The Shield escrita por MahSpoladorMoreira, Sandy


Capítulo 53
Capítulo 52 : Um Prazer Diferente


Notas iniciais do capítulo

Nos vemos lá embaixo.




Edward POV

Os gêmeos cresciam cada vez mais fortes... Lisa estava cada vez mais acostumada com a rotina de ter irmãos, e já tratava Sue com mais carinho. Elas poderiam ser consideradas amigas até! Lisa é uma criança imprevisível!

Eu ainda não superei o fato de que minha menininha, minha princesa linda havia beijado o desprezível ‘Toninho’. Aquele moleque me tirou o sono por muitas noites. Confesso ter pensado horrores para acabar com ele e sumir com o corpo daquele mini pegador... Mentira, eu jamais faria isso com qualquer pessoa.

Conversei sério com Lisa, coisa que não adiantou muito... Depois do beijo, ela se considerava uma ‘mini mulher’ e tinha um namorado... Eu mereço!

Flashback Onn.

- Elisabeth? – chamei – Venha aqui.

- Sim papai? – ela parecia radiante.

- Pode me explicar diretinho que história de beijo foi essa? – perguntei tentando me controlar.

- Toninho me beijou papai! Fiquei com tanta vergonha! – ela sorriu travessa.

- Oh, é mesmo? – ri com escárnio – Vou matar ele!

- Não papai!

- E porque não? Me dê excelentes motivos para não fazer isso!

- Ora... Ele me beijou. Ele é meu namorado agora, você e a mamãe se beijam e são namorados! Além do mais, sou uma mini mulher agora.

Oi?

- Como assim Lisa? – olhei para a porta e Bella se dobrava de rir olhando a cena.

- Beijei na boca papai! Isso me torna uma mini mulher...

- Quem disse uma barbaridade dessas?

- O que é barbaridade?

- Não interessa! Quem disse isso?!

- Minha amiguinha, Alexia. – Lisa sorriu.

- E quem disse isso pra ela?

- A mamãe dela.

- Mas que... – Lisa estuda com vadias mirins agora? Isso é o apocalipse?!

- Que...? – Lisa perguntou.

- Definição diferente! – falei. Obviamente eu não falaria todas as palavras de baixo calão na frente de uma criança de cinco anos.

- Sabe papai... O Toninho disse que se namorássemos um dia, ele viria pedir para você, se pode. – ela foi se aproximando até estar aninhada em meu colo. Meu bebê... Namorando! Acho as crianças de hoje em dia precoces demais...

- É bom vir mesmo. Mas não sei se deixo! – falei fazendo bico.

- Sei que deixa papai... – ela me beijou na bochecha. – Posso ir?

- Aonde? – perguntei rapidamente.

- Brincar com meus irmãozinhos lindos!

- Pode. – ganhei mais um beijo apertado.

- Te amo papai.

- Te amo mais princesa...

E quem estava rindo horrores na porta, rindo da minha desgraça e apocalipse interno?

Bella, a bandida.

Flashback Off.

Eu estava deitado em minha cama, o filme que eu assistia na TV totalmente esquecido. Acabei sorrindo com a lembrança de minha ‘grande conversa’ com Lisa...

- Amor? – Bella me chamou.

- Oi!

- Parece estar longe... – ela acariciou meu cabelo com leveza.

- Só pensando... – sorri.

- Ahn, tenho que te contar umas coisas... – ela falou.

- Epa. Fale logo, tenho medo quando você fala assim!

- Não é algo ruim sabe... É bom... Meu... Meu resguardo acabou. – ela sorriu maliciosa.

- Sério?

- Uhum... – ela parecia ronronar.

- E você sentiu saudades? – perguntei me aproximando dela.

- Bastante... E você?

- Muita. – sorri – Sabe Bella, sempre quis ter muitos filhos...

- Sabe que eu também? – ela sorriu safada.

- Pois bem... Acho que esse seria o momento perfeito para praticarmos para os próximos...

Sorte nossa, a noite estava apenas começando... Há algum tempo eu vinha planejando algo totalmente diferente dentro daquilo que nos era proposto no sexo, muitas idéias pareavam sobre minha mente fértil. Essa note tinha que ser especial, seria nossa primeira vez, bem não totalmente, mais no sentido literal. Tínhamos coisas a fazer, eu já havia ligado para meus contatos. Nós estávamos nos beijados quando subitamente eu parei, Bella teria uma grande surpresa.

-Amor- ela choramingou.

-Bella, vamos esperar temos a noite toda ainda está cedo. As crianças estão acordadas ainda...

-É você tem Razão.

-Bem amor eu vou sair, resolver coisas básicas.

-Você vai me deixar aqui só?

-Não com as crianças eu volto já.

(***)

Porra, para quê serve meus irmãos em uma sexta a noite? Para nada literalmente, eu já havia passado nos quartos de Alice e Emmett e nenhum dos dois poderiam ficar com as crianças por doze miseras horas. Desci as escadas da casa de meus pais bufando.

-Ou meu menino porque essa carinha?- mamãe perguntou para mim.

-É que bem... É mamãe o resguardo da Bells acabou hoje, e eu ah algum tempo vinha planejando algo especial para nós dois sabe?- estava vermelho até porque ela é minha mãe né? Não precisava saber dessas coisas, se ainda fosse meu pai...

-Filho eu também faço sexo sabia?

-Mãe... Eu não precisava dessa informação sabe?

-Vai menino continua.

-Então ai hoje a Bells foi liberada, e meus planos foram por água abaixo, porque Alice e Jasper vão a uma boate nova. Emmett irá levar Rose para um jantar romântico, Você papai Charlie e Sue vão fazer um ‘encontro de casais’ – esse era o programa deles todas as sextas a noite- não podemos deixar Lisa, Thomas e Peter só.

-Esse é o problema?

-Meus bebes não são problemas...

-Edward eu sei. Bem como nossa ‘reunião’ será aqui hoje, não tem problema deixá-los comigo filho.

 -Mãe eles vão atrapalhar você...

-Opa, opa neto meu não atrapalha. Além do mais eles já dormem por mais tempo, Lisa dorme cedo, e nós começamos tudo as 22h00min.

-Você fica com eles?- senti meus olhos brilharem.

-Claro traga-os.

Oh Deus você existe.

Sai de lá correndo para terminar uns preparativos.

Bella POV

Já havia duas horas que Edward havia saído. Tudo bem que não são nove da noite ainda mais... Ai deus onde esse homem se enfiou?Nem o Celular ele atendia.

Lisa estava no banho, eu terminava de ninar Thomas e Peter, e nada. Assim que coloquei os gêmeos em seus berços escutei a porta se abrir.

-Edward? Onde você se meteu?

-Se arruma nós vamos sair.

-Como assim? Não vai me dar satisfação.

-Amor... Por favor, eu te explico no caminho.

-E nossos filhos?

-Minha mãe vai ficar com eles.

-Edward, hoje é o dia deles...

-Eu sei mais ela fez questão.

(***)

-Esme você tem certeza que eles não vão atrapalhar?

-Bella, Lisa dormiu a caminho, os bebes estão secos e alimentados, pode ir despreocupada.

-Bem... O meu leite está em quatro mamadeiras extras para cada.

-Amor vamos, tem quatro adultos aí. Dois médicos e mãe.

-Ok, me desculpa a paranóia Esme, eu confio em vocês, mas, é que Lisa foi criada debaixo de mim...

-Eu sei. Pode ir qualquer coisa eu ligo.

(***)

-Amor aonde vamos?

-Bella já disse que é surpresa...

-Só uma dica?- ele balançou a cabeça negativamente.

-Oh mulher curiosa. – Ela já estava diminuindo a velocidade do carro, parando em frente a um motel. OMG .

-Edward você me trouxe a um motel?- sua cara de felicidade foi se desmanchando... 

-Bem... É que certa vez você comentou que nunca tinha ido a um então... E eu queria algo novo para nós, que fosse especial... Mas se você não quiser nós podemos voltar. – Ai Deus esse homem. - Bem talvez eu tenha sido precipitado deveria ter te comunicado. - o puxei para mim, beijando-o loucamente.

-Amor eu confesso que estou surpresa, mais isso é de mais. Realmente incrível, e não tem melhor forma de eu conhecer um, a não ser do lado do amor da minha vida.

-Você não vai se sentir... uma mulher baixa?- uma ruga de preocupação formou-se n o meio de sua testa.

-Por vim a um motel? Do lado de uma pessoa incrível que me deu razões para viver? Não eu me sinto a mulher mais amada deste mundo.

-Então vamos entrar, irei fazer amor com você a noite todinha...

O quarto era sem palavras, seria talvez uma das definições de perfeito e acolhedor. Era aconchegante. Por cima da cama redonda havia uma caixinha de presente.

-Comprei para você.- Edward disse abraçado a mim. – abra.

Ai, esse homem que me fazer ter um orgasmo precoce. Dentro havia uma Lingerie, Roxa, para total combinação do quarto.

-Amor é perfeita.

-Quero que a vista para mim essa noite.

Ao sair do banheiro totalmente vestida, -ainda bem que havia levado minha bolsa com nécessaire assim fiz um coque e uma maquiagem mais elaborada. – Edward estava de boxer branca.

-Demorei?- perguntei chamando sua atenção.

-Nossa amor você está... Divina. – ele se aproximou mais de mim. – Eu te amo.

-Eu também te amo, muito. Obrigada por tudo.

-Eu que agradeço, minha rainha. – começamos a nos beijar, era o que bastava.

Nenhuma palavra precisaria ser dita. Nosso lábios conversavam entre si, nos mantendo conectados.Abracei minhas pernas em sua cintura, ele nos conduziu a cama redonda, nos colocando no centro.

Suas mãos afoitas me tocavam em pontos estratégicos fazendo que toda aquela saudade de um mês sem nos tocar viessem à tona, fazendo com que nosso corpos clamasse um pelo outro.

-Amor com calma, você está precipitando as coisa.

-Bells, estou morto de saudades.

-Vamos fazer as coisas ficarem mais gostosas, eu estou no comando agora baby.

Edward POV

Ver Bella naquela lingerie que eu mesmo escolhi foi de mais para minha sanidade, meu membro ao vê-la naqueles trajes sexy, quis ter perna própria, de tão duro e clamante que estava por ela. A malvada ainda me manda ir com calma. E fica no comando. Só pode ser castigo por esconder as coisas dela.

Ela se sentou por cima do meu quadril, beijando meu pescoço, o coitado estava sofrendo, ela o mordia, lambia,beijava, chupava. Ela foi descendo seus beijos para meu peito e abdome, até como que pro um acidente seus dentes rasparam o elástico da minha boxer.

Christina Aguilera - Desnudate

-Amor, não tortura.

-Nossa meu amigo está animado hoje.- ela disse isso com uma voz rouca e soprando em minha barriga. Me arrepiando o corpo todo.

-Bella deixa de ser malvada.

-Que isso é só o começo. -Ela pulou aquela parte do meu corpo, indo beijando minhas coxas e pernas, voltando a subir. Deu uma pegada em meus países baixos. Eu gemi com satisfação pelo toque ousado- Quem manda em você?

-Você... Amor só você.

-Muito bem, merece uma recompensa pro isso.- ela desceu minha boxer e a lançou para algum canto do quarto. Deu um beijinho nele. –Nossa como está gostoso querido, - ela o pegou em sua mão os masturbando, e me olhando fortemente. – está maior do que da ultima vez que conversamos né amigo?- podia ser idiota mais Bella conversando com meu pênis era a coisa mais excitante que podia haver. –Por isso te darei um bom trato- depois disso ela caiu de boca nele, o levando até tocar sua garganta.ela gemeu roucamente sexy.

-Bel...ls .Oh Bella.- gemi

Ela continuou o lambendo, ora toda sua extensão, ora só a cabeça, suas mãos pequenas- e maravilhosas- faziam carinho em minhas bolas. Meu membro se inchou e eu sabia muito bem o que isso significava.

-Amor... eu vou...

-Eu sei. Me dá um pouquinho do se leite bebê.- ela voltou a me estimular com  a sua boca, mais rápido e forte até que senti meu liquido ser derramado em sua boca.

-Aah Bells- eu gemia por ela. Esperei minha respiração se estabilizar e eu tentar voltar ao normal. Ela me olhava com uma cara de menina travessa- isso foi simplesmente de mais. Mas agora é minha vez.

Bella POV

Ele me virou com tudo na cama, sentou-se por cima de minha cintura, seu membro descoberto e semi ereto, me tocando, senti seus beijos em meus seios,- sem sugá-los acho que a última experiência não havia sido muito boa.- Com os dentes ele retirou meu sutiã que era de feixe frontal descendo com seus beijos por meu corpo, pulando a parte que mais necessitava de seu toque. Tirou minha calcinha, deixando apenas a liga em minha perna. Ele mordeu a parte interna da minha coxa, sugando meu lábios inferiores, como o melhor doce. Nesse tempo eu já estava subindo pelas paredes, me agarrando ao lençol de cetim. Então ele foi ao meu pequeno nervo, sugando-o com agilidade. Meu clitóris pulsava onde sua língua fazia barbaridades.

-Edward, mais eu quero te sentir amor.- Quando eu disse isso ele me penetrou com dois dedos, indo fundo. Eu o apertava fazendo meu prazer mais prolongado, eu estava quase lá quando ele parou. –Eu vou matá-lo- gritei.

-Clama, quero que goze comigo. – Me virei deixado-o por baixo, me sentei com tudo em seu membro indo fundo. Gememos de satisfação. Quiquei sobre ele até não ter mais força. Ele inverteu nossa posição, indo com mais rapidez e força.

-Vai Edward, mais amor, por favor mais rápido, me fode rápido.

-Geme para mim gostosa. Fala quem é seu.

-Você! – nosso orgasmos chegaram em um time Perfeito.Nos derramamos um no outro- ele continuou por cima de mim, conectados.

–Isso foi de mais.-ele disse suado e com a respiração acelerada.

-O melhor de todos.

-Nada disso, esse foi só o começo. Ainda temos champanhe e morangos.

-Sabe Edward ainda temos aquela posição... Qual mesmo? – fingi pensar. – Ah claro 69. – com essas palavras sentir seu membro pulsar dentro de mim mais uma vez. 



Notas finais do capítulo

Olá meninas, tudo bem?
Agradeço de coração todos os comentários que vocês mandam, agradeço também a Michelly_Cullen que recomendou a fic! Muito obrigada =D
Aproveito minhas notas para dizer para vocês que estou com a Sandy em outra fic! Essa já era dela, mas eu entrei agora, de pára quedas! Hehe
Ficaríamos felizes em ver cada uma de vocês lá! Leiam O Prometido também!: https://www.fanfiction.com.br/historia/155129/O_Prometido.
Esperamos que gostem desse capítulo!
Beijos,
Máh.
*-*-*-*-*
Olá girls, como vão? Bem espero que vocês tenham curtido o capítulo. Foi demorado, mais valeu muito a pena. Obrigada pela recomendação Mara Michelly.
Quer quiser nos ajudar também, adorariamos ter uma recomendação de cada uma de vocês. Espero que deem outra chace ha mim e a Máh em 'O Prometido'. Espero cada uma de vocês. Sejam bem vidas novas leitoras, sintam-se a vntade, pois a Familia TS está aconlhendo-as de braços abertos. Epero que cutam. Beijos
;***
Sandy