The Shield escrita por MariSpoladorMoreira, Sandy


Capítulo 33
Capítulo 32: Vovô?


Notas iniciais do capítulo

Meninas, olá! Como vão? Bem mais uma vez, muitíssimo obrigada. Vocês são fodonas Man. Enfim seja bem vindas novas leitoras! Um especial Beijo a Joyce_Cullen que recomendou a fic, flor, sorry eu só vi hoje... Mais releva! As outras, que quiserem ter seu liindo nominho aqui já sabe né? Recomende kkkkkk momento propaganda parei. As demais até domingo, agora eu vou deixar a Maricaa falar.
Beijão gatinhas ;***
Dyy,
*-*-*-*
Boa noite meninas, desculpem o meu atraso na postagem! k.
Realmente, vocês são fodonas! Obrigada, obrigada, obrigada... Mil vezes obrigada por TUDO!
Bem vindas leitoras novas, obrigada Joyce_Cullen pela recomendação, também só vi hoje, sorry... :/
Esperamos que gostem...
Máh.




Pov. Edward.

- Amor...?- escutei Bella me chamar, as três da madrugada. - Ed, eu sei que você está acordado...

- O que foi Bella?

- Credo! Bella? Cadê o amor? Edward Cullen! – ela estava com lágrimas nos olhos.

- Desculpe amor! Seus hormônios me matam!

- Ah, eu não acredito! Você é como todos os homens. Hormônios? Olha se você quiser me deixar tudo bem, eu deixo você ver seus filhos nos fins de semana! – hormônios malditos! Vão acabar ferrando com tudo...

- Amor, eu te amo muito! Desculpe este insensível... O que você quer?

- Hum... Morangos com chocolate, por favor, têm no armário! – ela fez cara de carente.

- Já volto. – desci peguei o que ela queria. Na volta passei no quarto de Lisa para cobri-la. -Pronto amor, era só isso?

- É, dá pro gasto até amanhã. Meu Deus estou me tornando uma vaca!

- Bella, você tá linda. – ela sorriu e comeu satisfeita, com carinha de criança que consegue o que quer...

- Edward?- ela disse novamente quando eu começa a cochilar.

- Oi?

-Eu queria fazer um amor bem gostoso... - e lá vinha ela com seus hormônios de novo. Ela começou a cariciar certas partes minhas, que começaram acordar.

- Posso ir ao banheiro? Rapidinho?

- Vai amor, eu te espero. – fui correndo né? Voltei ainda mais rápido. Bella estava esparramada no colchão

- Bells? – mexi nela - Amor? Bella? – sim ela estava dormindo. Malditos Hormônios!

Na hora de me deixar ‘alegrinho’ estava acordada, já na hora de amansar a ‘fera’...

[...]

Me espreguicei lentamente, sentindo o prazer de esticar o corpo. Mal abri os olhos, Bella já estava sobre mim como uma gata manhosa e carente...

- Bom dia amor... – ela começou a beijar meu pescoço.

- Bonito dona Bella... Me deixa animado ontem, dorme e agora quer tirar o atraso? – eu ri.

- Esculpe amor, fiquei com um sono incontrolável! – ela fez beicinho... Ah! O beicinho me mata! – Podemos brincar agora? – já estava lá... Se esfregando... Bandida!

- Claro meu amor... – rolei com cuidado para cima dela, arrancando todas as roupas do meu caminho, me enfiando em seu corpo sem cerimônia. Tão quente, tão molhada e gostosa... Eu estocava forte, mas com muito cuidado.

- Ah! Por Deus Edward... – falou entre gemidos – Me faça gozar...

- Agora mesmo princesa... – falei colocando toda minha força no momento. Em segundos, ambos chegamos ao ápice. Ela, no auge dos hormônios, um pouco antes que eu. Caímos lado a lado, ofegantes.

- Te amo gostoso...

- Também princesa...

Agora sim, poderia começar bem o dia!

 [...]

Estava finalmente quase acabando meu estágio hoje, faltava apenas mais vinte minutos para acabar meu turno. Iria trabalhar só pela manhã, assim poderia buscar a minha princesinha.

- Senhor Cullen?- escutei uma enfermeira me chamar.

- Pois não?

- Bem o Dr. Hale, está lhe chamando na enfermaria.

- Estou indo... – fui andando rapidamente até a enfermaria, ver do que Jazz precisava.

Pensei ser um caso interessante, Jasper sempre que possível me chamava, ao chegar me deparei com uma surpresa.

- Anthony? – olhei indignado.

- Olá Ed, ai tio Jazz. – ele reclamou com a agulha da sutura.

- Calma rapazinho... Falta só mais um... – Jazz lhe comunicou. - Conte a Edward como isso aconteceu. – Jazz sorriu.

- Eu bati nuns meninos da escola... Porque, ele beijo Lisa e saiu correndo abraçado com ela. - eu não acredito nisso, não acredito! Grrrrrrrr! - E ai meu papai me trouxe, por que na enfermaria da escola eles não iam dar pontinhos no corte.

- E de que tamanho que eles eram?

- Bem na verdade foi um, mas ele parecia o Emm, comparado comigo. – Anthony era um pouco maior que a Lisa, mas quase não se notava. Então supus que o tal menino fosse de dez a quinze anos comparado a eles...

- Rapaz, acabou de ganhar a minha confiança. - lhe estendi a mão sorrindo.

- Então eu posso namorar Lisa?- xii, já começou abusar!

- Bem, não adiantaremos as coisas sim? Com o tempo se você merecer... Posso pensar em seu caso...

- Sim senhor! – bateu continência, como sempre.

- Pronto Anthony, acabei. Pode ir para casa agora. – Jasper disse liberando-o, sorrindo para mim.

[...]

Eu, Bella e Lisa estávamos deitados no chão da sala, vendo Barbie- agora qual eu não sei, são tantas, - mas devido o cabelo deve ser a Rapunzel, ou a Cinderela... O filme estava quase no fim, devido o príncipe roubar ela, eu suponho. Bateram na porta. Estranho sempre anunciam quem está subindo.

- Eu vou Bella. – fui até a porta e abri um homem, alto, com os cabelos parecidos com Bells. Na verdade se pareciam bastante. - Pois não?

- É me desculpe pela hora, este apartamento é de Isabella Swan?

- É sim, e o senhor é...?

- Pai?- Bella disse atrás de mim.

- Bella é você mesmo?

- Vovô?- lisa disse aparecendo atrás de mim.

Pai? Vovô? O que é isso?