor amiga, não temos segredos, esqueceu?"

Silêncio. Até que escutei o barulho da maçaneta e vi a porta se abrindo.

"Sug" Falei, puxando-a para um abraço. "O que houve, minha pequena?"

"E se eu não conseguir? E se não der certo?" Ela me disse, em meio à lagrimas.

"O que? Sugar, o que está acontecendo? Cadê aquela garota que nunca desiste até conseguir o que quer?"

"Eu não sei, só estou com medo. E se não conseguirmos juntar nossas mães? Eu só quero que tudo dê certo."

"Hey, olha pra mim." Falei, levantando seu queixo para olhar em seus olhos. "Sug, não precisa ficar assim, está tudo bem. Vai ficar tudo bem. Vamos conseguir, eu confio em você. Sei que vamos fazer o que é certo e tudo acabará bem."

"Tem certeza?

"É claro! Você sempre consegue o que quer, e além disso, eu estou aqui com você. Vamos fazer isso juntas. E também tem o Rory. Prometo que vamos conseguir." Falei, com os olhos cheios d'água.

"Sério? Você credita mesmo nisso?"

"Claro! Agora chega de chorar, tá bom?" Disse eu, limpando suas lágrimas. Sugar fez 'sim' com a cabeça.

"Obrigada. Por tudo. Você é a melhor amiga que eu podia querer. Eu te amo, bebê."

"Eu também te amo, Sug" 'Mais do que eu queria' Completei em minha mente. Ao mesmo tempo que corei.

"Posso dormir com você hoje?" Sugar perguntou. Fiquei tão vermelha quanto um tomate. 'Calma, Harmony, tenho certeza que ela falou isso no bom sentido.' Pensei. Parece que ela percebeu meu pensamento impróprio sobre a situação. "No bom sentido, claro." Sug falou, rindo.

"Ah, claro..." Falei, sem-graça.

Quinn's P.O.V.

"Quando vamos começar seu plano? - RB" Li a mensagem de texto que acabei de receber de Berry.

"O que você acha de amanhã, depois da escola? Na minha casa ou na sua? - QF" Tratei logo de enviar minha resposta.

Cinco minutos depois, recebi outra mensagem de Rachel.

"Na minha, meus pais estão viajando, poderemos ficar mais à vontade. - RB" Sorri, pervertida. 'Quinn! Como se atreve pensar nessas coisas? Ainda mais quando se trata de Berry!' pensei.

Logo dedilhei a resposta.

"Ótimo, nos vemos na escola. - QF"

"Até amanhã, Quinn. - RB"

Santana's P.O.V.

"Ai, B, você tem mesmo que ir?" Perguntei, triste.

"Tenho, S, eu também não queria, mas a minha mãe já está brava porque faltei à escola, e ela quer que eu conheça um garoto que vai morar com a gente por um tempo, um aluno de Icantêrbio ou alguma coisa assim."

"Intercâmbio, Britt." Falei, rindo de sua ingenuidade. "Tudo bem, então nos vemos amanhã na escola."

"Nos vemos lá, Sant. Até amanhã e boa noite." B falou, enquanto caminhava comigo até a porta.

"Boa noite, Britt-Britt." Quando Brittany já estava do lado de fora, voltou. "Esqueceu alguma coisa, B?"

"Na verdade, esqueci sim." Ela falou, aproximando-se de mim.

"O que?" Perguntei, sem ar.

"Eu...esqueci disso" Britt disse, beijando meus lábios. "Eu te amo, S." Depois disso, ela virou e saiu pela porta.

"Também te amo, B"

Sugar's P.O.V.

Tudo bem, depois da minha crise de choro, chegou a hora de acelerar meus planos.

"Bebê, eu acho que precisamos de ajuda." Falei para Harmony.

"Ajuda? Mas que tipo de ajuda?"

"Hmm, lembra antes de entrarmos na máquina do tempo?"

"Lembro" Ela disse.

"Então você também deve lembrar do que a nossa tia Mercedes nos disse, certo?" Perguntei.

"Claro. Ela disse: 'E lembrem-se do mais importante: caso precisem de ajuda, procurem por mim, podem confiar.' Mas o que isso tem a ver?" Harmony questionou, com dúvidas.

"Bem, é muito simples, como você percebeu, temos muito trabalho para poucas pessoas. Então, vamos conseguir alguém de influência para ajudar. Mercedes. Pense comigo, ela é amiga da suas mães, do tio Kurt, da minha mãe Brittany, suporta minha mãe Santana e até vai com a cara do tio Puck. Se alguém pode nos ajudar, esse alguém é definitivamente, tia Mercedes." Falei, andando pela casa me achando Sherlock Holmes.

"Deixe-me ver se eu entendi: você vai contar para a tia Mercedes o nosso segredo e consequentemente ela vai nos ajudar a completar nossas missões?"

"Exatamente, bem, é o que eu espero, mas teremos que prová-la, ou ela não vai acreditar." Falei.

"Isso é o de menos, você prova para ela que é filha de Santana Lopez e Brittany S. Pierce em um segundo, cá entre nós, você é a completa mistura delas."

"Tem certeza?" Perguntei, insegura.

"Mas é claro. E se por um acaso não der certo, traga-a aqui e eu, com meu show de interpretação, convencerei ela a nos ajudar." Harmony disse.

"Tudo bem, então. Resolverei isso amanhã, na escola, mas temos que dormir agora, se você não se importa, teremos um longo dia amanhã. Boa noite, Bebê." Falei, dando um beijo em sua bochecha.

"Boa noite, Sug" Ela disse, repetindo minha ação. Mas sem-querer, virei o rosto antes da hora, e acabou virando um selinho. "De-de-desculpa, fo-foi sem-sem-querer" Ela falou, extremamente corada. Fiquei tão vermelha quanto ela. 'Por que será que eu gostei tanto disso?' pensei. 'Sugar! Pare de ficar aí imaginando a morte da bezerra e fale alguma coisa!'

"Err, t-tudo... tudo b-bem. A-acontece." Falei, corando mais ainda. 'Por que eu estou gaguejando? Como minha mãe Santana diria: Gaguejar é coisa de idiotas que ficam nervosos à toa!' Parece que acabei de conseguir um novo problema. Coração disparado, borboletas no estômago, isso só pode significar uma coisa: estou louca. Ou apaixonada pela minha melhor amiga.

Rory's P.O.V.

"Rory, desça aqui um instante." Amy gritou. Rapidamente desci as escadas e dei de cara com a tia Brittany.

"Eu queria que você conhecesse a minha filha, Brittany." Amy disse.

"Oi, Brittany. Sou Rory" Falei.

"Oi, Rory"

"Bem, querida, Rory veio da Irlanda, ele vai passar um tempinho aqui na nossa casa." Amy falou.

"Peraí, você é um leprechaun!!!!"

"O que? Brittany, vai dormir, vai. Boa noite, filha."

"Boa noite, mãe. Boa noite, Rory Leprechaun."

"Boa noite, Brittany." Falei.

Harmony's P.O.V.

'Não creio que isso aconteceu! OMG! Eu beijei Sugar! Tudo bem, foi sem-querer, mas não deixa de ter sido um beijo. Ok, vou morrer agora.' Pensei, ao acordar. 'Com que cara eu vou olhar para ela?'

"Já está acordada? Nossa, hein. Bom dia" Meus pensamentos foram interrompidos por Sugar.

"Sim. Bom dia" Falei. 'Vou fingir que nada aconteceu.' Pensei.

Sugar's P.O.V.

Horas depois, fui para a escola, tinha um plano para botar em ação. Mas parece que Shelby adiantou um pouco as coisas. Quando cheguei na sala do coral, recebi a notícia de que Mercedes entrou no meu coral. 'Ok, o que faço agora? Como vou contar para ela?'

"Oi, Sugat. Sou Mercedes." Ela falou, sorridente.

"Err, Oi, Mercedes. Será que a gente podia conversar por um minuto?" Perguntei, apreensiva.

"Claro, sobre o que?"

"Bem, não sei se você vai acreditar no que vou falar, mas vou pedir para que tente. E o mais importante, que guarde segredo."

"Tá bom, o que é tão importante assim? Está me deixando nervosa!" Ela falou.

"Eu vim do futuro. Sou filha de Brittany e da Santana. Precisei voltar no tempo para garantir que elas fiquem juntas, ou não vou existir no futuro." Eu disse, sem respirar.

"Peraí, o que? Você está bem? Daonde tirou essa história?" Mercedes perguntou, nervosa.

"Eu posso provar."

"O que? Ok, vamos supor que eu acredito, como você vai me provar?"

"Bem, pode perguntar qualquer coisa sobre elas ou sobre qualquer um do clube do coral."

"Ok, err, acho melhor você falar tudo o que sabe."

"Finn Hudson irá trabalhar na oficina do pai de Kurt, que por um acaso, se casará com ninguém menos que Puck, os dois terão um filho. Rachel Berry irá para New York, com Quinn Fabray, sua ESPOSA e elas terão uma filha linda, Harmony, minha melhor amiga. Por um acaso os dois também voltaram no tempo comigo, com a mesma missão. Bem, sobre você, fará sucesso, muito sucesso, Sam Evans voltará para sua vida, vocês dois serão muito felizes. Err, mais quem... Mike e Tina, não preciso comentar, afinal, os dois se completam. Artie será um diretor famoso, e cheio da grana, por um acaso ele se casará com a Becky. Bem, Blaine vai fazer sucesso também, e viverá feliz com um tal de Sebastian. Olha, eu sei que isso não prova nada, mas não tenho escolha, preciso da sua ajuda, se não conseguirmos juntar minhas mães, Quinn e Rachel, e Kurt e Puck, eu, Harmony e Rory não existiremos no futuro. Por favor nos ajude. Espera, lembrei de uma coisa que você vai reconhecer como familiar: 'E lembrem-se do mais importante: caso precisem de ajuda, procurem por mim, podem confiar.' Você nos disse isso antes que entrássemos na máquina do tempo da minha mãe Brittany. Por favor ajude, você prometeu." Falei.

"Bem, isso foi no mínimo estranho. Mas, o que eu tenho a perder? Tudo que vocês precisam fazer é unir seus pais?"

"Sim, depois disso poderemos voltar para o futuro."

"Sei que isso é estranho, difícil de acreditar, e mais uma vez, estranho. Mas algo me diz que eu posso e devo confiar em você." Mercedes falou. Pulei e dei-lhe um abraço.

"Muito, mais, muito obrigada!"

"Ok, já entendi, mas agora me explique essa história direito." Ela falou.

"Claro, mas é uma longa história."

"Parece que a Srta.Corcoran se atrasará hoje." E assim, comecei a contar tudo.



Notas finais do capítulo

Próximo capítulo: Mercedes começa a ajudar o trio do futuro; Rory entra no McKinley High; Faberry com cenas tensas; Amadurecimento do relacionamento de Brittana; pensamentos de Puck e Kurt.
Beijos