The Shield escrita por MariSpoladorMoreira, Sandy


Capítulo 36
Capítulo 35: Primeira Vez


Notas iniciais do capítulo

Olá meninas. Sejam bem vidas as novas leitoras. OBG pela rcomendção capítulo especial à Leleh.Vcs sempr me emocionam com os comentários. OBG meninas por tudo. desde o início.
Beijãão Gatinhas ;***
Sandyy
*-*-*
Boa noite meninas...
Obrigada pelos reviews espetaculares, que vocês sempre mandam! É a nossa força, obrigada, de coração!
Obrigada Leleh, sua linda, minha grande e querida amiga virtual! Linda recomendação, obrigada meeesmo!
Bem vindas leitoras novas, esperamos que gostem ^^
Máh




Pov. Edward.

Bella realmente tem brincado com fogo... Horas sem comer, noites mal dormidas e estressada... Nunca vi isso na vida! O que está me deixando totalmente elétrico hoje é uma ecografia... Bella está entrando no terceiro mês, e eu desmarquei tudo o que tinha no dia, especialmente para acompanhar ela e Lisa na consulta e ecografia. Seria a primeira vez que eu veria meus dois pequenos... Lisa estava um pouco mais acostumada com a ideia dos irmãos, e isso me deixava bem mais tranquilo.

Eu havia acabado de chegar de uma noite de trabalho, já que troquei de turno para ir ao médico com Bella, e estava atirado na cama. Estava conversando com ela, que estava no banheiro.

- Ansiosa? – perguntei.

- Muito, e feliz porque você vai junto... – ela saiu do banheiro, sorrindo.

- Está linda princesa... – sorri. Ela já estava com uma barriga totalmente graciosa, apesar de pequena.

- E eu? – Lisa entrou no quarto, parando na porta, batendo os pezinhos com a mão na cintura, como sempre. – Como estou?

- Nossa, que princesa impaciente... – sorri, Bella se sentou em meu colo – Está linda meu amor, venha cá.

Com um sorrisinho maroto ela veio ao nosso encontro.

*-*-*-*

- Estão prontos? – perguntou a simpática médica.

- Sim.

- Nada de ansiedade hein, os bebês sentem, e se revoltam contra os pais... – todos rimos, apreensivos.

Eu estava suando frio quando a médica apagou a luz, e só o monitor estava aceso, gritando para nós. Ela espalhou o gel morno pela barriga de Bella, e começou a movimentar o aparelho com calma, conversando conosco.

- Olhem os danadinhos aí... – ela falou, e eu já estava com os olhos cheios d’água. – Saudáveis, grandes, totalmente perfeito...

- São meninos? – perguntou Lisa.

- Ainda não dá para saber gatinha... Mas acho que da próxima vez, veremos esse mistério!

- Que lindo amor... – Bella sorriu, e segurou minha mão.

- Muito. – sorri – São dois mesmo?

- Sim, com toda certeza... – a médica riu. – Olhem só as formas deles, já estão se formando, tudo absolutamente normal...

- Graças a Deus. – Bella chorava também.

-E como anda sua rotina ‘mamãe’? -perguntou a médica

-Sem comer, estressada e com queda de pressão! – respondi- Ah e ainda tem o salto alto, que surta por usa sapatilhas.

-Eu não acredito! É sua segunda gestação não é?

-É sim. – Bella me olhou com raiva

-Pois é você não deve fazer nada disso. Se não te passarei um repouso e terá que cumprir por seis meses já imaginou?

-Não Dra. Meu namorado é exagerado.

-É ela teve que ir fazer uma consulta ao meus vovôs, porque deu piripaque. – disse Lisa à doutora.

-Seu vovôs?

-É eles são médicos, como no futuro será o amorzinho. –pronto Lisa desatou a falar não podia achar uma trela.

*-*-*-*

Estava sentada no meu lugar habitual da sala de aula. Tanya estava ao meu lado, como sempre com sua falta de roupa. Cara eu ainda não entendo em Londres é tão frio por que ela fica ‘nua’?

-Hey, Edward, anda meio calado, não brinca mais como no inicio da facul.

-É agente tem que crescer um dia. Serei pai, Bella não poderá ter quatro crianças para cuidar, três já o bastante, ela precisará de apoio.

-Ué sua chefe está grávida de você?

-Ela é minha namorada, e futura esposa.

-Hum, está grávida de quanto tempo?

-Três meses, são gêmeo- ri como um bobo, com orgulho de meus bebês.

-Hum, você deve ser bom no que faz então. Poderia treinar comigo, quando sua mulher estiver enorme, e não aguentar se depilar mais sozinha.

-Estou ótimo com ela, e seria um prazer depilá-la .Agora se me dá licença, irei para casa.

Puto essa era a minha definição. Como ela ousa a falar assim dos meu filhos e da minha mulher? Peguei meu volvo, e corri para a casa de meus pais, hoje não ficaria na Bella hoje. Cheguei em silencio, subi para meu quarto me jogando na cama.

De: Bella

Para:Edward

Amorzinho, já são quase uma da manhã onde você está?

Resolvendo se respondia ou não, logo chegou outra.

De:Bella

Para:Edward

Olha só é melhor você está pelo menos a caminho, já estou puta com você por me pagar carão na frente da obstetra. ME RESPONDA!

De:Edward

Para:Bella

Calma amor estou na casa dos meus pais, cheguei antes das dez. Ok? Não surta eu te amo :D

De:Bella

Para:Edward

Então você me deixa aqui grávida de seus dois filhos, com a sua enteada espere mesmo quer eu acredite que você está com seus pais. E saiu mais cedo da faculdade. Edward Cullen de trouxa eu não tenho nada.

De:Edward

Para:Bella

Amor é sério. E outra você está com meus três filhos, não diminua Lisa diante deles. Todos são meus. Estarei aí antes que o dia amanheça.

De:Bella

Para:Edward

Melhor não aparecer, se não vou te capar. (y) Lisa é minha filha.

Sério até o final da gravidez dela terei que ser internado em um manicômio. Ela está me enlouquecendo com os hormônios.

De:Edward

Para:Bella

Amor, estou chegando. Lisa é minha também, e você disse que não queria eu morando com você.

De:Bella

Para:Edward

Olha só, se você não me que mais tudo bem. É esse o preço que você me paga por gerar seus filhos? Olha discutir com você já é inútil, ainda mais por SMS, me esquece.

Meu deus o que eu faço agora?

(***)

Assim que a floricultora abriu eu já estava desesperado na porta. Compre M&Ms para Lisa, e muitos chocolates para Bella. Sueco. Sim ela exige ainda. Parei no andar dela, cheio de sacolas, com coisas para o café da manhã, um enorme buquê, e uma cestinha de chocolates. Eu tinha a chave, entrei arrumei a mesa como um enorme banquete. Pequei as flores, e chocolates e segui rumo ao quarto. Lisa e Bella estavam dormindo abraçadinhas, e descobertas. Elas sempre faziam isso.

-Amores? Cheguei. – disse me deitando com elas.

-Bom dia amorzinho.- disse lisa com a voz rouca pelo sono.

-Olá minha menina.

-Se eu fosse você, não acoldava a mamãe.

-Por que?

-Ela rolou a noite todinha, e falou coisas feias também e só domiu quando começou aquela sessão de desenhos sabe? Que eu não posso ver? – era ‘the simpsons’ começava às três da manhã.

-E por quê?

-Segundo ela homens não prestam, só servem para necessidades básica femininas, mais existe vlibladores. O quê são Vlibladores?- Bella só pode ter dito isso na hora da raiva. E agora o que eu diria a Lisa?

-São coisas muito feias, que dá medo. – ela me olhou assustada.

-Então eu num quelo um vlibladô!

-É isso aí. Não precisa ter um ok?

-Ok!

-E você sabe, que meninos não podem ver meninas peladinha né?

-Não?

-Não

-Mais você vê a mamãe.

-Quem disse isso? Ela sempre tá de biquíni! – Bella se mexeu anunciando que acordaria.

-O que você faz aqui Edward?- disse ela ao me ver.

-Olha amor trouxe para você! – estendi os chocolates e flores. – Lisa trouxe M&Ms

-Obaaaa!

-Lisa vai se atrasar. Vá se arrumar- disse Bella.

-Ok! – ela saiu do quarto.

-Edward, pode ir contando... – Porra ela me conhecia, sabia que tinha algo errado. Na verdade eu só omitia o que a Tanya disse.

-O quê amor? Não tem nada!

-EDWARD CULLEN. VOCÊ JÁ ME DEIXOU ONTEM AQUI SOZINHA COM AS CRIANÇAS. ALGUMA COISA ACONTECEU!

-Tudo bem. Você não vai surta?- esperei uma resposta mais ela me olhava batendo o pé no chão.- Tanya me cantou ontem na faculdade. Eu sai de lá nervoso, e fui para casa de meus pais.

-Palavras. Quero as exatas palavras que ela usou.

-Bella... – ela me fuzilou. – Então...

Estava sentada no meu lugar habitual da sala de aula. Tanya estava ao meu lado.

-Hey, Edward, anda meio calado, não brinca mais como no inicio da facul.-Ela disse

-É agente tem que crescer um dia. Serei pai, Bella não poderá ter quatro crianças para cuidar, três já o bastante, ela precisará de apoio.-eu respondi

-Ué sua chefe está grávida de você?-ela perguntou

-Ela é minha namorada, e futura esposa. – eu respondi

-Hum, está grávida de quanto tempo?- ela perguntou entereçada no assunto

-Três meses, são gêmeos

-Hum, você deve ser bom no que faz então. Poderia treinar comigo, quando sua mulher estiver enorme, e não aguentar se depilar mais sozinha.

-Estou ótimo com ela, e seria um prazer depilá-la .Agora se me dá licença, irei para casa.

-Depois eu fui para casa.-Bella me olhava, triste.

-Meu deus estou realmente enorme, e ficarei mais, será um ponto que você terá que procurar outra na rua.

-Bella eu te amo. Nenhuma mulher é para mim o que você é. Não te trocaria pó dez mulheres amor. Ninguém é mais para mim do que você. – ela já chorava.

-Eu te amo. – e lá estava a minha girl, novamente!