Goodbye escrita por Mrs House


Capítulo 2
Capítulo 2


Notas iniciais do capítulo

Ei, desculpe a demora, mas é que ando meio distraída e esse final de semana fui para São Paulo com a minha escola. Bem, espero que gostem!



Este capítulo também está disponível no +Fiction: plusfiction.com/book/166079/chapter/2

 Estou morta, foi a primeira coisa que pensei. Mas a morte não pode ser tão dolorosa, ou pode? Minha garganta e nariz ardiam e meu peio doía, como se um elefante estivesse sentado em cima de mim. Senti uma de mão gelada pressionando meu pescoço e abri lentamente os olhos.

 Quatro pares de olhos dourados me encaravam a apenas alguns centímetros dos meus.

 “Ahh.” Eu gemi e cobri meus olhos com as mãos. “Eu morri, não é? Eu morri e agora estou em meu próprio inferno pessoal.” Eu apenas sussurrei a segunda parte, mas eles ouviram.

 “Bella, você não está morta.” A voz de Carlisle parecia machucada. Destampei os olhos.

 “Não estou?” Eles balançaram a cabeça. “Então o que estão fazendo aqui?!” Sentei na cama em que estava deitada. Uma parte de minha mente tomou conhecimento de que não estava em minha casa, estava em um quarto claro com móveis escuros e uma cama king size.

 “Quando Alice teve sua visão, nós voltamos.” Esme colocou as mãos em cima da minha. Percebi que Carlisle, Esme, Alice e Jasper eram os únicos no quarto, Emmett não estava ali e meu coração afundou.  

 “Onde está Emmett?” Ninguém respondeu, porque neste momento ele entrou no quarto, arrancando a porta das dobradiças no processo. Seu rosto, sempre tão alegre e brincalhão, estava cheio de fúria e medo. Seus olhos encontraram os meus e, apenas por um instante, se tornaram dourados, mas logo voltaram ao breu. Ele me agarrou pelos ombros e me sacudiu.

 “Mas que diabos você estava pensando!” Ele gritou, o rosto a centímetros do meu. Não precisei olhar para os outros para saber que estavam em choque. “Você tem a menor ideia do quanto ficamos desesperados quando Alice disse que você ia tentar suicídio?! Do quanto eu fiquei desesperado?!” Nunca vira Emmett tão assustador, mas não importei, senti meu sangue fervendo.

 “Não, Emmett, eu não sei!” Gritei ainda mais alto. “Mas não pode ter sido muito, não é?! Afinal, vocês me abandonaram!” Os olhos de Emmett amoleceram um pouco, mas eu ainda não estava calma. “Edward me deixou sozinha em uma floresta depois de dizer que nunca me amou de verdade e que eu nunca mais os veria!” Ele apertou os olhos e me sacudiu novamente.

 “Então é tudo por causa daquele bastardo egoísta?!” Uma lágrima escorreu por meu rosto.

 “Emmett, você está me machucando.” Eu sussurrei e ele me soltou, olhando para as mãos horrorizado.

 “Bella.” Esme se adiantou, mas a parei.

 “Por favor, me deixem sozinha.” Eles me encaram por alguns segundos.

 “Venha, Emm.” Alice puxou Emmett para fora da sala e eu desabei na cama.

 Soluços sacudiam meu corpo, agarrei um travesseiro e gritei enquanto lágrimas escorriam por meu rosto. Ele não entendia, nunca entenderia. Eu não tentei me matar porque não tinha mais a Edward, eu tentei me matar porque não tinha mais a minha família, não tinha Emmett. Mas não é como se ele se sentisse da mesma maneira, afinal, ele tinha Rosalie.


Não quer ver anúncios?

Com uma contribuição de R$29,90 você deixa de ver anúncios no Nyah e em seu sucessor, o +Fiction, durante 1 ano!

Seu apoio é fundamental. Torne-se um herói!


Notas finais do capítulo

O que acharam??