Back To The Future! escrita por Raven


Capítulo 3
DING-DONG!


Notas iniciais do capítulo

Hey, pessoal! Mais um capítulo para vocês! Aproveitem e até o próximo.
Boa leitura



Santana's P.O.V

DING-DONG!

'Deve ser Britt!' Desci as escadas correndo, afinal, não quero deixar minha B esperando.

"Oi, B" Falei, abrindo a porta.

"Oi, S" Britt disse, me puxando para um abraço e um doce beijo na bochecha.

Depois de me soltar do abraço, B saiu puxando minha mão na direção da escada. Quando percebi já estávamos no meu quarto.

"Que pressa é essa, Britt?" Perguntei, ofegante.

"Ah, nada" Ela disse, envergonhada.

"Tem certeza? Pensei que você quisesse fazer... isso..." Eu disse, me aproximando de seu rosto, até unir nossos lábios num selinho.  "Pelo jeito eu estava errada, né?"

"Isso responde a sua pergunta?" B disse, me encostando na parede, beijando em meu pescoço e me deixando arrepiada.

"Eu te amo, B. Mais que tudo." Respondi, fechando os olhos, segundos depois, senti sua boca na minha.

"Eu também te amo, S. Mais do que você pensa." Britt disse, beijando-me de novo.

Senti sua língua pedindo passagem, consenti. Logo depois, inverti nossas posições, colocando B contra a parede.

"Senti falta disso." Falei, olhando na imensidão azul que são seus olhos.

"Eu também"

Joguei B em minha cama, com meu ventre já pulsando de excitação.

Sugar's P.O.V.

"Bebê, preciso de sua ajuda" Falei

"O que foi?" Harmony disse

"Preciso que ligue para a casa da minha mãe Brittany, pergunte se a família dela pode receber um aluno do intercâmbio irlandês, nesse caso, Rory, errr..... Flanagan, Rory Flanagan."

"Tudo bem, eu ligo, mas do jeito que você é, achei que ligaria. Por que você mesma não faz isso?" Harmony perguntou, curiosa.

"Vou te contar uma coisa." Falei, puxando-a pela mão e me sentando ao seu lado. "Bem, como você sabe, eu sou extraordinária mentindo, aprendi com minha mãe Santana, mas... digamos que ela nunca tenha me ensinado a mentir para minha mãe Brittany ou para ela. Ela sempre me diz que eu posso mentir para quem quiser, desde que nunca faça isso com nenhuma delas. Então, eu meio que não consigo mentir para elas, eu começo a gaguejar, e suar e enfim, acabo mentindo tão mal que nem o idiota do Finn Hudson, que é um lesado, acreditaria."

"Own, ti fofinha... ela não consegue mentir para as mamães..." Harmony disse, apertando minhas bochechas e fazendo-me corar.

"Bem, então, o ponto é, acho que você, como é a melhor atriz de nós, conseguiria me dar essa mãozinha." Falei, disfarçando meu rosto vermelho.

"Ah, tudo bem, eu farei isso"

Quinn's P.O.V.

Ah, que saco, cheguei atrasada para a primeira aula, e o único lugar que ainda estava vago era ao lado da ManHands. Entrei na sala e fiquei parada na porta.

"Quinn, o que está esperando para entrar?" Perguntou Sra.Montgomery, a professora de física.

"Err, não tem lugar." Falei.

"Ainda tem um lugar ao lado de Rachel."

"Prefiro sentar no chão!"

"Srta. Fabray, não me questione, sente-se." Ela esbravejou.

"Tudo bem..." Respondi, bufando e sentando ao lado de Berry.  "Nem pense em abrir sua enorme boca para fazer um de seus entediantes monólogos." Falei, me direcionando à ela.

"E quem disse que eu quero falar com você, Quinn?" A anã falou.

"Fabray, Berry, calem a boca!" Sra. Montgomery gritou, estressada.

Santana's P.O.V.

Acordei com o insuportável barulho de meu despertador. Abri os olhos. Percebi Britt abraçada em mim, totalmente desacordada. Lembrei-me da noite de ontem.

"Bom dia, S" Brittany falou, me tirando de meus pensamentos.

"Bom dia, B. Dormiu bem?" Perguntei, beijando sua testa.

"Precisava perguntar? Com você do meu lado, é impossível não dormir bem!" Britt falou, sorrindo e se aproximando de mim, acabando com a distância entre nossos lábios.

"Ah, tenho uma novidade, perdemos a aula"

"Sério?"  Fiz 'sim' com a cabeça.

"Bom, vou tomar um banho"  Falei.

"Err...San,...." B me chamou.

"O que?"

"Será que...eu posso...ir com você?" Britt perguntou, com um olhar inocente. Ri.

"Mas você sabe que demorará o dobro do tempo, né?" Respondi, pervertida.  B levantou a sobrancelha esquerda, concordando.

Peguei sua mão e pouco depois já estávamos no banheiro, aos beijos. Sem dó nem piedade, rasguei sua blusa, fervendo de tão excitada. Britt logo fez o mesmo, enquanto beijava meu abdômen. 

Harmony's P.O.V.

"Boa tarde, será que eu poderia falar com Amy Pierce?" Falei o telefone, tentando deixar minha voz do jeito mais maduro possível.

"É ela, quem deseja?"

"Meu nome é Cassidy Floyd, sou diretora do colégio Keegan Flynn, da Irlanda. Bem, será que a senhora e sua família poderiam abrigar um aluno nosso, que fará intercâmbio com uma aluna do William McKinley?"

"Sim, claro.  Por quanto tempo?"

"No máximo três meses"

"Ótimo, quando ele vem?"

"Hoje mesmo, daremos seu endereço para que ele não fique perdido, daqui a umas horas ele chegará."

"Que bom, e qual é o seu nome?

"Rory Flanagan"

"Ok, aguardaremos"

"Obrigada e tenha um bom dia"

"O mesmo"  Desliguei o telefone. Isso mesmo, eu, Harmony Berry-Fabray, consegui.

Mais tarde...

Rory`s P.O.V.

`Chegou a hora` Pensei, ao bater na porta da casa da tia Brittany.

"Olá, você deve ser Rory, estou certa?" Perguntou a mãe de Brittany, Amy, ao abrir a porta.

"Eu mesmo, olá, e obrigado pela gentileza de me aceitar em sua casa." Falei, simpático.

"Nada, entre."

"Você pode ficar no quarto de hóspedes, suba a escada, a terceira porta à direita."

"Obrigado" Respondi, subindo em direção ao tal quarto.

"Qualquer coisa, sou Amy, pode me chamar."

"Ok"

Rachel's P.O.V

"Oi, Rachel." Disse Finn.

"Ah, olá, Finn. Como está?" 

"Bem, e você?"  Ele perguntou.

"Estou ótima. Bem, tenho que ir. Tchau" Falei, me virando e saindo na direção da porta.

"Mas Rachel... Tá, tchau."

Tudo bem, admito, cansei do Finn. Ele já acabou com a minha paciência, sinceramente. Uma hora me ama, outra hora ama Quinn, outra hora ama nós duas, ai, cansei. E além do mais, mereço alguém melhor, Finn é muito lerdo e tenho certeza que vai tentar me impedir de ir para New York. Ele pode até cantar bem, mas não vale a pena. Já está mais que na hora de terminarmos.

Quinn's P.O.V. 

Estava encostada em meu armário quando vejo a anã da Rachel Berry conversando com Finnoceronte. 'Espera, isso está me parecendo que Berry não está muito satisfeita'

"Ei, Berry." Falei, andando do lado de Rachel.

"O que você quer, Quinn?" Ela respondeu, áspera.

"Percebi que você e Finn não estão muito bem..."

"E... Olha, Quinn, o fato é que eu já cansei dele e de sua lerdeza, depois que transamos ele não me deixa em paz! Não posso respirar, ou conversar com outro garoto sem que ele venha atrás de mim feito um louco e fale para qualquer um que queira que eu sou dele, que ele tirou minha virgindade e que ninguém além dele vai me ter! Isso cansa! E por que estou te contando isso?"  ManHands falou, sem respirar.

"Calma, Rachel, olha, eu vim te propor uma coisa"

"E o que seria essa tal coisa?" Ela perguntou.

"Bem, estou tão cansada do Finn quanto você, e pensei talvez possamos nos unir e dar um jeito nele de uma vez por todas."

"Espera, você? Me pedindo ajuda? Quem é você e o que fez com Quinn Fabray?" 

"Escuta, essa sou eu mesma, você não percebeu que eu estou tentando ser uma pessoa melhor?"

"O que? Você? Uma pessoa melhor? E quanto ao 'prefiro sentar no chão que ao lado de Rachel Berry'? Por acaso você andou bebendo, Quinn?"

"Mas é claro que não! Mas se você não quiser me ajudar, tudo bem, não preciso de você"  Falei, me virando. 5,4,3,2...

"Espera, Quinn." Berry falou. Parei. "Eu te ajudo."

"Ótimo, conversamos depois." Eu disse, e logo depois voltei a andar.



Notas finais do capítulo

Próximo capítulo: + Brittana; + interação Faberry; + Rory; + Sugar e Hamony; Alguém descobrirá sobre...