Enigmas do Amor escrita por Laura_Delacour


Capítulo 12
A Última Discussão




" Sabendo do acontecido, não tive vontade de brigar pra valer com Diggory. Afinal, tínhamos criado um laço de amizade na detenção, então não poderia matá-lo. "

Fui procurar, sozinho, Cedrico. Só queria saber o porquê daquela obsessão, por achar que ele não  amava Gina de verdade. Achei-o perto do lago, com uns amigos: Cedrico! Posso falar com você um estante?; Cedrico: Claro, já volto amigos! - Cedrico foi à caminho de Tom, longe dos amigos: Olá Tom... -Disse Diggory amigavelmente.- Tom: Eu quero saber, porquê você cisma tanto com a minha Gina, você ao menos não tem nenhuma razão para estar junto dela! Você não a ama... - Cedrico: Na verdade, eu até gosto de Gina. Mas eu tenho é inveja de você meu caro Tom. Você era um cara mal, robusto de trevas, odiado por todos... E de repente uma garota, do nada e tira você do fogo do inferno, com simplesmente um amor. Eu sou um cara popular, inteligente, todos me acham corajoso; mas não tenho alguém se quer que me ame de verdade. - Tom: Uau, eu não sabia desse seu lado. Mas Cedrico, se alguém não lhe ama, não forçe-a à amá-lo. Ela terá de amar você pelo que é e o que pode oferecer, não tente roubar o amor alheio. - Disse Tom sigilosamente. - Cedrico: Eu entendo Tom, agora vejo o seu lado. Mas por favor, estou por fora, me conte o que fez tudo isso acontecer, que acabou envolvendo os Malfoys...; Depois de tudo explicado, desde Rafaela Paxton, Cedrico finalmente entrou no assunto e sem eufemismo, disse que queria alhiar-se à eles. Pois não queria ver os trouxas acabarem, ele era do bem.





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Enigmas do Amor" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.