Don't Go Away escrita por Larissa S


Capítulo 6
Primeiro beijo


Notas iniciais do capítulo

oiii meninas aqui vai mais um capítulo,espero que gostem! (achei ele lindo e tenso na mesma medida,rs)
Boa leitura!



Assim que as palavras saíram por meus lábios ,comecei a temer ter ido longe demais. Aquela frase não seria tão impactante normalmente,mais eu tinha certeza de que naquelas circunstâncias Isabella acabaria percebendo o que eu verdadeiramente sentia. E eu estava apavorado por não saber como ela reagiria aquilo

-Bella?-chamei delicadamente quanto segundos se passaram sem que ela esboçasse nenhuma reação. Parecia em choque

Ela ainda não tinha me respondido quando eu senti seus braços tocando os meus. Sorri enquanto ela colocava as mãos em volta do meu pescoço e se colocava mais perto de mim. Lágrimas desciam seu rosto,e aquilo teria me deixado desesperado se não fosse o sorriso lindo que brincava em seus lábios. Ela estranhamente parecia feliz

-O que você vai fazer,pequena?-perguntei quando seu rosto se inclinou ainda mais em minha direção. Mesmo sem ver,Bella parecia estar seguindo algum tipo de instinto,porque seus lábios estavam na mesma altura dos meus. Apenas alguns centímetros nos separavam

-Fique quieto,Edward. Preciso testar uma coisa-e antes que eu pudesse me esquivar,seus lábios doces estavam sob os meus. E me senti no paraíso

Ela não tinha experiência,mais seu entusiasmo era visível. Suas mãos se apertaram em minha pele enquanto meus lábios se moviam contra os seus e uma de minhas mãos rodeava a cintura fina. A pulsação de Isabella estava acelerada  e seu corpo ainda mais quente. Eu estava enlouquecendo.

O beijo começou doce,suave,até mesmo porque nenhum de nós dois tinha experiência,mais conforme os segundos se passavam,a coisa foi ficando cada vez mais intensa: as mãos de Isabella emaranharam-se em meu cabelo,e quando me afastei alguns segundos pra que ela pudesse respirar,Bella estava quase desmaiando em meus braços.    E continuava sorrindo    

-Eu amo você-murmurrei depois que alguns segundos se passaram e que Bella corou terrivelmente-e isso não vai mudar,nem mesmo depois da eternidade,pequena

-Eu também te amo,Edward-a voz era um sussurro mínimo,mais eu podia ouvir-mais do que entendo,ou sou capaz de explicar

Ainda ficamos mais alguns segundos ali,presos um ao outro,dentro de uma espécie de bolha que nos isolava do resto do mundo,mais quando o estomago de Isabella roncou eu resolvi ajudá-la a vestir roupas mais quentes,era hora do café da manhã da huma

Quando chegamos a cozinha,Alice estava lá e nos cumprimentou com um tom e sorriso malicioso,e Bella corou novamente. Estava acariciando seu rosto delicado quando perguntei a minha irmã:

-Onde estão os outros?

-Rose e Emmett foram caçar. Jasper,Esme e Carlisle tentarão encontrar Jenks para providenciar os papéis do ano letivo. Eu fiquei pra fazer o café da Bella,mais estou de saída,preciso fazer compras!-a animação de Alice era incontestável,além de incompreensível

Suspirei. Eu simplesmente detestava essa farsa do ensino médio,ainda mais porque isso diminuía meu tempo com Bella. Meus irmãos não pareciam entender muito bem a situação,mais o fato é que era doloroso pra mim ficar longe dela. E eu suspeitava que depois daquele beijo,as coisas piorariam ainda mais

-Já contou á ele?-a voz da baixinha me trouxe de volta a realidade,e eu senti o corpo de Bella enrijecer,enquanto ela sacudia a cabeça numa negativa. O  que elas queriam me esconder?

-O que você deveria ter me contado,Bella?-perguntei,enquanto a ajudava a se alimentar. Isabella imediatamente abaixou a cabeça enquanto murmurava:

-Na-nada,Edward,são só bobagens de Alice

Bufei. Eu sabia que ela estava tentando mentir e momentos como aquele eram os que eu mais me sentia frustrado por não poder ler sua mente. Por que,dentre todas as mentes no mundo,a que eu mais ansiava conhecer,tinha que ser a única a que não tinha acesso?

-Edward?-as mãos de Bella estavam em meu rosto,e ela devia estar tentando chamar minha atenção a algum tempo,a julgar pela sua expressão preocupada. .Murmurrei um “tudo bem” e apertei seus dedos delicadamente entre os meus enquanto a levava ao sofá ,minha mente ainda tentando descobrir o que ela e Alice queriam me esconder. Eu sentia que,fosse o que fosse,não ia gostar nada. E isso era meio...assustador,para ser sincero

-Se eu te contar uma coisa,você promete não se aborrecer?-a voz de Isabella estava baixa,um sussurro doce na penumbra do quarto em que estávamos. A mão que estava entre os fios de meus cabelos se movia quase preguiçosamente,enquanto eu olhava seu rosto de uma maneira praticamente hipnotizada. Ela era simplesmente perfeita

-Prometo não me zangar com você,anjo-respondi. Eu tinha certeza de que Alice teria sérios problemas quando Bella terminasse de falar

-Bem..é que eu estava conversando com Alice e nós...nós tivemos uma idéia. –ela hesitou e fechou os olhos com força –eu pedi pra que Carlisle me matriculasse na escola esse ano. Ele também acha que seria bom se eu conhecesse mais gente,fizesse amigos...me relacionasse com humanos

-Você fez o que?-praticamente ofeguei,enquanto me forçava a não acreditar naquelas palavras.não podia ser verdade-Bella tem noção do quanto isso é perigoso? Do que eles vão pensar se uma garota como você,uma garota cega de repente começar a freqüentar as aulas? Isso..isso não passa de uma loucura!-eu tinha a vaga impressão de que aquelas palavras a machucariam,mais o meu pânico diante do preconceito que ela podia enfrentar era grande demais pra me deixar pensar com clareza. Não que eu próprio não estivesse sendo um completo estúpido,é claro,mais estava nervoso demais pra enxergar isso

-Eu imaginei que você não reagiria bem. Sua irmã me avisou que isso seria difícil,mais quer saber? Que se dane o que você pensa-Bella se sentou corretamente,as costas apoiadas na cabeceira da cama- Edward você precisa aceitar que,mesmo sendo cega,eu tenho uma vida. E pretendo vive-la,mesmo que isso vá contra o que você considera correto.-a voz dela estava estranhamente fria,e eu senti vontade de me encolher. O que eu tinha feito?-agora,se você não se importa,quero ficar sozinha

Eu estava atônito. Paralisado. Tinha entendido errado ou ela estava mesmo  me expulsando? .Ainda esperei alguns segundos,mais quando Bella não voltou a falar entendi que o melhor que eu tinha a fazer era sair dali. Tentar lidar com meus medos e inseguranças sozinho,e deixar que ela vivesse.

Bati a porta com um pouco de força,apenas para que ela tivesse certeza de que eu tinha ido embora. Mesmo que eu não soubesse pra onde ir. Mesmo que não tivesse nenhum outro lugar pra ir

Desci as escadas correndo e quando dei por mim,os pneus do volvo arrancavam de dentro da garagem de forma violenta. Eu sentia um ódio tão grande,que estava quase sufocando. Naquele momento,ninguém poderia me odiar mais do que eu mesmo. E eu só tinha uma certeza: precisava me afastar,e era isso o que faria. Pelo menos até que fosse capaz de me controlar. O que não parecia perto de acontecer



Notas finais do capítulo

E ai o que acharam do capítulo? Pra onde será que o Edward pretende ir?
Comentem bastante e logo logo tem mais ok?