Um Amor Inesperado escrita por Raquel-Reh


Capítulo 1
1- Uma nova família


Notas iniciais do capítulo

Olá, pessoal!
Bom, essa é a 1ª fic que eu posto. Minha irmã, Natália contribuiu muito com ela.
O que aconteceu foi que, eu usei algumas ideias de uma estória que ela fez há alguns anos atrás e que eu gostei muito...
Vou tentar postar um capítulo por semana, mas não briguem comigo, caso isso não aconteça.



Sakura Kinomoto tinha apenas 3 anos quando perdeu sua mãe. Foi criada pelo pai, muito carinhoso e amável com ela e pelo seu irmão mais velho, que era muito ciumento. Quando a menina completou 7 anos, seu pai, Fujitaka, resolveu se casar novamente. Conversou com seus filhos de uma maneira simples, clara e carinhosa. Explicou que ninguém nunca substituiria sua mãe, mas que ele precisava de uma companheira e que havia encontrado uma pessoa muito legal. Sakura compreendeu, ela já conhecia essa moça, ela era chinesa, e gostava muito dela. Touya, que tinha 16 anos, não ficou muito satisfeito, ele também conhecia Yelan Li, sua futura madrasta e não lhe agradava nada o fato dela ter um filho um pouco mais velho que Sakura. Shaoran tinha 10 anos e sua mãe o criara sozinho, pois o pai foi embora de casa um tempo após seu nascimento. Ele era magro, não muito alto, cabelo castanho bem rebelde e olhos penetrantes na cor de âmbar.

Nos primeiros meses foi um pouco estranho morarem todos juntos, Sakura e Shaoran sempre brigavam e implicavam um com o outro, Touya quando tinha tempo arrumava um jeito de perturbar os dois. Depois de algum tempo, eles foram se familiarizando, apesar de certa diferença de idade, se tornaram grandes amigos, quase inseparáveis... Eles brincavam, conversavam e às vezes até brigavam, mas era aquela briga saudável de “irmãos”. Touya foi o único que não mudou, continuava implicando e perturbando os dois.

Os cinco saíam juntos todo final de semana, ou para almoçar, ou para jantar. Fujitaka era arqueólogo e professor de uma universidade em Tomoeda e Yelan era presidente da empresa que herdara de sua família e que se localizava no Japão.

Dois anos se passaram e Touya resolveu se mudar para a Inglaterra para continuar seus estudos. Seu amigo, Yukito, havia se mudado para lá há alguns meses e o comunicou que abriram algumas vagas para a Universidade local. Mesmo um pouco triste por se afastar de sua família, ele aceitou e partiu no final de fevereiro. Yelan aproveitou e ofereceu a casa que tinha lá para os dois morarem.

Os anos se passaram e Sakura e Shaoran foram crescendo e ficando mais amigos (se é que isso era possível, haha). Touya e Yukito iam visitá-los, nos feriados prolongados, nas férias e no final do ano.

Shaoran sempre foi muito inteligente e sagaz. Adorava futebol e jogava no time do colégio. Ele estava com 14 anos quando foi convidado para ser jogador de um time na Inglaterra, teria que estudar e morar lá. No início se empolgou e adorou a ideia, porém lembrou-se de sua família. Ao chegar em casa naquele dia, contou da proposta que lhe foi oferecida. Sua mãe ficou um pouco triste, mas disse que iria apoiá-lo em qualquer decisão. Já Fujitaka falou que iria sentir muito a falta dele, mas que essa era uma oportunidade única. Sakura não estava suportando a situação que se apresentava, primeiro seu irmão se mudou e agora seu outro “irmão” também iria partir. Ela correu para seu quarto, chorando e trancou a porta, não queria falar com ninguém, pelo menos não naquele dia.

O final de semana chegou, o voo de Shaoran seria às 16h. Depois de aceitar a decisão dele, Sakura até o ajudou a fazer as malas e o fez prometer que iria escrever e telefonar toda semana.

*----------------------------------------------------------------------------------------------------*

Vou lhes falar um pouco de Sakura. Ela já estava com 11 anos, era uma pré-adolescente, ainda com o corpo desengonçado e a cabeça em bonecas, mas era uma linda menina. Seus olhos verdes esmeraldas chamavam muita atenção. Tinha o cabelo castanho claro acima do ombro, normalmente com duas partes presas nas laterais. Ela tinha uma característica marcante, apesar de ser um pouco distraída, seu sorriso era encantador. Sempre animada e pronta para ajudar os outros. Era também a teimosia em pessoa e tinha uma opinião forte. Ao mesmo tempo em que era meiga e carinhosa, às vezes se irritava e gritava com todo mundo. Com a mudança de Shaoran, ela acabou se tornando uma menina um pouco triste, mas nunca deixando seu sorriso de lado.

Nesses anos em que Shaoran ficou na Inglaterra, Sakura já deixava a adolescência. Com 17 anos estava totalmente diferente. Seu corpo já havia se desenvolvido e seus cabelos estavam bem grandes. Shaoran via as fotos dela através de e-mails ou sites de relacionamento (não poderia deixar o orkut ou facebook de lado),sabia que ela havia crescido, mas não dava para reparar muito. No primeiro ano que estava fora ele ia visitar sua família junto com Touya e Yukito, porém os estudos dos três se complicaram um pouco e não tiveram mais tempo (a distância contribuiu também), nem no Natal, Ano Novo ou nos aniversários se viam. Sakura estava mais madura, continuava com seu jeito carinhoso e alegre, mas estava bem mais responsável. Ela falava com todos de maneira natural e espontânea, era muito comunicativa. Na escola, estava no último ano e tirava notas muito boas. Já sabia o que queria fazer, ser fisioterapeuta.

*----------------------------------------------------------------------------------------------------*

Poucos anos após Shaoran ter se mudado para a Inglaterra, Touya conheceu uma mulher muito bonita, madura e atenciosa, Kaho Misuki, que também era japonesa. Ela se formara a pouco tempo em professora de Matemática. Os dois se apaixonaram e começaram a namorar um tempinho depois. Passando alguns anos se tornaram noivos e decidiram voltar para o Japão. Shaoran já havia se formado no colégio e estava fazendo curso profissionalizante há dois anos, por isso resolveu ficar mais um tempo por lá. Yukito que já tinha alguns planos para sua carreira no Japão, voltou com o casal.

Na família Kinomoto Li, todos já sabiam da novidade, tanto do futuro casamento quanto da volta dos três. Só ficaram um pouco triste, pois Shaoran não voltaria por enquanto.

*----------------------------------------------------------------------------------------------------*

Eram oito horas da noite quando Sakura avistou seu irmão e foi correndo ao seu encontro. Fazia mais de cinco anos que não via seu irmão pessoalmente. Após o desembarque, Touya apresentou Kaho a sua família. Todos a adoraram. Ela iria alugar um apartamento até o dia do casamento, que foi marcado para daqui a cinco meses. Já Yukito comprou uma casa perto da empresa que ele entrou como sócio junto com Touya. Essa era outra novidade que revelaram a família quando voltaram, porém Yelan já sabia. Os dois se formaram em administração e com o dinheiro que guardaram durante todos os anos, compraram ações da empresa Li, a qual Shaoran herdaria.

Faltava pouco menos que um mês para o casamento de Touya, quando Shaoran comunicou que estava voltando para casa. Não só porque seria o homem de honra do casamento, mas porque havia terminado o curso. Já com 20 anos, ele queria ser professor de Inglês no Japão mesmo. Ele tinha largado o futebol quando completou o colegial e desde então começou a estudar a língua local. Ele se tornara um homem bem calmo, educado e sensível. Estava tão ansioso para rever sua família que nem conseguiu dormir durante o voo.



Notas finais do capítulo

Pessoal, esse capítulo ficou bem curtinho, pra falar a verdade está mais um prólogo mesmo ^^'...
Mas calma, não briguem comigo! Farei os próximos maiores, mais do que o dobro, tudo bem?
Bom, espero que tenham gostado =)

Beijinhos