Poderoso Chefão escrita por Sweet Lips


Capítulo 3
2º Capitulo - Guerra Declarada


Notas iniciais do capítulo

Desculpem ter só postado hoje,mas como sabem ontem o nyah estava em manutenção mas felizmente ele apareceu pra gente!!!8D
Queria agradecer a todas que comentaram e um beijão enorme pra Dany (DanielaTwilight) por ter recomendado a fic só com o prólogo e com o 1º capitulo!Nossa eu quase apanhei um treco assim que o vi!Eu amei,muito obrigada mesmo amore pelo carinho!*__*
Desculpem qualquer erro ortográfico,eu prometo que restaurar quando der uma lida nos capitulos.
Espero que gostem!



Poderoso Chefão

 |2º Capitulo - Guerra Declarada|

 Nessie POV

 Acordei assim que a porta se abriu de forma brusca.Me precipitei na cama olhando para o local e gemi de frustação ao ver que afinal não tinha sido um pesadelo.Era a mais pura verdade,eu estava presa nessa porcaria de mansão!Emily pigarreou tentando chamar minha atenção.

 - Desculpe-me tê-la acordado mas como já é meio-dia,eu pensei que já tivesse levantada..._se aproximou da cama carregando uma sacola._Tome.

 - O que é?_perguntei recebendo e analisando a sacola.

  - Um vestido novinho em folha oferecido pelo senhor Black.Ele faz questão que o use,visto que seu último vestido sofreu um acidente._minha cabeça ferveu.Acidente feito por aquele ordinário quis ela dizer.Pulei da cama,atirando a sacola no chão com toda a força que tinha.Emily arregalou os olhos surpresa.

    - Pois diga a ele que não me pode comprar com mísero vestido!_esbravejei.Emily pegou na sacola,sacudindo-a com cuidado se certificando que não tinha sofrido danos.

     - Mas menina Turner,este é um Gucci original!

     - Nem que fosse feito pelo Papa!Esse seu chefe não pode mandar em mim e eu vou dizer isso a ele agora mesmo,onde ele está?_peguei na sacola nas mãos de Emily e me dirigi para a porta.

      - No escritório mas...espere!_tentou ela,mas eu já tinha saido pelo porta afora.Não queria saber se estava de trajes mínimos,minha raiva era tanta que esse detalhe me passou ao lado.Dobrei o corredor até ver a familiar porta feita de bronze.Empurrei-a fazendo com que ela batasse na parede com força.O Black estava sentado na secretária e se assustou com o embate.Me olhou incrédulo.

            - O que pensa que está fazendo?_me perguntou ele irritado.Fui até ele,atirando a sacola para suas fuças.

              - Te devolver isso,não pense que me pode comprar!Minha bunda ainda doí!_gritei e era verdade,esta ainda ardia horrores.Aquele filho de uma égua tinha a mão grande!Ele olhou para a sacola por momentos e depois me olhou,seco,frio.

               - Você vai vesti-la._começou ele com as intimidações.Dobrei os braços.

               - Não vou não.Como já disse um milhão de vezes:não manda em mim!_ele respirou fundo quase deitando fumo pelas orelhas.

                - Você.Vai.Vestir.Isso.Não.É.Um.Pedido._se levantou calmamente vindo até mim.Recueei um pouco mas me mantive firme.

                - Não vou e está decidido!

                  Ele mordeu o lábio e sorriu logo depois.O filho da puta ainda era gostoso!Diabos!

                 - Vai sim..._e então seus olhos rodearam meu corpo.Engoli em seco me arrependo de imediato por ter vindo desse jeito._Ou eu serei obrigado a colocá-lo em você.

                   Tapei meu corpo por instinto.

                  _ Não seria capaz,seu cachorro!_aquilo foi á gota d´água pra ele,Avançou até mim,arrancando a camisa de noite que eu vestia me deixando apenas de calcinha e sutiã.Eu gritei surpresa e tentei fugir,mas ele já tinha me impressado na parede impossibilitando minha fuga.Suas mãos eram ágeis e se não fosse pelo meu desespero,eu sinceramente ficaria impressionada pela sua habilidade de despir uma mulher tão rápido.

                       - Ainda não vai me respeitar sua desgraçada?_sua voz rouca sussurrava no meu ouvido.Meu coração bateu descompassadamente pelo meu peito.Resista,resista,resista!

                        - Não..._falei num sussurro.Ele riu e aquilo me fez desesperar ainda mais.Meu peito estava doendo assim como o resto do meu corpo que estava sendo prensado pelo corpo magestoso de Jacob.

                        - Pois seu corpo está me dizendo o contrário..._ele se aproximou da minha boca e apesar de minha mente dizer pra me libertar daquele troglodita,meu coração gritava para sentir aqueles lábios sobre os meus.Fechei os olhos esperando pelo beijo,mas para minha surpresa,senti meu cabelo sendo puxado violentamente para trás.Dei um grito seco.Ele riu da minha figura.

                      - Se enxerga branquela,acha mesmo que eu iria beijar uma coisinha insignificante como você?_e me atirou para o chão sem cuidado uma vez mais.Atirou a sacola de seguida também._Agora vá para o seu quarto se vestir,pois não tem mais nada para se cobrir agora._disse olhando para o tecido desfeito da minha camisa de noite.Senti lágrimas vindo aos meus olhos e meu rosto ardendo.Uma série de sentimentos me dominava,principalmente ódio e raiva por aquela humilhação toda.Jacob me olhou fazendo um biquinho falso.

                       - Oh,vai chorar nénem?Hahaha,rídicula.Saia daqui._me levantei e tasquei um tapa na cara dele,tão potente que fez eco pela sala.E sem esperar que ele me castigasse novamente,sai de lá,voltando para o quarto.Tranquei a porta e fechei os olhos com força.Pensei que iria chorar mas não o fiz.Aquele monstro não merecia nenhuma lágrima vinda de mim.E ele iria pagar caro por tudo isto que me estava fazendo passar,oh se ia.

              Jacob POV

             Meus problemas agora se resumiam a apenas um nome insignificante:Renesmee Cullen Turner.Levei minha mão ao rosto que ainda ardia com o tapa que ela havia me dado.Como essa molequa era impetulante!Mulher alguma resolveu me desafiar e não seria aquela sem sal que o faria.Sim,era bonita sem sombra de dúvidas e tinha um corpo que benza deus,mas mesmo assim eu não iria facilitar as coisas para ela,não eu!Essa garota iria me respeitar,nem que fosse a última coisa que eu fizesse.

 A porta bateu,me fazendo voltar á realidade.

 - Quem é?_perguntei irritado.A porta se abriu e Embry entrou sorrateiramente.

 - Desculpe o incomodo chefe,apenas passei para lhe informar que já tratamos do Giocconi ainda agora.A essa hora ele deve estar sendo comido pelos peixes.

  - Ótimo..._falei ainda aéreo,aquela coisinha não saia da minha cabeça merda!Embry notou.

   - Me desculpe a petulancia chefe,mas está tudo bem?Estou o vendo um pouco longe._Embry era um dos meus melhores homens,por isso tinha certas liberdades comigo,não que ele vá mais avante que isso pois eu não tolero que gente inferior se iguale a mim.

    - Não é da sua conta,mas sim,algo me está incomodando e muito.

     - Por acaso tem haver com a noiva do Turner.Ele é bem gostosa._o olhei posseço,ele recuou.

      - Nunca mais se atreva a repetir isso.

       - Sim senhor,me desculpe...mas hum,porque está tão precoupado?O senhor já teve várias mulheres por aqui e nenhuma lhe interessou tanto.

          Queria mandar Embry se foder mas me controlei.Senti que precisa de desabafar caso contrário morreria.

           - Porque nunca nenhuma delas ousou me dar um tapa e muito menos me encarar de frente.Ela pode me ser útil...

            Embry esbugalhou os olhos

           - Quer dizer que...

          - Sim isso mesmo que está pensando.Aquela jumenta pode trazer meu tão precioso herdeiro e agora vá que já está me irritando com essa curiosidade toda!

          - Sim senhor é pra já._e saiu me deixando finalmente sozinho.Bufei pegando no telefone.

           - Emily prepare meu almoço,estou esfomeado.Onde está a Turner?

          "No quarto dela senhor,se trancou lá..."_suspirei,fechando os olhos.Talvez tenha pegado pesado com ela.Que se foda.

          - Ótimo,não esqueça de de levar comida pra ela.Vou tomar um banho e depois vou pra aí._desliguei saindo de lá e indo até minha suíte.Fui ao banheiro deixando a água gelada tomar meu corpo.Era mesmo disso que eu precisava,para clarear as ideias.Sai me vestindo e indo até sala de jantar.Emily estava me esperando no lado de fora como sempre faz.

      - Boa tarde senhor Black,fiz seu prato favorito,espero que goste._acenti sem emoção e entrei indo até a mesa,foi então que algo posto nela me chamou a atenção,ou melhor me apavorou.

        - EMILY,QUER ME EXPLICAR O QUE VEM A SER ISTO?_gritei mas não fui muito bem sucedido pois minha garganta começou a inchar e senti meu rosto arder.Levei minha mão ao pescoço sentindo falta de ar.A sala estava infestada com ramos de flores.

      - E...Emily sua idiota,não sabe que eu sou alérgico a flores?_perguntei já sem ar,me apoiando na cabeça.Senti meu coração bater e parecia que desmaiaria a qualquer momento.Emily olhou para sala horrorizada.

        - Senhor Black eu juro que a culpa não é minha,eu avisei a menina Turner que o senhor era alérgico e ela me disse que as ia deitar fora!_disse ela.A olhei surpreso assim que ouvi o maldito nome.

      - O quê?Está me dizendo que foi ela que fez isso?Sua incompetente como foi acreditar nela?Ela quer me matar!_e não falei mais nada.Senti meu corpo desfalecer e tudo estava escuro.

      Nessie POV

      Tirei o vestido da sacola e posso afirmar que não era nada mau.Era curto assim como o meu antigo,vermelho e era feito de lã da melhor qualidade.Vestia com cuidado me olhando ao espelho.Me acentava que nem uma luva e um sorriso bobo me possuiu me perguntando como é que Jacob sabia do meu número na perfeição.Abanei a cabeça bruscamente me lembrando do meu verdadeiro propósito:me vingar daquele desgraçado.Sai do quarto e um barulho vindo ao fundo do corredor me chamou a atenção.Fui até lá e vi Emily passando a mão na cabeça como se estivesse preocupada.

    - Emily,o que está se passando?_olhei na mesma direcção que ela e vi ramos de flores no chão,muito bonitos por acaso.

     - Sim,está tudo errado!Não sei quem encomendou estas flores,só pode ser engano!Ninguém teria coragem de encomendá-las visto que o chefe é alérgico a elas!

       - Jacob é alérgico a flores?_perguntei com uma certa malícia na voz.

       - Sim e eu estou ferrada,ele vem almoçar daqui a pouco e eu ainda não acabei a comida!_lamentou ela,choramingando.Fui até ela,acariciando seus ombros.

       - Não se preocupe,deixe que eu deite tudo isso fora e você pode acabar o almoço do seu chefe._e dei imenso enfase na palavra "chefe".Emily enxugou as lágrimas e sorriu.

        - Muito obrigada senhorita Turner,não sei como lhe agradecer.

         - Imagina,você sempre foi boa comiga,é um prazer te ajudar._ela saiu das traseiras e eu olhei para aqueles buquês lindos.Seria um desperdício deitá-los fora.Só mesmo algo tão delicado e lindo para derrubar aquele ogro.Peguei nos buques levando-os até a sala de jantar.Coloquei-os numas jarras que lá tinham e espalhei por cada canto da sala.Sorri diabólicamente.Quem disse que a vigança se servia fria não estava mentindo.

      -x-x-x-x-x-x-

    Depois de ter levado avante meu plando decidi tirar um cochilo no meu quarto mas como de manhã,o barulho da porta batendo me fez despertar de imediato.Era Emily que me olhava agoniada.

   - Menina Turner,tem ideia do que fez?

   - O que quer dizer,o que se passa?_perguntei me fingindo de inocente.Emily se aproximou em passos largos.

    - Sabe muito bem do que se passa!Porque colocou as flores na sala,eu disse que o chefe era alérgico!E por sua causa ele está desmaiado em estado grave,sabe lá Deus quando irá se recuperar!

      Ao ouvir isso meu coração se apertou e o sentimento de culpa invadiu meu ser.Eu queria apenas dar um susto nele não deixá-lo inconsciente!

       - Onde ele está?_perguntei num fio de voz.

       - Nos seus aposentos descansando.Nem quero estar lá quando acordar.

     - Me leve até lá por favor Emily.

          Emily tentou recusar mas me recrutou até os aposentos de Jacob.Abriu a porta com cuidado e então vi naquela enorme cama.Estava com o tronco exposto e seu rosto estava inchado como se tivesse levado uma surra.Fechei a porta e fui até ele com cuidado.Nem parecia o mesmo homem grosso e insensível que aparentava ser,agora parecia inovensivo e bastante vulnerável.Sentei na berma da cama e por instinto,pousei minha mão delicadamente no seu rosto.Foi então que senti meu punho ser terrivelmente massacrado pelo mão de Jacob que o agarrava com força.Gritei devido a surpresa e logo depois os olhos de Jacob se abriram e me olhavam com fúria.

              - Sua cadela desgraçada,olha só o que me fez!_disse ele ainda imóvel.

            - M-Me me desculpe,,eu não queria..._e então eu não consegui dizer mais nada,Jacob me puxou e eu acabei deitada na cama com ele encima de mim.

            - Não vem com essas desculpas esfarrapas pra cima de mim que eu não sou a Emily.Você despertou a fera meu bem,agora sofra as consequências._e seus lábios tomaram os meus sem aviso.O beijo era rude e sem emoção alguma.Jacob mordia meus lábios sem cuidado e eu não conseguia respirar.Tentava me debater embaixo dele mesmo sabendo que não daria resultado.

               - Me solta...ME SOLTA!_gritei e mordi sua língua com força,o que fez Jacob recuar e gemer de dor.

                 - Sua puta,como se atreve a me fazer isto?_disse ele,levando a mão á boca que provávelmente estaria sagrando._Já não chega ter quase me matado á pouco ainda acha que tem o direito de reclamar?

                  Me encolhi na cama com o choro me dominando.Não queria saber que ele estava lá,apenas queria deitar tudo para fora.Ele pareceu se acalmar,pois suspirou lentamente.

           - Porque está chorando?_pela primeira vez ele parecia meigo.Soluçei.

            - Por tudo que está acontecendo,não queria estar aqui.Queria estar com o meu marido agora,com ele estaria segura._desabafei.Pensei que Jacob me puxaria pelo cabelo e me desse uma surra mas não o fez.Apenas se levantou,colocando uma calça.

            - Venha ter ao meu escritório mais tarde.

         - Para quê,pra me bater?_perguntei secando as lágrimas.Ele riu.

         - Não,para ter uma conversa civilizada Renesmee.Vou te explicar tudo e aí você vai ver que seu maridinho não é tão perfeito como pensa._disse e quando eu me preparava para responder á letra,já ele tinha saído.Me atirei na cama com raiva.Esse homem me irrita profundamente da mesma forma que me punha louca de desejo.

|Continua...|

                       

                

               

                       



Notas finais do capítulo

Espero sinceramente que tenham gostado!=O
Reviews,pode ser???