Poderoso Chefão escrita por Sweet Lips


Capítulo 5
4º Capitulo - Dentro da Máfia


Notas iniciais do capítulo

Antes de mais nada,peço imensas desculpas pelo super atraso,acontece que eu não estava bem de saúde por isso entrei no pc com pouca frequencia.Se amanha der,posto outro capitulo.Espero que gostem.bjs



Renesmee Pov.


 Acho que essa foi a primeira vez que dormi tranquilamente desde que vim para este lugar.Não sabia se era pela cama confortável de Jacob ou por ter dormido tão próximo do mesmo.Jacob era um homem grande e quente por isso estar tão perto dele me faz sentir realmente...protegida.

  - Acorda merda,já mandei se levantar!_e minha tranquilidade esvaneceu assim que o OGRO me acocalhava sem delicadeza alguma.

  - Hm me deixa dormir!_reclamei ensonada,me enrolando ainda mais nos lençóis e assim que o disse ouvi Jacob bufar de raiva.Foi então que do nada senti uma dor aguda assim que meu corpo chocou contra o chão duro pois Jacob havia puxado os lençóis para que eu caisse.

  - Filho de uma...

  - Hey,lava a boca antes de falar comigo.Vamos visitar os meus pais.Se vista._ordenou ele,já visto saindo do quarto.Me levantei com dificuldade devido ás dores e fui ao banheiro lavar o meu rosto e enchi a banheira.Tomei um relaxante banho e assim que acabei enrolei a toalha no corpo indo até ao closet.Abri um armário onde tive a visão de vestidos magnificos de todos os feitios e cores.Me perguntei se eles pertenciam ás ex-"amantes" de Jacob ou se ele teria comprado para mim.Decidi ignorar essas suspeitas e vesti o que mais me chamou a atenção,um rosa bebe bastante mimoso.Pentiei cuidadosamente meus cabelos e sorri
 satisfeita com o resultado final.Sai do quarto e fui até á sala principal onde Jacob me esperava.Estava de costas para mim com o braço apoiado na parede.Devo admitir que aquela imagem mais parecia um ensaio para uma sessão fotográfica.Jacob se virou assim que ouviu os meus passos e os seus olhos me percorreram de cima abaixo.
 Ele veio lentamente até mim ainda me olhando intensamente e eu tive que me controlar para não cair.

  - Nunca pensei que fosse tão soturdo em ter uma noiva tão linda._disse ele e isso me fez baixar o rosto de constregimento.Jacob levantou meu queixo._Será uma honra te apresentar aos meus pais como minha esposa,a mulher com quem passarei o resto da minha vida._e então seus lábios grudaram no meu pescoço dando leves beijos nele enquanto suas mãos agarravam firmemente minha cintura.Meu primeiro instinto fora de afastá-lo mas eu simplesmente congelei.O que ele quis dizer com passar o resto da sua vida comigo?Ele foi bastante claro em dizer que o casamento era apenas de fachada.Jacob foi intensificando os beijos e notei que sua respiração estava ficando elevada.Respirei fundo e meus olhos fecharam sem que eu pudesse controlar enquanto eu me deixava levar por aquela maravilhosa sensação.

 - Senhor Black...oh..._eu e Jacob nos largamos fortemente assim que ouvimos a voz de Emily á nossa trás.

 - Que é?_perguntou Jacob com uma voz cortante.Via-se que ele estava furioso por Emily nos ter interrompido tanto que mesma recuava de medo.

 - S-Só v-vim dizer que a limusina já vos espera._explicou.

 - Muito bem,podemos ir então._Jacob agarrou minha mão e me levou até lá fora onde uma limusina grande e preta nos esperava.Um dos capangas de Jacob abriu a porta pra gente e entramos.Jacob estalou os dedos e o carro arrancou logo de seguida.Me encolhi o mais possível incomodada com a proximidade que eu e Jacob estavamos.
 Ele pareceu notar meu desconforto e do nada,começou com o jogo dos beijos novamente.Afastei-o de mim.

 - Prefiro que não faça isso Jacob.

 - Porquê,não somos noivos?Não vejo qual é o problema de eu querer te fazer carinho._disse,acariciando minha nuca.Mas o que esse cara queria?Me enloquecer?Me trata mal e agora quer me fazer carinho?Ele tem problemas só pode!

 - Sim,mas eu não estou acostumada com essas coisas,por isso agradecia que parasse..._pedi,cruzando os braços e virando o rosto.Jacob riu e se aproximou do meu ouvido.

 - Ham,entendi....o Turner não fazia esse tipo de coisas não é?Mas não se preocupe amor...assim que nos casarmos..._e lambeu o lóbulo do meu ouvido._Vou te mostrar o que é um homem de verdade.

 Suspirei de desespero cruzando as minhas pernas afim de amparar a dor que sentia no meio das minhas pernas.Jacob se afastou rindo feito louco.Desgraçado!


 - Chegamos._disse Jacob assim que o carro parou.Mais uma vez alguém abriu a porta para a gente e Jacob agarrou novamente minha mão.Saimos e então pude notar na mansão á nossa frente.Era muito mais bonita que a de Jacob para não falar do jardim quer era bastante bem tratado e cheio de verde.Subimos as escadas e os mordomos abriram a porta pra gente.Passamos num corredor repleto de quadros que deviam ser da família de Jacob.

 - Bon Giorno Lord Black._cumprimentaram algumas criadas quando passamos por elas mas Jacob simplesmente as ignorou e bateu uma enorme porta também feita de bronze.Esta se abriu e entramos para uma enorme sala de estar que era iluminada por uma lareira.Uma porta traseira se abriu e um casal apareceu de lá.Julguei que fossem os pais de Jacob.

 - Bom dia filho.Pelos vistos você não nos mentiu sobre sua noiva,aliás ela é bem mais bonita ao vivo._disse o homem,sorrindo para mim enquanto estendia a mão.Apertei-a sorrindo.Jacob tinha algumas coisas dele.

 - Permita-me que me apresente:sou Billy Black e esta é minha mulher,Sarah._disse e então a mulher apareceu atrás dele,sorrindo e me abraçando.Abraçei-a também.Para além de muito bonita parecia ser simpática.

 - Seja muito bem-vinda Renesmee._disse.

 - Vamos nos sentar,temos muito que por em dia._sugeriu Billy.Jacob me abraçou pela cintura guiando-me para o sofá ao pé da lareira._Quer beber alguma coisa?Vinho talvez?_perguntou Billy,educadamente chamando o mordomo com um gesto.

 - Não obrigada,eu...

 - Ela vai beber sim._disse Jacob me interrompendo.Olhei para ele no canto do olho.Se tivessemos sozinhos eu já teria dado um tapa nele por querer decidir por mim mas me controlei por respeito aos seus pais que pareciam
 ser boa gente apesar de o terem posto no mundo.

 O mordomo nos serviu o vinho e começamos a conversa.

 - Então Renesmee,como conheceu o meu filho?_pergntou novamente Billy e assim que o fez,eu me engasguei com o vinho.O que puderia dizer?Que tnha vindo em lua-de-mel com o meu noivo mas afinal a intenção deste era me vender por causa de uma dívida com droga?Jacob me ajudou.

 - A gente se encontrou casualmente quando eu tinha acabado o trabalho.O senhor sabe...o caso do Belluci._disse Jacob como se falasse em código.Billy gargalhou,entendendo o que o filho quis dizer.

 - Ah sim,se  me lembro.Aquele filho da puta deve ter virado bosta de peixe essa hora._disse como se esquecesse da minha presença ali.

 - Billy!_repreendeu Sarah.

 - Hm,me desculpe pelo meu vocabulário Renesmee mas isso já é uma tradição de familia sabe.Presumo que você saiba do nosso estilo de vida certo?Eu sou assim tal como meu pai e meu avo,agora o cargo cabe a Jacob que passará assim que vocês tiverem um filho._assim que ele disse isso,meus olhos arregalaram e meu coração foi fundo.Olhei para Jacob para que ele me desse uma explicação mas este nem me fez caso,continuando a beber o seu vinho nas calmas.
 Então era esse o objectivo?Eu ter um filho com esse crápula para que ele mais tarde ser o chefe que mata sem piedade?SÓ POR CIMA DO MEU CADÁVER!


 - Hm,Billy porque não me deixa conversar com Renesmee a sós,uma conversa entre mulheres._sugeriu Sarah como se visse meu desespero.

 - Ótima ideia querida.Eu também vou ter uma conversa com Jacob._disse e os dois se levantaram indo até outra sala onde se fecharam.Eu apenas me perguntava o que estariam conversando.


Jacob Pov.


 Entramos para a biblioteca onde eu tinha aulas em moleque.Meu pai trancou a porta e ficou á minha frente.

 - Sabe Jake,acho que dessa vez escolheu bem meu filho.Gostei dessa moça,tem classe para não falar das ancas!Vai te dar muitos filhos._olhei para ele sério.

 - Não acha que devia ficar calado com o assunto do herdeiro?Você a assustou.

 - Ué mas não era susposto ela saber,todas as outras sabiam!

 Me virei de costas.

 - Ela não é como as outras..._falei.Meu pai voltou a estar á minha frente intrigado pelo que tinha acabado de dizer.

 - Jacob...nunca te tinha visto desse jeito.Está apaixonado por essa moça?_aquilo foi um click para mim.

 - Onde tirou essa ideia?Blag,eu me apaixonar!Me faça um favor!Ela não passa de outra vadia que acabará na minha cama.Assim que me der um filho eu corro com ela,juro!

 - Não jure Jacob,pode se afogar nas suas próprias palavras._porra aquela conversa tava me dando nos nervos,desde quando ele era sentimental!

 - Mas isso não irá acontecer.Eu nunca me deixaria prender por uma mulher,nunca!Agora vamos acabar com essa conversa que está me irritando._meu pai suspirou.

- Muito bem então,vamos voltar._e abriu a porta.


Renesmee Pov.

 Já se tinham passado 20 minutos desde que eles tinham entrado e Sarah se limitava a olhar pra mim e sorrir.EU sorria de volta mas aposto que aquilo mais parecia uma careta que um sorriso.

 - Eu sei como se sente._disse ela de repente.

 - Como?_perguntei não entendendo o que ela quis dizer.Sarah sorriu,deixando a taça vazia na mesa.

 - Sobre o herdeiro,sobre esta situação que Jacob te colocou agora,sobre tudo...eu também já passei por isso.

 - Ah sim?_aquilo me apanhou de surpresa.Sarah acentiu.

 - Sim,quando eu tinha mais ou menos a sua idade.FOi a época que eu tinha conhecido o Billy.Eu tinha vindo dos Estados Unidos para estudar e numa das vezes me esbarrei com ele.Acreditei que fosse amor á primeira vista como diziam os livros.Nos encontramos várias vezes até que ele me pediu em namoro...só aí é que soube sua verdadeira...origem.

 - E não se incomodou?

 - Sabe que não?Quer dizer,eu não concordava com muita coisa que ele fazia mas o amor que eu sentia por ele apagou tudo isso.Billy sempre foi atencioso e fez de tudo para que eu me sentisse amada e feliz.E acabou me dando a maior felicidade de todas:Jacob.

 Isso parece mais uma maldição,pensei mas não falei para não ofende-la.Sarah riu como se lesse meus pensamentos.

 - Jacob não é esse homem frio e arrogante que aparenta ser Renesmee.Ele é bastante sensível e bondoso assim que o conhecer melhor irá ver que eu tenho razão.Ele apenas quer encontrar alguém que o ame de verdade...e acho que isso não foi tão dificil de acontecer._disse e eu bebi o vinho do restante do vinho num trago tentando esconder meu desconforto.Sarah sorriu mais uma vez e a porta da biblioteca se abriu.

 - Então,como foi a conversa?_perguntou Sarah.

 - Gratificante e a vossa?

 - Igualmente._respondeu Sarah olhando para mim e as duas sorrimos em unissimio.

 - Vamos voltar para a mansão.Vos espero mais tarde para a festa então._disse Jacob estendendo a mão para mim.Me levantei indo até ele que me agarrou pela cintura.Nos despedimos e fomos até á limusina
 que nos esperava lá fora.Entramos e passamos a viagem toda em silencio.Jacob parecia estar tenso talvez devido á conversa que teve com o pai.Decidi não perguntar.Não me aptecia levar bronca essa hora.
 Chegamos á mansão e desta vez Jacob não fez questão em me dar a mão,muito pelo contrário.Foi á minha frente quase marchando até ao quarto.

 - Descanse bem pois á noite estará bastante ocupada._disse assim que entrei e fechou a porta com força sem que me deixasse falar alguma coisa.Cara mais estranho...só mesmo a mãe para dizer que esse grosso era sensível!
 Tirei o vestido e me deitei na cama.Deixei um suspiro escapar e fechei os olhos.


   |...|


  - Senhorita Renesmee,acorde._Emily me abanava delicadamente.Eu gemi abrindo um dos olhos.

 - Que aconteceu?

  - Já é tarde.Os convidados estão vos esperando._gemi de frustação em afundando no travesseiro.Só me faltava ter que estar numa sala cheia de gente desconhecida e fingir que estava feliz por um casamento de fachada.

 - Lhe aconselho a se despachar,o senhor Black já está perdendo a paciencia e disse que se demorar mais um pouco virá aqui e irá arrastá-la pelos cabelos.

 Me levantei amaldiçoando os céus por me terem colocado numa situação como essa.Emily me ajudou a escolher o vestido e a me pentear.Assim que estava pronta,saimos e dei de cara com Jacob bufando de tanto ódio.

 - Pensei que não ia ser hoje.Agora bota um sorriso nessa amostra de rosto e finga que este é o melhor dia da sua vida._disse ele voltando com o papel do chefe idiota e arrogante.Mordi meu lábio contendo minha minha raiva e me deixei levar
 por ele até a sala principal onde estava apinhada de gente.Fiqui tonta de ver tanta pessoa num sítio só.

 - Boa noite a todos,nos desculpem o atraso mas é que a minha noiva quis estar perfeita esta noite.Sabem como é,coisas de mulher._disse Jacob levantando a atenção dos convidados que riram com o que tinha dito.Jacob deu um leve bejo no meu rosto e eu tive que fazer um enorme esforço para controlar a minha vontade de socá-lo.

 Nos minutos seguintes fui apresentada a toda a sua familia sem prestar atenção nos nomes.Jacob finalmente me deixou sozinha e eu fiquei num canto olhando para aquelas pessoas todas que se divirtiam,coisa que eu nem estava perto de fazer.

 - Oi._disse uma voz grossa,á minha trás que me fez assustar.Me virei e dei de cara com um moço,moreno e bastante bonito.

 - Prazer meu nome é Fabrizio,sou primo de Jacob._se apresentou,beijando a minha mão enquanto mantinha contacto visual comigo._E deixe-me dizer que ele é um sortudo por estar noivo de uma mulher tão linda.

 - Obrigada._agradeci ficando corada.

 - Me desculpe não era minha intenção deixá-la sem jeito,mas quando vejo uma mulher bonita tenho que dizer._e uma música começou tocando._Me dá a honra dessa dança?

 Exitei um pouco pois sabia que se um certo alguém visse,não ia gostar nada.Olhei para os lados e não o vi em lado algum.Olhei novamente para Fabrizio que sorria para mim.Resolvi deixar.

- Claro._e me levou para o centro da sala onde outros casais dançavam.Apoiou suavemente a mão na minha cintura e me conduziu com leveza e elegancia enquanto a música tocava.Sorri.Se ao menos Jacob se comporta-se assim...

- Posso interromper?_e um calafrio me percorreu assim que ouvi aquela voz fria tão familia.EU e Fabrizio nos afastamos assim que vimos Jacob á nossa frente.Estava com cara de que queria matar alguém,para ser mais exata,o próprio primo.

 - Primo,eu só quis..._tentou explicar Fabrizio mas congelou assim que Jacob se aproximou o rosto demasiado perto dele.

 - Eu sei o que quis,mas te aviso que esta é a última vez que te vejo com a minha noiva senão te garanto que seu fim estará mais próximo do que pensa._ameaçou ele e eu o olhei estagnada por tante maldade.

 - S-Sim..._disse Fabrizio se afastando da gente.

 - Porque fez isso?Ele só quis ser gentil!_o defendi ainda indignada.

 - Cala a boca!Se de por feliz por não ter esbofeteado os dois._e agarrou minha cintura com força,me colando a ele.Começamos a dançar.

 - Eu te odeio._falei olhando-o nos olhos.Jacob meneou um sorriso.

 - O sentimento é reciproco._e seus lábios grudaram rudemente aos meus.Quis me afastar e surrá-lo devido á raiva que sentia.Mas sabia perfeitamente que provávelmente toda a gente estaria olhando para a gente por isso...com muito esforço...me deixei levar.Jacob agarrou fortemente minha nuca enquanto nossas línguas travavam uma terrivel batalha que ninguém saia victorioso.Logo depois ele me largou com um sorriso sarcástico e segurou minha mão.

 - Vamos,o jantar está sendo servido.

 Fomos para a mesa e o jantar foi decorrendo com os familiares mais intimos de Jacob.A conversa estava sendo normal e não como eu imaginava que seria entre uma familia de mafiosos.Jacob se levantou e pediu silencio a todos.

 - Vos chamei aqui a esta noite para vos apresentar á minha noiva,como sabem._disse ele,olhando para mim._Esta é Renesmee Cullen e pela primeira vez na vida acho que encontrei alguém com quem passar o resto da minha vida e criar a minha tão desejada família._ele estendeu a mão para mim,me fazendo ficar de pé ao lado dele.TIrou uma caixa do bolso do casaco e eu arfei assim que vi o anel  com um enorme diamente nele.

 - Renesmee...aceita se casar comigo?_perguntou ele me olhando intensamente o que me fez pensar que ele estaria...apaixonado?Não,não irei em deixar iludir.

 - Aceito._foi quase num sussurro.Jacob colocou o anel no meu dedo e uma chuva de palmas encheu o lugar.Sorri deixando algumas lágrimas cairem,como se fosse a primeira vez que era noiva.Nem com Nahuel tinha sentido essa sensação...só lamento de senti-la com o homem errado.


|...|


 A festa continuou e estava cada vez mais animada.Já tinha perdido a conta de copos de vinho que tinha bebido.Não sabia se era o clima mas eu simplesmente queria me divertir um pouco.

 - Não acha que está exagerando?_bufei sem me virar,sabendo perfeitamente quem era.

 - Ah me deixa divertir um pouco,já não basta estar aqui presa nessa merda de mansão agora você nem me deixa beber em paz?Vá se fuder Jacob Black!AH me solta!_gritei assim que Jacob me pegou no colo como se fosse
uma criança.

 - Me desculpem mas acho que chegou a hora de eu e minha noiva descansarmos um pouco.Desfrutem do resto da festa._disse Jacob já me tirando da sala.

 - Me põe no chão,eu consigo andar!_reclamei me debatendo contra ele.

 - Assim caida de bebeda pode ser que acabe caindo e pára quieta se não quiser que eu lhe de um soco para fechar essa boca!

 Amuei deixando que ele me levasse para o quarto.Jacob fechou a porta e assim que quis me botar para deitar na cama,eu agarrei sua camisa e acabei ficando por cima dele.Ele se surpreendeu com minha atitude.

 - O que pensa que está fazendo?_eu sorri apenas,mordendo o lábio.Estava com muitas ideias na cabeça...

Continua...



Notas finais do capítulo

Espero que tenham gostado...reviews??*__*