Mais do que Um Amor de Escola

Autor(es): Shocolaty


Sinopse

© Essα é α originαl ™

Depois que a mãe de Bella se casa novamente, ela decide concluir seus estudos em Forks. Ela é muito bem recebida por sua tia Esme e seus primos Jasper e Rosalie.
Nada mudou na pacata cidade, apenas uma nova família havia chegado. Os Cullens.
Juntos, eles vão viver várias aventuras e vão descobrir que o que sentem não é só mais um amor de escola, e sim um amor pra toda a vida.
 
Não se preocupe (ou talvez se preocupe sim), você vai ler de tudo por aqui, como por exemplo, cenas...
 
...de conclusões precipitadas
- O que ta fazendo dançando só de toalha rosa Jasper?
- Emmett? Eu juro que não é o que você ta pensando!
- AHHH, eu sabia que você dava ré no kibe!
 
...de constrangimento
- “Faz amor comigo, faz amor comigo. Me tira dessa solidão, vem matar minha saudade...”
- Cale a boca Emmett!
- Calma Rose, essa musica não é pra você, é pra Bellinha
 
...de novas descobertas
- Esse ovo tem cheiro de bunda de galinha
- Talvez por que é de la que ele vem, Alice?
- O que? Edward me salva! Eu não posso comer nada que derive da bunda!
 
...de loucuras
- Jake, acho que esse bolo me deixou feliz!
- Bella, esse é o bolo da alegria. Tem haxixe e maconha nele
- Fudeu! To drogada! Eduzinho vai me matar!
 
...de carinho
- O que você é dessa banda?
- O vocalista
- Quem deixou você ser vocalista? Seu demônio!
 
...de dor
- Tio Cal, eu não consigo mais comer
- Nessie, se sente doente?
- Doente de amor...
 
E muuuito mais! Diversão garantida ou seu dinheiro de volta!


Notas da história
-> A unica coisa da Saga que me pertence são aqueles quatro livros que estão no meu guarda-roupa. Estou apenas usando as aparencias e nomes, por que a personalidade e o enredo é todo meu *__*

-> Se não gosta de Twilight e veio aqui pra criticar por que acha que a Saga é modinha, eu sugiro que feche a página. Ninguém te obrigada a ler nada nem a gostar de nada

-> Antes que alguém pire a cabeça, vou deixar beeeem claro que os casais são os originais. Só haverá alguns romances alheios que irão durar poucos capitulos

-> A Fic gira em torno de comédia e romance, se não gosta desses gêneros, não leia também

-> É +16 por que não pretendo escrever cenas hot's, além de eu não saber escrever muito bem, acho que estraga todo o clima de comédia da fic. Haverá no máximo uma coisa superficial '-'

-> Na boa, eu não me incomodo muito que usem minhas idéias, ou postem minha fic em outro lugar, mas exijo que eu seja avisada antes e receba os devidos créditos

-> Não sei onde eu tava com a cabeça quando coloquei esse nome cafona na fic :/ Mas o que vale é que a história é legal

Índice

(Cap. 1) Prólogo
(Cap. 2) Chegando em Forks
(Cap. 3) Odiando Ele
(Cap. 4) Olhos Azuis
(Cap. 5) Sem Energia
(Cap. 6) Eduzinho Tigrão e Bellinha Furacão
(Cap. 7) De Novo! De Novo! De Novo!
(Cap. 8) Na TPM: Furacão x Tigresa
(Cap. 9) Vingança da Putanya
(Cap. 10) Festa de Formatura e Gororoba doida
(Cap. 11) Ilha Esme
(Cap. 12) Mudando o visual da Rose
(Cap. 13) Festas de Fim de Ano: Natal
(Cap. 14) Reveillon de Doido
(Cap. 15) Pegando Carona Com Malucos
(Cap. 16) Sequestraram a Rose?
(Cap. 17) Nóis é... AS BRABULETA
(Cap. 18) [I] Las Vegas
(Cap. 19) [II] Las Vegas


(Cap. 1) Prólogo

Notas do capítulo
Oi, bem vindos a minha viajem maluca que resultou nessa fic 8D antes havia um mural aqui, mas como temos de respeitar as regraaas novas... :/ Preparei um prólogo bonitinho >< É o primeiro que faço na minha vida, espero que gostem

Esperava pelo homem que me chamasse de linda ao invés de gostosa. Que me ligasse de volta quando eu desligasse na cara dele. Que deitasse comigo debaixo das estrelas e ouvisse as batidas do meu coração, ou que permanecesse acordado só para me ver dormindo. Esperava pelo homem que beijasse minha testa, que quisesse me mostrar para todos. Um homem que me achasse a mulher mais bonita do mundo mesmo quando eu estivesse sem nenhuma maquiagem. Aquele que demonstrava constantemente o quanto estava preocupado comigo e o quanto era sortudo por me ter. Esperava por aquele que me esperava.

E eu o encontrei...

_ Qual é o seu problema, Edward? _ Perguntei gargalhando

_ Não sei, mas eu te amo de mais! _ Ele apertou mais ainda os braços em volta de mim

_ Eu também _ Respondi sorrindo

Passei a ponta dos dedos em seu rosto. Eu ainda duvidava que ele fosse real. Que esse amor fosse real

_ Você é perfeito _ Sussurrei com os olhos marejando

_ Você é mais _ Ele se aproximou de mim

Minha respiração ficou pesada e eu soltei uma risada baixa que ele acompanhou

_ Pra sempre _ Ele sussurrou antes de encostar seus lábios nos meus

Notas finais do capítulo
Clica em próximo pra enlouquecer 8D




(Cap. 2) Chegando em Forks

Notas do capítulo
Pois é meus amores aqui estou eu começando outra fic maluca... Espero que gostem :B Ps. Ja vou logo avisando que comédia de verdade é só do cap "Sem Energia" pra frente Esses tres primeiros são meio sem graça, mas acredito que sejam necessários

_Sabe que não precisa fazer isso não é?_ minha mãe perguntou pela terceira vez
_Não se preocupe mãe, é só por um tempo_ falei tentando tranquilizá-la
_Tudo bem. Tchau meu bebê! Ligue-me assim que puder_ ela me deu um beijo na testa
_Ok mãe_ sorri pra ela
Peguei minhas malas e fui andando para a área de embarque
O vôo durou umas 5 horas

Quando mal cheguei no aeroporto de Seattle eu vejo meu primo correr na minha direção
_Bella_ ele disse feliz enquanto me apertava em um abraço de urso
_Jazz, que saudade_ eu sorri quando ele me soltou
_Você cresceu_ ele fez cara de surpresa
_Você também mudou muito_ olhei pra ele dos pés a cabeça
Da última vez que vi Jasper, ele ainda era um adolescente magrelo de 14 anos com um jeito meio afeminado. Agora ele tem os músculos bem definidos e bonitos, e acredito que não tenha mais o jeitinho rosa da força
_Onde estão Esme e Rosalie?_ perguntei procurando por elas
_Estão em casa te esperando para o jantar_ ele respondeu e pegou minhas duas malas
_Como elas estão?_ começamos a andar pra saída do aeroporto
_Estão bem, Rosalie não mudou quase nada, só emagreceu_ ele falou rindo
Minha prima era muito tapada. Além de se vestir como uma caipira, ela era gordinha
_Mudou muita coisa em Forks?_ olhei para ele
_Não, continua a mesma coisa de 4 anos atrás_ respondeu-me
Caminhamos mais um pouco até chegar na frente de um Audi R8 prata que ofuscava os outros carros do estacionamento
_É seu?_ perguntei maravilhada
_Sim, gostou?_ ele falou rindo
_É lindo! Rosalie não ficou com ciúmes?_ questionei enquanto colocávamos as malas no carro
_Ela ganhou um BMW vermelho_ deu de ombros
Minha boca se abriu em um "o"
Entramos no carro e ele deu a partida para Forks
A viagem foi curta, não vi o tempo passar enquanto conversava com Jazz

_Bellinha_ Rose praticamente se jogou em mim quando eu entrei na casa dos Hale's
_Oi Rose_ devolvi o abraço
_Mãe, chegamos_ Jazz gritou
_Oh!_ Esme apareceu e veio na minha direção
_Olá Tia_ eu acenei pra ela
_Rosalie, solta a Bella_ minha tia mandou
Rose me soltou e eu recebi o abraço de Esme
_Como esta Renée?_ ela perguntou
_Ótima_ respondi
_Jazz, coloque a mala da Bella no quarto dela_ Minha tia apontou para escada
_Não precisa, eu mesma faço isso_ comecei a andar na direção das malas, mas alguém me segurou
_Sem problemas Bella, eu levo_ Jasper sorriu para mim
_Tudo bem_ falei meio relutante enquanto era arrastada para sala
_Bella, consegui te matricular na escola. Sua aula começa amanhã mesmo_ Esme cantarolou pela sala até se sentar na poltrona na minha frente
_Bells, tenho tantas coisas para te contar_ Rose sentou do meu lado
_Conte então_ eu sorri
Ela olhou pra Esme que continuava com um sorriso besta na cara
_Que foi?_ o sorriso dela diminuiu um pouco
_Nada, vou mostrar a Bella o quarto dela_ levantou e me levou para as escadas
_Desembucha Rosalie_ eu mandei divertida
_Vem cá colega_ ela me levou para um quarto
Ele tinha três paredes amarelinhas e uma só de vidro que dava pra floresta que tinha atrás da casa. As enormes cortinas brancas iam até o chão. Os moveis eram impecavelmente brancos. Havia uma cama um pouco maior que de solteiro, mas não chegava a ser de casal, um guarda-roupa em "L", uma escrivaninha colada no guarda-roupa, algumas prateleiras e mesinhas de cada lado da cama.
Sem contar o enorme tapete branco que combinava com o edredom da cama
_Meu quarto?_ perguntei
_Sim, as malas devem estar dentro do armário_ rose respondeu enquanto sentava na cama
Fechei a porta e fui até o guarda-roupa para começar a organizar algumas coisas
_Fala o que você queria contar_ eu incentivei
_Ah Bella... Chegou uma nova família esse ano aqui em Forks que é tudo de bom!_ ela disse feliz
_Quem são? Quero descrição perfeita_ perguntei enquanto abria as malas
_Bom, são os Cullens. O mais lindo deles é o Edward. Ele é branco, alto e musculoso, não tanto quanto o outro, mas é lindo mesmo assim. Tem o cabelo cor de bronze, liso e todo bagunçado, isso deixa ele super sexy. Só tem um problema..._ ela desanimou no fim da descrição
_Qual?_ continuei ajeitando as roupas nas gavetas e pendurando os casacos
_Ele tem namorada. E é uma baranga feia!_ela bufou
Ri com o apelido
_E os outros?_ olhei para ela
_Tem o Emmett, que é o mais forte. Ele é super gente boa, engraçado, às vezes é muito bobo. Tem o cabelo curtinho e preto, também é branco e alto. É um dos meus melhores amigos!
"A Alice é muito boba alegre. É maníaca por compras e por moda. Ninguém segura quando Jasper e ela vão pro Shopping"
"E, por ultimo, tem o Carlisle. É o pai deles, mas não é de se jogar fora. É o melhor médico de Forks, trabalha junto com a mamãe no hospital. Ele é parecido com os filhos, mas tem o cabelo loiro"
_Eles estudam na escola?_ perguntei distraída
_Sim, mas pena que não tenho nem uma aula com Edelicia_ ela suspirou
_Credo Rose_ eu falei rindo
Ela riu também
Olhei de novo pra ela e percebi o que Jasper tinha falado
_Rose, você emagreceu muito!_ comentei surpresa
_Todo mundo fala isso, e sempre dizem que não mudei meu estilo_ ela sorriu
Rose estava usando uma calça larga, bota parecida com de vaqueira, uma blusa xadrez com um nó na altura do quadril e um casaco combinando com a bota. E o cabelo dividido em duas enormes tranças loiras
_Até que não é feio_ eu disse
Ok, ás vezes eu me saio muito bem nas mentiras...
_Meninas, Esme ta chamando pra jantar_ Jasper falou batendo na porta
_Já vamos descer_ eu respondi
Rose levantou e fomos pra cozinha
_Que cheiro bom Tia, o que fez para o jantar?_ perguntei quando sentei na mesa
_Bife com batatas_ ela disse
_Mentira, é minhoca com cérebro de gato_ Jasper sussurrou pra mim
_Cale a boca menino_ Tia Esme bateu a colher de Pau na cabeça dele brincando
_Ai_ Jazz resmungou arrancando risadas minhas
Jantamos conversando e quando olhei o relógio já era 9 e meia da noite
_Acho que vou para o meu quarto. Preciso me preparar para aula, sabe como é não é? Novata no meio do semestre..._eu falei pegando meu prato e colocando na pia
_Sem problemas, boa noite querida_ Esme me lançou um sorriso maternal
_Boa noite pessoal_ respondi e subi correndo pro meu quarto
Esqueci de dizer que meu quarto é Suíte...
Entrei no banheiro e tomei um bom banho quente para relaxar. Depois vesti uma calça qualquer de moletom com uma blusa branca. Escovei os dentes e voltei para o quarto para poder arrumar minha mochila de escola
_Bella? Ainda está acordada?_ Ouvi a voz de Rose
_Sim_ respondi
_O que está fazendo?_ ela perguntou ainda do lado de fora do quarto
_Um ritual de macumba_ falei revirando os olhos
_Credo! Só vim te dar Boa noite. Quer que te chame amanhã na hora da escola?_ ela abriu um pedacinho da porta
_Não precisa Rose. Obrigado_ agradeci e ouvi o barulho do salto da bota de vaqueira se distanciando
Deitei na cama e me "embrulhei" no edredom. Não demorou muito pra pegar no sono



Apesar do barulho da chuva eu consegui dormir bem.
Levantei da cama e fui até o banheiro. Penteei meu cabelo e escovei o dente
Voltei para o quarto e vesti uma calça Jeans confortável, minha blusa preta com uma Pucca bordada de vermelho e meu All Star preto
Desci e encontrei todo mundo na mesa do café.
_Bom dia_ eu disse animada enquanto me sentava ao lado de Rose
Os três responderam um animado Bom dia
_Tenho que ir meus amores. Volto mais tarde_ Esme levantou apressada e jogou um beijo para cada um de nós
_Tchau Tia_ falei
Ela acenou e pegou o casaco que estava pendurado. Desceu para garagem e depois ouvi o barulho do portão sendo aberto
_Onde ela vai com essa pressa?_ perguntei curiosa
_O nome dessa pressa é Dr. Carlisle Cullen_ Jasper disse rindo
Rose e eu rimos também
Peguei alguns biscoitos e um copo de suco
...
_Vamos?_ Rose perguntou quando acabei
_Claro_ eu levantei e fui pegar minha mochila e meu casaco bege
Pude ouvir da garagem uma discussão, barulhos de tapa e alguns “ais” e "uis"
_Esta tudo bem gente?_ analisei os dois encostados na BMW
_Nada, só decidindo em qual carro vamos_ Rose disse sorrindo amarelo
_Tenho certeza que Bella prefere o Audi_ Jazz murmurou
Rose deu um pisão no pé dele.
Aquela bota de vaqueira devia doer. O estilo da Rose era TENSO!
_Tanto faz pessoal, vamos ter que ir para escola de qualquer jeito_ eu dei de ombros
Entramos no carro e seguimos para escola



Quando entramos no estacionamento todos os olhares se voltaram pro BMW
_Vai ficar no carro Bella?_ Jazz perguntou enquanto eu ainda encarava o Alem
_Ah é..._ acordei para vida e desci do carro carregando minha mochila
_Vamos pegar seus horários_ Rose falou
Enquanto caminhávamos pra secretaria, os olhares e cochichos iam nos seguindo
_Ah, Olá! Você que é a prima dos gêmeos Hale?_ A mulher ruiva sorriu simpática pra mim
_Eu mesma, Isabella Swan_ sorri para ela também
_Aqui esta seus horários, tentei colocá-la com seus primos em quase todas as aulas_ ela me entregou alguns papeis
_Obrigada_ Agradeci já saindo da sala
_Ainda temos 10 minutos_ Jazz falou enquanto andávamos pelo pátio
_Alice!_ Rose gritou acenando para uma baixinha de cabelos pretos acompanhada de um grandalhão
Deduzi que esses deviam ser os Cullens... Mas faltava o tal Edward que Rosalie falou
Alice deu um gritinho e arrastou o urso até onde estávamos
_Oi Lice, essa é minha prima, a Bella_ ela me apresentou
_Ah, oi Bella, sua chegada é a coisa mais comentada aqui em Forks! Estava ansiosa pra te conhecer_ Ela me deu um abraço
_Oi, eu sou o Emmett. Se precisar de qualquer coisa é só falar_ ele disse e no final me deu uma piscadela
Sorri e apertei a mãe que ele me estendeu
_Cadê Edward?_ Jasper perguntou
_Ah, sabe como aquele cabeçudo é né? Esta conversando com Tanya no celular_ Emmett respondeu balançando a cabeça negativamente
Vi o rosto de Rose desmoronar e logo depois ela voltou a sorrir
_Então, vamos sentar em uma das mesas_ Alice sugeriu animada
Essa menina é ligada na tomada 330?
_Claro! Vamos Bellinha_ Rose me arrastou pra uma das mesas que ficavam na área coberta
_Eu não quero sentar nesse banco Alice!_ Emmett resmungou
_Senta logo Emmett!_ ela mandou
_Mas ele é o único que esta molhado_ ele insistiu
_Emmett Cullen, senta nesse banco AGORA!- Ela gritou
Todos caíram na gargalhada com a cara de ursinho de pelúcia que está indo pra fogueira que Emmett fez
Foi ai que aconteceu...
Sabe aquelas cenas de filme em câmera lenta? Então... Foi mais ou menos assim:
Fechei meus olhos enquanto ria e virei o rosto pro lado. Fui abrindo os olhos devagar e então eu vi a criatura mais perfeita desse mundo
Meu sorriso sumiu dando lugar a uma expressão de surpresa
Um garoto alto, branco e de cabelos cor de bronze vinha andando na nossa direção. O vento batia contra ele fazendo o cabelo balançar para trás junto com o casaco enquanto sua pele ficava levemente corada
_Quem é ele?_ sussurrei pra Rose
_Edward Cullen_ Ela sussurrou de volta e depois deu um suspiro baixo
Olhei para ela e depois pro garoto que agora me encarava confuso

Notas finais do capítulo
Haaa fim do primeiro capitulo Gostaram queridos, amados, adorados e aqueles mais ou menos leitores? Espero que sim! Esse ficou meio sem humor (ficou totalmente), mas é só o primeiro, garanto que eu farei os outros bem engraçados e maiores ta? :B   Okok, dessa vez eu não precisei olhar pra um porquinho de porcelana Talvez eu ainda poste hoje o mural lindo que eu fiz com muito carinho! E bom, sobre a fic Bad Girls, eu sei que to enrolando com o capitulo, mas entendam, eu fiquei muito empolgada pra escrever essa nova fic, e acabei não terminado o capitulo que ta quase prontinho! Mas eu prometo postar assim que eu acabar! Realmente espero que tenham gostado! Deixa um review? Por favor? JACOBjs, ROBjcas, SETHmilbejs :***




(Cap. 3) Odiando Ele

Notas do capítulo
Viu só? consegui postar antes da segunda-feira! Eu achei esse capitulo no meu celular, é, muito estranho, mas eu salvo os capitulos das minhas fic's no celular. Só não salvei o próximo e o outro de Bad Girl Er... eu falo mais no fim do capitulo!] Boa leitura, e se tiver algum errinho de português, não me matem, é só dizer nos reviews que eu corrijo! Ps. Atõron descrever as roupas caipiras da Rose!

_Aleluia! Você é muito lerdo Edward_ Alice comentou assim que ele chegou até nossa mesa
O menino continuava a me encarar de forma confusa e curiosa
_Mano, viu aquela gata ali?_Emmett apontou na minha direção
Meu rosto ficou super vermelho
_Gata? Que gata? Onde?_Edward perguntou procurando alguém
Ninguém falou nada com medo da minha reação
_To falando da Bella seu pamonha!_Emmett deu um tapa na cabeça do irmão
_Ah... Desculpe. Oi Bella_ ele sorriu torto pra mim
Ok retiro o que eu disse. Odiei Edward Cullen!
_Oi_ respondi seca
Graças ao bom pai, o sinal para a primeira aula tocou. Agora eu teria aula de Calculo
_Bellinha, temos a mesma aula!_ Emm disse feliz
_Que ótimo_ eu falei ironicamente
_Tchau pessoal, eu e Bella vamos pra nossa Lua de... Er... Aula de Calculo_ ele enrolou o braço no meu e foi me arrastando
_Vejo vocês depois!_ exclamei e fui pro prédio 3


_Vamos sentar no fundo_ falei assim que entramos na sala
_Haaa, então você é das minhas!_ ele sorriu enquanto sentava na ultima mesa da fila do canto
_Na verdade, não quero que o professor me veja_ sorri amarelo
Quando fui sentar na cadeira, ela deslizou pra trás e um dos pés ficou agarrado na elevação do piso... Lá se foi Bella e a cadeira pro chão
_Bella! Não se mate! Por favor, eu quero muito... _ele começou a se desesperar
_Eu estou ótima Emmett, só preciso de ajuda pra levantar_ resmunguei antes que ele terminasse a frase.
_Poxa, achei que eu poderia fazer respiração boca-a-boca_ ele falou enquanto me ajudava a levantar
_Credo Emmett!_ quase gritei
Pra ficar melhor ainda, toda a sala me encarava e ria baixinho
Enterrei minha cara no livro e desejei poder evaporar
_O que tão olhando? Perderam alguma coisa?_ouvi Emmett falando
Levantei um pouco o rosto e vi que todos já voltaram a fazer o que estavam fazendo
_Valeu Emm, fico te devendo essa_ eu sorri pra ele.
_Sério? Cuidado que eu cobro_ me lançou um olhar malicioso
_Fala sério Emmett_ falei revirando os olhos
_Estou falando_ fez cara óbvio
Minha curiosidade já estava no limite...
_Escuta Emm, sabe o Edward?_ comecei
_O que tem ele?_ me olhou desconfiado
_Nada, só quero saber quem é a namorada dele_ dei de ombros.
_Por que quer saber disso?_ Levantou um sobrancelha
_Por quero saber!_ respondi
_Ok, a Tanya é bonita, não tanto quanto você é claro... Mas eu também queria pegar ela_ ele disse com a mão no queixo fazendo cara de pensativo
_Idiota_ murmurei
_Poxa, assim não te conto nada_ ele emburrou
_Ta, desculpa. Me diz mais sobre ela_ falei
_Ok, bem, ela é mais branca do que morena, loira, peituda e bunduda!_ ele respondeu enquanto contava as características nos dedos
Super descrição...
_Er... Ela é legal?_ comecei a desenhar círculos no meu caderno
_Muito ciumenta, e às vezes da uns chiliques chatos... _ Emmett fez uma cara de tédio engraçada quando terminou de falar
_Entendo...
_Então, já que ela tem namorado, acha que eu tenho chance com você?_ ele apoiou a cabeça na mão
Quando ouvi isso parei de desenhar e olhei assustada pra ele
_Que foi?_ perguntou
Balancei a cabeça negativamente
Passei o resto da aula ignorando as indiretas de Emmett enquanto tentava prestar atenção na matéria

Finalmente o sinal para a segunda aula tocou. Juntei meus livros e sai da sala antes que Emm inventasse alguma coisa
Fui pro prédio 5 onde eu teria aula de História da América. Quando entrei na sala que ainda estava um pouco vazia, vi Jasper sentado na mesa encarando a janela com aparência de quem tinha acabado de fumar uns...
_Jazz?_ chamei depois de colocar meus livros na mesa
_Ah Meu Deus! Meu frágil coração!_ ele colocou a mão no peito
_Que isso?_ perguntei desconfiada da reação dele
_Er... Hm..._ele limpou a garganta_ Nada, só levei um susto_ respondeu confuso
_Sei..._ falei sorrindo
A aula foi tranquila, Jazz ficou quieto e me deixou prestar atenção no professor.

Minha terceira Aula foi de filosofia. Encontrei uma Rosalie super animada praticamente quicando na cadeira. Mas o professor não deixou que agente conversasse
E então, o sinal do intervalo tocou. Dei um suspiro de alivio
_Vamos Bells? _Rose já havia levantado e me esperava
_Claro_ Sorri e peguei meus livros
Fomos andando até os armários onde deixamos os livros e depois seguimos pro refeitório
_Ah, me sinto tão feliz_ Rose comemorou
_Por quê?_ olhei curiosa pra ela
_Acho que estou apaixonada_ Suspirou e depois abriu um enorme sorriso ao avistar Edward na fila
_Não gosto dele... _ murmurei
_Por quê?_ ela me olhou confusa
_Não sei, apenas não fui com a cara dele!_ dei de ombros
_Você é cega... _ ela falou e depois foi pra fila
Segui-a e peguei minha bandeja
Servi-me apenas com uma maçã e um refrigerante
_Onde vamos sentar?_ olhei pra mesas e vi Alice acenando freneticamente
_Acho que já descobriu_ Rose falou rindo
Fomos até mesa onde Alice, Emm, Edward e Jazz estavam.
Só tinha dois lugares. Do lado de Edward e um do lado de Emmett. Mas nem sob ameaça eu iria ficar do lado do pamonha...
_Como foi suas aulas Bella?_ Alice perguntou
_Ótimas, principalmente a primeira_ pisquei brincando pra Emmett.
Ouvi Alice dar algumas risadinhas
_Qual a graça?_ olhei pra ela
_Er... Eu preciso pegar uma coisa que esqueci_ Emmett levantou e foi apressado pra fora do refeitório
_Desembucha, o que ele fez?_ perguntei
_Bella, ele disse que você pediu para beijá-lo e ficou a aula inteira perturbando ele_ Alice respondeu
_Não acredito! Eu não fiz isso! Ah eu vou matar aquela criatura!_ Levantei da cadeira, mas fui puxada de novo.
_Entenda Bells, Emmett tem muitos problemas de relacionamento, e acho que ele gosta de você, não briga com ele_ Alice sussurrou pra mim
Bufei
_Ta, mas se ele fizer isso de novo, irei matar ele mesmo!_ disse enquanto pegava minha maçã
Ficamos conversando e de vez enquanto meus olhos cruzavam com os olhos do pamonha
_Bom, eu tenho que dar um telefonema_ Edward levantou e saiu
_Ah, como ele é perfeito!_ Rose sussurrou
_Ainda não fui com a cara dele_ murmurei baixinho
_Vamos, a maioria das pessoas já foram_ Jazz levantou
Olhei em volta e realmente tinha poucas pessoas no refeitório
Essa seria a única aula que eu faria sozinha. Me senti um pouco nervosa
Despedi-me do pessoal e fui pro prédio onde eu teria aula de biologia
A sala já estava quase cheia, havia somente uma mesa com dois lugares vagos. Era lá mesmo que eu sentaria
Botei meus livros na mesa e sentei com cuidado na cadeira
_Bom dia_ o professor entrou e escreveu o nome no quadro negro e a página do livro
_Desculpe o atraso professor, problemas familiares, posso entrar?_ a voz rouca e aveludada sôo do outro lado da sala
Olhei pra porta e vi o Pamonha
_Não se acostume, heim Cullen!_ o professor mandou ele entrar
Ótimo! O único lugar livre era ao MEU lado! Sim eu fui MUITO irônica!
_Oi Bella_ Ele me lançou aquele maldito sorriso torto
_Oi Eduardo_ sorri. Era legal falar o nome dele errado
Ele riu
_É Edward_ me corrigiu
_E o que eu disse homem?_ fiz cara de confusa
_Você disse Eduardo_ ele explicou
_Não disse não, impressão sua Eduardo_ sorri irônica.
Ele riu e encarou o quadro negro
_Qual a graça?_ perguntei incomodada
_Nenhuma, só me deu vontade de rir_ deu de ombros.
_Você é estranho Eduardo... _ comentei
Ele me lançou um olhar mortal e depois voltou sua atenção pra aula
_Então Belle, por que veio pra Forks?_ puxou assunto
_É Bella. Bella, com A no final, ok?_ corrigi
_Então, foi o que eu disse_ ele sorriu torto.
Percebi que minha brincadeira estava voltando contra mim
_Ah claro_ revirei os olhos
_Vai me dizer por que veio pra Forks?_ insistiu
_Minha mãe casou de novo, então eu resolvi dar mais privacidade pra ela. O marido dela viaja muito, e ela se sente mal por não poder acompanhá-lo_ Expliquei
Ele assentiu absorvendo as informações
_Entendo, muito legal da sua parte Belle_ ele falou.

Estreitei os olhos em sua direção enquanto ele ainda continuava com o maldito sorriso torto
Joguei meu cabelo de lado, formando uma barreira marrom entre nós dois, mas mesmo assim eu não deixava de dar uma espiada e sempre encontrava com o olhar dele.

Depois de sair apressada pra próxima aula, que seria Educação Física, eu me senti mais tranquila.
Entrei no vestiário e troquei minha roupa por uma de esporte
_Oi Rose, Alice e Jazz_ cumprimentei meus amigos
_Oi Bellinha_ Alice me deu um abraço
_Bells!_ Rose sorriu pra mim
Jazz apenas acenou sorrindo
_Pessoal, precisava falar com vocês_ eu comecei colocando meu braço em volta de Jasper que também colocou um braço a minha volta.
_Preciso fazer algumas compras, eu trouxe poucas roupas de frio_ falei
_Compras!_ os olhos de Alice brilharam
_Ah, eu preciso comprar algumas coisas também!_ Rose se empolgou
_Eu também quero ir, preciso comprar um livro_ Jazz disse
_Podemos ir hoje depois da aula_ sugeri
_Ótima idéia!_ Alice pulou




_Anda logo Rose_ Jazz gritou enquanto eu e ele esperávamos ela na sala
_Pronto, podemos ir_ ela apareceu na escada
Dei uma olhada no Look da Rose... Um jeans azul com "franjas" na barra da calça, uma blusa normal verde de mangas, um cinto com uma ENORME fivela e no pé as benditas botas de vaqueira
_Demônio loiro_ Jazz sussurrou
Revirei os olhos enquanto ria silenciosamente
Dessa vez fomos no carro de Jasper. Passamos na casa dos Cullens para pegar Alice e seguimos para Port Angeles

A primeira loja que fomos era uma bem movimentada tinha varias pessoas dentro e varias roupas maneiras.
Sai catando um monte e entrei em um provador, Alice no do lado e Rose do outro lado. Jazz ficou do lado de fora
...
Depois de sair da loja com algumas sacolas, fomos atrás de sapatos.
_Ah meu deus, que perfeito!_ Rose correu pra algum canto e voltou com uma bota marrom cheia de "franjas" parecida com as da calça dela
Olhei pra bota esquizofrênica e fiz cara de horror
_Que foi Bella? É linda não?_ela sorriu
_Claro Rose, devia experimentar_ menti
Ok, não poderia mais iludir minha prima por muito tempo, uma hora eu falaria a verdade...
...
No final dessa bagaça toda, Rose havia comprado umas três botas daquelas, uma marrom, uma preta e uma branca. Cada uma mais horrenda do que a outra...
Fomos até a livraria que Jazz queria e acabei comprando um livro também
Depois o arrastamos para uma loja de roupas masculinas onde, por incrível que pareça, Jasper soltou as frangas e quase desmunhecou geral... Mas isso é SÓ pequenos detalhes que agente releva!
_Bella, me ajuda, qual blusa compro pra Edward?_Alice veio até mim
_Não sei Lice, eu nem conheço o gosto dele_ tentei fugir da encrenca.
_Ele gosta de quase tudo, não se preocupe!_ ela deu de ombros
Reprimi um suspiro e ajudei-a a escolher uma blusa
Por fim eu escolhi pra ele uma blusa de malha azul marinho de manga curta
_Perfeita, ele vai gostar!_ Alice comemorou
_Viu o Jasper?_Rose perguntou quando nos viu próximas a um balcão
_Não, ele não estava com você?_ falei
_Obrigado_ reconheci a voz de Jasper
Olhamos pra direção do som e eu vi meu primo querido com mais de 20 sacolas na mão e com um óculos preto no rosto
_Acontece isso de vez enquanto..._Rose murmurou enquanto Jazz vinha na nossa direção
_Vamos meninas? Já comprei tudo que eu queria_ depois que terminou a frase ele mexeu no cabelo
_Jasper, ta se sentindo bem?_ perguntei confusa
_Melhor impossível!_ respondeu e saiu da loja
_Explica isso Rose_ Exigi
_É um fenômeno que sempre acontece quando levamos Jazz para fazer compras... Ele muda totalmente, mas volta ao normal rapidinho_ explicou
Enquanto voltávamos para o carro eu fiquei lembrando de meu Primo com 14 anos e totalmente fresco. Acho que ele não superou isso ainda... Problema sério!


Deixamos Alice na casa dela e fomos pra nossa
_Uau, Esme já deve ter chegado_ eu falei olhando pro relógio.
_Não, ela chega as 8_ Rose deu de ombros.
Agora eram 7 horas
Chegamos em casa e eu fui guardar as coisas que eu comprei. Depois desci encontrando Rose na cozinha sentada na mesa olhando pro nada e sorrindo
_Terra para Rosalie?_ passei a mão na frente do rosto dela
_Am... O que?_ me olhou
_Virou planta?_ perguntei
_Não, só estava pensando em algumas coisas...
_Tipo?_ Abri a geladeira
_Será que Edward vai gostar das minhas novas botas? E as novas roupas?_ ela parecia preocupada
_Não sei... _ Tentei não soar debochada
Peguei alguns ingredientes para fazer uma torta de maçã
Comecei pela massa
_E você e o Emmett?_ ela perguntou do nada
_O que tem ele?_ fiz cara de confusa
_Vocês combinam, sabia?_ ela sorriu
_Rose, ele é só meu amigo, não gosto dele desse jeito_ respondi
_Ah... Que pena, vocês parecem se dar tão bem_ ela lamentou.
_Só parece, por que eu to pra dar uma bela surra nele_ comentei
Rose riu e levantou para me ajudar na torta

Depois que Esme chegou afobada do trabalho, sentamos para jantar. Jazz já havia voltado ao normal
_Bella, como foi seu primeiro dia de aula?_ ela perguntou enquanto se servia
_Foi legal_ que bom, não pareceu irônico.
_Conheceu muita gente?
_Não, só os Cullens mesmo_ dei de ombros.
_Ah, eles são uma ótima famila!_ Esme disse com um brilho nos olhos
_Principalmente o Carlisle_ Jazz murmurou
_Eu ouvi isso_ Minha tia fez cara de mal
Ele levantou as mãos como se fosse inocente
Terminamos de Jantar e Esme insistiu em lavar toda a louça. Então fomos pra sala
Vi um pouco de TV e depois fui pro meu quarto. Tomei um relaxante banho quente e depois deitei. Não demorou muito e eu havia apagado



_Rosalie, que diabos de roupa é essa?_ Jasper gritou quando ela entrou na cozinha
_Minhas roupas lindas, por quê?_ela fez cara de inocente
Sim, hoje estava TENSO. Uma meia calça de lã preta, as ridículas botas brancas que ela comprou ontem, uma mini-saia Jeans, uma blusa de lã preta e por cima uma camisa branca quadriculada amarrada na cintura, e clara, o inseparável cinto que tinha uma fivela maior que a própria cabeça da Rose!
_Eu ainda prefiro não olhar_ voltei minha atenção para o ceval
Rose passou por Jazz e deu-lhe um tapa na cabeça e sentou pra tomar café


Já estávamos na escola. Fui sozinha até meu armário buscar meus livros. Catei todos os das três primeiras aulas
O sinal já havia batido e eu estava atrasada. Corri pelos corredores quando trombei com alguém e todos os meus pesados livros foram para o chão
_Não acredito nisso!_gritei antes mesmo de olhar pra pessoa que estava no meu caminho

Notas finais do capítulo
Gostaram? Eu não! muahahaha Okok, que seja... Pessoal, ja podemos começar a contagem regressiva para a chegada do Jake (quebrador de costelas) aqui na fic A Nessie vai demorar um pouquinho... Olha, vocês juram que não vão me matar? Por que no próximo capitulo, a Bella vai se apaixonar por alguem que NÃO é o Eduzinho :~~ Mais uma coisa, Vocês ja perceberam que eu sempre descrevo as roupas da Rose né? Então é melhor se acostumar :} Por que eu atõrom aquelas roupas cafonas e caipiras! Ah, e daqui pra frente eu vou colocar outros pontos de vista além dos da Bella! Então, acham que eu mereço um review? Nem que seja so pra dizer que ficou muito chato e que não consegui tirar nem um sorrizinho de vocês... E uma dica... o próximo capitulo (não)tem bastantes emoções :B   JACOBjs




(Cap. 4) Olhos Azuis

Notas do capítulo
  Espero que gostem, e me perdoem caso tiver algum erro de português :} No final eu falo tudo

_Desculpe-me Belle, juro que não te vi_Ouvi a voz que eu não precisava escutar logo cedo

_Pra onde estava olhando Eduzinho?_Perguntei com raiva procurando por meus livros
Eles realmente voaram longe...

_Na verdade eu estava falando no telefone com Tanya_ Ele respondeu enquanto me estendia mão pra me ajudar a levantar
Deixei que ele me ajudasse a levantar e depois começou a pegar meus livros enquanto eu reclamava de dor por causa da queda

_Belle, você ainda ta inteira! Para de reclamar!_tentou me acalmar

_Mas com dor!_resmunguei

O telefone dele tocou de novo e ele se afastou um pouco pra entender

_O que foi agora Tanya?...Eu ja disse que estou na escola!...Ta então eu passo na sua casa as 7_falava

Quando comecei a ir pra minha aula ele chamou "Belle", tive vontade de virar e mostrar o dedo do meio das duas mãos pra ele

_Qual sua primeira aula?

_Calculo, Por quê?_olhei pra ele

_Quer que eu te acompanhe?_sorriu torto

_E por que eu iria querer? Eu sei o caminho_recusei

_Belle, meninas dessa escola se matariam pra receber um convite desses e você recusa?_perguntou convencido

_Olha só Eduzinho, não acha que está um pouco metidinho de mais não ?_levantei uma sobrancelha

_É só a realidade_Ele se encostou na parede ainda com o sorriso torto na cara

_Você é a realidade?_perguntei rindo

_Sou sim, e não vejo a menor graça nisso!_ele parou de sorrir

_Não me faça rir Eduzinho pamonha, se você é realidade eu prefiro viver na mentira_falei

Ele estreitou os olhos pra mim e o diretor apareceu no corredor onde estavamos

_Muito bonito. Matando aula?Vão os dois pra minha sala agora! Detenção_ele mandou

_O que? Não estamos matando aula_quase gritei

_Por favor, Srtª. Swan, sem discutir_ele falou tranquilo enquando apontava o caminho pra sala dele.

Bufamos e caminhamos em silencio pra maldita sala

Era a primeira vez que eu entrava aqui, nunca dei motivos para detenção.

_Como ja foi avisado no inicio do ano_"Eu não estava aqui seu Mané" pensei_Não iríamos tolerar alunos matando aula

_Já dissemos que não estávamos matando aula_Eduardo falou

O diretor apenas colocou um indicador na própria boca indicando silêncio

Eduzinho cruzou os braços e se encostou à parede

_Vocês tem alguma aula de planejamento?_ele perguntou

_Eu troquei minha aula de Educação física no 5° horário por planejamento_Eduzinho respondeu

_Não tenho nenhum horário de planejamento_respondi seca

_Qual sua 5° aula Srtª. Swan?_ele se voltou pra mim

_Educação física_falei

_Então agora passará a ter horário de planejamento nessa aula. Vou falar com o professor do vocês_ele disse. Ótimo, não era muito fã dessa aula, eu sempre caia...

_E por que o interesse sobre esse horário?_Eduzinho questionou

_Simples, vocês vão fazer trabalhos sobre Educação Física_ele deu de ombros.

_Como assim trabalhos de Educação Física?_gritei

_Trabalhos sobre os esportes, o professor vai passar para vocês os temas_respondeu sorrindo

Filho da Jumenta!

_Quando começa isso?_Eduzinho se assustou

_Amanhã mesmo. Hoje você vai a aula de Educação Física Sr.Cullen_instruiu

Revirei meus olhos

_Podem ir pra sala de aula, digam aos professores que estavam comigo_ele nos despachou.

Abri a porta com um pouco de violência e fui caminhando para minha sala

_Culpa sua_falamos um ao outro na mesma hora

_Minha?_perguntei indignada

_Claro, você que anda por aí toda afobada_ele respondeu com raiva.

_Me poupe Eduzinho pamonha, você que é distraido_falei seca.

_Foi culpa sua sim Isabelle, agora vou perder meu planejamento fazendo trabalhos com... você_ele falou o "você" com desprezo

_Ha, e você acha que não vou ter náuseas enquanto fico na detenção com você?_debochei

Ele estreitou os olhos pra mim

_Cuidado com o que fala Swan_ameaçou

_Se liga Eduzinho, aliás, por que esta me seguindo? Que eu saiba essa aula eu faço com Emmett_perguntei

_Minha sala é por aqui_respondeu de má vontade

Revirei em silêncio e caminhei até minha sala com raiva, calada. Ninguém se atreveu a falar nada

Enquanto eu pegava o caminho do prédio 3, o pamonha ia para o prédio 2

Parei na porta da sala e o professor me olhou feio

_Isso são horas Isabella?_perguntou

_Estava na sala do diretor. Posso entrar?_falei grossa

_Hum... Se estava com o diretor, tudo bem_olhou desconfiado.

Agradeci e fui me sentar ao lado de Emmett. Ele sorriu malicioso pra mim

_Oi_grunhi e me joguei na cadeira. Quando percebi a burrada que eu fiz ja era tarde. A cadeira deslizou pra trás e novamente um dos pé prendeu

Fechei os olhos esperando pela queda mas só ouvi o barulho da cadeira. Abri os olhos surpresa e vi que Emmett me segurava com firmeza pela cintura enquanto me olhava de forma estranha

Por um momento único fiquei alheia ao mundo que girava a minha volta e me concentrei no mar azul que era os olhos dele

_Isabella... Srtª, Swan?_ouvia a voz distante me chamando

De repente tudo voltou ao normal e percebi que a troca de olhar com Emmett era intensa. Corei violentamente a comecei a levantar e me endireitar


_Esta tudo ótimo_olhei pro professor

Levantei a cadeira e me sentei com cuidado

_Er... Obrigado Emmett_agradeci

_De... De nada_ele gaguejou

Passei o resto da aula sem conseguir parar de pensar nos olhos azuis. Eram incríveis, me hipnotizaram por completo

De vez enquanto eu olhava pra Emm e ele me encarava também, demorava pra desviar

Nem percebi o tempo passar, quando o sinal tocou, recolhi meus livros ainda aflita e parti pra minha segunda aula

Quando cheguei na sala Jasper parecia estar a beira de um ataque cardíaco

_O que aconteceu Jazz?_perguntei curiosa

_Tirei zero em uma prova_ele disse com olhos arregalados

_Prova? Já? No segundo dia de aula?

_Essa prova já tava marcada desde o semestre passado!

_Ah, mas por que tirou nota baixa? A prova é de que matéria?_me sentei ao lado dele

_É de literatura, eu não me dou muito bem com isso. A professora disse que daria uma prova de recuperação_falava desesperado

_Então fique calma Jazz, vai poder recuperar a nota_sorri

_Mas eu preciso de ajuda pra estudar!_ele quase gritou

_Quem tirou a maior nota da sala?_perguntei

_Alice_repondeu

_Peça ajuda para ela_sugeri

_É mesmo! Vou falar com ela no intervalo

O professor chegou e começou a passar umas anotações no quadro, mandando todos copiarem.

Na terceira aula, tive um tempinho pra conversar com Rose.

_Ah, Edward vai fazer Educação Física com a gente!_Ela dizia empolgada

_Eu já sabia disso_falei bufando

_Não esta feliz?_ela perguntou

_Não_respondi

_Ah, vou poder ver ele todo dia com roupas de esporte_ela sonhava alto.

_Na verdade Rose, que vai ver ele todo dia vai ser eu_falei com raiva.

_Por quê?_ela ficou confusa

_Pegamos detenção por matar aula discutindo em um corredor. Agora vou ter que passar minhas ultimas aulas fazendo trabalho com aquele pamonha_expliquei

_AAAH, você é muito sortuda!_ela quase gritou

_Não acho. Poderia ser com qualquer pessoa, menos com ele_dei de ombros.

_Quem, por exemplo?_ela perguntou

Na mesma hora os olhos azuis vieram na minha mente

_Emmett_respondi

_É, Emmett é engraçado. Seria interessante... _Rose concordou

Nessa hora o professor chegou e começou a leitura de alguma pagina. Fiquei dispersa a aula enquanto pensava em Emmett


Hora do intervalo... Sai apressada da sala e me sentia ansiosa por alguma coisa. Rose teve que correr pra me alcançar

Entrei na fila do refeitório e peguei minha bandeja

Peguei um sanduíche natural e uma lata de Suco

Sentei em uma mesa com cadeiras suficiente para todos, incluindo Eduzinho pamonha.

Rose veio logo atrás de mim

_Que pressa toda é essa?_perguntou rindo

_Não sei, mas to muito ansiosa_respondi confusa

_Posso sentar?_A voz infantil que minha ansiedade tanto queria ouvir

_Claro Emm_Rose respondeu

Olhei pra ele que me lançou um lindo sorriso

Em resposta eu sorri automaticamente

Puxou a cadeira do meu lado e botou a bandeja na mesa. Senti meu coração ficar um pouco irregular

Logo em seguida chegaram Jazz e Alice conversando algo sobre marcar dias pra estudar pra prova de recuperação

Sentaram do outro lado, deixando vago o único lugar que sobrou ao lado de Rose

Ela me olhou e sorri, na mesma hora entendi.

_Meu Deus, Tania é muito complicada!_Eduardo chegou bufando e sentou do lado de Rose

Ela discretamente fez sinal pra mim

Quando o pamonha me encarou senti meu coração disparar. Mas não era amor, era raiva mesmo!

_O que foi gente?_Alice perguntou quando percebeu a troca de raiva entre mim e Eduzinho

_Agora eu tenho detenção na 5ª Aula. E adivinha de quem é a culpa?_Ele olhou sugestivo pra mim depois de falar

_Do Eduzinho, claro_respodi

_Minha culpa? É toda sua!_ele retrucou

_Me recuso a discutir algo que já discutimos. E você sabe que a culpa é toda sua_aumentei o tom de voz

_Ah, eu te odeio Isabelle! Você é a pior pessoa que já conheci. Quer saber mais? Quero que você vá pro inferno!_falou mais auto que eu

_Hey, não fala assim com ela_Emmett me defendeu

_Vai defender ela Emm? E eu? Eu sou seu irmão sabia?_Ele gritou

_Não Edward, meu irmão jamais ofenderia uma mulher do jeito que você fez agora_ele respondeu desapontado.

Eduzinho pareceu voltar á realidade e levantou preparado pra se retirar

_Espera Edward_Rose chamou

_Agora não Rosalie, preciso de tempo pra mim mesmo_ele falou e saiu do refeitório sem ao menos comer.

_Obrigado Emm, de novo_agradeci

Ele olhou pra mim sorrindo

_Não tem de que Bellinha_respondeu

O clima ficou um pouco estranho depois disso. Mas continuamos a comer e conversar

Quando o intervalo acabou eu quase suspirei temendo ter que encontrar o pamonha

_Já vou indo pessoal_anunciei

_Eu vou com você_Emm levantou

Olhei pra Rose e ela sorriu por algum motivo inexistente

Emmett caminhava ao meu lado enquanto íamos pro prédio onde eu teria aula de biologia

O silencio era estranho, e eu ainda sentia o coração bater irregular quando minha mão roçava na de Emm.

_Chegamos_ele falou sorrindo

_Pois é. E de novo, obrigado por me defender hoje_eu disse

_Já disse que não foi nada_respondeu colocando uma mecha de cabelo minha atrás da orelha

Corei e olhei pra baixo

_Tchau Emm_falei

_Tchau Bellinha_Me deu um beijo na testa e foi embora

E lá fiquei eu. Parada, vendo ele se distanciar. Só agora percebi o quanto ele é bonito...

Bom, chega de viajar na maionese. Entrei na sala e vi o pamonha sentado com cara de raiva

Bufei e fui até a mesa. Sentei-me e não me atrevi a encará-lo

Passamos à aula toda assim. Os olhos vidrados no quadro negro, não trocamos um olhar, nem uma palavra.

Infelizmente agora era hora da 5ª aula. Ultima aula de Educação Física no resto do Semestre. Que faltava apenas um Mês pra acabar

Eduzinho saiu o mais rápido que pode. Logo depois eu sai.

Fui andando olhando pro chão até o vestiário. Troquei de roupa.

Na quadra, pude ver Jazz conversando com o pamonha enquanto Alice e Rose fofocavam.

_Preciso de um abraço prima_me intrometi na fofoca e abracei Rose

_O que aconteceu Bells?_Ela perguntou retribuindo meu abraço
Respirei fundo e me afastei dela

_Posso confiar em você Alice?_perguntei

_Claro, minha boca é um tumulo blindado!_ela respondeu sorrindo

_Eu... eu acho que... acho que estou gostando de Emmett_no final da frase dei um longo suspiro

Enterrei minha cara no ombro de Rose

_Por que está assim Bella?_Ela me afastou segurando meus braços

_Não sei, acho que... Que não é correspondido_murmurei

_OMG! Isso é perfeito! Eu posso ajudar vocês!_Alice dizia pulando

_Por favor, não conte pra ele_supliquei

_Bells, já ta na cara que ele também gosta de Você_Alice falou feliz

_Verdade Bells_Rose concordou

_Ah meu Deus! Isso é tão confuso_lamentei

Pude ouvir Alice murmurar coisas inteligíveis sozinha. Provavelmente armando um plano

Eu não queria que Emmett soubesse, mas ao mesmo tempo queria, afinal, eu precisava dele!

Logo ouvimos o apito e a aula deu inicio. Lógico que pra mim não. O professor chamou a mim e a Eduzinho em um canto enquanto o resto jogava algo

Ele passou Quatro temas pra gente. Um pra cada semana.

Depois disso liberou-nos para participar da aula

Joguei um pouco de queimada no time das meninas. Meu alvo particular era Eduzinho, que também me encarava como o alvo principal.

Ia começar uma nova partida. Quando o som do apito sôo pelos meus ouvido somente mirei no Pamonha e joguei com a maior força que eu podia. A bola acertou em cheio o ombro dele, que pra variar, caiu com tudo no chão reclamando de dor.

5 segundos passaram e ele ainda estava ali, deitado em meio a confusão de bolas que voavam.

Passaram-se mais 10 segundos e nada do homem dar sinal de vida
Bufei e fui até ele. Umas três bolas me acertaram nesse trajeto

_Eduzinho? Você está bem? Desculpe-me se te machuquei_eu encostei de leve no ombro dele

Mais rápido do que eu imaginava ser possível, ele girou e ficou por cima de mim.


_Muito obrigado Isabelle, saiba que não ficará barato_falou bem baixo e próximo ao meu ouvido.

Depois levantou e saiu

Isso era mais uma ameaça? Ah tadinho dele!

Peguei a bola com a qual eu o acertei e joguei em sua cabeça, mas desta vez sem ser com força, apenas pra ver a reação dele.

Quando o pamonha me olhou com raiva, eu continuei deitada e rindo da cara dele

_Já avisei Belle_ jogou a bola de volta, mas eu desviei rindo mais alto ainda.

Ele bufou e saiu da quadra

Levantei depois e voltei pro meu lado da quadra e continuei jogando. Meu próximo alvo seria Jazz

Num momento que ele se distraiu...

_Segura essa primo_gritei e joguei a bola

_Minha santinha da caixinha preta_ele gritou quando viu a bola indo na direção dele

Foi fatal. Jazz estava eliminado do jogo. Enquanto eu comemorava fui atingida por uma bola

Depois da aula eu fui ao vestiário e coloquei minha roupa comum


Em casa, Rose passou a tarde toda no meu quarto falando o quanto Eduzinho era bonito e quanto achava que eu e Emmett ficaríamos lindos juntos...

Depois na hora do jantar, Esme chegou toda afobada e sorridente.

_O que aconteceu Tia?_perguntei assim que terminamos de lavar a louça

Jazz e Rose estavam na sala assistindo uma novela maluca

_Ah Bella, eu acho que estou amando_ela suspirou.

_Carlisle?_olhei pra ela

_Sim, ele é um homem tão bom_falou

_Em duplos sentidos tia_disse rindo

Ela riu também

_Não comente nada com seus primos, se rolar alguma coisa, eu mesma conterei_ela pediu

_Pode deixar tia, não direi nada_sorri e fui pra sala.

_O que estavam fofocando?_Jazz perguntou curioso

_Nada priminho lindo! Apenas trocando receitas_Me joguei entre os dois

Olhei pra novela

_O que é isso?_perguntei

_Novela mexicana, Jazz adora_Rose falou revirando os olhos

_Ah, nem venha Rose, você também gosta_ele retrucou

Ela apenas riu. Comecei a assistir a novela. Acontecia no tempo dos supostos “bang-bangs”.

Cheio de mocinhas inocentes de vestido cumprido e cowboys disputando território

Deitei minha cabeça no colo de Jasper e coloquei minhas pernas no colo de Rose

_Você é folgada, heim?_Jazz comentou

_Também amo vocês_respondi

Eles riram e voltaram a prestar atenção na novela

Quando descobriram que a mocinha estava morta, Jazz e Rose começaram a chorar...

Ok, sem comentários, isso é TENSO!

Quando a bendita novela acabou eu subi pro meu quarto, eram 10 horas. Tomei um banho quente e depois fui dormir


Hora de encarar a realidade. Levantei e me arrumei. Mas agora eu tinha uma motivação pra ficar bonita

Desci para tomar café

Encontrei Rose encostada na bancada comendo uma barra de ceral. Hoje a roupa era a seguinte: Calça jeans azul com a barra larga, uma blusa xadrez VERDE com VERMELHO, a
bota marrom nova, as benditas tranças, um tiara florida na cabeça e o inseparável Cinto Fivelão...

Jazz ja nem falava mais nada, estava bebendo chocolate quente.

Eu comi algumas torradas com geléia e bebi suco

Entrei na sala onde eu teria aula de Calculo e lá estava ele. Lindo com aqueles olhos azuis me olhando

Involuntariamente sorri e fui me sentar. Felizmente a cadeira não quis me assassinar.

Internamente desejei que ela quisesse sim, somente para sentir os braços fortes de Emmett segurarem com firmeza em minha cintura me impedindo de ir ao encontro do chão.

_Bom dia Bellinha_me cumprimentou

_Oi Emm_falei

_Dormiu bem?_perguntou

_Sim, e você?_fiz cara de confusa

_Muuuito bem!_ele falou rindo

_Por quê?_perguntei rindo também

_Sonhei com você_depois de dizer, piscou pra mim.

Corei e sem querer um sorriso bobo se formou no meu rosto. Virei o rosto pra encarar meus livros

_Era um sonho bom?_perguntei ainda olhando os livros

_Nem faz ideia_ele riu de novo

Acompanhei a risada

O professor entrou na sala e começou a aula. Ele marcou nossa primeira prova, que seria na sexta-feira

_Bellinha, eu não sou muito bom de Cálculo, pode ir lá em casa na Quinta para estudarmos?_Emm pediu

Hm... A proposta era muito tentadora!

_Claro Emm, posso sim_respondi

Ele sorriu e voltou a prestar atenção no que o professor falava. Fiz o mesmo

Quinta-feira, pra ser mais exata, amanhã, eu passaria a tarde na casa de Emm. E consequentemente, na casa do Eduzinho. Espero que ele não esteja em casa!

A segunda aula foi normal, Jazz ficava lembrando das cenas da novela de ontem e comentava comigo. Eu somente sorria

A terceira aula foi tranquila, tivemos de produzir um texto em dupla. Meu texto e de Rose foi um dos melhores da turma

Na hora do intervalo eu peguei apenas algumas frutas e ficava vermelha a cada indireta "direta" do Emmett

Agora eu não tenho mais nenhuma duvida de que ele realmente gostasse de mim

Logo a quarta aula chegou... Respirei fundo, caminhei em silencio enquanto Emm me acompanhava até a porta. Quando chegamos ele me deu um beijo na testa e foi embora.

Olhei diretamente nos olhos do Pamonha enquanto me sentava e colocava meus livros na mesa

O sinal bateu e eu bufei. Agora seria o meu primeiro dia de detenção

Notas finais do capítulo
Que triste, Jacó Preto (Jacob Black) não apareceu nesse capitulo :~~ Mas no próximo ele aparece! É, não me matem, a Bella gosta do Emm :} Não esqueçam, isso é SÓ provisório, muhahaha :B Vai aparecer alguem pra atrapalhar Então, gostaram? Querem me matar com vassouradas? :~~ Acha que mereço pelo menos um reviewzinho disendo que ficou um Ó e vocês vão me matar por causa da Bella e do Emm Okok, vou falar pra minha mãe preparar o velório... Mas hein, eu demorei pra postar por que fiquei de castigo, sabe como é né... Ai fiquei sem pc, eu entrava de madrugada, na aula de informatica na escola e quando minha mãe saia :} Por que eu sou do maw e não respeito as regras :B Afinal, regras foram feitas pra serem quebradas Atõron! Okok, Deixa um review?² :} JACOBjs :*  




(Cap. 5) Sem Energia

Notas do capítulo
Oi pessoas lindas que eu atõron Muhahah, acabei esse capitulo AGORA! é que vou viajar amanhã denoite e não acho justo fazer vc's esperarem tanto! Amanhã eu vou postar Bad Girls, mas não prometo capitulo muito grande Ainda mais agora, que me empolguei com uma idéia de uma fic SUUUPER MANEIRÃ, eu ja escrevi alguns capitulos, mas só vou postar quando finalizar Bad Girls, eu tenho certeza que vão adorar! :} Espero que gostem desse capitulo! 

Depois de passar na sala do diretor, eu e o pamonha caminhamos em silêncio pra biblioteca. O tema dessa semana seria vôlei.
Entramos na pequena sala, onde havia algumas mesas e computadores pra estudo e as estantes de livros.
Sentamos em uma das mesas e ficamos encarando um ao outro, se fosse noite, poderíamos escutar os grilos cantando.
Continuei calada. Alguém tinha que quebrar o silêncio, mas esse alguém não seria eu!
_ Acho que podemos começar _ Falou
Dei de ombros
Sentamos em frente a um computador e começamos a fazer o trabalho. O diretor mandou elaborarmos slides com as regras, fundamentos, e mais um monte de coisas...
Às vezes trocávamos algumas palavras a respeito do trabalho e nada mais. Eduzinho estava muito quieto e pensativo, o que me deixou curiosa, afinal, o que se passaria na cabeça de alguém que não tem cérebro?
Já havíamos concluído grande parte dos slides quando o sinal bateu
Dei um suspiro de alívio e levantei pegando minha bolsa
_ Tchau Eduzinho _ Me despedi dele
Em troca recebi um olhar mortal. Resultado? Ri muito da cara dele...


Mais tarde em casa, depois do almoço, Rose inventou de fazer uma disputa no vídeo game. Como eu não sei jogar direito, só o Jazz topou.
Fiquei deitada no sofá assistindo a competição e ignorando algumas palavras de baixo nível...
Do nada, a porta abre e uma Esme super animada corre e sobe no pequeno sofá de dois lugares que ficava no canto da sala e começa a quicar...
_ Tia? O que ta fazendo em casa uma hora dessas? Que eu saiba, seu expediente acaba às 20h _ perguntei franzindo o cenho.
_ Me deixaram sair mais cedo _ ela explicou
_ É por isso que esta toda feliz? _ Jazz perguntou
_ Não _ respondeu rindo
_ O que aconteceu mãe? _ Rose ficou desconfiada
_ Carlisle e eu estamos noivos _ depois que disse ela gritou e começou a pular mais alto no sofá
_ Ahhh, isso é ótimo! _ Rose se juntou a ela
_ Eu sabia que isso ia ficar assim _ falei feliz
_ Ai maninha santa paçoca! Isso é muita emoção pra um dia só _ Jazz fingiu ter um ataque
_ Maninho! Não morre! _ Rose desceu do sofá e correu até onde ele tava deitado no chão se esbatendo feito uma galinha com dengue.
_ Ah, esta tudo escuro, e vejo uma luz no fim do túnel! _ Ele murmurou
... Sai do sofá também e me ajoelhei ao lado de Rose
Grotesco! A baba escorria pelas bochechas de Jazz enquanto ele murmurava sobre a luz no fim do túnel
_ Jasper, cuidado! A luz no fim do túnel pode ser um trem vindo, ou até mesmo um metrô! _ Rose estava desesperada
_ Toma vergonha nessa cara Jasper! _ Dei um tapinha no rosto dele
_ Gente, a luz no fim do túnel tem a cara da Bella _ ele exclamou surpreso.
_ Acorda Jazz, sou eu que estou na sua frente _ gritei
_ Oh my God! _ ele berrou e depois desmaiou
_ Mãe você matou meu irmão! _ Rose esbravejou
Olhei pra trás e Esme parecia uma drogada pulando freneticamente no sofá
_ TIA! _ chamei mais alto
Ela olhou pro presunto esticado no chão e pareceu nem se importar
_ Ok, vamos colocar ele na chuva _ falei.
Rose concordou e segurou os braços do irmão, enquanto eu segurava as pernas. Arrastamos ele para o temporal que fazia em Forks
_ Me sinto como se estivesse desovando um corpo na grama úmida de Forks _ Rose parecia tensa
Revirei os olhos
Não demorou muito e Jazz acordou
_ Crianças, acho melhor vocês se arrumarem, vamos jantar na casa dos Cullen hoje! _ Esme avisou
Meus olhos e os de Rose brilharam
_ Eu fui abduzido! _ Jasper exclamou
_ Pare de reclamar e vai se arrumar Jazz. Só temos duas horas _ Rose mandou
_ Jesus! Estou atrasado! Não vai dar tempo! _ ele levantou afobado e foi pra dentro de casa
Balancei a cabeça negativamente e entrei em casa, sendo seguida por Rosalie.
Subi para o meu quarto e escolhi uma roupa que me agradasse. Entrei em baixo do chuveiro quente e tomei um ótimo banho. Passei meu xampoo preferido com cheiro de morango e bastante sabonete
Vesti uma calça jeans preta, uma blusa azul e meu querido All Star. Penteei meu cabelo e prendi a franja com uma presilha.


Esperei um tempinho e desci pra sala. Quando entrei na cozinha vi Rose engolindo varias barrinhas de cereal
_ Que é isso? _ perguntei assustada
_ Estou comendo! _ respondeu
_ Mas não vamos jantar na casa dos Cullen? _ fiquei confusa
_ Por isso mesmo. Vou comer muito pra não da uma de esfomeada na casa deles _ explicou
_ Você é doente! _ exclamei
Ela deu de ombros e voltou a comer
Rose não queria pagar de esfomeada, mas ia pagar de cafona!
Ela estava usando um vestido de botões quadriculado azul com branco. As novas botas brancas, o cinto fivelão na cintura e um chapéu branco de vaqueira.
_ Meu Deus! Que agressão ao bom senso de moda! _ Jazz gritou na porta
Olhei pro meu primo. Senso de moda? Acho que ninguém tinha isso nessa casa! Jazz estava com uma calça jeans azul, uma camisa meio roxa, no pé, ele usava umas ridículas chuteiras laranja e pra completar, vinha um gorrinho cinza de brinde!
É a Treva!
_ Onde está Esme? Faltam 20 minutos!
_ Estou aqui meus amores! _ Ela apareceu jogando os cabelos
Minha tia usava um delicado vestido verde, que combinava com o tom mel dos olhos dela, sandálias brancas, igual à bolsa.
_ Então vamos! _ Rose catou mais umas cinco barrinhas de cereal e foi pra sala
Revirei os olhos e segui todos. Peguei meu casaco preto que estava pendurado e descemos pra garagem.
Fomos ao carro de Esme. Ela dirigia feito louca! Eu e Rose quase viramos omelete no banco de trás
_ Chegamos _ ela gritou feliz
Descemos do carro e fomos até a porta da mansão branca. Minha tia se colocou à frente e tocou a campainha
Alguns segundos se passaram e um homem loiro abriu a porta.
Puxa! Minha tia tem bom gosto!
_ Boa Noite _ Ele sorriu
_ Oi _ Rose disse animada
_ Boa Noite _ Jazz murmurou enquanto analisava meu futuro sogro... Eu pensei isso? ... Foi mal.
_ Oi Carlisle _ Sorri simpática
_ Meu amor! _ Tia Esme gritou e se jogou no homem loiro
Ele riu e deu um jeito de sair do abraço exagerado
Meu futuro sogr... Er... Carlisle nos levou a sala, onde se encontravam os 3 filhos dele junto com uma menina loira, que estava grudada à Edward. Deduzi que era Tanya
_ Odeio essa baiacu! _ Rose sussurrou pra mim
_ Que tal espancar ela e depois desovarmos ela nesse rio atrás da mansão Cullen? _ Sugeri rindo
_ Ótima idéia! Como não pensei nisso? _ Ela concordou
Vasculhei a sala com os olhos a procura de Emmett. Logo encontrei o caloroso sorriso cheio de covinhas que eu aprendi a adorar
_ Podem se sentar _ Carlisle falou
Fui o mais rápido que pude e sentei ao lado de Emm
_ Acho que agora vamos ser irmãos _ ele sussurrou rindo
Assenti enquanto ria
O clima na sala continuava um pouco tenso. As caretas que Tanya lançava pra mim e pra Rose eram intimidadoras. Evitei olhar pra ela e continuei a conversar com Emmett. Logo depois meu sogr... Carlisle chamou para que fossemos jantar.

Quando já estávamos todos na mesa, Carlisle pigarreou e laçou um sorriso pra Esme.
_ Bem, como vocês já sabem, eu e Esme vamos nos casar. Ainda não definimos a data, mas eu estava pensando... _ Ele começou
_ Faz uma festa de noivado pai _ Alice praticamente berrou
_ É uma ótima idéia querido! _ Esme já estava prestes a quicar na cadeira
Oh Deus, por que eu tenho que ter uma tia tão... Boba alegre?
_ É uma boa idéia _ Carlisle concordou
_ Vamos alugar o melhor cerimonial da cidade! _ Alice se empolgou
_ Melhor, vamos fazer naquela ilha na América do Sul _ Emm sugeriu
_ Perfeito _ Todos gritamos ao mesmo tempo
É, eu também gritei...
_ Excelente! Cuidarei de tudo para que possamos ir assim que as aulas acabarem!
_ Ah, já vou começar a arrumar as malas! _ Rose parecia uma criança que acaba de saber que vai pro melhor parque do mundo
_ Calma menina! Ainda faltam 3 semanas e alguns dias _ minha tia falou
_ Tanya, gostaria de ir conosco? _ A calma do meu sogro já estava dando nos nervos
Er... Acho que vou chamá-lo de sogro mesmo...
_ Claro, afinal, não poderia perder nenhuma oportunidade de ficar ao lado do meu Edward _ Ela disse em tom de provocação e trocou olhares faiscantes comigo e Rose.

Depois de jantar e conversar, fomos embora.
Tomei outro banho e dormi.

Acordei com o barulho de algum trovão
_ Ahhh _ gritei
_ O que aconteceu? _ Jazz entrou assustado no meu quarto com alguma arma antiga, provavelmente de caça.
_ Socorro! Não atira! _ Gritei de novo.
_ Ah meu santo acarajé! Bella, por que gritou?
_ Você não ouviu o trovão? E por que está com essa coisa na mão?
_ É que faltou energia. E está tudo escuro. Não amanheceu ainda, e no radinho de pilha tava passando uma reportagem falando dos vários assaltos que estão ocorrendo agora _ Explicou.
_ São que horas? _ fiquei confusa
_ Deve ser umas 2 da manhã
Do nada a casa ficou mais escura ainda. Ouvi os gritos das meninas lá em baixo
_ Jazz, o que aconteceu? Não estou mais te vendo! _ comecei a tatear o ar
_ As luzes de emergência apagaram!
Fui andando quando bati em alguma coisa
_ Ai! Não precisava me dar um tapa!
_ Desculpe Jazz _ sorri amarelo
A mão dele pegou a minha e fomos pro andar de baixo
_ Venham para a cozinha, eu achei algumas velas _ Tia Esme chamou.
A luz alaranjada das velas dava um clima aconchegante e ao mesmo tempo macabro ao local
_ O que faremos agora? _ Perguntei com medo
_ Não sei _ Rose parecia apavorada comendo mais barrinhas de cereal
_ Jazz você... Ah, que medo! _ Quase gritei quando olhei direito pra cara de Jasper
Ele tava com um creme verde na cara e uma toquinha parecida com a do papai-noel
_ O que foi? É tratamento facial meu bem! _ ele fez cara de desdém
Olhei com olhos arregalados pra minha tia
De repente vimos um clarão e logo em seguida um estrondoso trovão.
_ Ah, eu sou muito jovem pra morrer com as tempestades de Forks _ Esme se encolheu em baixo da mesa.
Revirei os olhos
_ Querem barrinha de cereal? _ Rose estendeu uma na minha direção
_ Isso lá são horas de se oferecer barra de cereal? Ah, tenha pelo menos um pouco de juízo Rosalie! _ Jazz esbravejou
_ Ahhhh _ Ouvi o gritou quando o vento soprou mais forte e abriu a janela da cozinha apagando as velas
_ Minha santa estria! Protege a minha pessoa! _ Jazz berrou
_ Tinha que ser logo estria Jasper? _ perguntei
_ Vocês ouviram esse barulho? _ Rose sussurrou e vi a silhueta dela se encolher com Esme em baixo da mesa
_ Que barulho? _ Sussurrei
Ouvimos barulhos de carro
_ São bandidos! _ Jazz murmurou já preparando a arma
Pela fraca luz que entrava pela janela aberta eu vi a silhueta de Jasper tremer mais que alguém levando um choque forte
Ouvimos alguns cochichos vindos do lado de fora da casa
Senti minhas pernas fraquejarem. Não dei a mínima, abri o armário da cozinha e me enfiei ali dentro mesmo. Deixei apenas uma gretinha aberta pra poder observar.
Estremeci quando a porta da sala resmungava sendo aberta, nessa hora um relâmpago fez a sombra de dois homens serem refletidas na parede da sala que dava direto pra cozinha.
Acho que meus olhos estavam maiores que melancias...
_ Devem estar por aqui _ um deles murmurou
Senti algo fazendo cócegas na minha perna. O medo era tanto que eu ignorei
A luz da lua iluminou um corpo que acabara de chegar à entrada da cozinha e parecia procurar alguém.
Novamente outro relâmpago que iluminou tudo, então eu pude ver a enorme aranha na minha perna.
_ AAAAAHHHH _ o meu gritou se misturou com o trovão
_ Te peguei _ Jazz saiu de dentro da... GELADEIRA?
_ Pega ladrão _ Rose gritou e vôo encima do homem enchendo ele de pancadas
_ O que está acontecendo? _ o outro homem chegou perto da cozinha
_ Seu patife! _ Jasper disparou a arma

Notas finais do capítulo
Okok, eu sei que o final não foi la aquelas coisas... Mas querem saber quem são os homens? Uma dicazinha: Eu disse que o Jake iria aparecer nesse capituo! E então? será que ele é um ladrão? muhahahah :B Nem comento nada! Então, acham que eu mereço um reviewzinho? Fiz esse capitulo com tanto carinho To deixando de estudar pra prova de matemática super dificil sobre Circunferência pra poder postar o capitulo pra vcs :~~ Espero que tenham gostado! Até amanhã em Bad Girls (isso se eu não for impedida de entrar no pc!) Bjs :*  




(Cap. 6) Eduzinho Tigrão e Bellinha Furacão

Notas do capítulo
Sim, o nome do capitulo é um pouco suspeito, mas vocês vão entender E nesse capitulo enooorme temos Jake e Tanya Falo com vocês no final. Espero que gostem... Boa leitura :* Ps. Perdoem qualquer erro de português!

Jake Pov

_ Tio, eu não quero ter que morar na cidade _ Eu insisti já sabendo que não conseguiria nada

_ É só por um tempo! Depois você pode voltar pra fazenda _ ele respondeu

Revirei os olhos.

_ Faltou luz em toda a cidade? _ perguntei

_ Acho que sim

Fiquei calado até que chegamos à minha nova casa. Para variar estava tudo escuro. Desci do carro e peguei minha mala, meu tio também desceu.

_ Será que estão dormindo?

_ Não sei, Jake, vamos descobrir agora.

A porta estava aberta, então entramos.

A luz de um raio iluminou a casa e eu pude ver sombras na cozinha.

_ Devem estar por aqui _ Meu tio murmurou

Assenti e fui procurar eles na sala enquanto meu Tio ia em direção da cozinha.

_ AAAAAHHHH _ Na mesma hora que um trovão ecôo pela casa o grito veio junto

_ Te peguei _ Reconheci a voz de Jasper

_ Pega Ladrão _ Rose falou e um vulto avançou sobre meu tio jogando ele no chão

_ O que está acontecendo? _ Perguntei assim que cheguei na porta da cozinha

_ Seu patife! _ ouvi um disparo

_ Ai meu Deus! _ corri pra sala

_ Volta aqui _ o doido começou a me perseguir e atirava pra todos os lados

_ Socorro _ meu tio gritou

_ Cala a boca, seu ladrão!

_ É o apocalipse! E olha que nem estamos em 2012! _ Alguém gritou

Que tipo de pessoa grita isso?

_ Eu vou te pegar! _ A arma foi disparada de novo

Então todos petrificaram quando a porta rangeu ao ser aberta

_ Não temam, Emmett e os unidos do caralho a quatro chegaram! _ um "urso" falou

_ Ah meu Deus! Isso aqui tem cara de zona? _ Rosalie perguntou

_ Aê, estamos no bordel da Bellinha Furacão! _ uma garota com o cabelo espetado gritou

_ Meu Deus, eu não enxergo nada!

_ Esme, meu amor? Cadê você?

_ Oh, Carlisle, estou aqui em baixo da mesa! _ ela respondeu

Um dos novos visitantes foi se movendo até chegar a mesa e entrou embaixo dela

_ Ah não, Esme e Papai estão procriando em baixo da mesa! _ A anã falou

_ Cala a boca Alice _ ela levou um tapa na cabeça

_ Os ladrões ainda estão aqui! _ Jasper gritou

Pronto, começou um falatório danado. Todo mundo falava ao mesmo tempo

_ CALADOS! _ a voz veio de debaixo da mesa

_ Só por que o comedor de mães veio pra cá _ a voz do Jazz ecôo no silencio

_ O que?

De repente a luz acendeu. Meus olhos arderam, mas logo se acostumaram com a claridade.

_ Jacob? _ Esme pareceu surpresa

_ É, sou eu! _ sorri

_ Jake! _ Jazz soltou a arma e veio me abraçar

Minha cara ficou em perfeita forma de O

_ Tio Harry! _ Rose reconheceu meu tio

Ela levantou do chão e ajudou meu tio, que já estava com a cara roxa de tanto apanhar da Rose, a levantar

_ Desculpe, nós achamos que eram ladrões! _ Esme corou

Bella Pov

Tirando o meu querido Emmett, a cozinha parecia o inferno. O tal Jake era um super nerd.

Ele estava com uma bermuda larga bege que ia à altura do umbigo, uma camisa vermelha por dentro da bermuda, um óculos maior que a fivela do cinto da Rose, e um aparelho estilo freio de burro. Ah, e sem contar o tênis cafona.

_ É muito bom ver vocês aqui! Veio passar um tempo conosco, Jake? _ Esme foi até o nerd para abraçá-lo

_ Na verdade, vou sim _ ele sorriu mostrando o aparelho barango dele.

_ Posso conversar em particular com você, Esme? _ o homem que veio com o nerd perguntou pra minha Tia

_ Claro, eu já volto pessoal _ ela sorriu.

Eles saíram pra sala, e a cozinha ficou em silencio até que Rose pigarreou.

_ Jasper, o que é isso no seu rosto? _ Emm se aproximou dele e encostou-se ao creme, levando a mão até o rosto para sentir qual era o cheiro

_ Isso é hidratação facial! Por quê? _ Jazz respondeu orgulhoso

_ Arrasou meu bem! Eu conheço esse creme, seu rosto vai ficar perfeito _ Alice disse feliz.

_ Jake, lembra de mim? _ Eduzinho falou do nada O nerd o analisou

_ Acho que sim _ respondeu

_ Fizemos a 1° série juntos _ O pamonha disse

_ Edward, agora lembro! _ o nerd sorriu

Devia ser uma dupla perfeita, o Nerd e o Pamonha.

_ Eu também lembro dele! _ os olhos do meu Emm brilharam

_ É, você me colocou de cabeça pra baixo na privada e deu descarga na minha cabeça _ Jake falou sério.

_ Verdade? Desculpa, eu não fiz por querer.

_ Jake, essa é a Bella! Ela também ta morando com agente. Ela é sobrinha da mamãe

_ Jazz me apresentou

_ Oi Bella _ sorriu mostrando o aparelho barango

_ Oi _ sorri timidamente

_ Pai, podemos voltar pra casa? _ Eduzinho se virou pro meu Sogro

Eu nem tinha percebido ele ali

_ Só vou esperar Esme _ ele sorriu

_ Bellinha Furacão, saudades de você! _ Emm me abraçou e girou-me no ar

_ Adorei, Bellinha Furacão é um ótimo nome! _ Alice saltitou

_ Bom, voltamos _ Esme adentrou a cozinha.

Meu sogro foi ficar ao lado dela

_ Gente, Jake vai passar uma temporada conosco, e eu tenho uma noticia ruim. _ Minha tia anunciou

_ O que aconteceu mãe? Vão fechar os Shoppings de Port Angeles? Ah meu santo esmalte! _ Jazz se desesperou

Às vezes me pergunto por que vim morar numa casa cheia de doidos...

_ Não é nada disso filho. É que meu irmão morreu e...

_ Ah Jesus! O meu único tio bateu as botas! _ Rose berrou sem deixar Esme terminar

_ O que aconteceu? Ele foi atingido por um tijolo voador? Eu sabia que isso existia! Eles são digimons altamente perigosos, e não há nada que consiga destruir eles! _ Jazz esbravejou

Fiquei sem palavras depois de ouvir um discurso desses... Minha tia respirou fundo e ignorou o falatório.

_ Bom, ele deixou o testamento pronto, e meu nome esta na lista de quem vai receber bens _ ela explicou.

_ Eu já vou indo _ Harry falou

Minha tia abriu a porta e ele foi embora. Graças a Deus, menos um no meu bordel da Bellinha Furacão e... O que eu estou falando? Acho que a loucura é contagiante!

_ E como ele mora longe, vamos ter que ir até a antiga cidade onde eu morava pra podermos assinar os papéis e receber o que ele deixou de herança _ Esme finalizou

_ Quando nós vamos? _ perguntei

_ No fim de semana _ Minha tia sorriu

_ E quem vai? _ arregalei os olhos

_ Nós, e se Carlisle quiser ir e levar os meninos...

_ Seria ótimo te acompanhar na viagem! _ Meu sogro respondeu

_ Ok, então está decidido! Jasper, leve o Jake para o quarto de hospedes!

Meu primo assentiu e logo sumiu levando o nerd junto.

_ Então vamos _ Carlisle falou

Olhei pra Eduzinho e ele tava quase dormindo, encostado na geladeira que estava aberta.

_ Gente, o que aconteceu com a geladeira? _ Rose ficou assustada

As prateleiras não estavam ali, e a comida estava toda espalhada no chão.

_ Ah, o Jasper jogou tudo longe quando foi se esconder _ Minha tia respondeu com naturalidade. O filho dela acabou de "desmontar" a geladeira e ela ta sorrindo, achando tudo lindo...

_ Acho melhor irmos embora _ Alice disse bocejando

_ Tudo bem, até amanhã _ Carlisle falou já indo pra sala.

_ Tchau Bells _ Emm me deu um beijo na testa e seguiu pra sala

_ Bellinha, seu rosto parece a blusa do Jake agora! _ Rose riu

Fiz língua pra ela e depois subi pro meu quarto. Deitei na cama e apaguei.


Acordei com os gritos vindos do corredor. Levantei da cama e fui ver o que tava acontecendo

_ Jasper sai desse banheiro! _ Rose batia na porta com força

_ Não saio! _ ele gritou

_ Jazz sai logo _ o nerd também estava ali

_ O que está acontecendo? _ perguntei

_ Jasper está trancado aí dentro dizendo que tem um monstro na cara dele! _ Rose respondeu irritada

_ Sai daí! _ bati na porta

_ Não, o mundo vai pensar que tenho uma enorme pereba! _ ele tava chorando?

_ Vamos Jasper, é só uma espinha _ o nerd falou.

_ Só uma espinha? Isso é um filhote de furunco! _ Ele esbravejou do outro lado da porta

_ Ok, vamos arrombar o banheiro. No três todo mundo empurra! _ planejei

Eles assentiram e nos afastamos

_ 1, 2 e 3 _ contei

Fomos correndo com tudo pra porta, mas por um milagre dos infernos, Jazz a abriu e acabamos atropelando ele.

_ Socorro, fui esmagado por um bando de jacarés banguela! _ meu primo doido berrou

Revirei os olhos e me levantei, assim como os outros.

_ Cadê a espinha? _ perguntei

_ Aqui! _ ele apontou pro rosto

Eu não estava vendo nada

_ Não tem nada ai _ Eu, Rose e o nerd falamos ao mesmo tempo.

_ Claro que tem! Olhem mais de perto! _ ele mandou

Cheguei mais perto e consegui enxergar um pequeno relevo na bochecha dele

_ Pelo amor de Deus, você fez esse escândalo todo por causa de um cravinho? _ Sim, agora eu perdi a pouca paciência que me restou!

_ Não briga comigo! _ Ele saiu correndo e se trancou no próprio quarto

_ Cadê minha tia? _ perguntei

_ Ela saiu mais cedo pra fazer a matrícula do Jake _ Rose respondeu

_ Hm. Vou me arrumar. Jasper, não nos atrase! _ falei indo pro meu quarto

_ Eu não vou pra escola! E nada vai me tirar desse quarto hoje! _ ele gritou

Revirei os olhos. Fui pro meu quarto e coloquei uma roupa confortável para ir à escola.

Acabamos chegando à escola cedo de mais. Jasper realmente não saiu do quarto, então só veio eu e Rose. Sentamos em uma das mesas que tinham ali e ficamos em silencio.

Logo o Volvo prata adentrou o estacionamento e parou ao lado do BMW de Rose. Dele desceu um Eduzinho cansado, uma Alice saltitante e um Emmett feliz. Eles vieram até a nossa mesa em um fuzuê danado.

_ O que aconteceu com você Edward? _ Rose parecia preocupada

_ Ah, Emmett não me deixou dormir, ficou o resto da noite quicando pela casa cantarolando que a Isabelle ia lá pra casa.

_ Cala a boca seu pamonha _ Emm deu um tapão na cabeça dele

_ Ai!

_ Bellinha, você vai mesmo lá em casa? _ Emmett sentou do meu lado

_ Eu prometi, então vou _ sorri

_ Que ótimo! _ ele me abraçou apertado

_ Onde está Jasper? _ Alice perguntou

_ Nem me pergunte! _ Rose respondeu

De repente um New Beetle ROSA entrou no estacionamento cantando pneu e parou muito mal em uma das vagas.

_ Tanya? _ o pamonha murmurou

_ Não acredito _ Rose sussurrou

A porta do carro abriu e de lá saiu uma loira alta de olhos verdes, vestindo roupas de marca e andando até a nossa mesa de forma metida.

_ Que carro perfeito! _ Alice berrou

A loira broacuda sorriu pra ela e voltou a encarar Eduzinho quando parou na frente dele

_ Tanya, o que está fazendo aqui? Já disse que não é pra vir aqui na escola! _ Eduzinho repreendeu a broacuda

_ Qual o problema Edgatinho? _ ele tentou beijar ele, mas o pamonha virou o rosto.

_ Edgatinho? _ Emm começou a gargalhar alto. Segurei o riso.

_ O que você quer? _ Credo, Eduzinho trata a namorada tão mal...

_ Só vim te dar bom dia, já que não nos vimos ontem _ ela deu um selinho nele

Meu café da manhã pediu pra sair pela boca quando vi essa cena. Olhei pra Rose, e ela segurava o banco com força. Coitada dela.

_ Então já viu, mais alguma coisa?

_ Credo Edgatinho! Tudo bem eu vou embora, mas vou passar na sua casa mais tarde, ok? _ A voz dela era fina e irritante

_ Ta, tchau! _ Eduzinho empurrou ela

_ Adoro quando você me trata mal assim, tigrão! _ A loira broacuda fez um som parecido com um rugido de leão e fez gestos com a mão como se fossem garras.

Isso só fez Emmett gargalhar mais alto e eu o acompanhar. O pamonha revirou os olhos e logo a loira saiu com aquele New Beetle discreto.

_ Eu vou pra minha aula _ o pamonha falou

_ Tchau, Tigrão! _ Emm imitou os gestos da Tanya Broacuda

_ Vai catar latinhas, Emmett _ ele mandou.

_ Hey, não zoe da minha profissão! _ Emm brincou rindo

O pamonha mostrou o dedo do meio pra ele.

_ Mostra esse dedo pra sua tigresa, Tigrão! _ Falei Afinal, eu tinha que defender meu futuro marido... Todos caíram na gargalhada e Eduzinho me deu um olhar assassino e entrou em um dos prédios da escola. Rose bufou e pegou os livros dela com violência

_ Vou pra aula. Tchau _ murmurou e saiu marchando

_ Bom, vamos pra aula também! _ Alice disse feliz

_ Claro _ sorri Levantei-me junto com Emmett e fomos abraçados pra nossa primeira aula. A segunda aula já era chatinha, sem Jasper ficou mais chata ainda!

Na terceira aula meus ouvidos já estavam doendo de tanto ouvir Rose falar mal da Tanya. Sem contar que ela adorou o apelido que eu inventei. Loira Broacuda. Na hora do intervalo, Emm estava me esperando na porta do refeitório com seu enorme sorriso recheado de covinhas.

_ Oi de novo _ sorri assim que parei na frente dele

Rose passou direto, sem dizer nada.

_ O que ela tem? _ Ele perguntou

_ Não sei _ menti

_ Bom, então vamos _ ele segurou minha mão enquanto entrávamos no refeitório. Entramos na fila e ele foi colocando um bocado de coisas na bandeja

_ Para que tudo isso? _ fiquei surpresa

_ É para mim e pra você _ ele sorriu

_ Ah tá... _ assenti

Chegamos à mesa onde Edward e Rose estavam se encarando, muito sério os dois.

_ Aconteceu alguma coisa? _ perguntei

_ Estamos jogando sério. Quem ri primeiro perde _ Eduzinho respondeu

_ Rose, não deixe o tigrão ganhar _ Emm falou. Ri da cara que o pamonha fez

_ Gente, mais tarde eu vou à casa do Jazz _ Alice apareceu saltitante.

_ Você ligou pra ele? _ Rose olhou pra ela

_ Sim _ ela respondeu

_ Vamos Rose, não fuja da brincadeira _ Eduzinho chamou ela. Vi que ela segurou um sorriso e voltou a encará-lo

_ Eles são retardados? _ Alice perguntou rindo

_ A Rose não, mas já o Tigrão eu não sei _ Emm respondeu gargalhando.

Sentamos e eu peguei um pedaço da pizza que meu futuro marido havia pegado.

_ Amanhã depois do almoço nós vamos para a tal fazenda né? _ Alice parecia animada com a idéia

_ Sim _ respondi enquanto comia

_ Tenho que começar a arrumar as malas! _ ela fez cara de pensativa

Dei de ombros

_ Aquele nerd parece ser maneiro _ Emm falou

_ Você tentou dar descarga nele _ eu lembrei

_ Isso são coisas de um passado doido...

Olhei desconfiada para ele

Passamos o resto do intervalo conversando e rindo. Até que já era hora de ir pra quarta aula.

_ Vamos tigrão _ eu falei brincando

Recebi outro olhar assassino. Então fomos pra aula eu e ele, dessa vez pedi pra Emm não vir.

_ O que quer, Belle? _ perguntou do nada do meio do caminho

_ Eu? Não quero nada, por que Eduzinho?

Ele balançou a cabeça negativamente e entramos na sala. Depois na detenção terminamos de fazer o trabalho. Então sobrou um tempinho pra conversar

_ Me conte Eduzinho, como conheceu Tanya? _ perguntei pra descontrair

_ Em uma festa que teve em Seattle _ respondeu indiferente

_ Você não pareceu gostar muito dela _ não era uma pergunta

_ E o que você tem haver com isso? _Grosso!

_ Nada, só estou falando.

_ hm... Não é que eu não goste dela, mas é que estou perdendo a paciência com ela...

_ Ela parece ser chatinha _ falei sem querer

Ele riu

_ Um pouco, eu gostaria que ela fosse só minha amiga _ ele suspirou.

Gente... Ainda não acredito que Eduzinho Pamonha Tigrão está desabafando comigo!

_ Então devia falar isso pra ela... _ sugeri

_ Talvez... Mas ela faria um terrível escândalo

_ Bom, existe um modo que ela nunca mais iria querer olhar na sua cara...

_ Qual? _ ele pareceu ficar interessado

_ Podíamos pedir para uma dessas garotas que você ACHA que estão caídas por você para te beijarem quando Tanya estiver perto e ai a garota fala que vocês já estavam namorando há uns meses e que ela foi feita de otária _ expliquei meu plano

_ A cara que ela faria seria hilária _ ele disse rindo

_ É só você escolher uma garota _ esse plano já estava me deixando animada

_ Rosalie _ ele falou

Gelei.

Será que ele sabe de alguma coisa?

_ Por que ela?

_ Isabelle, pense comigo, se você namorasse meu irmão retardado e ele te trocasse por uma caipira, você ia querer olhar pra ele?

_ Tem razão... _ pensei no que ele disse

_ Mas minha prima não é tão caipira quanto você fala

_ Não tem como me provar isso, Belle.

_ Na verdade tigrão, eu não posso provar, mas ela pode! _ sorri

Ele revirou os olhos

_ E como ela vai provar?

_ Se aproxime dela, seja amigo dela! _ dei de ombros

_ E por que eu faria isso? _ ele riu

_ É mesmo, por que você faria isso? Você é muito insensível, não conseguiria ser amigo da Rose _ sorri sinicamente.

_ Está duvidando de mim, Isabelle?

_ Quem sabe, Tigrão?

_ Não vou perder meu tempo tentando provar nada pra você

_ Tudo bem, eu te entendo. Mas devia dar uma chance pra Rose _ falei

_ Talvez... _ ele deu de ombros

Revirei os olhos. O sinal bateu

_ Te vejo mais tarde Eduzinho _ Peguei minha mochila e sai da biblioteca

Corri para o carro. Eu tinha que contar isso pra Rose. Não me despedi de ninguém, entrei na BMW praticamente levando um tombo.

_ Rose, bora pra casa que eu tenho um super babado pra te contar! _ eu quase berrei

_ Nada vai animar o meu dia. Tanya já destruiu ele! _ ela murmurou


_ Bom, o que eu tenho pra te falar vai animar seu dia sim!

_ Então fala logo _ ela mandou ainda encarando a estrada de forma entediada

_ Assim, eu tava conversando com o Eduzinho na detenção e ele disse que tava pensando em terminar com a Tanya. E eu como não sou de perder oportunidade, comecei a falar sobre você, e então sugeri que ele te desse uma chance e sabe o que ele falou?

_ Que não gosta de caipira? _ ela ainda estava desanimada

_ Não, ele disse que talvez. TALVEZ ROSE! _ eu gritei

_ O QUE? MEU SANTO CHICÃO! _ o carro derrapou na pista e entramos na contra mão quase batendo em outro carro

_ Rose, volta para outra pista! _ gritei

Ela rapidamente voltou pra pista certa e acelerou mais o carro para chegarmos em casa

_ Eu não acredito! AH MEU DEUS! _ ela quicava no banco

_ Rose cuidado! _ gritei

Mas já era tarde de mais. Atropelamos uma vaca.

_ Ah Jesus, eu matei uma vaca! E agora Bella? Ajuda-me! _ ela desceu desesperada do carro

Desci junto. A vaca resmungava de dor

_ Ela ta viva. Ainda! _ eu falei

_ Cala boca e me ajuda! _ ela foi até o carro e abriu o porta-malas. Pegou uma enorme sacola preta e voltou até onde a vaca tava.

Alice Pov

_ Hey, aquele não é o carro da Rose? _ perguntei apontando pro carro vermelho que estava parado no meio da rua

_ O que ela ta fazendo aqui? _ Edward murmurou


_ A Bellinha ta junto, e... O que é aquilo? _ meu irmão retardado falou

Paramos o carro próximo do delas e tinha um enorme embrulho no chão, sem contar a quantidade de sangue.

_ Meu Deus! _ Descemos do carro

_ Isso é um corpo? _ Ed perguntou

_ AAAAH _ Elas se assustaram

_ JASPER! NÃO! _ Gritei e me ajoelhei ao lado do embrulho

_ Vocês mataram o Jazz? _ Emm ficou assustado

_ Puxa, não me lembrava do Jasper ser tão gordo _ eu cutuquei o saco.

_ MUUUUU _ o suposto presunto fez barulho

_ Isso não é o Jasper, Alice. É uma vaca! _ Edward me puxou pelo casaco e me pôs de pé

_ Vocês atropelaram a pobre vaquinha! _ comecei a chorar

_ Cala a boca e ajuda agente a jogar ela no meio da mata! _ Bellinha Furacão mandou

_ Ah não! Eu não quero que no ano que vem alguém me ligue dizendo "Eu sei o que você fez no verão passado!" _ Emm falou.

_ Não viaja Emmett, e não estamos no verão, estamos no inverno! _ Ed deu um tapa na cabeça dele

Depois de convencer Emm de que nada iria acontecer com ele, todos ajudamos a arrastar a vaca para o meio da floresta.

_ Agora explica, como vocês conseguiram atropelar uma vaca? _ Edward perguntou

_ Rose se distraiu com a nossa conversa _ Bella explicou

Estava na cara que ela estava mentindo

_ Você contou pra ela, né? _ Edward ficou irritado

_ Claro que não! _ Bellinha arregalou os olhos

_ Contou o que? _ Rose ficou confusa

_ Nada _ Ed pareceu ficar aliviado

_ Fiquei curiosa, contou o que? _ perguntei

_ Assunto meu e da Isabelle! _ ele respondeu mal humorado

_ Hey, tira os olhos por que a Bellinha é minha! _ Emm entrou na frente da Bella impedindo que a víssemos

_ Todos nós já sabemos disso, Emm _ Rose revirou os olhos.

_ Como assim todos já sabem? _ Bella saiu de trás do armário - que no caso é o Emm - e ficou do lado dele

_ Ah fala sério, ta na cara que vocês se amam _ eu falei com os olhos brilhando. Bellinha Furacão ficou vermelha e Emmett sorriu

_ Ok, eu vou embora _ Ed foi pro carro.

_ Bella, você ainda vai lá em casa, não é? _ Emm perguntou

_ Já era para eu estar lá _ ela respondeu

_ Verdade, eu tenho que ver o Jazz! _ lembrei

Por fim, eu fui de carro com a Rose e Bellinha foi ao meu lugar para nossa casa.

Bella Pov

Quando chegamos à porta da casa dos Cullens, já tinha um New Beetle rosa parado ali. Eduzinho bufou e parou o carro na garagem

_ Irmão Tigrão, tenho pena de você _ Emm riu enquanto saia do carro.

Ri silenciosamente enquanto seguia eles pra dentro da casa A casa era pintada em tons claros e muito bem decorada.

_ Edgatinho? Estou te esperando aqui no quarto! _ A broacuda cantarolou lá de cima Eduzinho nos lançou um olhar de "socorro" e subiu as escadas

_ Vem Bellinha _ Emm também foi pra escada Subi seguindo ele. No segundo andar, pude ver o Tigrão fechando a porta e Tanya dando um gritinho feliz.

Andamos mais um pouco e entramos no quarto de Emm. O quarto era grande, tinha uma enorme cama, parecida com a minha, forrada com um edredom azul marinho e alguns detalhes em amarelo, um grande guarda roupa branco, prateleiras cheias de DVDs e tranqueiras. Uma mesinha onde tinha um computador e vários sacos de salgadinho vazios, com papeis de bala e algumas latas de refrigerante. Bem parecido com Emmett. Tinha uma grande janela, com pesadas cortinas, e acima da cama dele, um gigante mural, cheio de fotos pregadas com alfinetes coloridos.

_ Ignore a bagunça _ ele sorriu amarelo

Tinha várias roupas espalhadas pelo quarto, a cama estava desarrumada e tinha pipoca pra todo lado. Cheguei perto do mural e analisei algumas fotos e suas legendas. A primeira que vi foi uma onde estava Alice e Edward sentados no colo de um coelho enorme quando ainda eram crianças. A legenda dizia "Minha irmã anã, meu irmão cagado e o coelhinho vesgo da páscoa"

_ Irmão cagado? _ perguntei rindo

Ele riu também

_ Quando o Tigrão era pequeno ele andava com as pernas mais abertas e parecia que tava cagado _ explicou

_ Eu gosto dessa que o Edward tirou _ ele apontou uma das fotos

Era recente, Alice correndo, Emm atrás dela e um vulto laranja entre eles.

_ O que é isso? _ apontei pro vulto

_ Era um tijolo... _ ele falou assentindo

_ Você jogou um tijolo na sua irmã? _ me assustei

_ Sim, ela ficou uma semana no hospital e eu uma semana de castigo. Foi daí que Jasper tirou a idéia do Tijolo digimon

_ Essa aqui foi no verão, eu e Alice enterramos Edward de cabeça pra baixo na praia _ ele me mostrou a outra foto.

Olhei e ri. Alice estava com uma enorme pá vermelha na mão jogando areia no buraco onde estava a cabeça do Pamonha, Emm tava segurando ele pelas pernas enquanto ria muito

_ Quem tirou a foto? _ perguntei

_ Carlisle tirou sem querer. Ele estava tirando algumas fotos da praia e nos achou fazendo isso com a câmera, ele ficou tão desesperado que acabou apertando o botão.

Olhei pra outra foto onde Eduzinho estava todo maquiado com presilhas no cabelo, falando com cara de mau e partindo pra cima da câmera. Ao lado daquela estava Alice com a cara toda riscada de canetinha preta e uma peruca verde limão.

_ Você tem cada foto linda... _ falei irônica

Tinha milhares de fotos, uma delas tinha Carlisle tirando melecas no nariz, na outra Alice fugindo de um sapo albino, Emm e Eduzinho pescando, o Pamonha vestido de pedrita no carnaval, Alice tentando afogar Emmett na piscina, Eduzinho distraído quase sentando em cima de um formigueiro, Alice com Jasper fazendo compras, Rose olhando para câmera indo na direção de um poste, Eduzinho montado em uma mula, O vulto de Alice caindo da árvore, Eduzinho gritando no trem fantasma, e várias outras.

_ Hoje enquanto vocês não viam, eu tirei uma foto da vaca atropelada _ ele sorriu indo pegar a câmera dentro da mochila.

_ Você anda com essa câmera o tempo todo? _ perguntei

_ Sim. Bellinha quero tirar uma foto com você! _ ele ligou a câmera

_ Vamos tirar uma! _ sorri

Ele concordou e colocou a câmera em cima da mesa do computador e ligou ela. Sentei na cama e sorri pra câmera.

_ Diga X Bells _ Emm correu e pulou na cama. Ficou ajoelhado atrás de mim e me abraçou. Esperamos um pouco e ele levantou.

_ Ha! A foto ficou maneira! _ ele riu

_ Me deixa ver _ levantei

A foto ficou engraçada, eu sentada de pernas cruzadas na cama bagunçada de Emm enquanto ele me abraçava e fazia um biquinho engraçado.

_ Vou colocar no mural _ Ele ligou o computador

_ Ok, não demora, precisamos estudar! _ eu dei um leve tapinha nas costas dele

Não demorou muito e a foto já estava no mural, a legenda era "Eu e Bellinha Furacão" e do lado um coração feito com a caneta vermelha. Até que a tarde foi legal, fiquei explicando as coisas pra Emm enquanto ele fazia piadinhas e eu ria.

Eduzinho Tigrão e a loira Broacuda nem deram sinais de vida.

_ Tenho que ir pra casa Emm, daqui a pouco Esme chega. _ Falei

_ Ah não! _ ele fez bico

_ Amanhã vou te ver na escola, e depois da aula vamos viajar pra fazenda!

_ É mesmo! _ ele sorriu

_ Por isso, tenho que arrumar minha mala, e você arrumar a sua! _ comecei a juntar meus livros e levantei

Emm concordou e me acompanhou até a porta.

_ Quer carona? _ ele perguntou... Só agora percebi que eu estava a pé

_ Acho que sim... _ corei

Ele riu e pegou uma chave que estava pendurada perto da porta. Descemos pra garagem. Só agora percebi os outros carros

_ De quem são? _ perguntei

_ O Jeep é meu, o Volvo é do Tigrão, o Porsche nada escandaloso só podia ser da Anã e meu pai tem uma Mercedes.

_ Ah... _ murmurei

Entramos no Jeep e ele me levou pra casa

Alice Pov

Chaguei na casa dos Hale. Que emoção!

_ Eu vou pro meu quarto Lice, qualquer coisa é só chamar! _ Rose cantarolou animada e sumiu

Subi e parei na porta do quarto de Jazz. Bati na porta

_ Jaspinho? _ chamei

_ Entra _ ele murmurou Abri a porta e o quarto estava impecavelmente limpo. Jazz estava sentado na cama com uma...

_ Jazz por que essa toca ninja na cabeça? _ perguntei aflita

_ Tem um monstro no meu rosto! _ ele começou a soluçar

_ Não chora, amigo! _ Corri até ele

_ Eu não sei o que eu faço! _ Jazz estava desesperado

_ Me deixa olhar, ai eu vejo se tem um jeito de esconder! _ pedi

_ Certo _ ele parou de soluçar e tirou a toca

_ MEU DEUS JASPER! VOCÊ TA COM UMA PEREBA ENOOOORME! _ Gritei

_ AHH PARA! _ Ele berrou e escondeu a cara de baixo do travesseiro

_ Mas não se preocupe, Jazz! Tenho uma maquiagem francesa aqui que vai esconder isso!

_ Jura? _ ele levantou

_ Claro, vamos ao banheiro que eu te mostro! Fomos pro enorme banheiro que tinha no quarto do Jazz e eu acendi as luzes que deixaram o ambiente bem claro. Abri a minha bolsa e tirei o estojo de maquiagem. Peguei tudo que precisava

_ Vai esconder? _ ele perguntou

_ Sim! _ sorri

_ Então pode passar! _ ele sentou no banquinho que tinha ali e fechou os olhos Peguei um pouco de algodão com um produto pra deixar a pele dele limpa. Depois passei um corretivo e por cima uma base bem clara da cor da pele branca do Jazz.

_ Prontinho! _ falei

Ele correu pra frente do espelho

_ Sumiu! Alice você é uma santa! _ ele me abraçou forte e correu do banheiro _

Onde você vai? _ gritei

_ Não sei _ ele parou de repente e ficou pensativo

Revirei os olhos

_ Eu vim aqui pra estudarmos! _ Falei

_ É mesmo! _ ele lembrou

Passamos o resto da tarde com a cara enterrada nos livros até que Emm chegou trazendo a Bellinha furacão e eu voltei pra casa com ele.

Bella Pov

Cheguei em casa e como não tinha nada pra fazer fiquei assistindo TV com o nerd.

Até que ele era legal. Conversei com ele sobre varias coisas, contei como era o pessoal da escola, sobre os professores, sobre minha detenção, sobre as loucuras de Jazz e Rose, e varias outras coisas.

Ele também me contou um pouquinho sobre a vida dele.

Mais tarde fui arrumar minha mala.


No dia seguinte, acordei eufórica! Vesti uma roupa e desci pra poder tomar café. Jake e Rose ja estavam la, Esme ja estava indo pro trabalho. Sentei-me à mesa e peguei algumas torradas com geléia de morango.

_ AAAH JESUS! _ Rose gritou

Já imaginando que era Jazz, eu olhei pra porta e quase engasguei.

Jasper estava todo de preto e com uma TOCA NINJA!

_ O que é isso? _ perguntei assustada

_ Não vou mostrar minha pereba ao mundo _ ele murmurou

_ Jasper, era só um minúsculo cravo!

_ Sim, mas eu quero ficar com a toca! _ ele sentou-se à mesa e começou a comer

Hoje as aulas passaram voando, até a detenção. Em casa, encontrei Esme e todas as malas na sala.

_ Os Cullen estão vindo para cá. Vamos com eles _ ela informou

_ Quantas horas de viagem? _ Jazz perguntou, ele ja tinha tirado a toca ninja.

Alice deu um jeito de esconder a "pereba" na escola.

_ Umas 5 horas se formos rápido _ Esme respondeu

Não demorou muito e logo estavam todos ali

Notas finais do capítulo
Gostaram? Mereço ao menos um review? Fiz esse capitulo com muuuito carinho Mas agora falando sério, quero pedir desculpas pela demora, eu estava meio sem idéias pra escrever mais ai eu levei um baita tombo e bati a cabeça, e na hora senti que precisava escrever... Estranho não?E quero pedir pra que não fiquem bravos comigo, pois eu vou ser um pouquinho lerda pra postar, talvez um capitulo por semana... E, agora estou terminando de corrigir alguns errinhos absurdos no capitulo de Bad Girls e vou postar!E depois como não tenho nada pra fazer, vou ficar lendo meus reviews e dando ponto positivo pro pessoal que escreveu E se tiver alguma fic legal, fala pra mim pq eu amo ler Bjs :* Deixa um review, e se possivel, recomenda a fic?




(Cap. 7) De Novo! De Novo! De Novo!

Notas do capítulo
Antes de qualquer coisa, quero dizer que não sou preconceituosa e não tenha nada contra gays e lésbicas, ok? Agora, me descuuulpem pela demora, mas é que eu queria esperar passar esse monte de datas comemorativas pra postar, só que não tava me aguentando, então aqui esta o capitulo que não garanto se está engraçado... E no final vou esclarecer uma pequena coisa :~~ Boa leitura e perdoem qualquer erro de português. Ps. Sobre as musicas, se não quiser, não precisa ouvir ta?

_ Pelo amor de Deus, desliga esse rádio! _ Eu gritei
Deus que me perdoe, mas meu futuro sogro Carlisle é muito BURRO! Ele fez a pior divisão do mundo!
Estamos indo em três carros. Na Mercedes de Carlisle está ele, minha tia, Rose e Jazz.
No porshe da Alice está ela, Jake e muitas malas. No Jeep do meu futuro marido está eu, Emm, o Tigrão e a namorada Broacuda dele. Fala sério, por que meu sogro concordou em trazer ela?
_ Não desliga Edgatinho! Eu gosto dessa música! _ A Loira oxigenada falou
_ Emmett não deixa! O carro é seu! _ Me virei pra ele
O tigrão tava dirigindo e a “tigresa” estava no banco do carona. Enquanto eu e Emm íamos no bancos de trás.
_ Mas Bellinha... _ Ele fez cara de desculpa
_ Bellinha o caralho, Emmett Cullen! O carro é seu e o rádio também! _ Surtei
Ele sorriu como se estivesse achando legal o meu surto. E então se virou pra frente
_ Edward desliga essa merda de som _ Ele gritou com a voz autoritária que eu nunca o vi usar
Eduzinho o encarou com cara de assustado e desligou o som.
Oh meu Deus! Meu Emm manda nessa cagado que tá dirigindo!
_ Bem melhor _ Eu sorri pro meu ursão
_ Ah não, liga o som Edgatinho! _ Tanya ia botar a mão no aparelho que estava no painel do carro
_ Tanya, por favor, sem confusão! _ Eduzinho segurou a mão dela e botou de volta na perna dela
_ Eu não acredito Edward! Você não vai gritar com seu irmão por causa de mim? _ Ela fez cara de pobre coitada
_ Não! E por favor, me deixa quieto, eu preciso dirigir! _ Ele gritou
Sorri maliciosa para a loira broacuda. Milhões de imagens dela sendo torturada passaram pela minha cabeça. As lindas imagens da minha mente foram interrompidas pela alta risada do meu ursão.
_ Qual a graça, Emmett? _ A broacuda olhou pra trás
_ Pois é cunhadinha, se eu fosse você colocava meu rabo entre as pernas e ficava quietinha _ Ele riu mais ainda
_ Emmett, eu vou te matar! _ Ela se remexeu no banco
_ Experimente encostar nele pra você ver o que te acontece, sua maluca! _ Gritei
Eduzinho me olhou assustado pelo retrovisor e eu retribui o olhar
_ Estou falando sério, Tigrão, eu não tenho pena de matar baratas! _ Falei pra ele
Pela primeira vez nesse mundo Eduzinho pamonha sorriu pra mim. Sorri de volta e me voltei pra Emmett que ainda estava rindo
_ Hunf! _ Tanya virou pra frente e cruzou os braços com um enorme bico
Novamente aqueles pensamentos me voltaram à mente. Abri meu melhor sorriso diabólico, estava cogitando a idéia de fazer um daqueles pensamentos se tornarem verdade. Torturar Tanya até ela pedir pinico ia ser bem divertido e eu ainda ia deixar a Rose me ajudar.
O silencio pairou no carro por um bom tempo, ajudando-me a ficar com sono.

Alice Pov

_ Então Jake, o que você costumava fazer na fazenda? _ Perguntei sorridente
Gente, esse nerd é a coisa mais fofa do mundo!
_ Ah, eu ajudava meus primos a cuidar da fazenda sempre que eu chegava da escola. Você vai gostar de conhecer eles _ Ele sorriu pra mim
Ai, derreti! Alice recomponha-se!
Sim, eu acho que sou bipolar...
_ Me conte como que é a fazenda _ Pedi
_ Ah, tem muitas coisas, o que eu mais gosto são dos cavalos. La tem vários animais, tem uma grande área de plantação e uma área que ainda não mexemos, é tipo uma floresta. E é perigoso, pois tem onças e cobras venenosas, e talvez outros animais selvagens _ Ele falou
Sorri abobalhada
_ Quando chegarmos lá você me leva pra ver os cavalos? _ Me animei com a idéia
_ Claro, se você quiser podemos montar eles também _ Ele me lançou um lindo sorriso branco
Reprimi um suspiro. Ia ser estranho eu suspirar uma hora dessas!
_ Me fale mais sobre você, Jake. Como era na escola? _ perguntei
_ Era um pouco estranho... Eu não tinha muitos amigos, só as poucas pessoas do clube de xadrez_ Ele começou a falar, mas eu cortei
_ Você sabe jogar xadrez? OMG me ensina? Eu sempre quis saber como joga! _ Comecei a quicar no banco
_ Claro, Alice _ Ele respondeu rindo
Continuamos a conversar e cada vez mais eu tinha que me segurar pra não suspirar...

Rose Pov

_ Escutem! _ Carlisle aumentou o volume do som
“Atenção a todas as pessoas que pegaram a pista para sair da cidade, devido à chuva uma barreira deslizou e está impossível passar. Já foram mandados homens para retirar a terra, mas a estrada só fica liberada amanhã”
_ Não acredito! O que faremos? _ Mamãe perguntou
_ Vamos ter que passar a noite em algum lugar por aqui, vai demorar muito pra voltar pra casa.
Com a curva que fizemos Jazz tombou para o lado roncando e bateu a cabeça no vidro
_ Ai! _ Gritou
_ O que aconteceu? _ Minha mãe olhou pra trás
_ Ai minha pobre cabecinha! Acho que a fraturei! Ai, Rose tem um buraco na minha cabeça! _ Ele me olhou desesperado
_ Verdade, olha ali Jazz, é o seu cérebro fugindo! _ Apontei pra estrada
_ Ah meu Deus! Para o carro! _ Ele gritou
O gritou foi tão auto que Carlisle realmente parou o carro. Jazz desceu desesperado e logo o pessoal parou atrás da gente.

Edward Pov

O carro de Carlisle parou bruscamente e eu meti o pé no freio. Felizmente não bati nem fiz muito barulho. Tanya continuava roncando do meu lado e no banco de trás Emmett e Belle dormiam abraçados.
_ O que aconteceu, Eduzinho? _ Belle murmurou sonolenta
_ Carlisle parou o carro e Jasper desceu _ Respondi baixinho
Ela se apoiou nas mãos e olhou pro lado de fora do carro. Lá estava Jazz correndo em círculos feito louco.
_ O que ele está fazendo? _ Ela perguntou
Nesse momento Tanya acordou e olhou para mim com olhos pidões. Eu não entendi então voltei a encarar Jazz
_ Emmett _ Belle sacudiu ele
Ele resmungou algumas coisas e virou de lado abraçando a Furacão e prendendo ela
_ Emm! Acorda _ Ela gritou
_ O que? _ Ele abriu os olhos
Desci do carro rindo deles. Eram estranhos juntos. Emmett enorme feito um urso e ela minúscula perto dele.
_ O que aconteceu? _ Perguntei para Rosalie que estava rindo horrores
_ Já prestou atenção no que o Jasper está fazendo? _ Ela murmurou
Olhei pra ele.
_ Cadê meu cérebro? Onde ele foi? OMG! ROSALIE, PARA ONDE ELE CORREU? _ Ele gritava
Foi impossível não rir junto

Bella Pov

Depois de quase ter sido esmagada pelo meu futuro namorado, nós descemos do carro e presenciamos a cena. Do meu lado estava Emm com a câmera na mão tirando fotos da situação critica do Jazz.
_ Mãe, me ajuda! A Rose disse que viu meu cérebro correndo, e eu não to vendo ele! _ Ele gritou
_ Pelo amor de Deus! Ela estava brincando Jasper! Seu cérebro não fugiu! _ Tanya acabou com a diversão
_ Ok crianças, chega de farra. Vamos procurar um lugar pra ficar por que caiu uma barreira na estrada _ Carlisle falou entrando de novo na Mercedes.

(...)

Depois de pararmos num posto e pedir informações sobre o local mais próximo para passarmos uma noite, nós voltamos à estrada.
O frentista disse que o lugar não era bem um Hotel, mas garantiu que teríamos conforto.
_ Acho que é ali na frente _ Eduzinho murmurou
Observei pelo pára-brisa um lugar escandaloso com gigantes neons.
As paredes eram rosa Pink, com portas e janelas roxo. Neons gigantes em letra cursiva verde limão onde estavam escrito “Motel Teletubbies” e um pouco abaixo, mas não menos escandaloso, estava em neons laranja “De Novo! De Novo! De Novo!” E do lado de toda essa bagaça tinha, em neons também, a figura dos quatro Teletubbies.
Ninguém teve coragem de abrir a boca pra falar nada. O lugar era simplesmente a coisa mais absurda que eu já vi!
Paramos os carros na entrada do Motel e entramos na recepção. As paredes eram de um vermelho vivo, com sofás e cortinas de oncinha.
Carlisle foi até o balcão e tocou o sino que tinha ali. Logo alguém apareceu pra nos receber
_ Olá _ A bicha andou até atrás do balcão mascando chiclete.
O que mais me chamou a atenção foi a blusa rosa florescente daquela pessoa. Estava escrito “I Love Pênis” E para acompanhar ainda tinha uma faixa verde limão no cabelo ruivo, estilo Black Power, e um óculos com lente vermelha.
_ Nós queremos alguns quartos _ Carlisle começou
_ Sinto muito gatinho, mas só temos um disponível _ Ela, ou ele, cortou meu futuro sogro
_ O que? Mas e o resto dos quartos?
_ Nós temos ao total 40 quartos. Mas 39 estão ocupados por que vai ter uma super festa aqui na quarta-feira _ A pessoa sem sexo definido respondeu
_ Ok, e como é esse único quarto que sobrou? _ Carlisle perguntou
_ É a Super Casa de Luxo _ respondeu
_ E como é esse troço?
_ Bom, são dois quartos, dois banheiros, uma cozinha, uma sala e uma área de recreação _ respondeu
Eu até entendo que tenham dois quartos, afinal se a orgia for muito grande... Mas por que diabos têm uma cozinha? Eu não sabia que pra transar precisava de umacozinha!
_ Tudo bem, me dê a chave _ Carlisle pediu
A coisa se virou para o painel onde tinha as chaves, e eu quase engasguei quando reparei na calça daquela pessoa!
Era bem justa e de oncinha, e na parte de trás estava escrito “entre sem bater
Só vi o flash da câmera disparar. Automaticamente olhei pra Emmett. Ele fez sinal de silencio pra mim e deu um sorriso sapeca.
_ Aqui esta _ Ele entregou a chave pra Carlisle

(...)

_ Então está resolvido. Eu e Carlisle vamos ficar com o sofá cama da sala, Rose, Alice, Tanya e Bella no quarto rosa, Emmett, Edward, Jasper e Jake no quarto laranja. Se alguém não estiver satisfeito sugiro que vá dormir na área de recreações.
Aqui era literalmente Super Casa de Luxo.
O quarto rosa onde eu iria dormir era muito lindo. Eu amaria ter um quarto daquele, tirando alguns detalhes é claro...
Ele tinha as paredes pintadas num rosa clarinho e o chão era um carpete rosa bem escuro, quase roxo. Tinha uma ENORME cama, quando eu digo enorme quero dizer que a cama era maior que duas king size juntas, redonda com lençóis de seda rosa Pink, cortinas feitas de miçangas rodeando toda a cama, estilo aquelas antigas camas com véu, no meio do quarto um pequeno palco para pole dance, uma TV enorme onde só tinha canais “+18”, Espelhos no teto e em uma das paredes.
O quarto laranja era bem parecido, a diferença era somente a cama, que e vez de uma gigante redonda, eram duas king size também rodeadas por cortinas de miçanga.
A sala parecia a de uma casa normal. Com um sofá, algumas poltronas, uma TV, que só passava +18 também, e uma mesinha com cadeiras. A cozinha era um pouco estranha. Tinha uma geladeira cheia de bebidas, um fogão pequeno, algumas bancadas e armários, e uma enorme mesa com pés de metal que pareciam aguentar muito peso. A parte da “utilidade” da mesa eu preferi ignorar, se é que me entende.
A área de recreações era bem legal. Tinha uma piscina aquecida em forma de coração, algumas cadeiras de descanso e uma sauna.
Pareceu-me um pouco justo Carlisle pagar quase 500 dólares por esse lugar.
_ E agora o que faremos? _ Perguntou Rose se jogando na cama
_ Eu não sei vocês, mas vou chamar Edgatinho pra tomar banho de piscina comigo! _ Tanya respondeu já pegando um micro biquíni na mala e uma toalha
A cara de Rose era de quem ia matar alguém e fazer churrasco com o corpo.
_ Alice? _ A voz de Jake chamou do lado de fora
A anã saltitante abriu um enorme sorriso e saltitou até a porta.
_ Oi, Jake _ Ela respondeu
Ele nos olhou e juro que vi as bochechas morenas dele corarem
_ Er... Eu vim aqui pra... Er... Chamar-te pra... _ Ele gaguejou
_ Claro, vamos! _ Alice empurrou ele e bateu a porta
_ É impressão minha ou tem coisa ai? _ Olhei pra Rose
_ Acho que tem _ Ela sorriu
Ri alto. Logo a baranga da Tanya saiu do banheiro rebolando aqueles quadris horríveis!
_ Tchau queridas! _ Ela acenou e saiu do quarto
_ Que ódio! _ Rose berrou e jogou um dos pesados e grandes travesseiros na porta
_ Calma Rose! _ Falei
Ela olhou pra mim e riu. Céus, agora ela parecia uma psicopata!

Emmett Pov

Eu estava agora mesmo subindo pra área de recreações. Meu pai e minha futura sogra tinham saído, eles foram ao supermercado comprar alguma coisa para não morrermos de fome nesse maldito motel! Se bem que não seria um maldito motel se eu tivesse um quarto só para mim e para a Bellinha e... FOCO EMMETT!
Chegando á área perto da piscina eu vi Tanya sentada no colo do tigrão, no maior amasso.
_ Pô, o casal de tigres não tinha outro lugar para acasalar não? _ perguntei
_ Emmett? _ Tanya saiu do colo do tigrão e me olhou assustada
_ Não, é o Patrick estrela! Estou procurando o Bob Esponja! _ revirei os olhos e desci as escadas
Voltei para o quarto laranja e encontrei Jazz cantando alguma musica da Madonna.
_ O que está fazendo dançando só de toalha rosa Jasper? _ perguntei assustado
_ Emmett? Eu juro que não é o que você está pensando! _ Ele me olhou
_ AHHH, eu sabia que você dava ré no kibe! _ Gritei e tirei minha câmera do bolso tirando uma foto dele
_ Sai daqui, Emmett! _ Ele gritou
Sai correndo do quarto e rindo horrores. Abri a porta do quarto rosa e encontrei Bellinha e Rose.
_ Gente, Jasper ta dançando Madonna enrolado em uma toalha rosa! _ Berrei
_ O que? _ Elas gritaram incrédulas juntas
_ Ah meu Deus! _ Rose saiu correndo do quarto rosa e foi na direção do quarto Laranja
_ Ursão você não presta! _ Bellinha riu
_ Olha eu ainda tirei foto! _ Eu me joguei ao lado dela na cama
Mostrei a Bella a foto do Jazz com cara de bravo falando e enrolado na toalha rosa, com uma touca na cabeça e uma escola de cabelos na mão.

Bella Pov
A realidade estava me atingindo. Eu tinha um primo gay!
Senti um flash me cegar.
_ Emmett! _ Gritei
Ele deu uma risada sapeca e escondeu a câmera atrás dele
_ Me dá a câmera! Me deixa ver a foto! _ gritei tentando alcançar a câmera
_ Não! _ ele respondeu rindo
Comecei a tentar pegar a câmera.

(...)

No meio daquela confusão de “me dá a câmera” acabou acontecendo uma coisa inesperada, mas muito boa!


Rose Pov

Eu e Jazz estávamos indo para o quarto rosa quando...
_ Emmett! Sai de cima da minha prima! _ Jazz gritou
Pois é, eles estavam no maior amasso! Eu nem enxergava a Bellinha, só as costas largas de Emmett que estava sobre ela e a suposta “mão boba” entre eles
_ Não enche, Jasper _ Ele respondeu
A Bellinha começou a rir, provavelmente por que ela não sabia onde enfiar a cara...
_ Emmett, considere-se morto! _ Jasper gritou
Então começou a confusão... Jazz saiu correndo atrás de Emmett quarto à fora
Olhei pra Bellinha que estava descabelada e com a roupa amassada.
_ Calma! Eu posso explicar! _ Ela fez cara de doida
_ Explicar o que? _ perguntei
_ Er... O que acabou de acontecer! _Ela respondeu
_ Ih, relaxa Bells, Jazz só fez escândalo por que ele te considera a irmã mais nova dele... E ele é extremamente ciumento! _ falei

Alice Pov

Jake veio me convidar para conhecer o Motel. Mas na verdade eu sabia que ele queria me ensinar a jogar xadrez. O problema era achar um tabuleiro de xadrez por aqui...

(...)

Depois de andar um tempinho achamos uma loja nesse lugar. Quando entramos eu quase gritei de susto. Tudo que você imaginar de “brinquedinho” e “coisas para dar mais prazer” tinha na loja. Dirigi-me um pouco receosa até a pessoa parecida com aquela que nos atendeu na recepção e perguntei
_ Tem tabuleiro de xadrez por aqui?
_ Claro que sim gracinha, fica naquelas prateleiras
Só agora percebi que aquilo era uma mulher que se vestia como macho e agia como macho.
_ Ótima idéia Alice _ Jake sorriu
Sorri de volta abobalhada enquanto ia pegar o suposto tabuleiro.
_ Vocês são um casal bem esquisito _ A vendedora falou
Meus olhos se arregalaram e eu quase deixei o pesado tabuleiro cair no chão.
_ Er... não somos um casa. Somos amigos _ Jake murmurou envergonhado
_ Sei... Já reparou como ela olha pra você _ A mulher falou pra Jacob
Dessa vez eu não só deixei o tabuleiro cair, como cai junto com ele.
_ Meu Deus, Alice! _ Jake pegou o pesado tabuleiro com uma mão só e me ajudou a levantar
_ Er... Obrigado _ agradeci
Virei minha cara vermelha para a mulher do caixa.
_ A senhora é um pouco intrometida, não? _ perguntei
_ Que nada gracinha. Mas se ele não te quiser, é só me procurar. Meu quarto é o 36 _ E no final piscou pra mim
Fiquei sem reação. Eu, Mary Alice Cullen recebendo cantada de uma mulher.
_ Alice, deixa que eu pago, me espere lá fora _ Jake falou quebrando o silencio
Balancei a cabeça positivamente e sai da loja.
Logo Jake apareceu com uma sacola na mão e com um enorme sorriso no rosto
_ Olha Jake... O que essa mulher falou não tem nada haver...
_ Calma Alice! Está tudo bem! _ Ele me cortou
Respirei fundo
_ Certo, obrigado _ sorri
_ Claro, claro. Acho que eu ia te ensinar a jogar né? _ Ele mudou de assunto
_ Ah, é! Vamos _ Falei


Bella Pov

Depois daquela confusão toda de tarde, estávamos todos no quarto laranja. Conversando.
_ Hey, eu achei um controle! _ Alice gritou exibindo o pequeno retângulo branco na mão
_ Deixa eu ver! _ Jazz pegou da mão dela
Alice sentou de novo na cadeira que estava de frente pra Jake e um tabuleiro de xadrez. Eles estavam jogando faz horas!
Na cama estavam o casal de tigres deitados, Rose e Jazz num sofá que tinha ali e eu e Emm deitados na outra cama. Jasper já tinha superado a crise de ciúmes.
Quando um botão do controle foi apertado as luzes apagaram e deram lugar as luzes coloridas que piscavam freneticamente.
_ Boate! _ Jazz falou feliz
_ Aperta outros botões Jasper _ mandei
Ele apertou outro e as camas começaram a tremer
_ Que isso? _ Tanya gritou
_ Ah, que legal! _ Emmett falou rindo
Jazz apertou outro botão e o som ligou em uma musica bem estranha.
Dj Isaac Face Down Ass Up



_ Meu Deus! _ Rose arregalou os olhos
_ Que Mara! _ Alice gritou
_ A letra da musica é a pior parte! _ O tigrão murmurou
Quando olhei direito, a anã saltitante tinha arrastado Jake para o meio do quarto e estava dançando, só que Jake nem se mexia. Logo a doida da Tanya se juntou a ela. Jake discretamente sentou de novo.
_ Desliga isso! _ Rose gritou
Jazz apertou alguns botões e a situação só piorou. A TV ligou e tava passando um filme sinistro. O nome era “cu de bêbada não tem dono”. E só de quebra ainda bateram na porta do quarto. Eu levantei pra abrir e quase fui atropelada pelos quatro Teletubbies que entraram dançando macarena.
_ Jesus! _ Jake gritou
O Teletubbies amarelo me puxou da porta e começou a dançar forró comigo. O roxo puxou Emmett e começou a sambar, o verde puxou Jake e começou a dançar alguma coisa sem nome enquanto o vermelho puxou Eduzinho e começou a dançar valsa.
Nisso a música mudou.

Three


Carlisle Pov
Voltamos do supermercado com alguns biscoitos e refrigerantes. Ouvi uma musica alta vinda do quarto laranja.
_ O que está acontecendo?_ Esme perguntou
_ Vamos ver_ Murmurei
Abri a porta do quarto e quase gritei de susto. Aquele lugar tinha se transformado em uma boate. Até aquela fumaça típica tinha ali. Sem contar a musica de batidas agitadas. E o pior era que o pessoal, juntamente com Teletubbies, estavam dançando can-can, aquela dança em que todo mundo se abraça fazendo uma fila e joga as pernas pra cima.
_ O que é isso? _ Gritei
Todos pararam de dançar e me olharam. Jasper apertou alguma coisa em um controle que tudo voltou ao normal.
_ Pai? Er... Não é nada que você esteja pensando _ Edward murmurou
_ Eu realmente não estou pensando em nada! É impossível pensar em uma conclusão para essa cena na qual encontrei vocês _ respondi
Os Teletubbies saíram correndo e se mandaram...

Bella Pov

Depois daquela super confusão de ontem, estamos finalmente na fazenda! Amanhã de tarde vamos embora. Carlisle e Esme saíram pra resolver a papelada sobre a herança, e nós ficamos aqui...
Na verdade, ficou eu, Emm, Eduzinho, Rose e Jazz. Por que Tanya estava dormindo e Alice e Jake sumiram!

Alice Pov

_ Isso Alice! _ Jake elogiou
Ah que emoção, eu aprendi a cavalgar! Jake havia me levado até o estábulo onde me mostrou todos os cavalos da fazenda e me ensinou a selar um cavalo e depois a montar. Foi a coisa mais legal que já fiz depois de compras!
Depois disso passamos um bom tempo cavalgando na fazenda toda. Jake me mostrou todos os animais que tinham aqui. Galinhas, porcos, coelhos, avestruzes, ovelhas e até vacas e bois.

Bella Pov

Logo depois Alice e Jake voltaram. E agente tava morrendo de fome, então fomos pra cozinha.
_ Ed, você é o melhor cozinheiro do mundo, faz alguma coisa pra eu comer? _ Alice pediu
_ Tá, Alice _ Ele respondeu
Alice saltitou e abraçou o tigrão.
Como não tinha muitas coisas na geladeira, Eduzinho resolveu fazer omelete...
A anã saltitante foi ajudar ele com os ovos. Até que ela pegou um e cheirou
_ Esse ovo tem cheiro de bunda de galinha _ Ela afastou o ovo rápido
_ Talvez por que é de lá que ele vem, Alice?_ Eu falei rindo
_ O que? Edward me salva! Eu não posso comer nada que derive da bunda! _ Alice colocou o ovo na bancada e fingiu ter um enfarte. Meu Deus, Alice e Jazz são totalmente iguais! Se fossem irmãos não seriam tão parecidos!
Por falar em Jasper, reparei que desde ontem ele anda meio quieto... Não faz mais tanto escândalo... O que será que está acontecendo com ele?

(...)

Depois de fazer Alice voltar ao normal, comemos os omeletes. Carlisle e Esme chegaram e então todos nós, incluindo o pessoal da fazenda, nos reunimos em volta da fogueira. Até que estava bem divertido, o pessoal contava umas histórias de terror bem sinistra, até que tudo isso foi interrompido pelo meu ursão.
_ Atenção pessoal! Tenho uma coisa muito importante para falar! _ Ele levantou
Todos ficaram em silêncio e então Emm sorriu e foi até minha tia.
_ Srtª Esme, eu Emmett Cullen, gostaria de pedir a mão da sua sobrinha em namoro. Você me concede?_ Ele perguntou
Minha boca se abriu em um “O” e meu corpo entrou em estado de choque.
Ela olhou pra mim e sorriu
_ Sim, Emmett _ minha tia respondeu
Emm veio andando até mim e se ajoelhou.
_ E você Bellinha, quem namorar comigo? _ perguntou
Minha mente gritava “sim”, e meu corpo também, mas alguma voz lá no fundo me dizia “não” “não é ele quem eu quero”. Abri a boca para responder mas o som não saia.
Juntei alguma forcinha e finalmente respondi

Notas finais do capítulo
oi :} uaishuhas ficou péssimo o capitulo, vocês gostaram?Bom, o que eu queria na verdade esclarecer é que:- Jasper é gay SIM :~~ Mas como a fic é de shipper normal vocês podem ficar tranquilos.- Não vai ter romance entre Bella e Jake, no máximo um beijo em uma cena super doida que eu ja imagineiBom, acho que é só isso que posso dizer pra não estragar as surpresas que estou preparando E então? Cadê o meu review? Trabalhei horas nesse capitulo! Espero que tenham gostado!Posso pedir uma coisinha? Recomenda a fic? E se tiver alguma fic legal me fala, eu leio sem problemas :}JACOBjs :*




(Cap. 8) Na TPM: Furacão x Tigresa

Notas do capítulo
Oi meus amores É eu sei que demorei um pouquinho, mas o capítulo ja tava pronto a um bom tempo, mas sempre que eu ia postar dava overloaded, aí eu fique P da vida e esperei uma semana Bom, dessa vez não posso mesmo garantir se o capítulo está bom e engraçado Mas garanto que é legal! Boa leitura e perdoem qualquer erro de português...

Bella Pov

_ Eu... Eu... _ murmurei sem conseguir pronunciar a palavra

_ Aceita logo, Furacão! _ Alice quicou

Olhei novamente pra Emm

_ Sim, Emmett, eu aceito _ sorri

Ele piscou duas vezes e então abriu um enorme sorriso e levantou, me abraçando e rodopiando comigo

Então começou uma estranha comemoração. Não sei de onde surgiu, mas Alice começou a jogar arroz em mim e no meu ursão

_ Socorro! _ Reclamei quando fui literalmente bombardeada por arroz, e logo em seguida começaram a tacar feijão junto. Só faltou a batata e o macarrão!PiadinhaFAIL

Depois de praticamente ter virado uma bizarra mistura de comida crua, veio a parte dos parabéns.

(...)

Hoje amanheceu estranhamente quente. Até tinha sol! Diferente de Forks.

Sai do quarto usando uma bermuda jeans que ia até o joelho, uma regata preta colada no corpo, meus cordões prateados, e minha aliança diferente, que na verdade é uma pulseira de prata grossa com um pingente onde tinha metade de um coração, e no pé, meu tênis lindo da Ecko.

_ Bom Dia! _ Eu falei pros primos do Jake que estavam na sala. Entrei na cozinha e encontrei o tigrão, Jazz e meu ursão.

_ Oi _ Eu sorri e fui dar um beijo no meu mais novo NAMORADO!

_ Ugh! Por favor, não façam isso na minha frente! _ Jazz falou

Revirei os olhos

_ Tudo bem Jazz, então da próxima vez não olhe _ Respondi

Sentei do lado do meu ursão e comecei a tomar café. Tinha deliciosas panquecas e suco de laranja natural

_ Panquecas gostosas _ murmurei

_ Foi eu quem fez _ o tigrão respondeu rindo

Engasguei na hora

_ Que panqueca horrível! _ Falei ainda engasgando

Jasper riu e Emm me ajudou a desengasgar

Então, só pra melhorar, entraram na cozinha Jake e Alice cheios de intimidade

_ Caham _ O tigrão pigarreou

Alice corou e olhou pra gente sorrindo amarelo enquanto Jake sorria envergonhado. Logo apareceu Rose, Carlisle e Esme.

_ Bom Dia, pessoal _ Esme sorriu

Todos murmuraram um bom dia de volta.

_ Muito bem, vim avisar que acabou a mordomia! Hoje vamos trabalhar um pouquinho! _ Carlisle falou

Analisei a roupa dele. Por um momento me perguntei se ele tinha encarnado Rosalie Hale... Ele usava uma calça jeans apertada, uma camisa xadrez, botas, um cinto fivelão e um chapéu de vaqueiro na cabeça. E Esme estava bem parecida.

_ Vocês assaltaram o guarda-roupa da Rose? _ Jazz perguntou

_ Jasper você é meu irmão, mas não há nada que me impeça de te mandar à merda! _ Ela respondeu

Ignorando o falatório, meu sogro continuou

_ Bells, Emm, Ed e Tanya, vocês vão lavar os tratores! Alice e Jasper, vocês vão cuidar dos coelhos. Rose e Jake, vocês vão ficar com o galinheiro. Eu e Esme vamos cuidar dos porcos.

WTF? Eu vou lavar trator? Mas nem pensar!

_ Eu não quero lavar trator_ Tanya falou

_ Nem eu_ Eu, meu ursão e o tigrão falamos juntos

Então começou uma confusão de "eu não quero fazer isso"

(...)

Bufando eu terminei de colocar os baldes no chão. Em pleno domingo, temos dois tratores para lavar!

_ Ótimo, Eu e Isabelle, ficamos com o da direita, Emmett e Tanya ficam com o da esquerda_ O tigrão falou

_ Não _ Discordamos

_ Acredite Emm, se você e Belle ficarem juntos, ninguém vai lavar nada! _ Ele respondeu

Revirei os olhos e fui pro trator que estava do lado direito, enquanto Eduzinho me seguia.

_ Certo, e o que vamos fazer agora, senhor chato? _ perguntei

_ Você vai ensaboando que eu vou buscar água para enxaguar _ Ele respondeu

_ Porra nenhuma! Eu não vou ficar aqui suando enquanto você passeia com os baldes por aí! _ gritei

_ Edward, se você irritar a Bellinha, eu te mato! _ Emmett gritou do outro lado

Eduzinho bufou e eu sorri

_ Isabelle, acredite, os baldes cheios pesam pelo menos 20 quilos, então acha mesmo que vai ter mais trabalho? _ Ele falou baixo

_ Certo, vai logo tigrão _ mandei

Ele rapidamente saiu com alguns baldes. Somente um deles estava ali com água e sabão. Peguei a esponja e molhei-a. Voltei pro trator e comecei a esfregá-lo, produzindo várias bolhas. Pouco tempo depois, uma figura sinistra entra no meu campo de visão.

Era o Pamonha, com um balde em cada mão e equilibrando um na cabeça. Meu Deus, isso tem que ser fotografado.

_ Emmett, mais uma para o mural _ Gritei

Ele automaticamente olhou para o irmão e riu. Pegou a câmera e tirou uma foto.

_ Eduzinho, você parece uma baiana com esse troço na cabeça _ gritei rindo

Ele bufou e quase perdeu o equilíbrio

_ Verdade, parece àquelas mulheres que andam no deserto carregando água na cabeça _ Emm riu alto

_ Não liga pra eles Edgatinho! Você está muito sexy assim! _ A broacuda falou

Comecei a gargalhar.

_ Edgatinho, você está muito sexy! _ Emm repetiu rindo

Do nada eu ouvi um estrondoso barulho. Eduzinho tinha caído, o balde que ele tava equilibrando tinha virado, e caído na cabeça dele, ou seja, o balde engoliu ele, só se via dos ombros pra baixo, os outros dois baldes caíram também e Eduzinho tava totalmente encharcado.

_ Isso vai virar destaque no mural! _ Emm tirou outra foto

Já não aguentando meu próprio peso eu rolei de rir no chão

_ Ah meu Deus! _ Tanya correu até ele. Só que como ela é burra, não viu a lama e caiu de cara no chão. Minha barriga doía de tanto rir e Emm mal conseguia tirar as fotos

_ AAAAAAHHHHHHHHHHHHHHH _ Tanya gritou

_ Cara, você ficou mais ridícula do que já é! _ Eu consegui levantar me apoiando no trator

_ Isso é tudo culpa sua! Sua vadia! _ Tanya veio correndo na minha direção coberta de lama e me atacou

_ Culpa minha? Cala sua boca, sua loira oxigenada! _ Devolvi os tapas

Eu e ela começamos a rolar no chão, feito duas doidas, brigando e batendo uma na outra

_ Você tem inveja, quer roubar o meu Edgatinho! _ Ela gritou enquanto tentava me bater

_ Eu com inveja de você Putanya? _ Puxei o cabelo dela

_ AHHH, Solta meus preciosos cabelos! _ Ela começou a puxar meu cabelo

_ Não solto! _ Gritei Ao mesmo tempo em que eu puxei o cabelo dela com muita força, eu consegui empurrar ela para longe

_ MEU DEUS! _ Eu, Eduzinho e meu Ursão gritamos ao mesmo tempo

_ AAAAAAAAAAAAHHHHHHHHH _ Tanya gritou

Olhei pra peruca loira suja de lama na minha mão e voltei a olhar pra Putanya. Ela tinha um curto cabelo preto, que por sinal era muito ruim! Pior do que cabelo de pico!

_ Me devolve isso! _ Ela gritou

Levantei e comecei a correr com ela me seguindo, Emm atrás tirando foto e Eduzinho tentando nos alcançar. Corri direto pro galinheiro. Rosalie ia adorar isso! Abri a porta do gigante galinheiro e me deparei com várias galinhas soltas e Rose e Jake tentando botar ordem no lugar.

_ Rosalie, olha só o que eu peguei! _ Gritei pra ela

Ela me encarou assustada e de repente sorriu vendo o que eu tinha em mãos

_ Ela usa peruca! _ Rose gritou

_ Me devolve! _ Tanya gritou

Cheguei ao fim do galinheiro e Putanya se aproximava, pensei mais rápido do que imaginava

_ Pega, Rose! _ Arremessei a peruca com força pra ela

Rose pegou no ar e correu para fora do galinheiro. Fomos todos correndo pra fora seguindo a confusão, enquanto eu e Rose jogávamos a peruca uma para outra e Emm ia fotografando. Eduzinho tentava parar a confusão, mas era ignorado.

_ PEGA AQUELE COELHO! _ Um vulto branco passou por nós e logo em seguida passou Jazz e Alice atrás.

Então só pra melhorar, o coelho começou a correr entre nós, atropelou Eduzinho que foi de cara na lama, deu um perdido na Alice e passou no meio das pernas do Jazz. Nem percebi o quanto tínhamos corrido, até que chegamos às cercas do chiqueiro. Carlisle e Esme estavam ali cuidando dos porcos quando nos viram

_ Sogrinho, pega a peruca! _ Joguei pra ele

Ele pegou a peruca e analisou

_ Me dá! É minha! _ Tanya avançou no meu sogro e bateu nele com tanta força que vôo Putanya, Carlisle, Peruca, Esme e porcos pra lama.

_ Tira foto disso, Ursão! _ Mandei

_ PEGA O COELHO! _ Jazz apareceu correndo atrás daquela veloz bolinha branca

_ Eu pego! Eu pego! _ Alice disse vendo o coelho vindo na direção dela

E não é que o bichinho passou no meio das pernas dela e a anã deu uma cambalhota caindo no chão? E logo atrás dela veio o tigrão, que atropelou a própria irmã e foi de novo com a cara na lama. Emm fotografou tudo e eu me apoiei rindo nele.

_ Bellinha, eu te amo! _ Ele falou rindo e passou a mão pela minha cintura e me deu um beijo daqueles ali mesmo

_ Eu vou te matar, Vadisabella! _ Meu momento perfeito foi interrompido pela ex-loira de peruca

Ela pulou em cima de mim, e lá fomos nós rolando pelo chão, ela puxando meu cabelo - eu desisti de puxar o que restou do pico dela - então puxei suas orelhas.

_ Separa elas! _ Esme gritou

Emm me tirou de cima da Putanya e me segurou com força, mas sem deixar de tirar uma casquinha, pressionando meu corpo com mais força do que necessário no corpo dele, e Tanya foi segurada por Jazz. Logo Eduzinho entrou na frente dela pra tentar acalmá-la

_ Me solta ursão, eu vou acabar com essa cabelo de pico! _ tentei me soltar do aperto, mas não consegui

_ Sua idiota! Eu te odeio! Não sei como a songa da tua mãe não abortou você! _ Ela gritou

Meu ódio aumentou, e com uma força sinistra eu me soltei do aperto de aço do meu ursão e avancei na direção de Tanya. Minhas mãos curvadas pra frente, expondo minhas grandes unhas prontas para serem cravadas naquele rosto de Puta que ele tinha

_ Segura ela! _ Emmett gritou

Na hora que estendi o braço pra arranhar ela, passou de raspão e alguém me segurou

_ PARA COM ISSO ISABELLE! _ Eduzinho gritou

Ele me apertava com força pela cintura, mas eu estava tomada de um ódio tão grande que nem me preocupei com o fato dele estar me tocando

_ Sai de perto do meu namorado, Vadisabella! _ Ela gritou

_ Cala sua boca, Putanya! _ Apoiei meu peso em Eduzinho e levantei minhas pernas pra chutar aquele animal que usava peruca

_ AHHHH _ Ela gritou quando acertei sua barriga

Jazz virou e carregou ela para longe

_ Me solta Edward! _ Gritei deixando minha raiva virar lágrima

Nem me preocupei em chamá-lo com apelidos irritantes

_ Não, você vai correr atrás dela _ Ele falou apertando mais seus braços ao meu redor

_ Não vou! _ Parei de tentar fugir

_ Tem certeza? _ Ele afrouxou o aperto

_ Tenho! _ Gritei Ele me soltou e eu cai de joelhos no chão

_ Bellinha! _ Os braços fortes e familiares de Emm me abraçaram

_ Me tira daqui! _ Pedi chorando ainda

Pois é, eu na verdade estava chorando de exaustão, nunca ficar com ódio e cair na pancada me sugou tanta energia.

Ele me pegou carinhosamente no colo e começou a andar comigo na direção da casa

_ Espera, Emmett, eu vou junto! _ Alice levantou

_ Não precisa, mana _ Ele respondeu

_ Precisa sim. Afinal, eu dou um bom banho nela _ Alice começou a andar ao nosso lado

_ Mas Alice... _ Emm murmurou

_ Tudo bem ursão, ela pode vir _ Eu falei entre soluços

Entramos na casa e subimos pro meu quarto. Emm me colocou em uma cadeira de plástico que havia no simples quarto, e colocou minhas mexas de cabelo atrás da orelha

_ Eu vou preparar um banho para ela na banheira _ Alice saiu do quarto

_ Hey, você está bem? _ Emm sussurrou pra mim

Assenti secando as lágrimas

_ Porque está chorando? _ Ele se ajoelhou para ficar na minha altura

_ Eu não sei, acho que estou cansada, e um pouco sensível também, e sei lá, mas acho que algumas coisas que a Tanya disse me afetaram _ Respondi voltando a soluçar e derramar lágrimas

_ Shhh, o que ela disse? _ Ele secou minhas lágrimas

_ Eu não sei. Não consegui descobrir o que me deixou tão mal assim, mas talvez tenha haver com o modo do qual ela se referiu a minha mãe e a mim _ Falei

Ele sorriu carinhosamente para mim e beijou de leve meus lábios

_ Sabe Emm, uma vez me disseram que você era idiota e que não tinha cérebro _ Me lembrei do que Jazz falou depois de correr atrás do meu Ursão lá no motel

Ele riu com o rosto ainda próximo ao meu

_ Eu acho que eu só me finjo de idiota, mas na verdade eu sou um gênio _ Ele murmurou

_ Eu ainda vou surtar com essa sua idéia de fingir _ Sorri contra os lábios dele

_ Eu adoraria ver você surtar novamente _ O sorriso malicioso dele fez meu corpo se arrepiar

_ Por quê? _ Eu perguntei sorrindo mais ainda

_ Você não faz idéia do quão linda fica quando surta! _ Ele acabou com a mínima distancia entre nós e de novo grudou sua boca na minha

Experimentei fazer o contorno de seus lábios macios com a ponta da minha língua, e logo em seguida a dele adentrou minha boca, explorando cada canto e nossas línguas começaram uma dança meio confusa, mas mesmo assim muito boa. Minhas mãos fizeram o caminho até seus cabelos e eu acariciei sua cabeça enquanto ele segurava minha cintura com força

_ Caham _ Alguém pigarreou estragando a química do momento

Afastei-me bruscamente do meu ursão e quase morri quando vi minha tia parada na porta, ainda suja de lama do chiqueiro

_ Desculpe interromper o momento Romeu e Julieta, mas a Alice está te esperando Bells, e acho que depois temos uma conversinha pra tratar, né? _ Ela sorriu docemente pra mim

_ Claro tia, eu já estou indo _ Sorri de volta

_ Ok. _ Ela fechou a porta e saiu

_ Bom, eu vou tomar banho _ Levantamos juntos

_ Acho que também vou _ Ele sorriu

Fomos caminhando e cheguei à porta do banheiro onde Alice me esperava

_ Bom, até daqui a pouco, então _ Eu falei e me virei

_ É. Ah... Só mais uma coisa! _ Ele falou

Virei-me pra Emm

_ O que? _ perguntei

Ele não respondeu somente me puxou pela cintura e me deu outro daqueles sufocantes beijos e carinhosamente se afastou

_ Tchau, minha furacão! _ Ele sorriu e foi andando pelo corredor

_ Você não presta, Ursão _ Repeti a mesma frase que usei naquele inferno chamado Motel Teletubbies

Entrei no banheiro e vi Alice sentada me esperando

_ Hey, Bellinha _ Ela sorriu pra mim

_ Oi _ Sorri de volta

_ Bom, vá tirando a roupa e entre na banheira. A água está em uma ótima temperatura e eu coloquei os sais de banho mais cheirosos que eu trouxe, e depois eu vou escovar suas costas pra tirar esses vestígios de lama de você _ Ela falou

Revirei os olhos.

_ Pode pelo menos virar para o outro lado enquanto eu tiro a roupa. Eu sei que você não gosta de mulher, mas eu não gosto de tirar a roupa na frente de ninguém _ Pedi

Ela bufou e virou para a parede

_ Aposto que se fosse o Emm você não se importaria _ Ela murmurou brincando

Estreitei os olhos

_ É, se fosse ele eu realmente não me importaria _ Ok, eu literalmente blefei!

Ela riu. Terminei de tirar minhas roupas sujas de lama e entrei na banheira. Realmente a água estava uma delícia

_ Pronto Alice, já pode virar! _ Falei

_ Ok! _ Ela veio até perto da banheira com coisas de banho na mão.

_ Apenas feche os olhos e relaxe, Bells. Eu cuido de você _ Ela falou

_ Tudo bem _ Murmurei Enquanto eu relaxava com a água quente e perfumada, Alice estava lavando meu cabelo e enxaguava-o com a duchinha que tinha ali. Depois ela me empurrou um pouco para frente e esfregou minhas costas. Doeu! E muito! Mas iria valer à pena...

_ Pronto Bella. Você pode ficar mais um pouco na banheira enquanto passa sabonete no corpo, eu vou lá fora pegar uma roupa para você _ Alice saiu do banheiro

Fiz o que ela disse. Passei o sabonete no meu corpo, e depois sai da banheira. Enrolando uma toalha no cabelo e me secando com a outra e depois enrolando meu corpo nela. Logo em seguida, a anãzinha voltou com meu confortável moletom, afinal, a noite estava caindo e isso significa que estava esfriando.

_ Eu não achei roupa melhor naquela bagunça então trouxe esse moletom, que apesar de horrível, vai fazer você se sentir melhor

_ Ela me entregou ele com minhas roupas intimas limpas e mais algumas coisas.

_ Eu prefiro o moletom _ murmurei

Ela assentiu e saiu do banheiro novamente. Vesti as peças intimas, e então a calça preta do moletom, que tinha uma camada gostosa de lã por dentro, uma camiseta colada branca de algodão, e o casaco do moletom, que era preto cheio de desenhos bonitinhos.

Calcei um confortável tênis branco e penteei meu cabelo. Sai do banheiro levando minhas roupas para o quarto e depois desci pra cozinha. Tanya estava saindo de lá, também usando um moletom e de banho tomado. Ela nem se quer olhou pra mim. Encontrei Alice, Emm e Eduzinho na cozinha.

_ E ai, Furacão? _ Alice sorriu pra mim

_ Oi, Anã _ Sorri de volta

_ Hey, não me chama assim! _ Ela franziu as sobrancelhas

_ Desculpa, gigante _ Respondi me sentando bem perto de Emm e me encostando nele

Ela fez língua pra mim. Então encarei Eduzinho.

_ Está com raiva de mim por que bati na sua namoradinha? _ perguntei em tom de deboche

_ Na verdade estou só um pouco incomodado, mas não com raiva _ Ele respondeu

_ Por quê? _ Eu e minha curiosidade

_ Deu trabalho dar banho nela, ela queria me agarrar _ Ele falou num tom entediado

_ Você deu banho nela? Mas, você ia ver ela... _ Comecei a falar com olhos arregalados quando ele e Alice me encararam

_ Bellinha, alguns minutos atrás no banheiro você me disse que não se importaria de tirar a roupa na frente do Emm. Acho que Tanya pensa a mesma coisa sobre Edward _ Alice falou

_ Hey, eu ouvi isso. E gostei da idéia _ Emm passou um braço a minha volta Eduzinho me encarou prendendo o riso

_ Alicinha, eu estava meio que blefando, entende? _ Falei com raiva

_ Ainda assim, eu gosto da idéia! _ Meu ursão murmurou

Corei e Alice riu

_ Desculpa cunhadinha, eu não percebi que estava blefando _ Ela sorriu inocente

Revirei os olhos

_ Hey, Bellinha, quer chocolate quente? _ Emm perguntou

Olhei para ele

_ Claro _ sorri

Ele sorriu de volta e levantou. Pegou algumas coisas e começou a fazer o chocolate quente para mim. Não sei por que, mas aquilo me emocionou. Tive que segurar as lágrimas. Ele era tão bom pra mim, eu realmente não o merecia. Reprimi alguns soluços e olhei pra toalha quadriculada da mesa de madeira. Eu andava muito sensível, acho que estou na TPM...

Logo meu Ursão voltou com uma grande caneca branca, de onde saía fumaça e me entregou sorridente. Eu a peguei e devagar fui bebendo enquanto Emm se acomodava ao meu lado novamente

_ Vocês são tão perfeitos _ Alice murmurou do nada Eduzinho revirou os olhos e saiu bufando da cozinha

_ O que ele tem além de falta de cérebro? _ perguntei

_ Não sei, às vezes penso que Edward tem ciúmes de vocês _ Alice respondeu

_ Ciúmes? _ Eu e Emm perguntamos ao mesmo tempo

_ É, tipo, eu acho que ele realmente queria ter um romance como o de vocês. Ele queria amar Tanya de verdade, e não somente fingir que está feliz _ Ela concluiu

_ Achei que ele amasse ela _ Meu ursão murmurou

_ Há muito tempo ele não ama ela. É um dos casos, que em brutas palavras, você define como só sexo. Mas a burra da Tanya não enxerga isso _ Alice falou baixo evitando que ouvissem nossa conversa

Assenti absorvendo o que ela disse. O tigrão já tinha comentado comigo que não amava ela, mas eu realmente não sabia que era assim...

_ Já estão prontos? Nós vamos embora daqui a pouco _ Carlisle apareceu na porta da cozinha

Eu já havia arrumado minhas malas

_ Ah, eu tenho que guardar algumas coisas _ Emm falou

_ Então vai logo _ Meu sogro saiu

_ Eu já volto _ Emm levantou

_ Certo, mas não demore _ Eu sorri

Ele me deu um selinho e saiu da cozinha

Olhei para Alice que estava sorrindo

_ Então Alice, e Jake? _ perguntei baixinho

Ela pulou de susto

_ O que tem ele? _ Ela me olhou assustada ficando vermelha

_ Vamos Lice, eu sei que está interessada _ Murmurei

_ Ah diabos, está tão na cara assim? _ Ela perguntou bufando

_ Na verdade não. Mas eu também notei certo interesse da parte dele

_ Sério? Você acha que ele gosta de mim? _ Ela começou a quicar na cadeira

_ Talvez, é que ele te olha meio que... Com desejo _ Eu sorri

_ OMG! Ai meu santo Teletubbies _ Ela quicava mais ainda

_ Por favor, não toque no assunto Teletubbies de novo! _ pedi

_ Ok! Ah, eu preciso achar meu nerd! _ Ela levantou e saiu da cozinha

Terminei de beber meu chocolate quente e coloquei a caneca na pia e fui para o meu quarto.

(...)

Dessa vez, eu voltei na Mercedes com Carlisle, Esme e Rose. No porsche foi Alice, Jake e Jasper. No Jeep foi Emm, Eduzinho e Putanya.

Esme havia passado um sermão em Tanya ainda lá na fazenda e agora acabava de passar um em mim sobre como é importante não agredir os outros, e manter a paz, blá blá blá!

Quando passamos em frente ao motel Teletubbies eu até me benzi. Espero nunca mais ter que voltar nesse muquifo!

Finalmente chegamos em casa. Já era quase 23h e eu estava morrendo de cansaço. Quando entrei no meu quarto me joguei na cama sem ao menos trocar de roupa.

(...)

Levantei da cama bufando, era hora de ir para a escola e eu não havia conseguido dormir nem por um minuto!

Tomei um banho. Hoje eu precisava me sentir poderosa! Vesti uma calça jeans Skinner cinza bem colada no corpo, que destacava minhas curvas. Uma blusa branca colada no corpo, meu casaco preto de couro curtinho que ia na altura do busto, cheio de tachinhas prateadas.

Uma bota cano longo por cima da calça com um salto bem alto. No banheiro eu passei uma maquiagem que realçasse meus olhos e batom num provocante tom vermelho. Passei meu mais cheiroso perfume e arrumei meu cabelo de modo que caísse em delicadas ondas.

Claro, minhas olheiras de uma péssima noite estavam escondidas pelo corretivo e um pouco de base. Passei em frente ao espelho e peguei meu Ray ban.

Desci as escadas de forma irritada e adentrei a cozinha

_ Wow, o que é essa super produção? _ Jazz perguntou

_ Estou na TPM. Preciso me sentir bem! _ Respondi sentando na cadeira e me servindo com cereal

_ Bom Dia _ Rose entrou na cozinha

Só de olhar a roupa dela eu quase engasguei. Senti-me mais linda ainda, até se eu tivesse vestindo um saco de batatas eu me sentiria poderosa perto da Rose.

Hoje a roupa era incrivelmente horrível! Era um vestido amarelo de bolinhas branca, com o sinto fivelão na cintura, botas brancas, cabelo dividido em duas tranças com o chapéu de vaqueira branco também.

Revirei os olhos e terminei de comer meu ceral. Rose rapidamente comeu então fomos pra escola. Quando fomos andando para nossa habitual mesa, os Cullen já estavam lá.

Alice abriu a boca chocada quando me olhou, Eduzinho apenas olhava para o outro lado, e então lentamente Emm se virou. Meu ursão me olhou de cima à baixo e me lançou um sorriso malicioso. Devolvi o sorriso e milhões de imagens não tão decentes passaram pela minha cabeça.

_ Bellinha, você está ARRASANDO! _ Alice disse assim que chegamos à mesa

Emm levantou sorrindo ainda, eu quase ficava na mesma altura dele com saltos.

_ Obrigado Alice. Eu realmente precisava me arrumar um pouco _ respondi

Jazz e Rose sentaram na mesa e eu finalmente olhei para o meu ursão. Ele também estava lindo, com uma calça jeans escura e um casaco grande e branco de moletom

_ Oi _ murmurei pra ele

_ Bellinha, você simplesmente se superou hoje _ Ele se aproximou de mim

Sorri maliciosa. Ok, eu na TPM não era muito normal

Passei meus braços em volta de seu pescoço e beijei-o de uma forma não tão comportada para um local público. Uma de minhas mãos desceu para seu peito largo e eu a deixei ali.

_ Eu... Acho que tem muita gente olhando... _ Rose falou rindo

_ Provavelmente boa parte da massa feminina da escola odeia a Bellinha agora _ Alice comentou rindo

Eu ri também. Abracei meu ursão e olhei em volta lançando olhares fulminantes para as barangas que me encaravam com inveja

O sinal bateu e eu fui pra primeira aula, com Emm ao meu lado, me abraçando pela cintura. Quando entramos na sala todos lançaram olhares curiosos para mim. Apenas sorri e me sentei

Tanya Pov

Mal conseguia prestar atenção nas minhas aulas. Só pensava em uma forma de me vingar da Vadisabella!

Ela é muito ousada! Por culpa dela tive que arrumar uma nova peruca. E isso não tem graça! Só por que não consigo dar um jeito no meu verdadeiro cabelo! Não há NADA que me impeça de usar peruca

_ Srtª Denali? _ A voz do professor interrompeu minha tagarelice mental

_ Eu? _ respondi

_ Estou esperando sua resposta para a pergunta que está no quadro _ ele falou

Olhei para pergunta. Eu lembro vagamente que no inicio da aula ele disse que ia revisar o conteúdo de geografia que aprendemos desde a 5ª série. A pergunta era "O que deu inicio a 2ª Guerra Mundial"

_ Er... A morte de Napoleão Bonaparte? _ Respondi meio confusa

Os alunos caíram na gargalhada

_ Esta tirando alguma com a minha cara mocinha? _ O professor ajeitou os óculos

_ Não senhor _ Falei

_ Por favor, Srtª Denali, se retire da sala _ Ele apontou pra porta

Arregalei os olhos, mas sai. Seria mais fácil pensar em um plano fora desse inferno de sala

Bella Pov

Entrei na biblioteca para cumprir minha detenção, disposta a espancar Eduzinho se ele dissesse alguma coisa...

_ Oi, Belle _ Ele falou

_ Vai à merda _ murmurei mal-humorada

Sim, eu realmente estava irritada! Matei minha quarta aula para ficar no banheiro comendo chocolate, e agora estou cheia de ódio!

_ Também te desejo um bom dia _ ele respondeu

Revirei os olhos

_ Olha eu realmente não quero ter que fazer trabalho nenhum. Se você quiser fazer, eu não me importo, e pode dizer ao diretor que eu me recuso a fazer alguma coisa _ eu disse

_ Por mim tudo bem, eu realmente odeio fazer trabalho. E acho que o diretor nem lembra mais da nossa detenção _ Ele respondeu

_ Quer jogar cartas? _ perguntei do nada

Ele me olhou com uma sobrancelha arqueada e depois sorriu

_ Claro _ respondeu

Jogar cartas me acalmava. Sim, bem estranho isso. Peguei o jogo de baralho que por incrível que pareça eu havia colocado na minha bolsa.

_ O que vamos jogar? _ Ele pegou as cartas da caixinha e começou a embaralhar

_ Sabe jogar buraco? _ Perguntei

_ Sei _ ele continuava a embaralhar

_ Então vamos jogar _ Falei Ele assentiu e começou a dar as cartas e preparar o jogo.

Até que foi bem relaxante jogar com o tigrão. Então o sinal bateu e guardamos o baralho. Saímos dali, e do nada um sorriso se formou no meu rosto. Chegamos ao estacionamento e estavam todos perto do Volvo.

_ Hey, o que acham de darmos uma voltinha em Seattle hoje de noite? E quem sabe ir à uma balada? _ Perguntei

_ Parece legal _ Alice saltitou

_ Por mim tudo bem _ Rose sorriu

_ É, pode ser legal _ Jazz murmurou

_ Se Bellinha quiser, eu vou _ Ursão sorriu pra mim

Sorri de volta e joguei um beijo para ele

_ É, vai ser legal _ Eduzinho concordou

_ Vamos então? _ Rose sacudiu a chave do BMW

_ Ah, Jazz, tenta ajudar a Rose a se vestir _ Eu pedi

_ Como assim? Você não vai com agente? _ Ele me olhou

_ Eu quero passar à tarde com Emm, se ele não se importar _ Eu falei

Olhei para o meu ursão com olhos de "se você disser que não, nunca mais olhe na minha cara"

_ Claro que não me importo _ ele respondeu

_ Tudo bem então... _ Rose e Jazz sorriram pra mim e foram pro BMW

_ Ah, Bellinha, e como você vai se vestir? _ Alice me olhou

_ Acho que você já sabe né Alice? _ Olhei para ela

_ É, já entendi! _ Ela sorriu e quicou até o carro

Entramos todos no carro e fomos para a mansão Cullen. Paramos na garagem e subimos as escadas.

_ Eu vou descansar um pouco _ Eduzinho foi para o quarto dele

_ Eu vou preparar nossas roupas _ Alice saltitou escada acima

_ O que quer fazer, Bellinha? _ Emm me perguntou sorridente

_ Podemos ir à padaria? _ Pedi. Ele me olhou um pouco confuso depois sorriu

_ Tudo bem _ Respondeu

Descemos para a garagem novamente e entramos no Jeep. Fomos até a padaria mais próxima, onde entrei.

Dentro da padaria eu fui até um freezer de sorvete e peguei um grande porte de napolitano. Depois alguns pacotes de biscoito recheado de chocolate e algumas guloseimas. Entrei na fila e paguei tudo com meu cartão, logo em seguida chaga Emm com cara de distraído com vários pacotes na mão com coisas pra comer. Então ele me olhou e viu minhas sacolas

_ Bellinha, por que você não me esperou? Ai eu pagava tudo de vez _ Ele falou

_ Ursão, não é só por que sou sua namorada que você tem que pagar minhas contas _ Sorri docemente no final

Ele riu balançando a cabeça negativamente. Voltamos para casa e fomos direto pra cozinha. Peguei meu pote de sorvete, uma colher grande, um saco de biscoito um enorme copo de coca. Emm pegou alguns chips e também bastante refrigerante. Sentamos no confortável sofá da sala e ligamos a enorme TV.

_ Bells, você vai comer tudo isso? _ Emm olhou para as coisas que eu peguei

_ Vou, por quê? _ Olhei para ele com cara de inocente

_ Sei lá, mas qualquer garota da sua idade iria surtar pela quantidade de calorias que isso tudo tem _ Ele riu

_ Foda-se as calorias _ Falei seca dando minha primeira colherada no sorvete

_ Isso é bom! Não gosto de garotas frescas! _ Ele sorriu e começou a comer também

Alice Pov

Tinha acabado de separar as roupas para irmos a Seattle. Daqui do closet eu ouvia alguns gritos.

Curiosa eu desci para sala e me assustei com a cena. A Furacão e Emm estavam assistindo futebol americano, gritando e torcendo. Tinha um enorme pote do sorvete com uma colher gigante que eles estavam dividindo, copos de refrigerante pela metade, biscoito, chips e guloseimas para todo lado e muita gritaria...

Eu ia perguntar o que era aquilo, mas a campainha tocou. Fui até a porta e abri. Dei de cara com Tanya. Segurei o riso pra não deixar ela sem graça. Hoje ela estava com uma peruca ruiva e lisa. Totalmente capenga!

_ Oi _ Sorri animada

_ Oi, querida _ Ela me deu aqueles nojentos beijinhos, um de cada lado da bochecha e entrou

_ Quem chegou Alice? _ Emm gritou da sala

_ Eu! _ Tanya gritou

_ Está com ou sem peruca? _ A voz da Furacão ecôo em tom debochado

Tanya arregalou os olhos e bufou

_ Ed está no quarto dele _ Falei antes que ela perguntasse

_ Eu vou lá _ Ela sorriu e subiu as escadas

Fui para o meu quarto, onde deitei na cama. Ainda podia ouvir a gritaria vinda lá de baixo, algo parecido como "Juiz ladrão, porrada é solução". Revirei os olhos e tentei relaxar um pouco.

Bella Pov

Joguei mais chips na televisão

_ Olha lá, Bellinha! _ Emm gritou

Um dos jogadores do Houston estava quase marcando um Touchdown.

_ AÊ _ Gritamos e começamos a pular. O jogo tinha acabado e aquele último Touchdown garantiu a vitória dos Houston

_ Qual o motivo de tanta felicidade e bagunça? _ Meu Sogro perguntou

Que susto! De onde ele surgiu?

_ Pai, achei que estivesse trabalhando... _ Emm falou parando de pular

_ Consegui sair mais cedo. Hoje vou jantar com Esme em Port Angeles _ Respondeu

_ Que legal _ Eu falei

_ Papi! _ A anã saltou e abraçou-o. Achei que ela tivesse subido...

_ Oi Alice _ Ele colocou ela no chão. TENSO

_ Pai, hoje vamos todos a Seattle _ Alice falou

_ Tudo bem, mas antes de saírem quero falar com vocês! _ Carlisle olhou pra gente

_ Ok _ respondi

_ E arrume essa bagunça _ Ele apontou para comilança no sofá. Sorri amarelo

(...)

Alice Pov

Com Exceção de Rose, todos estavam lindos! Inclusive o meu nerd que não escapa hoje! Ed Tigrão ficou encarregado de cuidar da gente. Ou seja, ele é o responsável hoje da noite. Paramos nosso carro perto da praça movimentada. Sim, conseguimos espremer todo mundo no Audi do Jazz.

_ Muito bem, vamos procurar e entrar na primeira balada que tiver _ Jazz falou

_ Vão na frente, eu estou com muita fome. Vou procurar alguma coisa pra comer _ Bellinha falou

_ Eu fico com você, Bells _ Emm foi para o lado dela

_ OK, então agente se encontra depois _ Eu sorri

Eles viraram e foram para o outro lado

Bella Pov

Não tinha absolutamente nada que prestasse para comer! Os restaurantes estavam fechados por que era segunda feira, tinha algumas lojas abertas, o shopping ficava longe, e a única coisa que sobrava era uma barraquinha de lanches que mais parecia uma carroça...

_ Acho que só tem aquilo _ Emm murmurou

_ Então vamos _ Comecei a andar na fila

Chegando lá eu cheguei perto da mulher que estava preparando alguma coisa

_ Da para fazer um cachorro quente? _ Pedi vendo que era isso que ela fazia

_ Entra na fila _ Ela respondeu seca

Respirei fundo e falei pra mim mesma “Não pule o balcão e estrangule a mulher”

Fui para o fim da fila onde me encostei em Emm. A mulher que fazia cachorro quente era muito lerda! Mas de repente, eu avistei o que parecia ser a salvação, dentro daquela mesma carroça, tinha uma enorme chapa, onde estava fritando dois hambúrgueres. Seria melhor comer um hambúrguer do que um cachorro quente.

_ Esquece o cachorro quente, eu prefiro comer um hambúrguer moça _ falei

Ela nem me olhou. Virei-me pra mulher que estava fritando os negócios na chapa.

_ Moça, coloca o meu hambúrguer na chapa logo para poder adiantar _ pedi

_ Não. Quando chegar sua vez eu coloco _ ela respondeu com cara de nojenta Juro, meu sangue ferveu!

_ Então você enfia esses hambúrgueres no cu! _ Gritei

Emm deu um pulo de susto e eu comecei a sair dali em passos fortes

_ Bells, você a mandou enfiar no cu? _ ele perguntou

_ Mandei sim. Por quê? _ Gritei

_ Nada _ Ele murmurou

_ Acho bom! E vou denunciar essa carrocinha de cachorro que caga hambúrguer! Tomara que vá a falência!

_ Gritei

Seattle inteira me olhava assustada

_ Vão bora, Emm. Liga pra Alice e pergunta onde é a boate _ Mandei ainda gritando

_ Sim senhora _ Ele respondeu malicioso

Revirei os olhos. Não sei de onde Emmett tirou a idéia de que eu fico linda surtando

(...)

Isso com certeza era Rave! De cara quando entrei tava tocando Psy... No canto mais afastado da muvuca, estavam Jake, Edward e Rose calados com copos de suco na mesa...

_ Cadê o resto? _ Perguntei me sentando

_ Alice e Tanya estão dançando. Jasper sumiu _ Rose respondeu

_ Vamos dançar, Bellinha?_ Emm chamou

_ É vamos. Assim eu fico mais calma! _ Levantamos e fomos dançar

Edward Pov

Rosalie e Jake foram comprar mais suco. Sim, agente estava bebendo suco, eu por que sou o responsável da noite, Rose e Jake por que são cafonas e caipiras!

Quando de repente começou uma gritaria fora do normal

_ Edward, me ajuda! Tanya e Bella tão brigando de novo! Emm foi atrás pra tentar separar a briga! _ Alice apareceu no meio da multidão

_ De novo não! _ Levantei

Bella Pov

_ Eu te odeio, sua biscate! _ Gritei batendo na Tanya

Eu não sei de onde eu tirei tanta força!

_ Bellinha, não! _ Alice gritou

_ Me deixa! Hoje eu acabo com essa idiota! _ Gritei

Ela me empurrou e pegou uma garrafa de vidro que tinha ali

_ Parte pra cima! Não tenho medo de Puta! _ Falei

_ AAHHH _ Ela gritou e veio na minha direção com a garrafa levantada

_ Tanya, não! _ Emmett gritou

Quando ela ia me acertar eu sai da frente e a garrafa quebrou na cabeça do Dj. Ele caiu desmaiado

_ Ah meu deus! Emmett, fica no lugar dele! Não deixa ninguém perceber! _ Alice gritou

Eu e Tanya continuamos a brigar

Rose Pov

Arregalei os olhos quando vi Emmett assumir o lugar do DJ e garrafas voando atrás dele. Então a coisa que aconteceu a seguir foi chocante!

_ AHHHHHHHHHH _ O grito de Tanya ecôo quando Emmett parou a musica

Notas finais do capítulo
Espero que tenham gostado :B E o que aconteceu com a Tanya? muhahah Duvido que alguém vai acertar :} Só se esse alguém souber ver o futuro, pq o que aconteceu com a putanya é beeem tenso Mas quem é AntiTanya vai gostar do resultado! -qq Será que é pedir muito que vocês recomendem a fic? Por favorr! Eu retribuo a recomendação e agente ainda ganha N¢ E então? Cadê o meu review? *u* Ah, e pessoal que recomendou fics pra mim ler, eu vou ler sim, quando eu voltar de viagem vou direto ler, é que eu andava meio ocupada escrevendo capítulo e organizando fics que vou lançar futuramente Bjs :* E não esquece do review!




(Cap. 9) Vingança da Putanya

Notas do capítulo
Me perdoem pela demora xD A criatividade faltou e ainda está em falta, por isso o capitulo ficou uma boosta sem graça Ah, e aposto que o nome assustou todo mundo né? Pois bem, esse capitulo é péssimo pra quem gostou da Bella e do Emm juntos xD Mas só assim que posso começar a juntar a furacão com o pamonha :~~ Perdoem qualquer erro, não tive muito tempo pra corrigir :~~ queria postar logo antes que alguém resolvesse comer meu figado (peguei pesado e_e) Espero que gostem :x

Rose Pov

Perplexa, eu assisti quando a Furacão puxou a peruca da Tanya e a empurrou. Ela caiu do segundo andar da boate com tudo, e se espatifou em cima de um dos pufes que tinham ali. Ela não se mexeu, parecia inconsciente.

A boate virou uma tremenda confusão até que chegou uma ambulância e levou o corpo da baranga.

Tomara que ela vá do hospital direto pro inferno!

(...)

Bella Pov

_ O que aconteceu? _ Carlisle entrou na delegacia

_ Pai? _ Emmett arregalou os olhos

_ O que vocês fizeram? _ Meu sogro perguntou

Revirei os olhos. Eu estava sentada no sofá de couro junto com Emm, Alice, Jazz, Edward, Jake e Rose. A Putanya tinha ido pro hospital inconsciente e machucada...

_ Esses adolescentes arrumaram uma tremenda briga em uma boate local, e aquela ali de cabelos compridos e marrons confessa ter empurrado sua amiga com intenção de matar _ O delegado explicou

_ Amiga porra nenhuma! _ Gritei

_ Contenha-se menina! _ O delegado se voltou pra mim

Bufei e me encostei com força no sofá

_ Calma! _ Emm sussurrou pra mim

Assenti encostando minha cabeça em seu ombro e respirei fundo

_ Eu entendo senhor delegado, mas... _ Carlisle começou a falar

_ Olha, eu vou liberá-los por que não foi nada grave. Soube que a menina já está acordada no hospital e está muito bem, com poucos machucados _ O delegado sorriu

Bufei alto

_ Muito obrigada! _ Meu sogro agradeceu

Saímos da delegacia e fomos escoltados até a mansão Cullen, onde encontramos minha tia, com cara de poucos amigos.

(...)

Depois de ouvir um baita sermão que mais parecia uma missa de sétimo dia bem no meio do inferno, eu subi pro meu quarto e tomei um bom banho pra poder dormir.

No dia seguinte acordei animada, com vontade de aprontar alguma coisa. Levantei e troquei de roupa e desci pra tomar café

_ JESUS! EU VI O CAPETA DE ROSA! _ Gritei involuntariamente quando encontrei Rose na cozinha, usando uma bota rosa florescente, que parecia aquelas de açougueiro, um short branco com tachinhas rosa, uma blusa da mesma cor que a bota, um chapéu de vaqueira branco com um cavalinho rosa na frente e o cabelo preso em duas Maria-chiquinhas frouxas

_ AHHH! ONDE? _ Ela gritou olhando em volta

_ Não sei! Perdi-o de vista! Cuidado pra não ser atacada! _ Arregalei os olhos fingindo ter medo

_ SOCORRO! _ Ela correu pra fora da cozinha e acabou atropelando Jazz, que vinha com cara sonolenta

_ Puta que pariu! Por que sempre me atropelam? _ Jasper resmungou

_ Mano, corre! Foge pra terra dos pôneis! _ Rose berrou sacudindo as pernas

_ Sai de cima Rosalie! Por que hoje eu não to bem! _ Ele empurrou ela e levantou se jogando na cadeira

_ Bom dia pra você também, primo _ murmurei

_ Ah, bom dia! _ Ele sorriu

_ MÃE! _ Rose gritou com cara de choro

_ Ela já saiu _ Falei

_ Droga! Jasper, seu idiota, machucou viu? _ Ela levantou do chão

Ele deu de ombros e continuou a comer

_ Pois vá para o inferno! _ Rose fungou

_ Não precisa andar muito, o capeta já ta aqui mesmo... _ Jazz murmurou

_ O QUE? _ Ela arregalou os olhos

_ Ok, vamos parar de briga, se não vamos chegar atrasados!

Saímos da cozinha e fomos pra garagem, seguindo direto pra escola.

_ ROSE! VEM CÁ! _ Alice apareceu saltitante e arrastou Rose

_ Hoje o dia vai ser bem chato! Precisamos animar ele! _ Falei

_ Concordo! _ Jasper suspirou e começamos a andar na direção dos outros Cullens

_ Hey, cadê o Jake? _ Eduzinho pamonha perguntou

Gelei

_ MEU DEUS! ESQUECEMOS O NERD EM CASA! _ Jasper gritou

_ Tenso _ murmurei

_ Ah deixa ele pra lá! _ Meu primo bufou e sentou no banco

Meu ursão veio até mim e me deu um caloroso beijo

_ Oi! _ ele sorriu

_ Levou um sermão também? _ perguntei

_ Sim, e pra piorar a Tanya recebe alta essa tarde e vai lá pra casa. Ela insiste em ficar perto do tigrão... _ Emm respondeu

_ Que chato... Mas eu apareço por lá pra animar sua tarde! _ Falei

_ Eu iria adorar! _ Ele sorriu malicioso

_ Por isso mesmo eu vou junto! _ Jasper se pronunciou com um enorme bico na cara

Desejei ter uma tábua de madeira pra bater com ela na cara dele...

_ Jasper estraga prazeres! _ Emmett fez cara de poucos amigos pra ele

_ Voltamos! Cadê o Jake? _ Alice gritou

_ Esquecemos ele em casa _ Respondi

Rose arregalou os olhos se dando conta disso

_ VERDADE! _ Exclamou

_ Ótimo! Vou pra minha aula. _ Segurei o braço de Emm e levei-o junto

O dia na escola passou chato. O tigrão não apareceu na aula de biologia, e isso foi bom, por que provavelmente eu teria agredido ele...

Agora eu estava caminhando em passos de tartaruga drogada pra detenção. Entrei na biblioteca e fiquei um bom tempo sentada ali, e nada do pamonha chegar.

Levantei e fui até a secretaria, que não era longe. Lá a moça me informou que aquele sonso tinha ido embora pra receber um parente que levou alta do hospital. Ou seja, Putanya!

Bufei e fui pro estacionamento com a minha melhor cara de merda.

(N/a: Li essa parada de cara de merda em uma fic por ai xD Ai eu fiquei pensando em como seria uma cara de merda, ai na hora me veio a imagem de uma pessoa com a cabeça em formato de um montinho de bosta - minha imaginação, literalmente, fértil ;D)

Pouco tempo depois o sinal bateu e aquela renca de alunos começou a sair. Esperei até que Rose e Jazz chegassem, combinamos todos de ir pra casa dos Cullens.

(...)

_ Oi! _ Alice abriu a porta saltitante e pulou no pescoço do nerd. É dessa vez não o esquecemos, também, depois do escândalo que ele fez...

_ Emmett! _ Voei pra dentro da casa e me atirei, literalmente, no meu ursão. Ele me segurou rindo e me beijou

_ Bellinha, vem comigo, tenho uma idéia pra animar essa casa que você vai gostar! _ Ele sussurrou

_ Hey, aonde vão? _ Jasper perguntou

Revirei os olhos, agora eu tinha uma babá...

_ Pode vir também, Jasper. Você vai gostar! _ Emm sorriu

_ O que? Vão fazer surubão? _ Alice arregalou os olhos

_ Não viaja, anã! _ Gritei

Ela me mostrou a língua.

Subimos pro quarto do meu ursão e ele trancou a porta sorrindo maliciosamente

_ Ok... E agora? _ Jasper perguntou

_ Ta vendo aquilo ali? _ Emm perguntou apontando pro canto do quarto

Olhei pro objeto e sorri maliciosa entendendo tudo

Rose Pov

Eu, Alice e Jake estávamos rindo de qualquer coisa alheia quando Edward para no topo da escada

_ Gente, vocês viram a cadeira de rodas da Tanya? _ Ele perguntou

Pois é, ela estava com a perna engessada, e pelo fato de ser muito dondoca, ela não podia fazer esforço, então por isso a cadeira de rodas

_ Estava lá fora _ Alice respondeu

_ Ah, é mesmo! _ Ele sorriu e eu quase derreti

Ele desceu a escada rápido e antes olhou pra mim e piscou

_ Ahh! _ Meu olhos brilharam e ele riu saindo da sala

_ Rose, precisa de uma bacia? _ Alice perguntou

_ O que? _ Me virei pra ela

_ Nada... Só limpa a baba que escorreu _ Ela falou

Franzi o cenho e pus a mão na boca... Tinha baba mesmo! Limpei rapidamente e corei

_ Alice, não tem nada lá fora! Alguém pegou a cadeira! _ Ele voltou raivoso

_ Oi! _ Bellinha desceu as escadas com uma câmera na mão e veio pro meu lado

_ Eu não vi nada! _ Alice respondeu

_ ALÔ JACARÉ! _ A voz de Emm ecôo alta na sala

_ ALÔ HIPOPÓTAMO! _ Era a voz do Jazz

Olhei pro topo da escada, e lá estavam eles. Emmett na cadeira de rodas da Putanya e Jazz em uma cadeira de escritório com rodinha

_ TAMO JUNTO! _ Eles gritaram ao mesmo tempo e começaram a descer a escadas sentados nas cadeiras. A cada degrau eles sacudiam mais

_ MEU DEUS! A CADEIRA DA TANYA! _ Ed gritou

Bellinha ria enquanto tirava fotos

_ NÃO ESTOU USANDO CALÇAS HOJEEEEEEEE! _ Emm gritou quando acabou de descer as escadas e começou a andar com a cadeira em volta de Edward

_ NEM EU! _ Jazz passou na minha frente com a cadeira girando

_ MAS O QUE É ISSO? EMMETT CULLEN SAI DAI! _ Edward começou a correr atrás dele, que desviava habilmente com a cadeira de rodas

_ DAQUI EU NÃO SAIO, DAQUI NINGUÉM ME TIRA! _ Ele começou a cantar

_ ME AJUDEM! _ Ed começou a se desesperar

_ PARA JA COM ISSO JASPER! _ Gritei

_ AÊ HIPOPÓTAMO! _ Jazz berrou quando cruzou com Emmett

_ FALA JACARÉ!

Mas a zuera acabou quando Ed pulou e empurrou Emm da cadeira, e pegou a cadeira de rodas de novo

_ Hey, devolve! _ Ele tentou recuperar a cadeira

Edward foi mais rápido e desapareceu depois de subir as escadas

_ Tigrão chato _ Bella murmurou desligando a câmera

(...)

Acabamos de chegar em casa. A tarde na casa dos Cullens até que tinha sido bem legal.

Bella Pov

Então a semana passou rápida, A rotina era escola, casa dos Cullens e casa dos Hales. Não saímos essa semana, Carlisle ficou com medo.

Hoje já é quarta-feira da ultima semana de aula. A escola está uma correria com preparativos pra formatura, professores fechando notas, Alice inventou que ia dar uma festa na mansão, os preparativos pra nossa viagem á ilha Esme pro noivado da minha tia, Tanya já havia se recuperado e estava com muito ódio de mim, Emmett tentando me levar pra cama, ta essa parte não é tão ruim, mas eu vou me fazer de difícil mais um pouco...

Joguei-me na minha cama. Estava só eu e Jazz em casa. Alice arrastou Rosalie e Jake para qualquer lugar. E eu estou desconfiada de alguma coisa... Rose anda rindo sozinha ultimamente, assim como Alice. Elas provavelmente vão aprontar!

Sai do quarto quando ouvi alguma musica tocando. Parecia... O que é isso? Fui em direção ao som e descobri que vinha do quarto da frente. O de Jasper.

Bati na porta, mas a musica não deixou nem eu mesma ouvir as batidas. Então abri a porta silenciosamente e vi algo GROTESCO!

O quarto estava cheio de incenso, fumaça pra todos os lados, uma FOGUEIRA no chão, e no meio disso tudo, Jazz usando uma túnica que parecia um saco de batatas... Sem contar a peruca de dreads preta que ele usava. Na mão dele tinha alguns galhos, e toda hora ele molhava os galhos dentro de um coco e sacudia, espirrando água pros lados enquanto cantava junto com a música cheia de palavras estranhas

_ JASPER HALE, O QUE É ESSA BAGAÇA MACUMBEIRA PARIDA DIRETAMENTE DO CENTRO DO INFERNO? _ Gritei bem alto

_ BELLA? _ Ele parou o que tava fazendo e desligou o som

_ POR QUE VOCÊ ACENDEU UMA FOGUEIRA DENTRO DE CASA? JASPER, QUAL TIPO DE DROGA VOCÊ USOU? _ Fiquei desesperada e entrei no quarto balançando os braços para afastar a fumaça

_ Estou purificando meu quarto! _ Ele respondeu inocente

_ Na boa, qual orégano você puxou para dentro? _ Perguntei indignada e abri as janelas

_ Mas Bells! _ Ele fez cara de choro

_ Tem sorte de AINDA não ter posto fogo na casa! Apaga essa merda de fogueira! _ mandei

_ Eu ainda não terminei de purificar o quarto! _ Ele fez bico

_ Então você vai purificar a casa da caxinxila! Por que eu não quero saber dessas macumbas aqui! _ surtei

_ CÉUS! QUE FUMAÇA É ESSA? _ Minha tia gritou lá de baixo

_ Ah não! Bellinha me ajuda! _ Jasper arregalou os olhos e começou a apagar a fogueira

Ferrou! Minha tia acabou de chegar!

Comecei a ajudar a esconder tudo e a tirar à fumaça do quarto. Conseguimos esconder as coisas até que só ficou um pouquinho de fumaça

_ Pessoal? _ Esme apareceu na porta

_ Então Jazz, a formatura é na sexta... Ah, oi tia! _ Falei do nada

_ É... Oi mamis! _ Jazz sorriu

_ O que aconteceu? _ Ela olhou desconfiada

_ Não sei, estávamos conversando com as janelas abertas ai essa fumaça danada entrou... _ Respondi fazendo cara de confusa

_ Devem ter colocado fogo em algum lugar de novo... Bom, eu vou pedir pizza! _ Ela disse

_ Oba! _ Jazz pulou na cama

_ Aliás, cadê a Rose? _ Ela olhou em volta

_ Saiu com Alice _ Respondi

_ Hum... Tudo bem! _ Ela saiu

_ Me deve uma! _ Sussurrei

_ Obrigado, priminha! _ Ele sussurrou de volta

Saí do quarto dele e fui para o meu. Pouco depois Rose e Jake chegaram, então descemos para comer as pizzas

_ Então pessoal, comecem a preparar as coisas para nossa viagem! Carlisle falou comigo que vamos sair daqui no domingo _ Minha tia falou

_ Já? _ Arregalei os olhos

_ Sim! E já convidamos um monte de pessoas! _ Ela respondeu sorridente

_ Certo... _ murmurei enfiando outro pedaço de pizza na boca

Depois subi para dormir.



No dia seguinte acordei já sem TPM. O que era bom até certo ponto...

Coloquei uma calça jeans preta que tinha algumas correntinhas brilhosas penduradas, uma regata branca, com um bolero vermelho escuro, da mesma cor das sandálias de tirinhas.

Desci, tomei café e depois fomos para escola. Sim, Jake estava junto!

Quando saltei do carro, uma angústia me atingiu, a última coisa que vi foi Alice correndo desesperada e chorando na minha direção e o rosto de Jake quando eu caí pra trás e ele me segurou.



Abri os olhos e vi duas silhuetas negras. Aos poucos tudo clareou e eu pude ver a Anãzinha junto com uma mulher de branco. Provavelmente a enfermeira

_ Bella? Ah Bells, que bom que acordou! _ Alice secou algumas lagrimas sorrindo

_ O que aconteceu? _ Murmurei baixinho

_ Você desmaiou. E tem uma coisa que eu preciso te contar! _ Ela olhou sugestivamente para enfermeira

_ Er... Eu já volto _ A mulher de branco saiu da pequena enfermaria da escola

Olhei para um canto e vi Jake. Ele sorriu e acenou pra mim. Sorri em resposta e voltei à atenção para Alice

_ Bells, eu tive um sonho muito ruim. E acredite, nunca acontecem coisas boas quando ignoro meus sonhos! _ Ela voltou a chorar

_ Shhh, se acalme! Conte-me como era _ Sussurrei

_ OK. A Tanya termina com Edward... _ Ela começou

_ Não vejo como isso pode ser ruim _ murmurei rindo

Jake soltou uma risada também

_ O problema, é que isso vai afetar você. Eu vi Bella! Tanya vai fazer alguma coisa para você! _ Ela se alterou

_ Ela não pode fazer nada contra mim! _ Fechei a cara

_ Bella, toma cuidado! Só isso que eu peço! _ Ela parou de chorar

_ Tudo bem, Alice! Vou tentar! _ Respondi

_ Ah, que bom! _ Ela me abraçou

_ São que horas? _ perguntei

_ Já está quase na hora da saída. Você ficou apagada por um bom tempo! _ Ela riu

_ Nossa, e vocês ficaram aqui? _ Levantei as sobrancelhas

Ela assentiu. Então a enfermeira voltou dizendo que eu já poderia ir para aula.

Levantei e Jake e Alice me acompanharam. Por um momento esquecemos o acidente e conversamos sobre a festa e ir para Ilha Esme

_ Tanya, eu não acredito! Como teve coragem? _ Ouvi a voz do tigrão

Senti um arrepio na espinha e olhei pra briga que acontecia no estacionamento

_ A culpa é sua, Edward! Se fosse legal comigo e me desse mais atenção, talvez não teria virado um chifrudo! _ Ela respondeu gritando

Alice apertou minha mão com força e gritou. Os dois olharam para gente

_ Ah, aí está a Isabella! É tudo por causa dela, não é, Edward? Por que não a agarra logo? _ Putanya gritou

Arregalei os olhos

_ Eu agarrar Isabelle? Nunca! Você não tem noção do quanto a odeio. Mas eu te odeio mais ainda! _ Ele apontou um dedo para ela

_ Sei! Você acha que engana alguém com essa historinha de "odeio ela"? _ Tanya fez cara de sonsa quando pronunciou as ultimas palavras

_ Tanya, você está ficando louca! Sempre foi! Eu nem sei por que namorava você! _ Ele gritou

_ Eu também não sei! Por que além de um péssimo namorado, você ainda é ruim de cama! _ Ela falou mais alto, chamando atenção de todos que estavam por ali assistindo a briga

_ Cala a boca! _ O tigrão deu um tapa na cara dela

Nossa! Essa eu gostei de ver!

_ Você me bateu! Eu vou te denunciar! Ainda bem que tenho meu namorado, que por sinal já está chegando! _ Ela sorriu pra mim

Sem entendeu me virei pra trás e vi meu ursão chegando

_ O que está pegando? _ Ele perguntou quando viu que todos o encaravam

_ Ah, meu amor! Seu irmão está brigando comigo por que descobriu nosso romance! _ A Putanya se jogou no meu Emm e beijou-o

Meu coração começou a perder duas batidas e depois começou a bater muito rápido. Senti algo quente molhar meu rosto. Fiz menção de sair dali

_ BELLA! _ Alice gritou quando eu saí correndo

Corri como nunca na minha vida. Comecei por uma trilha, mas sem perceber saí dela e acabei me perdendo na floresta. Sentei no chão, ainda chorando muito, e encostei as costas no tronco da árvore. E por ali fiquei um bom tempo até a inconsciência me dominar.

Meu ultimo pensamento foi "Por que ele fez isso comigo?"

Notas finais do capítulo
Ha :x Não me matem, se não eu não posto mais :B Sim, isso é uma chantagem!Caalma viu pessoal? A Putanya ainda vai pagar por todo o mal xD Esperem e verão!Gostou do capitulo? Sim? Não? Me conta no review Haa, e eu ja sei como vou fazer pra Furacão e o Tigrão ficarem juntos e a Caipirona ficar com o Ursão :~~ e ja tenho uma idéia do que fazer com os outros casaisAh, e logo logo a Nessie chega E pessoal que ta acompanhando as outras fics minhas... Er... Ja tou trabalhando nos capitulos viu? Acho que é só isso...Bjs e eu amo vocês *__*:*




(Cap. 10) Festa de Formatura e Gororoba doida

Notas do capítulo
Oi pessoas lindas Pois é... Domingo, chovendo, e eu aqui postando. Acordei meio inspirada e escrevi o capitulo Não sei se ficou bom. Vou parar de enrolar. Converso com vocês la no final... É importante o que ta la no final. Então faz o favor de ler :B Perdoem qualquer errinho :~~

Bella Pov

_ Bella? _ A voz estava bem distante

Eu agora encarava fixamente as plantas à minha frente. Estava tudo embaçado, devido a lagrimas que teimavam em escorrer dos meus olhos. Nada passava de borrões verdes e pretos. Até que uma silhueta alta, branca e de cabelos loiros surgiu. Jasper.

_ Bella? Ah, você está aqui! Está tudo bem? Machucou-se? _ Disparou as perguntas para mim

O encarei, abrindo a boca diversas vezes para responder, mas saiam somente soluços. Pisquei os olhos várias vezes deixando as lágrimas caírem.

_ Vem, eu vou te levar para casa e lá conversamos _ Ele me pegou no colo e me carregou

No meio do caminho acabei apagando, com a cabeça na curva de seu pescoço, inspirando o cheiro tão familiar do meu primo que eu amava.

Acordei horas depois, no meu quarto, deitava sob milhares de edredons e pelo cheiro de sabonete, alguém havia me dado banho. Provavelmente Rosalie.

Levantei da cama meio zonza. Calcei meus chinelos e desci para comer alguma coisa

_ Mas eu preciso falar com ela! _ A voz tão conhecida veio da sala

_ Olha, Emmett, acho que você já fez estragos de mais! Devia ir embora e não perturbar mais a Bella _ Jazz respondeu

Estreitei os olhos. O que esse filho de uma mula banguela e manca estava fazendo aqui? Apareci na porta da sala com uma enorme cara de bunda

_ O que quer aqui? _ Perguntei seca

_ Ah, Bellinha! Eu juro que não fiz nada...

_ Cala a boca. Eu não te perguntei se você fez alguma coisa, eu te perguntei o que você que aqui _ Falei baixo

_ Eu... Eu vim te contar toda a verdade _ Ele fez cara de coitado

Olhei pra Jazz, que me encarava com uma expressão interrogativa

_ Tudo bem, acho que você tem uma boa história pra me contar. Não se preocupe Jazz _ Respondi

Ele assentiu e saiu dali. Virei-me para Emmett, com cara de poucos amigos

_ Bells, eu não fiz nada. Nunca tive nada com a Tanya! _ Ele começou

_ Me dê um bom motivo para acreditar _ Cruzei os braços e encostei-me à parede

_ É bem óbvio. A Tanya te odeia, e queria terminar com meu irmão. Então nada melhor do que prejudicar os dois ao mesmo tempo. Não percebeu que ela falou que tinha algo comigo apenas para irritar você e o Edward? _ Ele explicou

Arregalei um pouco os olhos. Eu não tinha pensado por essa perspectiva. Parecia a que mais fazia sentido, porém...

_ E como posso ter certeza de que não está mentindo?

_ Ah, qual é, Bella? Eu posso ser brincalhão, posso ser palhaço, posso ser um pouco safado, mas eu sou fiel, viu? Trair uma pessoa significa trair a mim mesmo. E Bella, eu realmente te amo!_ Seus olhos marejaram

Pois é, minha visão embaçou, novamente com os olhos encharcados por lágrimas que pediam para serem derramadas

_ Olha Emm, eu não sei o que pensar. Eu te amo. Mas acho que ainda não absorvi direito essa história _ murmurei deixando as primeiras lágrimas caírem

_ Bells, por favor, seja pelo menos minha amiga. Eu prefiro isso a nunca mais falar com você! _ Ele chegou mais perto

_ Tudo bem, eu acho que consigo, mas... Não espere mais nada de mim, ok? _ Perguntei

_ É tudo que eu quero! _ E então ele me abraçou forte, e choramos. Por um tempo, até que ele se afastou e limpou minhas lágrimas, o mesmo fiz com ele

_ Então agora somos amigos. Mas não vou desistir de você! _ Ele avisou

_ Eu... Não quero que desista _ Murmurei sorrindo

Ele riu e me abraçou de novo

_ Então, como o Tigrão está? _ Perguntei

_ Ah, ele está um pouco triste. Mas ele não amava a Tanya mesmo. Ele só ta assim por que foi chifrado _ Respondeu dando de ombros

_ Hum... _ Murmurei

_ Eu tenho que ir. Meu pai chega do hospital daqui a pouco e se eu não estiver em casa, é capaz de ele me bater _ Ele arregalou os olhos no final

_ Ah claro _ Respondi rindo

_ Tchau, Bells! _ Ele me abraçou mais uma vez

_ Tchau, Emm _ Sussurrei

Desfiz o abraço e levei-o até a porta. Depois fui para cozinha. Onde encontrei Rosalie, Jasper e Jake discutindo.

_ Oi? _ Murmurei

_ Bellinha Furacão! E aí, como foi? _ Rose perguntou

_ Bom, somos amigos! _ Sorri triste

_ Você ainda o ama, não é? _ Ela sorriu

_ Não sei... Talvez sim _ Sussurrei

_ Tudo bem. Vamos esquecer isso. Voltando ao assunto, ainda acho melhor a idéia de fazer o bolo _ Jazz falou

_ Já falei que não! Vamos fazer uma torta de maçã! _ Jake se meteu

_ Hey, tenho certeza de que o pudim é mais gostoso! _ Rose gritou

Então eles voltaram a discutir, rolaram ofensas à família, palavrões e alguns cascudos

_ OK! JÁ CHEGA! Que tal fazer um pavê de biscoito? _ Sugeri

_ Ótima idéia! _ Eles falaram juntos

Então começamos a fazer o tal pavê.

_ Muito bem, Rose vai partindo os biscoitos de maizena em pedaços pequenos. Jake me ajude aqui. Ah, Jazz, faça o mingau! _ Instruí

Enquanto Rose partia os biscoitos, acredite, ela estava sujando tudo só com isso! Eu não entendo como uma pessoa consegue sujar uma cozinha apenas partindo biscoitos. A situação de Jasper não estava diferente, tinha leite, casca de ovo e maizena espalhados em volta da panela. Bem... Não posso falar muito, eu e Jake sujamos a parede toda da cozinha quando começamos a bater a clara do ovo. Sem conta o estrago que fizemos depois que juntamos açúcar.

Ok, por fim, os biscoitos estavam em uma grande travessa de vidro. Joguei por cima o creme que Jazz fez, junto com água e chocolate. Depois aquela bagaça que sujou a parede da cozinha e por fim, coloquei aquela coisa na geladeira.

_ Aê! Agora só falta limpar a cozinha... _ Jake murmurou

Olhei em volta. As paredes sujas, casca de ovo, leite e embalagens por todos os lados e farelo de biscoito no chão.

_ Puta que pariu! Eu não vou limpar! _ Exclamei

_ Vai sim senhora. Você também fez! _ Rosalie berrou

_ Nada disso. Eu já dei a idéia e ajudei a fazer! _ Falei

_ Não! Todo mundo tem que limpar! Fizemos isso juntos! _ Jasper determinou

Revirei os olhos e bufei. La fomos nós fazer faxina. Quando finalmente acabou, minha tia entra na cozinha, trazendo comida chinesa. ADORO!

_ E aí, mãe? _ Rose abraçou ela

_ Oi, crianças. Tenho uma novidade. Já consegui tirar a licença para a nossa viagem à Ilha! _ Ela comemorou

Fiquei com cara de tacho. Primeiro por que ela me chamou de criança. Não é só por que ela sempre vai ser mais idosa que eu que ela tenha o direito de me chamar assim. E segundo, desde quando tirar licença do trabalho é novidade? Ela vai casar, convidou o hospital inteiro e acha mesmo que não vão dar licença para ela? Se não fosse minha tia eu abriria a boca e soltaria aos quatro ventos o quanto ela é sonsa!

_ Que bom... _ Jake murmurou vendo que ela nos encarava esperando alguma reação escandalosa

_ Ah, mamys, você não vai acreditar, fizemos um pavê de biscoito para comer depois do jantar! _ Jazz mudou de assunto

_ Que ótimo. Então vamos logo comer _ Ela nos entregou as caixinhas com comida

Quando acabamos, jogamos as caixinhas no lixo e eu fui pegar o doce.

_ E então, é pavê ou pacomê? _ Tia Esme perguntou

"POR QUE SEMPRE TEM UM IDIOTA PARA PERGUNTAR ISSO?" gritei mentalmente Sério, desde que sou criança sempre tem um retardado que fala isso.

Uma vez no natal, minha mãe tinha feito pavê, aí um dos convidados fez essa pergunta. Juro por minha vida, eu peguei o pedaço de gelatina no meu prato e arremessei nele. Claro que depois disso fiquei de castigo... Encarei minha tia

_ Tudo bem. Vou ficar quieta! _ Ela saiu com um pedaço no prato

_ Eu não acredito que ela falou isso _ Rose murmurou rindo

_ Deixa quieto _ Falei com a boca já cheia de pavê

Depois desse episódio RIDÍCULO, eu subi para o meu quarto e fui dormir. Amanhã seria a festa de formatura e no fim de semana seria a viagem. Pelo menos a Putanya não iria mais!


No dia seguinte acordei com cara de bunda, e com mal-humor. Provavelmente tive um sonho ruim e não lembro.

Levantei da cama, fui até o banheiro, fiz minha higiene matinal. Depois voltei ao quarto e me vesti de forma simples, mas bonita. Desci, tomei café e agora estou dentro do carro, junto com essa renca de gente

_ A formatura é hoje! Mal posso acreditar! _ Rose quicava no banco da frente

_ E daí que é hoje? _ Perguntei

_ Bells, e daí que depois disso é universidade! Acabou Forks High Mixuruca School! _ Ela respondeu como se fosse óbvio

_ Para qual universidade vamos? _ Jake perguntou

_ Eu quero ir para a universidade do Alaska! _ Jazz falou

_ Nada disso, vamos pra universidade da Alemanha! _ Rose encarou ele

_ Alguém aqui fala alemão? _ Arregalei os olhos

_ Não _ Todos responderam juntos

_ Então de onde você tirou essa idéia doente, Rosalie? _ Gritei

_ Ai, não briga comigo! É que eu tenho curiosidade de conhecer a Alemanha! _ Ela fez bico

_ O que tem de mais na Alemanha? _ Jake perguntou

_ Sei lá! Mas o nome Alemanha soa tão profundo! Sem contar que lá é um país muito lindo, com uma cultura muito maneira! _ Ela defendeu

_ Rose, querida, já te mandaram ir tomar no toba hoje? _ Perguntei Jazz e Jake riram

_ Não, por quê? _ Ela arregalou os olhos

_ Então o que acha de ir agora? _ Gritei

_ Ai, credo! Tudo bem, então! Não vamos mais pra Alemanha! Que saco! Para onde vamos então? Bagdá? Iraque? Irã? Etiópia? Melhor ainda, por que não vamos pra universidade do INFERNO? _ Ela berrou

_ Pronto, a caipira se estressou _ Jazz murmurou

Jake ria horrores do meu lado

_ Me estressei nada! E não me chame de caipira, seu... Seu... Drag Queen! _ Ela gritou

_ Aff, Rosalie. Aposto que você nem sabe o que é isso! _ Jazz fez cara de deboche

_ E daí? O que você tem haver com isso? Fica na sua, menino! _ Pronto, Rosalie BOLADONA!

_ Certo gente, vamos parar! Já chegamos na escola! _ Jake disse entre risadas

Jazz parou em uma das vagas e ele e Rose desceram do carro se alfinetando, enquanto eu e Jake riamos atrás deles

_ Bom dia! Qual o motivo de tanta graça? _ Alice saltitou até nós

_ Jasper e Rosalie! _ Jake respondeu rindo

_ Jacobzinho! _ A anã pulou no pescoço dele Ok. Só eu que percebi a cara de desconforto do Jake? Olhei em volta e todos estavam distraídos. É, só eu percebi mesmo...

_ Er... Alice, como está indo a festa de hoje à noite? _ Perguntei para ver se livrava Jake do abraço

_ Ah, já está quase tudo pronto! _ Ela soltou Jake e começou a tagarelar várias coisas que eu fingia ouvir e sempre concordava... De longe, Emm observava cada movimento meu.

O pamonha estava ao lado dele, brisando. Provavelmente o peso do chifre estava incomodando ele. Ri histericamente por dentro com esse pensamento. Então o sinal bateu.

A primeira aula foi agradável, Emm me tratou muito bem. O resto do dia foi ótimo. Até que chegou a hora da detenção. Bufei

_ Eduzinho Mullen! É um prazer saber que esse é o último dia da minha vida que irei ter detenção com você! _ Falei sorridente me sentando de frente pra ele

_ Isabelle Mulan, concordo totalmente! _ Ele sorriu sarcástico

Esse povo nem sabe inventar apelidinhos com sobrenome... Passei a detenção inteira implicando com ele, e ele implicando comigo. Quase cheguei a ponto de pular na mesa e estrangulá-lo. Não podia existir uma pessoa mais odiosa do que Eduzinho Pamonha Tigrão Mullen!

Quando o sinal bateu, eu corri pro estacionamento. Entramos no carro e seguimos pra casa, dessa vez sem discutir sobre universidades...

La pelas 7 da noite, fui tomar um bom e relaxante banho. Hoje a noite não estava fria. Apesar de estarmos no inverno...

Depois de fazer uma maquiagem simples, coloquei um vestido de tafetá preto, tomara-que-caia, e nele tinha um broche em formato de coração feito de pedrinhas brilhantes. Muito lindo!

Coloquei uma sandália prata e deixei o cabelo solto, com a franja jogada pro lado. Coloquei alguns acessórios e fiquei pronta.

Já eram 08h30min. No andar de baixo nem preciso dizer que encontrei minha família estranha ridiculamente vestida... Jasper com uma calça jeans preta meio apertada, uma camisa azul marinho, um tênis de cor indefinida e o cabelo em um penteado meio emo... Jake usava uma calça social VERDE ESCURA, uma camisa estranha branca, e um sapato marrom. Nunca vi mais estranho! E Rose, com um vestido estranho, cheio daquelas "franjinhas" Azul com Amarelo. Botas de vaqueira, de salto baixo. E o cabelo em uma trança pra trás, que seria estilosa se a roupa dela não parecesse o uniforme de uma indústria clonadora de cérebros alienígena...

_ Cara, vocês já ouviram falar em bom senso e alto estima? _ Soltei sem querer

_ O que? _ Eles se viraram distraídos pra mim

_ Nada... Vamos logo! _ Falei

Descemos para a garagem e fomos todos no carro da Rose.

Paramos bem perto da mansão Cullen. De fora já era possível ouvir a música eletrônica alta e ver as luzes que piscavam freneticamente Com medo, mas achando tudo muito legal, eu subi os degraus e toquei a campainha. Alice abriu a porta e eu pude visualizar a decoração digna de cinema

_ Meu Deus, arrasou heim, baixinha? _ Gritei para que ela pudesse ouvir

_ Eu sei, eu sou de mais! _ Ela saltitou e nos deu passagem

Tinha tanta gente, aposto que algumas eu nunca nem tinha visto na vida. A coisa mais brilhosa depois da pista de dança era o suposto bar. Cheio de neons e bebidas que eu nunca sequer tinha ouvido falar! A Anã rapidamente arrastou Jake para algum lugar, nos deixando com cara de tacho perto da porta.

_ Bem, vamos sentar? _ Rose sugeriu

_ Pode ser _ Jazz murmurou

Segui-os até o lugar repleto de sofás. Mas eram sofás diferentes. Eram sofás d'água, igual colchão d'água. E de quebra, ainda eram florescente. Quando a luz batia, eles brilhavam. Totalmente cara de Alice...

_ Tenho medo desses lugares, provavelmente no fim da festa todos esses sofás já vão ter explodido _ Rose falou com olhos arregalados

_ Ahm, então vamos fazer alguma coisa _ Sorri

_ Ah, achei vocês! Vem gente, vamos dançar! _ Emmett apareceu gritando por causa da musica alta

Não tinha nada melhor, então aceitei...

Visualize a cena... Eu, Rosalie, Jasper e Emmett dançando feito loucos na pista. TENSO! Ou melhor, CRITICAMENTETENSO! Até que um garçom, muito lindo por sinal, apareceu com uma bandeja. Cheia de copos com uma bebida azul, que quando batia luz também brilhava. Preciso dizer que aquilo me encantou? Peguei um dos copos, assim como eles também fizeram. No primeiro gole eu senti algo muito bom. Tudo ficou mais colorido, mais animado e mais bonito! Cara que bebida é essa? Muito boa! E é doce...

_ Emmett, o que é isso? _ Perguntei

_ Ah, eu que fiz. Peguei um barril grandão cheio de vodka, coloquei detergente azul, alguns comprimidinhos estranhos que encontrei na bolsa da Alice. Tinha escrito LSD, mas como eu não sei o que significa... Ah, e coloquei também 5 litros de urina do capeta, Ah! Sem contar um tubinho estranho que tinha no armário. Acho que era para sabor artificial. E pelo visto é Tuti-frutti

_ CARALHO! Que gororoba doida! _ Soltei sem noção do que eu falava

_ Tá tudo tão colorido! _ Rose disse rindo

_ Eu quero mais! _ Jazz saiu atrás do garçom

20 Copos da Gororoba doida depois...

_ Aqui, esse é legal! _ Jake falou rindo

É, ele também tinha bebido da gororoba.

_ Jacob, sua idéia é genial! Vamos_ Puxei ele pra um dos cômodos

_ Eu coloco essa, e você aquela! _ Ele apontou as roupas

_ Tudo bem! _ Concordei gargalhando

Edward Pov

Arregalei os olhos quando visualizei as duas figuras sinistras que subiram no balcão do bar, chutando os copos e garrafas, fazendo daquilo um mini-palco Espera... Era Isabelle e Jacob. Estavam bêbados... Provavelmente é culpa daquela coisa que o Emmett fez! Ainda bem que eu não bebi aquilo!

_ ATENÇÃO! Eu me chamo Isabella, e esse garoto bonito com cara de nerd aqui do meu lado é o Jacob. Palmas para o Jacob! _ Belle gritou com um microfone na mão

Espera de onde eles tiraram esses microfones? E essas roupas? Assim, ela estava com uma saia indiana laranja, uma blusa estranha e vermelha, uma peruca de dreads preta, com uma faixa amarela na cabeça. Sem contar os chinelos velhos e desbotados. Jacob não estava muito diferente. Usava uma bermuda bege, uma camisa verde garrafa, uma peruca igual a da Belle, com chinelos velhos e um garrafão de vinho na mão esquerda O pior de tudo foi essa cambada de bêbados que começaram a bater palma.

Então o DJ trocou a musica eletrônica por umas batidas de Reggae

_ To com o cabelo ensebado.
E o pé inchado de cachaceiro
Pele coçando de caraca
Sou rasta vagabundo e caroneiro

Eles faziam uma estranha dancinha, sacudindo a cabeça e chutando o ar. Ah e quem estava cantando era o nerd.

_ Vou deixar a Babilônia e ir pra São Tomé
Fumar muito bagulho no meu narguilé
To sem escovar os dentes ha mais de três semanas
Minha mulher é sujismunda e usa saia indiana
Não sou negão, mas tenho dreadloks
Fiz um Bob Marley de durepox
Vendo pulseira de miçanga
E meu almoço foi um pedaço de manga

Jake continuou a cantar e faziam aquela dancinha.

_ Meu zóio ta estraquinado
Acho que esse bagulho está estragado
To sem dinheiro pra passagem
Ainda roubaram todo meu artesanato

Isabelle cantou duas vezes, o que eu deduzir ser o refrão da música...

_ To com o cabelo ensebado.
E o pé inchado de cachaceiro
Pele coçando de caraca (caraca-ca)
Sou rasta vagabundo e caroneiro

O pior de tudo foi Isabelle fazendo segunda voz...

_ Sou catingoso, mas num to sozinho
Carrego comigo sempre um garrafão de vinho
Pra ficar bem louco numa cachoeira
E apertar um beck na folha de bananeira

Nessa hora o nerd ergueu o garrafão de vinho e bebeu um pouco, passando depois pra Belle que também bebeu

_ Meu zóio ta estraquinado
Acho que esse bagulho está estragado
To sem dinheiro pra passagem
Ainda roubaram todo meu artesanato

Então ela cantou o refrão duas vezes, de novo. E isso foi seguido por uns “ôôôô” “Aiááá” que todo mundo cantava

_ Joelinho no queixo Joelinho no queixo
E saquinho de couro no pé
Joelinho no queixo Joelinho no queixo
Dançando o reggae do maconheiro
Joelinho no queixo Joelinho no queixo
Sou rasta vagabundo e cachaceiro
Joelinho no queixo Joelinho no queixo
Na dança do cozimento do galo

[Hermes & Renato - Artesanation ]

E continuaram fazendo aquela dancinha estranha, que mais parecia com a de um ritual de macumba das pesadas, até a música acabar

Como se já não bastasse, aplaudiram e eles se jogaram na muvuca, como em Shows que os artistas se jogam e o povo vai levando eles... Ah, deu pra entender!

Bella Pov

Quando nos colocaram no chão, eu estava gargalhando, me apoiei em Jake e ele fez o mesmo

_ Jake, você é o nerd mais legal do mundo! _ Falei emocionada

_ Ah! Para, você que é muito legal! _ Ele respondeu com os olhos cheios de lágrima

_ Me dá um abraço BEST! _ Abri os braços e ele veio

Choramos abraçados, ah como era bom ter amigos!

_ Bells, você arrasou! Estava cantando super bem! _ Rose apareceu gargalhando e já meio vesga

_ Rose, vem! _ Abri um espacinho pra ela se juntar ao abraço

_ Bebel, minha plima, o que foi aquilo? _ Jazz tropeçou quando terminou de falar e caímos todos no chão, rindo

_ Vocês, são os melhores! _ Foi a última coisa que eu disse antes de apagar




_ Isabelle? _ Acordei com alguém me sacudindo

Abri os olhos meio grogue. Ainda estava na festa, e tinha muita gente dançando. Olhei para frente e vi Eduzinho

_ Mullen? É você? _ Perguntei gargalhando

_ Pelo jeito ainda está bêbada... _ Ele murmurou

_ Cadê o pessoal? E cadê meu copo? _ Perguntei olhando em volta

_ Eles estão por aí dançando, e seu copo quebrou quando você caiu _ Explicou

_ Eu caí? _ Franzi a cara

_ Sim, e aí te trouxeram pra esse sofá, e eu vim te sacudir pra ver se você acordava. Afinal, não está a fim de ser estuprada na festa de formatura, né? _ Ele levantou as sobrancelhas

Balancei a cabeça negativamente de forma incrédula

_ Vai se ferrar, seu mongol! _ Dei um tapa nele e levantei, cambaleando um pouco.

_ Hey! _ O babaca gritou

_ Me deixa! _ Gritei mostrando o dedo do meio para ele

Fui até o bar e arranjei mais daquela gororoba azul.

_ Vem, Furacão! _ A anãzinha apareceu do nada puxando minha mão

_ Haa, muito louco! Essa gororoba azul é das boa! _ Alguém falou

Comecei a dançar em uma rodinha qualquer na qual Alice me levou

De repente eu fui puxada para o meio, e tinha alguém dançando comigo. Pelo visto era um homem. Olhei pra ele, tava tudo colorido de mais. Eu só sabia que ele era moreno, e era lindo. Pulei no colo dele e o beijei. O que eu tinha na cabeça? Ar! Ar e mais ar!

Só parei de beijá-lo quando as costas dele bateram na parede

_ Aí, colega, quem é você? _ Perguntei

_ Num sei não! _ Ele me puxou pra outro beijo

_ MAS O QUE É ISSO? _ Alguém gritou

Soltei-me do carinha e olhei pra quem gritou.

Espera, eu conhecia esses olhos azuis... Conhecia essa silhueta enorme... EMMETT!

Essa não, ele me viu beijando um estranho qualquer!

_ Estamos trocando saliva! _ Respondi superior

_ Seu nerd de uma figa! _ Emmett vôo em quem quer que seja OPA! Eu... Eu... MEU DEUS! Era o Jake! Jesus, eu tava beijando aquele nerd perebento... Ok ele não tem pereba... Sai dali bufando.

Tudo que eu não precisava ver era eles brigando. Procurei por Rose, até que vi ela em um canto jogando Poker. Mas espera... Ela ta sem as botas e... Striper Poker! Meu Deus!

Jazz estava do outro lado, dançando esquisito com alguns gays. E Alice estava saltitando no meio da pista. Ah! O tigrão estava sentado em um dos sofás, com cara de quem está sofrendo com dor de corno

Comecei a gargalhar, até que meu braço foi puxado e meu corpo virou. Nem deu tempo de ver nada, somente de sentir um beijo urgente

_ Vem comigo! _ Ele sussurrou

Era Emmett!

Impossível não reconhecer a voz sexy e infantil dele!

_ Me leva pra onde você quiser! _ Falei a primeira coisa que me veio na cabeça

Quando percebi já estava no quarto, sem sandálias e Emm sem blusa. Empurrei ele na cama e comecei a gargalhar. E ele também

_ Deita aqui! _ Ele chamou

Gargalhando histericamente me deitei ao lado dele. Mas não passou disso, pois eu me lembro de nosso riso cessar e então tudo ficar preto

Abri os olhos. Estava deitada numa cama. Do meu lado tinha alguém roncando.

Emmett.

Já não tinha mais musica e a luz do dia entrava pela janela. Levantei com a cabeça latejando. Cada passo que eu dava minha cabeça latejava mais. Espera! Comecei a lembrar de tudo que aconteceu ontem. Mas as lembranças eram vagas, embaçadas e com cores vibrantes...

Sai do quarto e desci para o primeiro andar. Lá estava tudo uma tremenda bagunça! Alice dormindo em cima do piano do Pamonha. Jasper com metade do corpo no chão, a outra metade em um dos poucos sofás que sobraram. Rosalie deitada no chão, com Jake deitado perto. A cabeça dele estava na barriga dela. Do outro lado da sala, mais precisamente na porta da cozinha, Eduzinho estava olhando aquela cena horrorizado

_ Tem remédio para dor de cabeça? _ Perguntei

Ele se assustou com a minha presença mais depois acenou positivamente com a cabeça

_ Onde? _ Atravessei a sala e entrei na cozinha

_ Na gaveta do canto _ Respondeu saindo dali

Peguei o remédio e bebi com um pouco de água. Até que eu ouvi um estrondo e barulhos de tecla de piano.

_ SANTO PINTO! _ A voz de Jazz sôo alta

Voltei correndo pra sala. Alice tinha rolado do piano, caído no chão, que estava cheio de água por causa dos sofás que estouraram. E com esse barulho os outros acordaram

_ Ai, minha cabeça! _ Rosalie murmurou

_ Meu Deus, o que aconteceu aqui? _ O nerd olhou em volta

Até agora não sei o que me deu para beijar ele... Culpa daquela gororoba.

Acredita que não sobrou uma gota daquela bebida? Aquela renca de nego que tava aqui bebeu tudo!

_ Tem remédio na cozinha! _ Murmurei

Então a campainha tocou. Quem era uma hora dessas? Alice levantou desengonçada e foi abrir a porta.

Ah! Era o pessoal da limpeza que ela contratou. Menos mal, eu não aguentaria limpar nada hoje

_ A ressaca está uma merda, mas a festa de ontem foi muito boa! _ Rose falou rindo

_ Eu sei que minha festa estava ótima! Vou virar promoter e ficar internacionalmente famosa! Vou fazer as melhores festas do mundo! _ Alice disse orgulhosa

_ Sei. Aposto que no futuro eu chegar e perguntar para um cidadão "Hey, você sabe quem é Alice Cullen, a promoter?" Obviamente a pessoa vai olhar pra minha cara e responder "RONALDO!" _ Comentei

Jake começou a rir e acabou engasgando

_ Muito engraçadinha! _ Alice fez língua e depois subiu para o quarto dela

_ Vamos embora, por favor! _ Jazz pediu

Então fomos todos para casa. Lá, eu tomei um ótimo banho, para relaxar e curar a ressaca.

Notas finais do capítulo
Haa ._.Bom, espero que tenham gostado. E sim, o que o Emm explicou pra Bells é verdade, ele nunca traiu ela - qlindo*__*E bom... eu realmente quero fazer um capitulo onde a Bella se vinga da Tanya. E quero pedir a opnião de vocês.Tipo, mas não sei se eu faço só da próxima vez que a Tanya aprontar, ou se faço ele de Bônus, pra postar mais rapido... E ai vocês podem escolher, se só querem que a Bells de um susto na Tanya, ou se querem que a Putanya apanhe e seja torturada, ou que ela só leve uns tapinhas...muhahaha :B To doidinha pra escrever um capitulo de violencia ._. - medodemimmesma...Mudando de assunto, CADE O MEU REVIWE? Espero que tenham gostado do capitulo. E não me batam por nada que tenha acontecido que vocês não gostaram, tipo o beijo capenga da Bella e do Jake :B É que me deu vontade de colocar isso só pro Emm ficar com ciúmes...Bjs e deixem reviews :*




(Cap. 11) Ilha Esme

Notas do capítulo
Ah eu sei que eu demorei muuuito :~~ Mas minha criatividade tava beem abaixo de zero xD Bom, eu fiz esse capitulo hj, com um surto de criatividade. Mas não garanto que o cap vai agradar, pq eu achei meio sem graça e capenga.. Mas eu não queria deixar vcs de mãos vazias até meu próximo surto de criatividade... E quero agradecer à mandys2twilight, hannamedeiros, Rafaela_RedBird e driiikpaes pelas recomendações Não sabem o tamanho da minha felicidade e o quanto sou grata Espero que gostem e perdoem os erros, eu não corrigi pq to com pressa de postar xD Ps. Os nomes dos aeroportos que o Emm fala é pura brincadeira, viu? :x

 

 

 

Bella Pov

 

_ É isso aí, cambada! Estamos ao vivo, diretamente do aeroporto da catiróba, pegaremos um vôo pra puta que pariu e de lá iremos de lancha pra ilha inferno. Aqui do meu lado está o meu irmão Tigrão. Então, o que você tem a dizer? _ Emmett estava animado, com um microfone de mentira na mão e uma câmera na outra, filmando tudo envolta. Eu olhava aquela cena com medo.

 

_ Vai se ferrar, Emmett _ Eduzinho respondeu saindo de perto dele

 

Emm bufou e então andou até Jasper

 

_ Hey, o que está achando da viagem, aprendiz de Lady Gaga? _ Ele perguntou

 

_ A viagem está sendo perfeita! E olha essas lojas perfeitas aqui no aeroporto! Desse jeito eu vou enlouquecer! Mal posso esperar pra conhecer o Brasil! _ Jazz respondeu animado com um tom afeminado de mais

 

_ É assim que se fala Jaspinho! _ Alice gritou feliz

 

Ri quando Emmett abaixou bastante a câmera pra focar no rosto da Anã

 

_ Encerramos por aqui. Voltaremos a qualquer hora com mais novidades sobre a nossa “Viagem pro Nada”. _ Então ele desligou a câmera e colocou na mochila

 

_ Não fale assim, meu filho. Não estamos indo pro nada, estamos indo pra uma ilha nossa _ Carlisle o repreendeu

 

_ Mesmo assim, a ilha é desligada do mundo inteiro! Não tem TV, não tem telefone, não tem rádio, aposto que a única coisa que tem é freqüência com os rádios marcianos! E um portal pro inferno, não podemos esquecer! _ Respondeu

 

_ Ah, cala a boca, estrupício! _ O pamonha berrou chamando a atenção do pessoal que estava na fila do check-in

 

Escondi-me atrás do folheto de uma loja qualquer que eu fingia ler para não ser reconhecida, até que as atenções das pessoas se voltaram pra outra coisa alheia.

 

_ Próximo, por favor. _ A tia com voz de sapo pagodeiro chamou

 

Fomos até lá e despachamos as malas, ficando apenas com as bagagens de mão.

 

_ Ok, é o seguinte, o vôo sai daqui 30 minutos. Temos que achar o portão de embarque _ Minha tia falou olhando as passagens

 

Depois de achar esse portão perdido tivemos que passar pela policia, pedindo os passaportes e documentos de todos, por que só assim conseguiríamos sair do país.

 

_ 1ª Classe, corredor à direita _ A moça indicou

 

Seguimos até lá e adivinhem? Pois bem, estava lotado! Acho que só sobraram nossas poltronas, que estavam todas próximas umas das outras. Eu sentaria junto com Jazz.

 

No corredor a minha esquerda, tinha quatro lugares vagos, que logo foram ocupados por um casal e seus dois filhos. Eram gêmeos. Hm... Que coisa não? Dois de uma vez? E ainda gêmeos? A noite deve ter sido beeeeeem profunda...

 

Então perto do vôo começar, veio as aeromoças pra passarem os avisos de segurança, indicando como se coloca o cinto, como se ninguém soubesse, falando das saídas de emergência e mais um monte de baboseiras.

 

Finalmente decolou! Agora é só esperar algumas horinhas até o avião pousar e...

 

_ Bota a mão na carteira que vai começar... O arrastation tion, o arrastation _ Emmett começou a cantar e dançar

 

As crianças das cadeiras ao lado riram e começaram a dançar junto

 

_ Meu Deus, já vai começar! _ Jazz murmurou com olhos arregalados. É... Ele teria uma crise logo, logo.

 

_ Arrastation é bom, bom, arrastation é bom, bom, bom. _ Ele continuou

 

_ É BRASIL BABY! _ A anã se juntou a eles, usando uma cartola sinistra verde e amarela, uma corneta da mesma cor e uma bandeira do país amarrada no pescoço

 

_ O que é isso, Alice? _ Perguntei

 

_ Animação! É isso ai gente! Vamo pular! Vamo pular, vamo pular! _ Ela pulava feliz

 

_ Para com isso, porra! _ Emmett deu um cascudo na baixinha que caiu no corredor, e se possível eles passaram a chamar mais atenção ainda

 

_ Por favor, senhores, sentem em seus lugares! _ A aeromoça pediu

 

Fazendo um enorme bico, todo mundo sentou. Até que Emm, que estava na poltrona na frente da minha levantou, ficando de joelhos no acento e me olhou com um sorriso malicioso. Senti medo.

 

_ O que vai aprontar agora, Emmett? _ Perguntei

 

Ele não respondeu nada, apenas levantou a mão me mostrando o saquinho de amendoim colorido. Abriu-o e pegou um amendoim mirando nas crianças gêmeas das cadeiras ao lado. Então ele jogou o amendoim chamando a atenção delas e fez língua, com um sorriso travesso e sentou de novo.

 

_ É doido! Tem doença! Usa DORGAS! Fugiu do hospício! Era presidiário! Rolou ladeira abaixo e bateu a cabeça com muita força! _ Jazz começou a surtar

 

As crianças começaram a jogar amendoim colorido em mim, em Jazz e alguns no Emm, que devolvia jogando mais amendoim

 

_ AHHH! PARA COM ISSO! _ Jasper gritou

 

FUUUUUUUUUÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓ

 

_ Que porra e essa? _ Gritei me virando pra trás

 

Era Alice com aquela corneta do inferno

 

Ouvi vários “Shhh” dos passageiros, mas nada adiantou, eles continuaram com a bagunça

 

_ Para com isso, gente! _ Rose pediu

 

_ Faz eles pararem! _ Gritei começando a surtar junto com Jazz

 

_ BRASIIIIL _ Alice berrou e assoprou novamente aquela corneta

 

As duas crianças gêmeas saíram correndo quando o amendoim acabou, foram atrás de uma aeromoça pedir mais

 

_ Faz amor comigo, faz amor comigo! Me tira dessa solidão. Vem matar minha saudade... _ Emmett começou a cantar

 

_ CALA A BOCA, EMMETT _ Rose gritou

 

_ Calma Rose, essa musica não é pra você, é pra Bellinha _ Ele respondeu

 

Fiquei vermelha.

 

_ Mas o que é isso? Olha o respeito com a minha prima! _ Jazz berrou

 

_ O dia em que eu saí de casa, minha mãe me disse: filho vem cá! _ Emmett ignorou ele e começou a cantar outra musica

 

_ Senhores, eu peço novamente que se sentem e respeitem os outros passageiros, por favor. _ A Aeromoça apareceu novamente

 

Para minha surpresa, Emm levantou e puxou a aeromoça e começou a dançar forró com ela

 

_ Você não vale nada, mas eu gosto de você, você não vale nada, mas eu gosto de você _ ele cantou

 

Aquilo continuou uma bagunça, até que o comandante apareceu e pôs ordem. Mandando cada um pra sua cadeira e nos ameaçando.

 

_ Finalmente, paz! _ Jazz murmurou

 

_ Por enquanto _ Murmurei de volta rindo

 

_ To com fome _ Ele chamou a aeromoça

 

Ela veio até nós, com uma cara de repreensão

 

_ Eu quero biscoito recheado _ Jazz pediu

 

_ E pode trazer duas cocas junto _ Completei

 

Ela assentiu e saiu dali, voltando logo em seguida com duas latas de refrigerante e um pacote azul com biscoitos.  De novo ela se afastou

 

Jasper analisou a embalagem e eu vi seus olhos se arregalarem

 

_ MAS O QUE É ISSO? É ALGUM TIPO DE PRECONCEITO? É ALGUM TIPO DE OFENSA? DE ONDE VEIO ESSA BAGAÇA? _ Ele começou a gritar

 

Essa não, Jazz surtou de novo!

 

_ O que aconteceu, senhor? _ A aeromoça voltou desesperada

 

_ O QUE ACONTECEU? A SENHORITA ACABOU DE ME OFENDER! EU VOU TE PROCESSAR E ARRANCAR MILHÕES DESSA EMPRESA AÉREA! _ Ele gritou

 

_ Mas por quê? _ A moça arregalou os olhos enquanto eu assistia aquilo com medo

 

_ COMO VOCÊ TEM CORAGEM DE ME DAR UM PACOTE DE “MINI-TRAVEKOS”? _ Ele sacudiu o pacotinho

 

_ Mini-travekos? _ Eu me perguntei

 

_ Sim, olhe só! _ Ele estendeu o saquinho pra mim

 

Peguei e li o nome

 

_ JASPER, SEU BURRO! É MINI-TRAKINAS! _ Gritei

 

Ele ficou quieto e analisou de novo o pacotinho azul e sorriu amarelo

 

_ Eu vou chamar o comandante! _ A aeromoça disse em um tom ofendido

 

_ Viu a burrada que você fez? _ Perguntei com raiva

 

_ Mas eu juro que li Mini-travekos! _ Ele respondeu

 

 

(...)

 

 

_ Agora estamos aqui, no aeroporto fiofó do mundo, localizado no... Aonde mesmo? _ Emmett estava novamente com a câmera na mão

 

Resumo rápido, toda aquela confusão que causamos no avião resultou em termos que descer no primeiro aeroporto que tivesse no caminho. Fomos EXPULSOS! Tem noção do que é isso?

 

_ Haiti, Emmett, estamos no Haiti! América Central! _ Carlisle respondeu

 

_ É, isso mesmo. No Haiti, onde ocorreu o terremoto! Incrível como tudo está destruído. Ainda bem que o aeroporto está funcionando. Conseguimos graças a Deus um vôo pro Brasil, e já estamos a caminho do portão de embarque. Vamos pegar nossas malas lá mesmo _ Ele finalizou e guardou a câmera

 

Dessa vez ficamos como anjos dentro do avião. Quase nem respirávamos...

 

 

(...)

 

 

FINALMENTE!

 

_ Alô, alô, falando diretamente do Aeroporto da puta que pariu. Isso mesmo, já estamos no Rio de Janeiro! Só falta pegar as malas, que já, já vão ser liberadas e depois ir de taxi até o porto, onde a lancha nos espera! _ Novamente Emm guardava a câmera

 

_ Vamos pegar nossas malas, já estamos atrasados _ Carlisle chamou

 

Fomos em direção a esteira, onde pegamos todas as malas e saímos de lá apressados direto pra um taxi e depois pra lancha.

 

Agora já estávamos no mar, e já podia avistar a ilha. Não foi muito difícil fazer o desembarque...

 

Já dentro do quarto onde Alice, Rose e eu ficaríamos. Era até espaçoso... Com três camas de solteiro e moveis em cor clara. Todo esse ambiente calmo me fez lembrar do sufoco que passamos naquele motel Teletubbies...

 

_ Vamos descer! _ Alice pediu, ainda usando aquelas roupas estranhas

 

Fomos pro andar de baixo, onde ficava a sala, a cozinha e um banheiro.

 

_ Hey, vamos brincar de alguma coisa? _ Emmett sugeriu

 

Fiz cara de confusa e olhei pros de mais e vi que a cara deles estava igual a mim

 

_ Por favor, vai ser legal! _ Os olhinhos dele brilharam

 

Se fosse na época em que eu era apaixonada por ele eu estaria derretendo. Mas acho que o susto que a Tanya me deu, me fez acordar pra vida... Mas eu ainda a odeio!

 

_ Tudo bem, isso aqui ta meio parado mesmo... Então, do que vamos brincar? _ Rose se animou também

 

_ De escolinha! _ Jazz berrou feliz

 

Revirei os olhos. Não teria alternativa. Eles insistiriam até eu aceitar

 

_ E você pamonha, vai ser o professor! _ Emmett apontou pra ele

 

_ O que? Por que eu? Por que não é o Jake? _ Ele apontou pro nerd

 

_ Não, obrigado! _ Jake sorriu amarelo

 

_ Nada disso, tigrão! Já que todo professor é chato e você também é, não há nada mais justo! _ Alice falou

 

_ Ta, vamos começar! _ Emmett levantou

 

Não sei como, mas eles conseguiram montar algo bem parecido com uma sala de aula. Incrível...

 

_ Vai, Edward, dá aula! _ Jasper mandou

 

_ Er... Hum... Ta _ Ele respondeu sem jeito

 

Eu estava sentada na cadeira do fundão, ao lado de Emmett. Não perderia a oportunidade de zoar do pamonha!

 

_ Aula de ciências. Vou fazer uma pergunta bem fácil. Alguém sabe o que é isso? _ Ele fez um desenho no quadro improvisado

 

_ É UMA XARXIXA! _ Emm gritou

 

_ O QUE? _ Eu arregalei os olhos

 

_ É UMA XARXIXA! COM MOSTARDA EM CIMA! _ Emmett gritou novamente

 

_ SEU BURRO! O CERTO É SALCICHA! _ Jazz berrou

 

_ HAAAM, JASPER, EU SEI QUE VOCÊ GOSTA, LITERALMENTE, DE SALCICHA, MAS EU FALO XARXIXA! _ Eles começaram a discutir

 

Até Alice entrou no meio da confusão, enquanto eu, Rose, Jake e Eduzinho assistíamos tudo incrédulos com tamanha jumentisse deles...

 

_ JÁ CHEGA! _ O Mullen gritou

 

_ SÓ POR QUE O JAZZ LEVA XARXIXADA! _ A voz de Emm ecôo no silencio

 

_ Olha ele! _ Jasper apontou pra Emm

 

O Pamonha bufou revirando os olhos e ignorou

 

_ Alguém sabe o que é isso? _ Tornou a perguntar

 

_ Uma mitocôndria? _ Arrisquei

 

Ele me olhou com uma sobrancelha arqueada

 

_ Muito bom, Isabelle. 9,8 pra você _ Ele respondeu

 

Não sei por que, mas eles me aplaudiram...

 

_ Ah, professor Tigrão, arredonda minha nota? _ Pedi com sorriso de nerd

 

_ Não _ Ele respondeu fazendo cara de cu

 

O QUE? Ele ta tirando comigo?

 

_ Ah, vai psôr, arredonda minha nota _ Afinei mais a voz

 

_ Já disse que não _ Ele virou pro desenho no quadro

 

_ Professooooooor, arredonda minha nota _ Continuei

 

Eu sabia que ele ia ficar irritadinho. ADOGO!

 

_ Professor, arredonda a minha nota, vai? _ Pedi de novo

 

_ Se você repetir mais uma vez... _ Ele ia falar, mas eu o interrompi

 

_ ARREDONDA MINHA NOTA, PORRA! _ Gritei

 

_ Vou arredondar sua cabeça, filha da puta! _ Ele largou o giz e veio na minha direção

 

_ Socorro! _ Gritei

 

Levantei e comecei a correr pela sala, derrubando mesas e cadeiras

 

_ Jake, me protege! _ Fiquei atrás dele. Hey... Esse nerd é bem grande! Nunca tinha reparado...

 

_ Sai daí, Isabelle! _ Eduzinho gritou

 

_ Deixa ela em paz! _ Emm se meteu

 

_ Se fudeu, Eduzinho _ Falei risonha

 

_ Ah, eu vou embora _ Ele saiu bufando

 

Todos caímos na gargalhada

 

_ Arrumem essa bagunça e venham jantar _ Minha tia avisou

 

Arrumamos tudo rapidinho e fomos a caminho da cozinha, ainda rindo. O Pamonha já estava lá, com cara de bunda.

 

 

(...)

 

 

_ ACABOU! _ Gritei me jogando ao lado do pessoal

 

Passamos a manhã e boa parte da tarde arrumando a decoração da festa de noivado. Alguns convidados logo chegariam. Seriam no máximo 100 pessoas

 

_ Vamos nos arrumar, só temos 3 horas! _ Alice se levantou preocupada

 

Ri e segui a baixinha.

 

Tomei um bom banho, coloquei um vestido branco e soltinho, com algumas flores coloridas. Deixei o cabelo solto e nos pés uma sandália branca baixinha. A maquiagem bem leve e duas argolas prateadas nas orelhas.

 

_ Está perfeita! _ Rose falou

 

Sorri pra ela, que usava um short jeans no meio das coxas, uma blusa vermelha xadrez de meia manga, com os botões abertos na frente, revelando um top branco. Nos pés sandálias marrom-avermelhadas, combinando com a blusa. Nada mal até...

 

_ Rose você... A-R-R-A-S-O-U! Vai ser a caipira mais linda da festa! _ Alice soltou um gritinho

 

_ Vai se ferrar, Alice _ Rose disse rindo

 

Descemos juntas, falamos com alguns convidados e depois nos sentamos com os meninos.

 

_ Papai e Esme ficam tão bonitos juntos _ Emmett murmurou

 

Todos concordaram. A festa estava meio agitada, tocavam musicas dos anos 80 e tinha bastante gente na pista. Seria divertido hoje!

 

_ Vamos dançar _ Sugeri já me levantando

 

Seguimos pra pista e arranjamos um espacinho. Dançamos a musica agitada até que uma lenta começou a tocar, os demais casais passaram a dançar mais próximos, com sorrisos bobos na cara. Olhei pro pessoal.

 

_ Er... Eu vou beber alguma coisa! _ Jake falou já saindo, vendo o olhar de Alice sobre ele. Quase ri com isso

 

_ Ah, e agora, com quem eu vou dançar? _ Alice fez bico

 

Antes que eu pudesse sugerir qualquer coisa, o Pamonha a puxou, já que provavelmente não iria dançar com Rose. Sobrou pra eu ir com Emmett, já que Jazz puxou a irmã dele.

 

_ Bellinha, eu queria falar com você _ Emm puxou assunto

 

Fiquei meio receosa, mas continuei dançando com ele

 

_ É sobre nós _ Ele murmurou bem próximo ao meu ouvido aproximando ainda mais nossos corpos. Senti-me meio desconfortável

 

_ Diga _ Falei com medo de que a voz falhasse

 

_ Eu queria voltar a namorar você, Bellinha. Sabes muito bem que eu ainda te amo, e te quero _ Ele deu um leve beijo no meu pescoço

 

_ Er... Eu não sei Emm. Talvez não seja uma boa idéia... _ Comecei meio nervosa

 

_ Por quê? Não me ama mais? _ Ele se afastou um pouco para me olhar, ficando com a testa quase colada na minha

 

_ Não é isso, é que... _ Eu ia continuar, mas ele me interrompeu com um selinho no canto dos lábios

 

_ Então não há motivos _ Ele murmurou, roçando seus lábios nos meus

 

A sensação de estar fazendo algo totalmente errado se apoderou de mim, e eu comecei a sentir certa repulsa, que fazia minha garganta arder.

 

_ Emmett, não _ Sussurrei

 

_ Por quê? _ Ele me deu um selinho demorado

 

_ Desculpa, eu não posso _ Saí de seus braços e corri pra longe dali

 

Quando dei por mim, já estava sentada ao lado de Jake, com um copo de alguma bebida na mão. Desabafando...

 

_ Eu te entendo, Bells _ Jake dizia afagando meu cabelo enquanto eu estava abraçada nele, chorando

 

_ Eu pensei que amava ele, Jacob _ Funguei

 

_ Acontece Bella, eu também achava que amava a Alice, até o dia em que ela tentou me beijar. Eu percebi que era só amizade _ Ele contou

 

Afastei-me para olhá-lo

 

_ Ela tentou te beijar? _ Arregalei os olhos inchados

 

_ Sim _ Suas bochechas morenas coraram e ele olhou pro chão

 

Eu soltei uma gargalhada que o fez rir também

 

_ Então é por isso que você anda evitando ela _ Conclui

 

_ É... Mas não comente nada com ela _ Pediu

 

_ Pode deixar! Sabe Jake, eu sinto que você ainda vai achar uma garota que te merece. Você é nerd, mas é um bom amigo _ Abracei ele de novo

 

Ele riu e devolveu o abraço

 

_ Agora pare de chorar _ Ele se afastou pra poder limpar minhas lagrimas

 

_ Ta, já parei _ Sorri

 

_ Quer andar pela praia? _ Ele perguntou

 

_ Seria bom _ Concordei

 

Levantamos e começamos a caminhar lado a lado

 

_ Bella, você odeia mesmo o Edward? _ Ele quebrou o silêncio

 

_ Na verdade eu acho que sim... Gosto de implicar com ele. Quando eu o irrito, é como se um bichinho ronronasse de felicidade dentro de mim _ Falei gargalhando

 

Ele riu junto e sacudiu a cabeça negativamente

 

_ Vocês dariam um belo casal _ Jake murmurou

 

_ Claro que não, Jacob! Eu o odeio e ele me odeia! _ Respondi mais séria

 

_ Bells, o ódio tráz o amor de diversas formas _ Ele sorriu de lado

 

Revirei os olhos

 

_ Sem filosofia barata, Jake. Não tem a menor chance de isso acontecer! Ele é chato, mal-humorado, birrento e metido. Totalmente oposto a mim! _ Falei

 

_ Os opostos se atraem! _ Ele falou em um tom divertido

 

_ Para com isso, Jake! _ Bati de leve em seu braço, rindo também

 

Fala sério! Que absurdo! Eu e o Pamonha? Nem em sonho!

 

Notas finais do capítulo
Gostaram? :B

Na Parte II, começa o romance - olhaadik

Então, eu não tenho muito o que falar :~~
Só a agradecer pela quantidade de reviews que eu recebo, sério, fico cada vez mais feliz Quando eu comecei a escrever esperava no máximo uns 12 reviews por cap, e olha só que coisa boa :~~ eu consegui passar dos 45 reviews no cap anterior. Sério, vcs fazem a minha vida mais feliz *seemociona*

Então, se tiver afim de colaborar pro próximo capitulo vir mais rápido, pq eu ja sei o que vou escrever, mande um review E se não for pedir muito, recomenda a fic? eu sei, ja to explorando a boa vontade de vocês e-e'

Ah, e eu queria comentar mais uma coisinha... Sobre Bad Girls 2, gentë, eu nãão esqueci da fic viu? Ela apenas esta la paradinha, e eu ainda vou continuar ela

E uma propaganda basica :~~
Alguém aqui ja leu a minha fic besta? 'Coisas que nunca vão acontecer'
Ah, quem leu gostou. Passa la? xD
http://fanfiction.nyah.com.br/viewstory.php?sid=65479

Ta, ja parei de encher o saco :~~

Então, reviews e recomendações?

Bjinhos e Abraços :* Obs. O nome antigo do Cap é Ilha Esme (Part I) mas eu mudei pq o próximo, que seria a Part II, vai ter outro nome xD Ja digitei metade do próximo cap




(Cap. 12) Mudando o visual da Rose

Notas do capítulo
Ahhhhh, finalmente o que muita gente esperava, um help pra Rose Viu, dessa vez eu nem demorei tanto! Nossa, eu ainda to chocada com a quantidade de reviews que eu recebi! Sério, vcs são os melhores *seemociona* Ok, foco. Não sei se esse cap tem muita graça, pq eu me preocupei mais em dar o primeiro passo pra Emm&Rose Perdoem meus errinhos de português, mas é que eu queria postar logo esse cap, pra não deixar vcs tanto tempo sem nada, e assim que der vou começar a escrever o próximo, creio que não vai demorar, eu ando tendo muitos surtos de criatividade Enfim, espero que gostem e leiam a Nota Final!

Mudando o Visual da Rose

 

 

 

Rose Pov

 

_ Aff, Rosalie, você não está dançando direito! _ Jazz me tirou dos meus pensamentos

 

Eu observava atenta Bella e Emm dançando. O que eu mais queria era ver a felicidade do meu amigo e da minha prima

 

_ Desculpa, Jasper _ Sorri amarelo e ele fez um bico de indignação

 

Eu ri. Só meu irmão estranho pra me fazer rir uma hora dessas

 

Alguém bufando me chamou a atenção. Olhei pro lado e vi Emmett com uma cara péssima e Bella correndo pra longe

 

_ Essa não _ Sussurrei

 

_ O que foi? _ Jazz perguntou olhando pro mesmo lugar que eu

 

Emm balançou a cabeça negativamente e saiu dali, seus lábios tremiam levemente e eu podia ver o brilho excessivo em seus olhos por causa das lágrimas que logo cairiam

 

_ Emmett. Eu já volto _ Sai dos braços do meu irmão e segui Emm

 

Ele parou de andar e sentou em uma mesa afastada dos convidados. O rosto meio escondido nas mãos e o corpo tremendo por causa dos soluços

 

_ Emmett? _ Murmurei

 

Ele me olhou. Seus olhos transmitiam tanta tristeza que meu coração se apertou e eu o abracei forte

 

_ Ela não me ama _ Ele começou a repetir essas palavras devolvendo o abraço

 

_ Ela te ama sim, Emm. Só precisa de um tempo pra reconhecer isso. Aquela história toda com a Tanya afetou um pouco ela _ Falei mesmo sabendo que só metade disso era verdade

 

 _ Eu não sei, Rose _ Ele se afastou e secou as lagrimas

 

Se o momento não fosse tão tenso eu estaria rindo. Emmett, um garoto tão grande e forte, que se faz de durão, sentado na minha frente chorando por amor. É mesmo a pessoa de sentimentos mais puros e sinceros que eu já vi...

 

_ Não fique assim, Ursão! _ Segurei seu rosto com um sorriso nos lábios

 

Ele riu, mas logo sua expressão ficou séria

 

_ Preciso que você me ajude _ O tom frio e calculado de sua voz me fez ter um calafrio

 

_ Qualquer coisa _ Respondi automaticamente

 

Ele sorriu

 

_ Irei reconquistar a Bella, e você vai me ajudar _ Explicou

 

_ E o que eu vou ganhar com isso? _ Perguntei brincando

 

_ Você ganha o Edward _ Falou sério

 

_ Como assim? _ Fiquei séria também

 

_ Digamos que eu vou te transformar na garota perfeita pra ele _ Sorriu

 

_ E você sabe como é o tipo perfeito pra ele? _ Arqueei uma sobrancelha

 

_ Sim. Ele é meu irmão, temos um gosto bastante parecido _ Ele respondeu dando de ombros

 

Sorri travessamente. Esse plano de Emmett era extremamente convidativo. Uma tentação muito grande para resistir

 

_ To dentro _ Murmurei

 

_ Então fecha que é nóis _ Ele levantou uma mão no ar

 

Ergui a minha para bater na dele, mas...

 

_ Ben 10 _ Ele desviou a mão pro próprio pulso gargalhando

 

[n/a: Eu já fui vitima desse “Ben 10” Fiquei fula da vida, mas depois eu ri :/ ]

 

_ Idiota! _ Falei com raiva, mas gargalhando

 

_ Tudo bem, podemos começar amanhã. Agora não seria uma hora muito apropriada para isso, não acha? _ Ele sorria

 

_ Claro. Então, vamos aproveitar a festa _ Levantei e ele também

 

Fomos de volta pra pista, onde Jazz, Alice e Edward Gatão estavam conversando. Ficamos ali com eles até o fim da festa. Nem sinal da Bells e do Jake.

 

(...)

 

Bella Pov

 

_ Alô pessoal, aqui é Emmett Cullen, falando ao morto com vocês, diretamente do aeroporto. Nossa “Viagem para o Nada” acaba por aqui. Estamos a caminho do avião, mas dessa vez nada de bagunça. Não queremos ir parar no Haiti de novo... Enfim, quando chegarmos em casa, vamos começar a decorar tudo, por que falta poucos dias pro natal e pro ano novo. E o que vamos fazer em 2011? Eu também não sei... Mas estive pensando em pegar meu Cadillac e viajar pra qualquer lugar por aí... Seria interessante, não acham? _ Emmett estava novamente com aquela bendita câmera na mão

 

_ Irmão querido, você nem tem um Cadillac... E é mentalmente incapaz de se virar sozinho, então nada de pegar a estrada sem chamar mais alguém _ Alice falou

 

_ Sem graça! _ Ele guardou a câmera

 

_ Olha só, se houver alguma reclamação sobre vocês no avião, vai ficar todo mundo sem presente de natal _ Minha tia nos olhou feio

 

Arregalei os olhos. Que tipo de ameaça era aquela? Presente de natal? Na próxima ela fala que o papai Noel ficou magoado conosco *acrescente uma expressão assim: ¬¬*

 

Bom, como já foi dito, estamos voltando pra casa. E eu espero dormir muito nesse vôo.

 

(...)

 

Seattle, 22 de dezembro, 14h15min

 

Rose Pov

 

_ Ta de zoação comigo né? _ Perguntei incrédula

 

_ Isso tem cara de zoação, queria futura ex-caipira? _ Emm sorriu

 

Bufei e balancei a cabeça negativamente

 

Depois de ficar ouvindo Emmett falar por duas horas sobre coisas que Edward gosta e não gosta, viemos parar no maior shopping de Seattle

 

_ O que estamos fazendo aqui mesmo? _ Olhei em volta

 

_ Compras, Rose, vamos mudar o seu visual _ Respondeu

 

[n/a: Esse momento vale uma pausa dramática. Leram direito? A ROSE VAI MUDAR DE VISUAL! Agradeçam ao Emmett xD]

 

_ Mas eu não quero mudar. Gosto das minhas roupas _ Reclamei

 

_ Fica quieta, por que com esse estilo seu, nem jegue quer _ Falou

 

_ Vai tomar no TOBA, Emmett _ Bati no braço dele e o idiota apenas riu

 

_ Vem, Rose _ Me puxou em direção a uma loja bem colorida, cheia de roupas femininas, onde tocava musica eletrônica e tinha algumas pessoas dentro. Tudo ali parecia ser muito caro...

 

_ Não tem nenhuma roupa legal aqui _ Murmurei

 

_ Em que posso ajudá-los? _ Uma moça baixinha veio até nós com um sorriso

 

_ Quero as roupas mais bonitas da loja. Rose entra no provador _ Emm mandou

 

Entrei dentro da cabine branca e fiquei sentada em um puff esperando. Até que jogaram lá dentro um monte de roupas

 

_ Coloca e me deixe ver _ Emmett falou do lado de fora

 

_ Ta _ Concordei

 

Experimentei muitas roupas, já estava ficando cansada até. Cada roupa que eu colocava eu deixava Emmett ver, ele dava sua opinião e decidia o que íamos levar e o que ficaria.

 

Depois de um bom tempo, eu saí de dentro do provador, usando um vestido de inverno que eu fui obrigada a colocar. A vendedora estava com cinco enormes pilhas de roupa e um sorriso de quem iria receber uma comissão alta no fim do mês por causa dessa venda...

 

_ Deu dois mil e trezentos _ Eu parei de ouvir quando ela falou o “dois mil”

 

O QUE? MEU DEUS! QUE ROUBO! SÃO SÓ 207 PEÇAS DE ROUPA!

 

[n/a: Acho que exagerei um pouquinho né? Mas enfim, loja de shopping é cara mesmo e são 207 peças :~~ ]

 

_ Ótimo _ Emm concordou com um sorriso no rosto

 

Fomos pro caixa e eu peguei meu cartão de crédito, já pensando na bronca que eu levaria por gastar tanto

 

_ O que é isso? _ Emm perguntou me olhando

 

_ Isso o que? Só estou pegando meu cartão _ Fiquei confusa

 

_ Nada disso. Quem vai pagar sou eu. Eu que te chamei aqui _ Ele falou

 

Arregalei os olhos

 

_ Não, Emm. Eu te ajudo pelo menos _ Tirei o cartão da bolsa

 

_ Não quero que ajude Rose. Hoje é por minha conta _ Ele sorriu

 

Sorri também e dei de ombros guardando o cartão

 

Além de pagar a conta, Emm não me permitiu carregar nenhuma sacola

 

_ Eu não conhecia esse seu lado, Emmett _ Murmurei quando saímos da loja

 

Ele sorriu de lado pra mim

 

_ Vamos, ainda não acabamos as compras _ Continuou me arrastando

 

_ Ah, não! Eu já estou cansada de tanto colocar e tirar roupa _ Reclamei

 

_ Qual é Rose? Nem começamos! _ Ele olhou pra mim rindo

 

_ Me recuso a continuar _ Tentei parar, mas ele ainda me arrastava

 

_ Se você não colaborar não vai ter como fazer o Edward se apaixonar por você! _ Ele parou de me arrastar e me encarou sério

 

_ Ótimo! Vamos entrar naquela loja _ Na mesma hora mudei de idéia

 

Ele riu e lá fomos nós de novo fazer compras.

 

(...)

 

_ Agora já chega! _ Me joguei na cadeira do restaurante do Shopping

 

_ Tudo bem. Eu também estou cansado! _ Emm sentou na cadeira da frente e apoiou as zilhões de sacolas nas duas cadeiras vazias

 

_ Vamos comer! _ Peguei o cardápio

 

Ele riu e concordou. Fizemos nossos pedidos e começamos a conversar

 

_ O que está pensando em fazer com relação á Bells? _ Perguntei

 

_ Ainda não pensei direito. O que acha de conversar com ela e depois você me conta tudo o que ela falou? _ Ele sugeriu

 

_ Hm. É fácil, posso fazer isso ainda hoje _ Sorri

 

_ Ótimo _ Ele sorriu também

 

Depois disso ficamos em um silêncio constrangedor. Foi estranho, eu senti falta da voz de Emm. Acho que é pelo fato de que ele ficou falando a tarde toda na minha orelha. Ri desse pensamento

 

_ Do que está rindo? _ Ele perguntou divertido

 

_ Ah, de nada especial _ Dei de ombros

 

_ Sei, conta logo, Rose _ Emm ria também

 

_ Não é nada, apenas estava me lembrando de hoje à tarde. Achei engraçado _ Expliquei

 

_ É... Foi. Mas pelo menos agora você não vai se vestir mal _ Ele falou

 

Fiquei incrédula e ia responder a altura, mas os pedidos chegaram

 

Comemos conversando sobre coisas banais e meio sem nexo. Depois Emm me levou pra casa. Entrei na sala, carregando as zilhões de pesadas sacolas

 

_ Rosalie? _ Jazz perguntou surpreso

 

_ Eu mesma _ Murmurei

 

_ Cadê suas roupas de caipira? E que sacolas são essas? E onde passou a tarde toda? Já viu que horas são? _ Ele surtou LEVEMENTE

 

_ Minhas roupas de caipira estão lá em cima. Essas são sacolas das compras que eu fiz, no shopping hoje de tarde com o Emmett. E sim, já vi que horas são _ Respondi tudo já indo subir as escadas

 

_ Com o Emmett? Que história é essa, Rose? _ Ele subiu as escadas atrás

 

_ Ué, como assim “Que história é essa”? Eu e ele apenas fizemos comprar no shopping e depois jantamos. Nada de mais, Jasper _ Entrei no meu quarto e coloquei as sacolas na cama

 

_ Rose, eu não te entendo _ Ele cruzou os braços

 

_ Eu é que não estou te entendendo, Jazz _ Encarei-o

 

_ Pensei que você gostasse do Edward _ Ele gritou

 

_ Mas é claro que gosto! Não é por que passei a tarde com Emmett que significa que agora gosto dele. Ele é apenas meu amigo _ Gritei de volta

 

_ Olha lá, em Rose _ Ele saiu do meu quarto

 

Bufei. Ridículo isso! As pessoas têm mania de confundir amizade com outras coisas...

 

Tirei minhas antigas e lindas roupas de dentro do guarda-roupa e joguei-as em um canto, começando a guardar as novas

 

 

Bella Pov

 

Estava deitada na minha cama, olhando pro teto, no melhor ritmo de parasitagem que existe, quando a porta foi bruscamente aberta e Rose entrou.

 

Pulei de susto. Primeiro por ser interrompida do meu momento de viajem na maionese. Segundo por que Rose não estava vestida de caipira. Cocei os olhos a fim de ver se não era miragem

 

 _ Oi, Bells! _ Ela sentou na minha cama animada

 

_ Er... Rose? É você mesma? _ Perguntei

 

Ela riu

 

_ Claro que sim! _ Respondeu

 

_ Ta... Diferente _ Murmurei

 

_ Sim, fiz compras com o Emm hoje _ Ela sorriu

 

Tudo bem que eu não amava o Emmett mais, mas eu senti uma pontadinha de ciúmes

 

_ É mesmo? _ Minha voz saiu estranha

 

_ É... Bells, por que não volta com ele? _ Ela se ajeitou melhor na cama

 

_ Eu não amo mais ele _ Respondi a mesma coisa que eu falava pra todos que me faziam essa pergunta

 

_ Eu acho que você ama sim _ Ela disse em tom divertido

 

Eu ri

 

_ É verdade Rose. Não quero mais nada com ele _ Falei

 

_ Mas Bella, vocês combinam tanto! Vai, fica com ele _ Ela começou a pular na cama

 

_ Rose... Não adianta _ Balancei a cabeça negativamente

 

_ Ah, vai Bells. Então pelo menos explica por que você não ama mais ele _ Pediu

 

_ Bom... Eu não sei. Mas parece que todo aquele sentimento mágico que eu sentia por ele passou, sei lá, eu queria apenas ser amiga dele _ Dei de ombros

 

_ Ai, Bells, o Emm é tão legal. E ele é muito gentil também, eu ainda acho que vocês devem ficar juntos _ Rose estava com um brilho engraçado nos olhos, e isso me fez arquear uma sobrancelha de modo desconfiado

 

_ Aonde quer chegar com tudo isso? _ Perguntei

 

Ela me encarou como quem acaba de tomar um susto

 

_ Eu... Nada? É, nada! Fala sério, Bellinha, o que eu iria querer? _ Ela sorriu amarelo e começou a pressionar os próprios dedos uns nos outros. É, ela estava escondendo alguma coisa

 

_ Vamos, sua ex-caipira, me conta! _ Exigi

 

_ Já falei que não é nada. E eu vou indo, tenho que arrumar algumas coisas no meu quarto _ Rose sai correndo

 

Bufei. Agora eu ficaria com essa nóia na cabeça...

 

Resolvi levantar e calçar meus chinelos e ver o que estava acontecendo lá em baixo

 

_ Oi? _ Chamei

 

Ouvi uma risadinha estranha

 

_ Jazz, é você? _ Perguntei

 

Novamente a risadinha e um barulho estranho. Parecia... Porta de armário?

 

_ Jasper não tem graça. Cadê você? _ Fui pra área de serviço

 

Mais uma vez aquela risadinha veio me assombrar e dessa vez veio barulho do meu lado esquerdo, onde ficavam os produtos de limpeza e algumas outras coisas

 

_ Tudo bem, já perdeu a graça _ Bufei

 

Um forte estalo veio de um lugar especifico ali na área de serviço. Olhei pro armário de vassouras. É, tínhamos um desses aqui em casa. Mais outro estalo.

 

Cautelosamente fui até o armário e abri a porta dele, dando de cara com algo que eu realmente não precisava ver

 

Jasper dormindo, abraçado a uma vassoura, babando e rindo. Agora sim, seria uma boa hora pra surtar e sair gritando um sonoro...

 

_ QUE PORRA É ESSA? _ Antes que eu pudesse concluir meu pensamento alguém gritou atrás de mim

 

_ OS MAFAGAFOS VÃO ATACAR! _ Jazz acordou com o susto e saltou pra fora do armário. Mas pra onde ele saltou? Bom, pro meu colo

 

_ AHHHHHHHHH! _ Era Jake gritando

 

_ MEU DEUS! O QUE TA ACONTECENDO? _ Tia Esme adentrou o lugar com um facão na mão

 

_ GEEEENTE, É O RAMBO VERSÃO FEMININA! _ Jazz gritou e começou a se sacudir no meu colo

 

_ Não surta, seu doente! _ Joguei ele no chão

 

Demonstração de carinho, né?

 

_ Cara, que susto que vocês me deram, eu ouvi barulhos vindos daqui e umas risadinhas sinistras... _ Jake falava rápido de mais

 

_ Jazz, não me diga que estava dormindo no armário de vassouras de novo? _ Tia Esme perguntou apontando a faca pra ele

 

_ EEEEEEEEEEEEEEEEEEU? NUNCA! _ Jasper arregalou os olhos

 

_ Ele tava sim! _ Acusei

 

_ O QUE? BLASFEMIA! MÃE NÃO ACREDITA NELA! FURACÃO, VOCÊ NÃO PODE PROVAR! _ Ele gritou

 

Putz será que ele não sabe falar baixo?

 

_ Eu não tenho provas, mas tenho testemunhas e esse rastro de baba no seu rosto! _ Apontei pra ele

 

_ Er... Hm... Eu... Esqueci de regar a minha plantinha. Tchau _ Jazz saiu correndo

 

Fiquei incrédula

 

Só tem doido nessa casa! Deve haver alguma macumba por aqui! O que foi isso que acabou de acontecer? Com certeza foi um dos episódios mais sinistros que eu já presenciei! Meu primo em uma cena nada suspeita!

 

_ Eu acho que vou dormir! Já aconteceu coisa de mais hoje _ Murmurei

 

(...)

 

Tem coisa mais deprimente do que a véspera da véspera do natal?

 

Pois é, hoje são 23 de dezembro. Minha tia ta igual uma maluca decorando a casa. Rosalie disse que ia até a mansão dos Cullens pra falar com Alice, mas ela sabe mentir tão bem que nem se lembrou que às 9 da manhã Alice veio pra cá fazer a lista de presentes com Jazz e depois ir comprar tudo no Shopping. Acho que Jake foi com eles...

 

Meu celular vibrou na mesinha ao lado da cama e eu me virei de bruços para ver o que era. Rosalie ligando. MEDO!

 

_ Alô? _ Atendi

 

_ Bellinha, Jazz me ligou agora, nos chamando pra ir ao Shopping. Vamos? _ Ela parecia animada

 

Pensei um pouco em todas as conseqüências que essa visita ao shopping acompanhada de uma cambada de fuinhas albinas me traria futuramente

 

_ Tudo bem. Vou trocar de roupa _ Concordei

 

_ Ótimo, em 10 minutos estarei aí. Tchau _ Ela desligou

 

Levantei da cama e fui direto escolher uma roupa. Calça jeans cinza, blusa preta, casaco lilás combinando com o tênis branco com alguns detalhes lilás também. Acho que estava bom...

 

Peguei meu celular, dinheiro e documentos. Coloquei nos bolsos da calça e quase em seguida ouvi o barulho de uma buzina conhecida. O Jeep...

 

Desci afobada e parei na porta

 

_ Tia, vou com Rose pro shopping encontrar o Jazz _ Avisei

 

_ Tudo bem, querida _ Ela respondeu

 

Tranquei a porta e corri pro Jeep que já estava com a porta aberta, peguei uma chuva básica...

 

Emmett dirigindo, Rose no carona e advinha quem no banco de trás para ir ao meu lado? Ele mesmo, o pamonha!

 

_ Oi _ Falei

 

_ Hey Bells _ Rose sorriu pra mim

 

_ Oi _ O pamonha murmurou. Nossa, uma demonstração de educação...

 

Emmett virou pra trás, sorriu cheio de covinhas e me estendeu a mão

 

_ Sem ressentimentos? _ Perguntou

 

_ Sem ressentimentos _ Concordei apertando a mão dele sorrindo

 

_ Ótimo! _ Ele voltou a virar pra frente

 

Encostei-me no banco enquanto o carro arrancava e fiquei viajando um pouco nos meus pensamentos enquanto eles conversavam qualquer coisa

 

Só voltei à realidade quando aquela conversa se transformava em uma confusão

 

_ Nossa, Emmett, não viaja! _ O pamonha falou irritado

 

_ Ah, cala a boca, astronauta! _ Emm falou com a cara fechada

 

Olhei pro Eduzinho. Astronauta... Fazia sentido, já que Emmett chamava o irmão de cabeçudo às vezes. O tamanho do crânio dele podia ser comparado com o de um capacete de astronauta! Comecei a gargalhar. Claro que era ironia, né?

 

_ Astronauta? Eu não entendi... _ Rose murmurou

 

_ É só você sentar no foguete dele que ele te leva pra lua _ Emm falou rindo

 

Gargalhei mais alto e Rose arregalou os olhos corando, enquanto o Tigrão apenas ficava incrédulo

 

_ CREEEDO! _ Rose berrou

 

_ Minha vontade é de te bater, sabia? _ Eduzinho falou com o irmão

 

_ AH, Tigrão, você tem que deixar de ser chato e mal-humorado _ Emm disse

 

Ele estacionou o carro e descemos, eu ainda ria da história do foguete. Não sei de onde esse povo tira essas idéias...

 

De longe vi Alice pulando e acenando. Jazz e Jake seguravam um monte de sacolas e faziam cara de quem não estava gostando de carregar peso.

 

(...)

 

_Olha só onde estamos agora! Reunidos aqui nesse Shopping que eu não sei de qual lugar é... Voltando ao foco, fizemos nossas compras de natal e agora vamos comer uma pizza gigantesca de... Qual o sabor mesmo? _ La estava Emmett com aquela praga de câmera

 

_ Portuguesa _ Alice respondeu

 

_ É isso, a pizza é Portuguesa. E enquanto ela não vem, nós pedimos alguns aperitivos, e veja isso _ Ele focou a câmera na cara do Jazz _ Olha este cidadão de Marte comendo desesperadamente todos os salames e ovos de codorna da bandeja. Isso tudo é desejo sexual reprimido? _ Emm perguntou

 

_ Vai se ferrar, Emm _ Jazz respondeu com a boca cheia de ovo

 

_ ECA! _ Gritei olhando pra ele

 

_ O que foi? _ Quando ele falou vôo um pouquinho de ovo na Rose

 

_ AHHH QUE NOJO! _ Ela gritou se levantando e batendo no braço onde o ovo tinha caído

 

_ Meu Deus, vocês parecem que são da ROÇA! Sentem-se e finjam que são civilizados! Tão achando que isso aqui é Paleolítico? Neolítico? Se toca, manolow!  Estamos em 2010 depois de Cristo! Olha como é magnífico! _ Emm se empolgou

 

_ Cala a boca! _ O pamonha pediu

 

_ Vejam, ele sabe o que é Paleolítico e Neolítico! _ Jake pareceu se interessar pelo assunto

 

_ Mas é claro que sei! Paleolítico foi aquele filme que a Dercy Gonçalves estrelou. O titulo era Paleolítico: O Big Bang! E Neolítico foi o especial. Chamava-se Neolítico: Nos bastidores do Big Bang! _ Ele concluiu

 

Minha boca estava escancarada com tamanha ignorância e burrice...

 

_ MEU DEUS! Que agressão para qualquer cérebro com um pingo de inteligência! Na boa Emmett, SE MATA! _ O tigrão falou

 

_ Por quê? _ Ele fez cara de desentendido

 

A discussão ia continuar, mas felizmente a Pizza chegou

 

(...)

 

24 de dezembro, véspera de natal. Muita tensão e previsões para situações criticas

 

_ Se apressem! _ Minha Tia gritava do andar de baixo

 

Eu não estava nem um pouco ansiosa para ir pra Mansão Cullen fazer a ceia de natal. Algo me dizia que coisa boa não vinha pela frente...

 

Notas finais do capítulo
E então? xD

Pra quem gostava de Bells&Emm, eu sinto muito, mas esse foi o fim. Definitivo xD

Alguém aí já percebeu como a Rose ficou encantada com esse Emmett que ela ta conhecendo? Pois é... Ainda farei um POV do Emm pra vcs verem o que ele ta achando de tudo isso

E já aviso, preparem suas emoções, pq depois do cap do natal e um outro do começo do ano, advinha quem chega? A Nessie e o Laurent xD A entrada deles vai ser bem tensa, já envolvendo confusão

Sério pessoal, vocês não fazem idéias das surpresas que eu estou preparando pra vc’s xD
O próximo casal que eu vou formar é Alice e Jazz, mas só depois que a Rose e o Emm já tiverem mais avançados
Eu fico rindo só de pensar nas besteiras que irei aprontar com a Alice e o Jazz, mas não vou contar pra vocês :/ Vão ter que esperar pra ler :B

Ta, vou parar de encher o saco.

Então, cadê o meu review? :~~

Fiquem a vontade para expor suas opiniões, suas idéias e o que quiserem. Gosto de quando vcs pedem alguma coisa e eu dou um jeitinho de colocar na fic

Beijos

:**




(Cap. 13) Festas de Fim de Ano: Natal

Notas do capítulo
Ei pessoal Antes de tudo, um salve pra galerinha que recomendou a fic: - thaiisfalcao - lauracullen - Dani-Ellen - Friida Cullen - biaconte Obrigado por recomendarem essa giringonça :B Bom, e como só tenho meu humilde obrigado pra oferecer, eu tbm dei pontinhos positivos pra vcs, pra tentar demonstrar o meu imenso agradecimento! &&&&&&&' Podem me xingar por causa da demora :/ Mas é isso aí gente, eu sou lerda, preguiçosa e perfeccionista, enquanto o cap não estiver bom pra mim, eu não posto :~~ Enfim, quero deixar beeeem claro que esse "texto" do Emm preparando o peru pra ceia não é criação minha, já vi várias fics aqui no site que possuem algo bem parecido e se vc pesquisar esse texto na internet vai achar ele em outros sites. Então não estou plagiando ninguém! Aproveitem bastante pq o cap ta pequeno pra caramba! Perdoem errinhos :*

24 de dezembro, mais precisamente meio-dia, enquanto Emmett preparava a ceia, e que fique bem claro que as previsões já não eram as melhores desde cedo!

 

 

Emm Pov

 

_ Hum, o macarrão já está pronto, a torta de nozes também, o arroz e as batatinhas também... É, acho que só falta o peru mesmo _ Eu falava sozinho analisando as comidas prontas em cima da mesa

 

Fui até o armário e peguei o livro de receitas da vovó. Abri na parte de comidas natalinas e lá estava a receita. Respirei fundo, lavei as mãos e atirei a colher de pau pela janela

 

_ EMMETT, DE NOVO ESSA COLHER AQUI EM BAIXO? _ Alice gritou

 

Ela e o Pamonha do meu irmão estavam decorando a casa

 

_ NÃO PERTUBE O CHEFF _ Berrei de volta

 

Li o primeiro passo

 

“Deixe o peru descansando por 3 minutos”

 

Tirei-o do congelador e o levei para sala. Deitei o bichinho na almofada e sorri

 

_ Está confortável? _ Perguntei esperando inutilmente por uma resposta

 

Ok, esse peru era muito mal educado...

 

Enquanto ele descansava, eu fui de volta pra cozinha e li a próxima coisa que deveria fazer

 

“Agora limpe com cuidado para não machucar a carne”

 

_ ADOGO! Sr. Peru vamos te limpar! _ Fui atrás do danado na sala e de lá o carreguei pra área de serviço

 

_ Bosta, como se meche nisso? _ Analisei aquilo na minha frente

 

_ Ah, claro _ Só faltou acender aquela lampadazinha em cima da minha cabeça

 

Coloquei o peru dentro da máquina de lavar, e liguei-a no ciclo suave, jogando um pouco de sabão em pó. Aposto que ele ficaria limpinho!

 

Quando terminou tirei-o de lá e enrolei o dito cujo em uma toalha bem fofa e voltei pra cozinha com ele no colo

 

“Deixe-o na água morna”

 

Sorri subindo com o frango pro banheiro da Alice. Enchi a banheira de água morna e coloquei-o lá. Joguei alguns sais de banho bem perfumados e esperei 5 min. Depois voltei com ele na toalha pra cozinha

 

“Para que a carne fique mais gostosa, despeje óleo de soja e deixe perto do calor por 3 min”

 

Fui correndo no banheiro da Alice de novo e catei um tubo de óleo que tinha proteínas de soja, amêndoas e lavanda. Esse peru ficaria DI-VI-NO!

 

“Agora deixe por um tempo perto do calor”

 

Depois de passar óleo nele, carreguei-o até o banheiro da Alice, onde ela tinha duas plaquinhas que emitiam raios UV, tipo bronzeamento artificial.

 

Passei protetor solar no peru, por que não queria comer um peru com câncer de pele logo na ceia de natal! E por fim aproximei bem as placas da Alice no peru.

 

Logo em seguida, voltei com ele pra cozinha e li o ultimo passo

 

“Deixe-o assando por 1 hora em 250 graus, dependendo do forno, se for menos potente em 350 graus”

 

Ah, qual é, meu forno é muito potente! Então só por precaução colocarei a 100 graus

 

1 hora depois...

 

_ Porra, essa busanfa não assou! _ Resmunguei

 

Aumentei a potencia pra 450 graus. Quero ver se agora essa desgrama não assa!

 

Fui pra sala terminar de assistir um jogo.

 

15 minutos depois...

 

Uma fumaça estranha começou a adentrar a sala junto com o cheiro de queimado

 

_ O PERU! _ Gritei

 

Entrei na cozinha, cheio de ódio e tossindo.

 

Desliguei o forno e com raiva abri-o tirando o peru lá de dentro, sem usar as luvas de proteção

 

_ AAAAAAAAAHHHHHHH _ Minha mão queimou

 

Por instinto joguei o peru. Por sorte a janela estava aberta e ele saiu voando por lá e...

 

_ AH NÃO!

 

Cheguei perto e vi o peru todo queimado em um montinho de neve perto do portão da casa

 

Fui lá pra fora feito louco. Era só o que faltava! Comer peru gripado!

 

Catei-o, que estava sujo de neve e frio. Voltei com ele pra cozinha e decidi que mais tarde colocaria no microondas para aquecer...

 

_ Como está indo com o jantar? _ O tigrão entrou e eu escondi o peru atrás de mim

 

_ Er... Ótimo! _ Sorri amarelo

 

_ O que está escondendo? _ Ele perguntou desconfiado enquanto bebia água

 

_ Eu? NADA! Vai embora, Edward, está me atrapalhando a cozinhar! _ Gritei

 

_ Ta, já to indo! _ Ele saiu de lá meio assustado

 

Virei-me pro peru. O coitadinho tava preto... E agora? JÁ SEI!

 

Fui lá em baixo de novo e entrei atrás de alguns arbustos, catando terra da raiz deles. Voltei pra cozinha e joguei a terra em volta do peru, fazendo ele ficar marrom de novo. Aposto que nem faria tanta diferença no sabor...

 

Sorri vendo que toda a ceia já estava pronta.

 

24 de dezembro, véspera de Natal 21h40min, as previsões ainda são tensas...

 

Bella Pov

 

_ Sejam bem vindos, pessoal! _ Alice nos recebeu usando roupas vermelhas e um gorrinho de papai Noel na cabeça

 

_ Feliz natal! _ Emm desejou com uma taça de vinho na mão

 

Entramos na casa, sorridentes.

 

Olhei em volta admirando a decoração muito bem feita da casa. O mais chamativo era a árvore de aproximadamente 180 cm no canto da sala, que estava repleta de enfeites e luzes coloridas

 

_ Aê! Finalmente vocês chegaram! Feliz Páscoa meus queridos, amo muito vocês! _ Carlisle apareceu visivelmente embriagado com uma garrafa de vinho pela metade na mão e na outra uma taça igual à de Emm

 

É... Agente não vê isso todo dia!

 

_ Coloquem os presentes de baixo da árvore _ Alice falou animada

 

Deixamos os presentes junto dos outros e fomos nos acomodando da sala da mansão Cullen, conversando sobre qualquer coisa, enquanto meu ex-sogro insistia em nos entupir de vinho...

 

23h20min, hora da ceia...

 

_ Agradecemos ao nosso Deus pai, o nascimento do menino Jesus, e Amém! _ Carlisle já não falava mais nada com nada...

 

_ Podem comer! _ Emm falou animado

 

Fiquei sabendo que ele que cozinhou. As comidas tinham uma cara meio suspeita... Mas vamos comer

 

No meu subconsciente começava uma contagem regressiva para o caos

 

10

9

8

 

Todos nós colocamos um pouco de cada coisa no prato

 

7

6

5

 

_ Parece delicioso!

 

4

3

 

_ Hm, o cheiro é familiar... Lembra-me o meu óleo de banho

 

2

 

Carlisle foi o primeiro a levar um pouco de macarrão até a boca

 

1

0

 

_ QUEM FOI O PAU NO CU QUE COLOCOU AÇUCAR NO MACARRÃO? _ Ele berrou de olhos arregalados

 

O QUE?

 

Provei um pouco do macarrão e cuspi no prato

 

_ O que é isso no peru? Terra? Lavanda? Sabão? _ O tigrão perguntou horrorizado

 

Resumindo, tava tudo uma bosta!

 

A única coisa que prestou foi a torta de nozes. Que foi a única coisa que comemos nessa ceia...

 

Acredite, foi difícil acalmar meu ex-sogro. Ele queria bater no Emm!

 

Vale lembrar que nunca mais o deixarei beber se eu estiver no mesmo lugar!

 

_ Se acalme querido! O que acham de irmos logo trocar os presentes? _ Esme sugeriu

 

_ Acho que pelo menos isso vai salvar a noite! _ Carlisle falou exibindo aquele delicioso bafo de capim batido com cachaça...

 

Bom, serei bem breve... A troca de presentes foi divertida, com algumas piadinhas e a conversa fluiu calma!

 

Minha tia me deu uma blusa vermelha muito bonita. Alice me deu um perfume francês. Rose me deu um colar prata com um pingente de cavalinho, bem caipira, mas foi de coração! Emmett me deu um enorme urso de pelúcia, bem que eu havia estranhado aquele embrulho enorme escondido atrás da árvore! Carlisle deu pra todos um papai Noel pequeno de pelúcia. E por fim, veio o presente do Eduzinho...

 

_ E este aqui é o presente que eu comprei pra pessoa que eu mais amo nesse mundo. Você, Isabelle _ Ele disse sarcástico me entregando o embrulho muito bonito

 

_ Obrigado, Tigrão _ Dei um abraço forçado nele que foi correspondido do mesmo jeito

 

_ Se você estiver aprontando alguma, vou te matar _ Sussurrei no ouvido dele

 

Ele deu uma risadinha e sussurrou de volta

 

_ Duvido que vá me matar aqui na frente de todo mundo _ E então, desfizemos o abraço

 

Tirei a grande fita rosa do embrulho colorido e olhei dentro do saco.

 

Tudo bem, minha boca foi no chão quando eu vi o que era...

 

_ É lindo _ A voz de Alice pareceu bem distante enquanto eu olhava pro delicado vestido azul em minhas mãos. Tinha um corte perfeito, e o caimento era totalmente proporcional. Era todo bordado. Começava bem cheio no busto e ia ficando mais ralo até o final do vestido

 

Olhei pro pamonha, totalmente sem graça e ele me encarava sério

 

_ Er... Obrigada. Eu gostei muito _ Agradeci corando

 

Alguém bufou, e eu olhei na direção do som, vendo Emmett com um enorme bico na cara.

 

Depois disso o clima ficou um pouco estranho, mas graças à santa estria, Jazz quebrou o silêncio

 

_ Então, já é meia noite! Feliz natal pra todo mundo! _ Ele disse com um sorriso enorme no rosto

 

A partir daí foi mais tranquilo. Perto das duas da manhã voltamos pra casa e dormimos...

 

*Acrescente uma carinha feliz :]*

 

 

Lembre-se

Campanha: Mande um Review e ganhe um Pão de Queijo Recheado

Espalhe essa idéia por aí :D

Notas finais do capítulo
E então?
Ruim, razoável, bom, legal?
Quero que me digam o que acharam nos reviews!
Bom, o próximo será o Réveillon, e eu garanto que será muito legal, e terá uma surpresa! Não é nada haver com Nessie, mas vocês vão gostar

É isso
Gente a cada Review que vocês mandam e eu leio o meu dia fica mais feliz
A cada recomendação que eu ganho o meu dia fica perfeito!
Obrigado geral,
Pra quem lê, deixa review e recomenda
Pra que lê e deixa review
Pra quem só lê e não manda review, mas mesmo assim ta aqui acompanhando essa coisa chamada fic

Bjs :*




(Cap. 14) Reveillon de Doido

Notas do capítulo
Oi pessoas Me perdoem pela demora, sim? Quero agradecer à little_panic e dessa_cullen que recomendaram a fic! Muito obrigada Então, só irei encher a paciência de vocês lá nas notas finais, que vcs farão o favor de ler, pq tem coisa importante lá! Fiz um cap gigante, é o maior até agora de toda a fic, só pra compensar toda a demora! Aproveitem e desculpem os erros de português e a falta de senso de humor :/

Rose Pov

 

“Fica tranquila, Rose. Essa rua é deserta”

 

Essa foi a ultima frase que eu ouvi de Emmett antes da tragédia acontecer!

 

 

 

Bella Pov

 

_ Eu ainda não entendo por que você ganhou esse vestido azul! _ Jazz estava indignado

 

_ Nem eu Jazz! Por qual motivo o pamonha me daria um vestido desses? _ Retruquei

 

Ele veio até mim e roubou o vestido da minha mão e olhou a etiqueta

 

_ AAAAAAAAAAAH! É um vestido da Dolce&Gabbana! Deve ter custado bem caro! Ai que inveja de você! _ Jazz jogou o vestido no meu rosto e eu comecei a rir

 

_ Com certeza ele ta aprontando alguma pra me dar um vestido desses _ Falei desconfiada

 

_ Talvez não _ Jake falou com aquele sorriso de duplo sentido dele

 

_ Aff, Jake, não cansou de me encher com esse assunto? _ Fiz um bico enorme

 

_ Mas raciocina Bella! Ele não te daria um vestido tão caro assim só por que é natal. Tem que ter algum sentido oculto nisso! _ Jake continuava com aquela idéia absurda

 

_ Mas eu odeio aquele pamonha, e ele me odeia também! _ Gritei

 

_ SOCORRO! _ A porta do meu quarto foi bruscamente aberta

 

Rosalie estava com Emmett apoiado nela e ele murmurava coisas desconexas. Rose largou a grande bolsa de pano no chão e ajudou Emm a sentar na minha cama

 

_ O que aconteceu? _ Perguntei

 

_ ÉU FUIO RASTROPELADJO _ Emmett gritou embolado

 

_ Heim? _ Jazz fez uma cara estranha de confuso

 

 _ Ai, eu e Emm estávamos andando na rua. Mas tava tranquilo, por que a rua era deserta, mas ai ele foi atropelado por uma bicicleta! _ Rose explicou

 

_ Como... _ Eu ia falar, mas fui interrompida

 

_ VOCÊ E EMMETT JUNTOS? ATROPELADO? POR UMA BICICLETA? NO MEIO DA RUA? DA RUA DESERTA? _ Jazz arregalou os olhos e surtou

 

_ ARRA RE RIRRAR! _ Emm gritou pra ele

 

_ Por que ele ta falando assim? _ Jacob perguntou

 

_ EU ORDI A INGUA _ Emm pôs a língua pra fora com cara de criança chorona

 

_ Gente, foco! Vamo levar ele pro hospital! _ Rose falou

 

_ É mesmo! _ Concordei

 

Jazz e Jake ajudaram Emm a descer e colocá-lo no carro da Rose. Eles foram os três atrás, Rose dirigindo e eu no banco do carona; Em questão de minutos estávamos dentro do Hospital

 

_ Hey, tia, ajuda aqui, ele foi atropelado por uma bicicleta! _ Gritei pra enfermeira

 

A recepção do hospital tava lotado e tinha uma fila enorme de gente ali. Parecia até o SUS quando tem epidemia de dengue na cidade...

 

_ Desculpe senhores, o que está acontecendo? _ Uma mulher baixinha, magrelinha e com cara de maracujá voador veio até nós

 

Começamos a falar todos ao mesmo tempo sobre Emmett ser atropelado

 

_ Gente, calma! Eu só entendo um de cada vez! _ A mulher pediu

 

_ ÉÉÉÉÉÉÉÉUU FUI RASTROPELADRO! _ Emm berrou quando todo mundo fez silencio

 

A sala inteira olhou pra ele. Um adolescente enorme, falando embolado e chorando com dores. Acho que chama bastante atenção, né?

 

_ Chama o pai dele, o Carlisle! _ Jake sugeriu

 

_ Ah, você é filho do Dr. Carlisle? _ A maracujá voador perguntou

 

_ NÃÃO! Ele é filho do Bin Laden! Não ta vendo que o nerd aqui acabou de falar pra chamar o PAI dele? _ Jazz continuava surtado

 

_ Calma senhores! Vou chamar o Dr. Carlisle então _ A maracujá voador desapareceu por duas portas brancas

 

_ E o que é que tão olhando? Bando de Farofeiro que vende torresmo na feira! _ Jazz gritou pro povo da recepção

 

_ Meu filho! _ Carlisle apareceu correndo com a maracujá voador atrás

 

_ RAI! _ Emm colocou a língua pra fora e voltou a chorar se jogando no pai

 

_ Vem! Vamos cuidar do seu machucado! _ E meu ex-sogro desapareceu com o meu ex-ursão

 

_ Vai demorar um pouquinho. Podem ir se quiserem _ A maracujá falou

 

_ É melhor agente ir. O Emmett volta depois com o Carlisle _ Jake disse

 

_ É mesmo _ Concordei

 

_ Tudo bem. Vamos! _ Rose levantou pegando as chaves do carro

 

Voltamos pra casa e ficamos sentados na sala em silencio

 

_ Bom... Já são 17h e eu tenho que me arrumar! _ Jazz falou subindo as escadas

 

 

 

Rose Pov

 

_ Vou me arrumar também! _ Falei indo pro meu quarto

 

Eu tinha passado a manhã e um pedaço da tarde tendo aulas com Emm. Ele disse que eu teria que arrasar nessa festa do réveillon, pois era hoje que eu começaria a sair com o Edward... E bom, eu sentia várias borboletas no estomago e uma vontade enorme de me esconder no meu quarto, como uma menininha de 13 anos, com medo de tomar alguma atitude em seu primeiro amor

 

Tomei um ótimo banho, passei bastante perfume. Caprichei no pouco que eu sabia sobre maquiagem e fui colocar roupa.

 

Era uma pena que aqui fizesse tanto frio nessa época do ano. A neve lá fora caia sem parar. A sorte era que não estava ventando e que onde nós ficaríamos tem aquecedor. Iríamos passar a virada do ano em um clube muito chique na beira da praia de La Push. O mais incrível é que conseguimos convencer minha mãe e Carlisle a não irem conosco e aproveitar em um lugar mais romântico pra eles!

 

Coloquei o vestido branco que Emmett me obrigou a comprar. Era branco, com as costas nuas, com a saia rodada, repleto de flores bordadas com lantejoulas prateadas e brilhantes. Calcei as sandálias brancas que me deixavam beirando 1,86 de altura. Coloquei bijuterias que valorizaram mais ainda meu Look e por fim uma pequena presilha de flor no meu cabelo que estava preso em um rabo-de-cavalo

 

Saí do quarto repassando mentalmente todas as coisas das quais eu me lembrava que Emm tinha falado. Fui direto pra cozinha e lá estava apenas Jazz, de costas futucando a geladeira

 

_ O que ta fazendo? _ Perguntei

 

_ Eu? Nada é que... _ Ele se virou bruscamente com a boca suja de chantilly, mas parou estático

 

_ Rose? _ Perguntou

 

Revirei os olhos

 

_ Quem mais poderia ser? _ Cruzei os braços

 

_ Você ta muito linda! _ Falou surpreso

 

_ E você também estaria se não fosse a boca toda suja _ Menti sorrindo

 

Jazz tava com uma calça branca um pouco mais justa do que o normal, uma blusa preta e um grande casaco branco por cima. No pé, tênis all star preto.

 

_ Vamos indo gente? Já to pronta! Rose? Ta linda! _ Bella entrou na cozinha usando um vestido cinza com branco que lhe caia muito bem, sandálias de salto e maquiagem preta bem carregada.

 

_ Falta o Jake, não? _ Jazz voltou a cutucar a geladeira

 

_ Para de comer chantilly, seu retardado! _ Mandei

 

_ Como sabe? _ Dessa vez ele se virou com mais espuma na cara ainda

 

_ Que pergunta idiota, Jasper! _ Gritei

 

_ Aim, não grita! _ Ele pediu

 

_ Limpa a cara logo e vamos! _ Bella saiu da cozinha e eu fui junto

 

Jake estava descendo ás escadas, usando suas típicas roupas de nerd, com os óculos enormes. Ainda bem que ele só usava aquele aparelho freio de burro pra dormir!

 

 

 

Bella Pov

 

Fomos no carro do Jazz pra casa dos Cullen e eu fui obrigada a rir de Alice. A anã tava usando uma calça branca bem colada no corpo, uma blusa acima do umbigo toda bordada de prata e sandália branca. O problema é que ela andava toda esquisita com aqueles saltos plataforma de 18 cm!

 

O mais estranho era Emmett com uma perna engessada e duas muletas. Só o pamonha que tava normal. Dei um sorrisinho sem graça pra ele, aquela do vestido eu ainda não engoli

 

_ Vamos indo! Os ingressos já estão aqui na minha bolsa _ Alice disse já indo pra garagem

 

Votamos pro carro do Jazz e os Cullen foram no carro do Eduzinho. Estacionamos e nos encontramos na porta do Clube, que já tava bombando!

 

_ A área VIP é por aqui _ O segurança estilo armário que tava na porta nos indicou outra passagem

 

_ Obrigada _ Alice agradeceu

 

Passamos pelo largo corredor até que chegamos a um local cheio de mesas forradas de branco, com cadeiras acolchoadas e com iluminação fraca. A área VIP era um pequeno segundo andar, tinha uma varanda que dava pra praia e uma escada que dava pro primeiro andar, onde ficaria a pista de dança, o bar e as outras pessoas.

 

_ Será que tem lugar pra apoiar minhas muletas? _ Emm perguntou distraído

 

Revirei os olhos e me sentei. A mesa era de oito lugares. Na direita sentou Jazz, eu e Rose. Na nossa frente estava Jake, Alice e Emm e na ponta, o Pamonha. O garçom passou e nos serviu alguns drinks e ficamos em silencio até alguém ter uma brilhante idéia

 

_ Vamos lá pra baixo dançar? _ Alice perguntou feliz

 

Claro que todos concordamos, quando já estávamos perto da escada, eu ouço:

 

_ Hey, eu ainda to aqui! Ajudem-me a descer a escada! _ Era Emmett falando indignado por ter sido esquecido

 

 

 

Emm Pov

 

Nenhum daqueles filhos da mãe me ajudou! Tão tudo lá em baixo, enchendo a cara e dançando!

 

Peguei minhas muletas e com um pouco de dificuldade fui até a escada

 

_ Alguém me ajuda, por favor? _ Pedi

 

_ Eu ajudo, garotinho _ Uma velha de uns 90 anos aparece sorridente

 

Meu Deus, a mulher já ta toda enferrujada e quer me ajudar a descer. Mas tudo bem, toda ajuda é sempre bem vinda

 

_ Obrigado, tia! _ Agradeci sorridente

 

Apoiei-me na velha e começamos a descer. Tudo bem que eu é quem mais ajudava ela... Tava tudo indo muito bem até aí, mas eu não entendo uma coisa. Porque essas mulheres idosas ainda insistem em usar salto alto? A MULHER PISOU EM FALSO!

 

E sabe o que aconteceu?

 

AGENTE ROLOU ESCADA ABAIXO IGUAL A DOIS JATOS DE BOSTA VOADORES!

 

_ AAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHH _ Gritei

 

O pior era que a escada parecia nunca acabar, e quando acabou minha perna tava doendo muito. Mas a velinha continuou, ela foi rolando, e rolando, e rolando, e rolando até entrar por duas portas e sumir, ainda rolando!

 

Se eu soubesse que iria me fuder assim, teria me jogado lá de cima logo!

 

Catei minhas muletas e me levantei, com muita dificuldade e dores no corpo. Mas já que eu não vou curti a festa, vou estragar ela! E vou começar agora mesmo!

 

Invadi o bar do clube. Tinha apenas um cara preparando drinks. Bati com a minha muleta na cabeça dele. O homem caiu desmaiado e eu soltei uma gargalhada do mal. Andei até a mesa, apoiei as muletas em um canto e sorri diabolicamente.

 

Peguei no meu bolso as 20 cartelinhas de LSD que eu roubei no closet da Alice. Saí espalhando o LSD por todas as garrafas que tinham ali. Depois peguei detergente e taquei dentro das bebidas também. E por fim joguei um pozinho em tudo que levantava até defunto!

 

Peguei minhas muletas e saí lá de dentro antes que alguém me pegasse. Agora o próximo passo da missão!

 

Fui até a portaria e pedi emprestado um catalogo. O mais incrível é que eles tinham! Abri o dito cujo e comecei a procurar um telefone em especifico. Sorri quando achei. Peguei meu celular e liguei

 

_ Alô? _ A voz fina do outro lado da linha atendeu

 

_ Oi, eu gostaria de contratar a atração número 7 _ Disfarcei um pouco a voz

 

_ Ótima escolha senhor. Pra onde é? E pra quando? _ Perguntou

 

_ É pra agora, em um clube de La Push _ Falei

 

_ Mas hoje? Não sei se será possível! _ Fingiu chateação

 

_ Eu pago o dobro, então _ Fiz bico

 

_ Tudo bem, senhor. Me passe o endereço _ Pediu

 

Passei o endereço do clube e agradeci. Disse que pagaria assim que eles chegassem

 

Devolvi o catalogo e parti pra ultima parte do plano.

 

Quando ninguém tava vendo, entrei na sala de administração. Mexi na temperatura do aquecedor, deixando o local mais quente. Hoje esse povo vai sair daqui encharcado!

 

Saí de lá e sentei em um sofá no canto, onde eu tinha uma boa visão do clube inteiro. Agora a festa vai ficar boa!

 

 

 

Bella Pov

 

_ Ai, ta tudo tão legal! Super maneiro aquele efeito especial que faz o bar girar _ Jazz falou rindo

 

_ Er... Jasper, o bar não ta girando! _ Jake falou

 

Jazz e Alice já estavam se afogando no meio de tanta bebida!

 

_ É claro que não ta! Mas aquelas luzes piscando freneticamente ficaram iradas! _ Alice gargalhou no final da frase

 

Olhei pra Jake e ele me olhou

 

_ Bêbados _ Falamos ao mesmo tempo

 

_ Ai, aqui ta tão chato _ Eduzinho falou

 

 _ Deixa de ser sonso, garoto. Chato é você que parece um velho. Só reclama! _ Falei

 

_ O que? Olha como fala comigo, viu? Eu não sou chato, apenas não tenho paciência pra toda essa farra e infantilidade! _ Falou

 

_ Ta me chamando de criança? _ Perguntei incrédula

 

_ Iiih, vão bora! Deixa eles aí brigando! _ Jazz falou levando Alice, Rose e Jake pra outro lado

 

_ To chamando sim, por que, pirralha? _ Sorriu cínico

 

_ Aé, Eduzinho? Pois agora vou te mostrar quem é a pirralha, seu velho babão _ Levantei da mesa e fui atrás do Jazz

 

Quando o achei roubei o copo de sua mão e virei todo o conteúdo de uma vez

 

_ Aê, Bellinha! Vai botar o Furacão pra funcionar né? _ Alice gritou

 

_ Vou! Vem, Alice! Vamos dançar _ Puxei ela pelo braço e fomos pra pista

 

 

 

Rose Pov

 

Aproveitei a brecha e fui me sentar ao lado do Edward

 

_ Oi _ Falei feliz

 

_ Ah, oi Rose _ Ele sorriu

 

_ O que ta achando da festa? _ Perguntei

 

_ Ah, um pouco chata e... _ Ele ia falar, mas eu o interrompi

 

_ Que nada. Vem, vou te mostrar que essa festa é muito legal! _ Levantei e o puxei junto

 

_ Não, Rosalie. Eu não quero _ Ele resistiu

 

_ Ah, que isso Ed. Como vai gostar da festa se você não aproveita? _ Perguntei

 

_ Mas eu não gosto de festas _ Continuava resistindo

 

_ Só experimenta, pelo menos! _ Sorri

 

Ele respirou fundo e concordou, levantando

 

_ Isso mesmo! _ Puxei-o pra pista de dança e começamos a dançar, ele meio desengonçado

 

_ Se solta, Edward! _ Falei rindo

 

_ Não consigo _ Ele sorriu amarelo

 

Revirei os olhos e peguei dois copos na bandeja do garçom que passava

 

_ Toma, vai te ajudar _ Entreguei um a ele

 

_ Eu não bebo essas coisas _ Ele disse balançando a cabeça negativamente

 

_ Só um, Ed! Pra você se soltar! _ Sorri

 

_ Ta! Mas é só um! _ Ele pegou e bebeu um pouco

 

_ Não! Tem que virar de vês. Vamos, no três nós viramos, e não aceito não como resposta, entendido? _ Eu falei

 

_ Ok! _ Ele concordou

 

Contei até três e viramos a bebida de uma vez só. Edward fez uma cara de quem não gostou muito e largou o copo em uma mesa vazia. Fiz o mesmo e o puxei pro centro da pista

 

O DJ colocou uma musica mais animada e eu sorri, lembrando de tudo que Emm falou pra mim

 

Seja sensual, mas não deixe a coisa ficar vulgar

 

Comecei a mexer o corpo de forma calculada, fazendo o possível para manter a atenção dele em mim

 

_ Viu como é bom? _ Me aproximei pra falar em sua orelha por causa do som alto e seus pelos se eriçaram. Sorri vendo que meu plano estava dando certo

 

Se você perceber que ele ta gostando, se aproxime mais

 

Cheguei mais perto, enquanto nos mexíamos no ritmo da música. Mais tarde agradeceria a Emm pelas aulas de dança

 

Procure na pista o melhor casal de dançarinos. Faça Edward perceber que você gosta de como eles dançam. Ele gosta de agradar e vai querer fazer igual

 

Olhei em volta e meu olhar parou em duas pessoas. Ela dançava com as costas viradas pra ele enquanto as mãos do cara seguravam com firmeza a cintura dela

 

Voltei a encarar Edward e depois olhar pro lado sorrindo. Fiz isso umas três vezes até ele olhar também. Sua cara ficou séria e ele voltou a olhar pra mim, percebendo que eu o desafiava a dançar daquele jeito

 

Aproximei-me um pouquinho mais e fui ao céu quando ele segurou em minha cintura, guiando a dança agora.

 

Olhei pra um canto e lá estava Emm. Sentado batucando nas muletas. Quando percebeu que eu o olhava fez sinal positivo e sorriu. Depois girou o dedo mandando eu me virar. Assenti e fiz o que ele mandou.

 

Virei de costas pra Edward e comecei a rebolar mais. Senti suas mãos se enrijecerem um pouco na minha cintura. Ele percebeu

 

Voltei a ficar de frente e sorri inocente. Ele não correspondeu ao sorriso, somente arqueou uma sobrancelha e continuou a dançar

 

_ Ainda ta achando muito ruim assim? _ Perguntei perto de sua orelha tentando deixar o clima mais leve

 

_ To achando legal _ Ele falou bem perto do meu ouvido, me fazendo ter calafrios

 

Voltei a olhá-lo e fiquei quase imóvel, mexendo apenas os pés, saindo totalmente do ritmo da música

 

_ Rose? O que foi? _ Ele perguntou

 

Continuei olhando-o fixamente, encantada pelos orbes verdes

 

_ Rose? _ Ele chamou

 

_ Não é nada _ Aproximei meu rosto do seu, tentando ficar mais ainda na ponta dos pés

 

Ele me olhou confuso e quando eu estava bem próximo de tocar seus lábios ele me segurou pelos ombros

 

_ O que ta fazendo? _ Perguntou incrédulo

 

Então meu mundo caiu (N/a: E a casinha do bob tbm xD). Se ele me parou... Era por que... Não... Não queria e...

 

Olhei pra Emm no cantinho da festa e ele estava desesperado já pegando as muletas pra levantar

 

_ Eu só... Edward eu... Desculpa _ Saí de lá com os olhos marejando

 

Corri pra dentro do banheiro feminino e me tranquei dentro de uma das cabines, chorando

 

Fiquei ali uns 5 minutos até ouvir uma gritaria dentro do banheiro

 

_ UM HOMEM! SOCORRO! _ Alguém gritou

 

_ Ah, qual é tia, até parece que nunca viu um! _ Eu reconhecia essa voz!

 

_ TARADO!

 

_ É, sou mesmo, dá uma pegadinha aqui, dá? _ Essas merdas só podia vir de uma pessoa

 

_ SAI DAQUI!

 

_ Ah, para de gritar! Todas pra fora se não vou bater em vocês com a minha muleta! A minha melhor amiga ta aqui dentro, chorando por causa do meu irmão idiota e eu não suporto ver mulher chorando! Rose? Cadê você? _ Emm gritou

 

Um coro de “own, que fofo” foi ouvido por mim e depois as mulheres saíram lá de dentro, ficando tudo em silêncio. Ouvi o barulho da fechadura sendo trancada e depois as muletas do Emm batendo no chão.

 

Um pé e uma bota de gesso ficaram visíveis por baixo da porta e eu suspirei, continuando a chorar

 

_ Rose, abre a porta _ Ele pediu

 

Destranquei a porta da cabine e continuei com os braços cruzados e a cabeça encostada na parede

 

_ Ô minha flor, fica assim não! Vem aqui pra fora, vamos sentar nesses sofazinhos, por que eles parecem confortáveis e eu nunca entendi por que em banheiro de lugar de rico tem sofá. Anda, vem! _ Eu falou e foi se sentar

 

Levantei e me sentei ao lado dele. Emm passou um braço em volta de mim e eu coloquei minha cabeça na curva de seu pescoço, voltando a chorar.

 

Ele ficou abraçado ali comigo, segurando minha mão e falando coisas bonitas, esperando eu me acalmar pra conversar.

 

 

 

Bella Pov

 

_ Aí ele bateu na porta do banheiro que tava trancado e perguntou “Ta ocupado?” ai o cara respondeu “não, é o cocô que ta respondendo” _ Alice falou

 

Começamos a rir descontroladamente, feito hienas com overdose

 

_ Essa foi muito boa! _ Falei rindo

 

_ Eu sei! _ Alice ria também

 

_ Hey, olha aquilo lá! _ Jazz apontou pra portaria

 

_ Ah não! _ Jake arregalou os olhos, era o único que ainda não tinha bebido

 

_ AHHHHHHHHH, QUE MANEIRO! _ Gritei

 

Fui correndo na direção dos quatro Teletubbies que estavam entrando, cada um deles usava uma camisa de propaganda do Motel Teletubbies e eles vinham enfileirados dançando a macarena.

 

Pulei no colo do amarelinho, que era o que vinha na frente, e na hora de me segurar ele se desequilibrou e caiu pra trás, e causou um efeito dominó nos outros Teletubbies que caíram também

 

_ MONTINHO! _ Alguém gritou

 

A ultima coisa que eu senti foi metade das pessoas ali no clube se jogando encima de nós!

 

 

 

Emm Pov

 

_ Talvez você tenha ido rápido de mais, Rose _ Falei

 

_ Mas mesmo assim, eu pensei que ele estivesse gostando _ Ela falava entre soluços

 

_ Agora já foi. O jeito é tentar de novo _ Tirei os fios de cabelo que caíram em seu rosto

 

_ Hoje eu não quero mais nada! _ Ela voltou a me abraçar

 

_ Não, hoje não. Outro dia você tenta de novo, ok? _ Apertei meus braços em volta dela

 

_ Ok _ Ela concordou

 

_ Agora lava o rosto, retoca a maquiagem e vamos lá pra fora, por que a festa deve ta bombando e estamos perdendo ficando aqui dentro sofrendo! _ Soltei ela e comecei a levantar

 

_ Sim, vamos! _ Ela levantou e foi lavar o rosto. Prendeu o cabelo de novo e se maquiou novamente

 

Saímos do banheiro e sentamos perto do bar

 

_ Eu preciso beber _ Ela falou

 

_ Não Rose! Beber não vai te fazer bem! Você tem que ficar sóbria e curtir a festa! _ Falei

 

_ Tem razão! Topa uma rodada de Coca-Cola então? _ Perguntou sorrindo

 

_ Farei esse sacrifício por você _ Falei brincando

 

Ela riu e pediu ao bar man duas cocas

 

 

 

Edward Pov

 

Eu não entendi direito aquela atitude da Rose. Ela ia mesmo me beijar? Por que?

 

_ Oi, Edward _ Jake interrompeu minha discussão mental

 

_ Ah, oi _ Sorri

 

_ He, aqui ta um pouco estranho, não? _ Ele falou meio desesperado

 

_ Por quê? _ Franzi as sobrancelhas

 

_ Er... Olha pra pista _ Ele apontou

 

Olhei na direção da pista de dança e fiquei incrédulo

 

O que bulhufas aqueles quatro Teletubbies estavam fazendo aqui? E por que eles e mais um monte de gente ta fazendo essa coreografia suspeita? Por que ta todo mundo tão bêbado? E que bosta de musica é essa? Créu? O que é isso?

 

_ Teletubbies? _ Perguntei

 

_ Er... Eu também não sei o que eles estão fazendo aqui... _ Jake sorriu amarelo

 

_ Tem dedo do Emmett nisso! Tem que ter! _ Falei já me levantando pra procurar meu irmão retardado

 

_ Não, Edward! Briga agora não! _ Jake me fez sentar na cadeira de novo

 

_ Ta. Mas quando voltarmos pra casa ele vai ver _ Respirei fundo

 

_ Ta. Agora toma, bebe um pouco e vamos conversar _ Jake me estendeu um copo colorido

 

_ Que mané beber! Não gosto de beber! _ Quase gritei

 

_ Tudo bem. Então não bebe! _ Jake deu de ombros

 

_ OK. Sobre o que veio conversar comigo? _ Mudei de assunto

 

_ Por que deu aquele vestido pra Bella? _ Perguntou

 

Arqueei uma sobrancelha

 

_ Oras, qual o problema com o vestido? É só um presente de natal _ Dei de ombros

 

_ Tem certeza que não há nada por trás desse presente? _ Insistiu

 

_ Claro que não! O que poderia ser? _ Comecei a me irritar

 

_ Sei lá... Talvez um interesse pela Bells _ Deu de ombros

 

_ CLARO QUE NÃO! Até parece que eu teria algum interesse por aquela pirralha! Ela é muito chata, é estranha, é muito branca, não gosto do cabelo curto dela. Ah sei lá. Ela realmente não faz meu tipo! _ Disparei a falar

 

_ Qual é Edward? Chata? Tem certeza que o problema não é você? Branca? E você é o que? Negro? Cabelo curto? Se curto é no ombro, então a Alice é careca, né? Ah, por favor, Edward! Não seja idiota! _ Falou

 

_ Jacob, por que veio falar disso comigo? _ Perguntei

 

_ Por nada, eu só... _ Ele parou de falar encarando um canto do clube

 

Olhei também e vi Jasper em pé, sem camisa enquanto algumas pessoas de sexo indefinido desenhavam no corpo dele

 

_ Mas o que... _ Estava sem palavras

 

_ É melhor fingir que não viu nada _ Jake falou

 

_ Concordo _ Voltei a olhar pra ele

 

 

 

Bella Pov

 

_ Cara, ta muito quente aqui! _ Alice falou se abanando

 

_ Aham! _ Nossos cabelos já estavam molhados e a maquiagem começava a escorrer

 

_ Oi, amigas! _ Jazz voltou pro nosso lado

 

_ Jazz! Bicha, o que fizeram com você? _ Perguntei olhando pro corpo dele cheio de frases escritas, desenhos suspeitos...

 

_ Eu não sei! Mas hoje eu sou do mundo! _ Ele abriu os braços respirando fundo

 

_ Olha, é um trenzinho! _ Alice gritou apontando pro monte de pessoas enfileiradas que eram puxadas pelos Teletubbies e dançavam loucamente

 

Lá fomos nós nos juntarmos à eles

 

 

 

Emm Pov

 

_ Aqueles ali não são Jazz, Bella e Alice? _ Rose perguntou

 

Virei-me e olhei pra onde ela apontava

 

_ É... São sim e... O que é aquilo no corpo do Jasper? _ Arregalei os olhos

 

Rose começou a fazer sinal e eles se aproximaram. Enquanto eles conversavam com a Rose eu tentava ler as coisas sem noção que escreveram em Jasper. Mas como ele tava suando muito só deu pra ler uma frase que ficou inteira.

 

“Atividade no beco. Atividade na laje” E do lado um desenho de gente fazendo vuco-vuco

 

_ Posso contar um segredo pra vocês? _ Jasper gritou

 

_ O que foi? _ Rose perguntou

 

_ O meu cabelo não é loiro. Nem o da Rose! _ Ele falou rindo

 

Arregalei os olhos

 

_ Isso é verdade? _ Perguntei

 

_ Er... Jazz, por que não vai dançar? Leve a Bella e a Alice junto! Vocês arrasam dançando! Vai lá, vai _ Rose falou nervosa

 

_ Rose, você é loira de farmácia? _ Perguntei de novo

 

_ Er... Esqueça isso! _ Ela sorriu amarelo

 

_ Depois quero saber dessa história direitinho! _ Falei

 

_ Depois! _ Ela concordou

 

_ E a Bella, Emm? _ Ela mudou de assunto

 

_ Pois é. Eu ainda estou pensando no que fazer. Hoje seria uma ótima oportunidade para tentar alguma coisa. Mas eu quebrei a perna, né? _ Respondi

 

Ela começou a rir

 

_ Ainda não entendo como você conseguiu ser atropelado em uma rua deserta, Emm! Você é uma comédia! _ Ela disse ainda rindo

 

_ Hunf! Eu posso ser uma comédia, posso ser desastrado, posso fazer muita merda, mas eu sei que sem mim a vida de vocês seria uma bosta! _ Falei fazendo bico

 

_ Verdade... _ Ela murmurou olhando pro chão

 

O assunto morreu e eu também encarei o chão

 

_ Ai, como Edward é antipático _ Jake se sentou na cadeira do nosso lado e cruzou os braços

 

Arqueei uma sobrancelha. Falar daquele pamonha agora não seria nada bom

 

_ Por favor, não vamos falar dele _ Rose pediu

 

_ Er... Tudo bem _ Jake concordou

 

 

 

 

Bella Pov

 

_ Consegui! _ Jazz mostrou o terço de pedrinhas pretas

 

_ O que vai fazer com isso? _ Alice perguntou

 

_ Nem te conto! _ Jazz sumiu de novo no meio da multidão

 

_ Bella, chega mais. Tenho uma parada pra te mostrar _ Alice chamou

 

_ O que é? _ Perguntei desconfiada

 

Ela tirou do bolso uma cartelinha cheia de comprimidos

 

_ O que é isso? _ Eu olhava pra cartelinha prateada

 

_ DORGAS _ Alice gritou

 

Arregalei os olhos e me afastei

 

_ Qual e Alice? O que deu em você? _ Até senti um pouco do efeito do álcool passar depois desse susto

 

_ Ah, deixa de ser careta, menina! Vem, é só pra ficar mais feliz! Te garanto que nada acontece! Toma, bebe! Pode confiar em mim! Sou sua amiga e só quero seu bem, ok? Pode beber! _ Ela jogou sete comprimidos daqueles em um copo e me entregou

 

_ Não sei... _ Peguei o copo e analisei-o

 

_ Então vamos fazer assim, você bebe metade e eu a outra metade, ok? _ Ela propôs

 

_ Ok! _ Bebi metade e entreguei o copo pra ela

 

Alice bebeu a outra metade e sorriu

 

_ Agora é só contar até 5 _ Falou

 

Passou-se 5 segundos e eu senti o primeiro efeito

 

 

 

Edward Pov

 

Não faria mal tentar aproveitar um pouco a festa, né?

 

Por isso mesmo eu estava aqui, no cantinho da pista de dança, mexendo um pouco o corpo e observando as pessoas dançarem. Elas tinham um aspecto meio drogado... Lembravam-me ao pessoal que tava lá na formatura. Que bebeu a gororoba do Emmett e... A GOROROBA! Aquele sonso deve ter invadido a cozinha e mexido nos drinks!

 

Quando eu ia me virar pra ir atrás dele a música parou

 

_ Boa Noite pessoal! A festa ta bombando e daqui uma hora já estaremos em 2011! E agora trago pra vocês uma atração improvisada _ Era o DJ

 

Abriu um grande espaço no meio da pista e eu me aproximei pra ver o que era.

 

ÓTIMO! Bêbado só faz merda mesmo!

 

O que Jasper, Isabelle, Alice e mais 4 Teletubbies estavam fazendo ali?

 

Então começou a tocar uma musica estranha e eles dançaram

 

“Don't call my name. Don't call my name, Alejandro. I'm not your babe. I'm not your babe, Fernando.”

 

Só dava Jasper cantando no refrão. Parecia uma lombriga se remexendo

 

“Don't wanna kiss, don't wanna touch. Just smoke my cigarette and hush Don't call my name. Don't call my name, Roberto.”

 

Ele tirou o terço do pescoço e começou a tentar engolir. QUE PORRA É ESSA?

 

“Alejandro. Alejandro. Ale-ale-jandro Ale-ale-jandro”

 

_ QUE NOJO! _ As pessoas começaram a gritar quando Jazz vomitou por que não conseguiu engolir o terço

 

_ JASPINHO! _ Alice e Belle foram socorrer ele

 

Os Teletubbies voltaram a animar a festa e distrair o povo

 

_ Vamo levar ele pro banheiro e... Jazz volta aqui! _ Alice gritou pra Jasper que saiu andando. O pior é que o retardado escorregou no próprio vomito

 

 

 

Alice Pov

 

_ Ai. Minha cabeça ta doendo! _ Jazz reclamava

 

Entramos com ele no banheiro dos funcionários

 

_ Bella, vai atrás de toalha e vê se consegue alguma roupa também! _ Pedi

 

_ Alice, amiga, minha cabeça ta doendo muito! _ Jasper falou com a voz chorosa

 

_ Vai passar, Jaspinho! _ Sorri

 

_ Vou lá e já volto! _ Bellinha saiu correndo do banheiro

 

_ Fica aqui! _ Encostei ele na parede

 

Fui até o chuveiro e liguei-o na água gelada e voltei pra perto de Jazz que tava fedendo a vomito

 

_ Vem Jasper _ Puxei ele

 

_ Eu não quero tomar banho _ Resistiu

 

_ Mas vai! _ O empurrei pra baixo da água

 

_ AAAAAAAAAAHHHHH! Ta muito gelada! _ Tentou sair de baixo d’água

 

_ Não, Jazz, é pro seu bem _ O empurrei de novo pra lá

 

_ Alice, me tira daqui! Ta muito fria! _ Gritou

 

_ Jasper, não! _ Falei de novo

 

_ Ahh, eu quero sair _ Ele começou a se debater

 

_ Cuidado... _ Não terminei de falar

 

Desequilibrei-me do salto, caí pro lado de fora e Jazz caiu sentado em baixo d’água

 

_ PORRA, JASPER! OLHA QUE MERDA! _ Gritei

 

_ Ai, não briga comigo! _ Ele se encolheu

 

Levantei-me e olhei bem séria pra ele que me encarou de volta com uma cara de dar pena. Mas eu tava muito brava e não iria cair nessa

 

_ Te coloquei aí pro seu bem! Você passou mal e eu to cuidando de você! _ Continuei a gritar

 

Os lábios dele, que já estavam roxos de frio, começaram a tremer e seus olhos marejaram

 

_ Será que custa muito se comportar? Colaborar? Pra que todo aquele drama? Agora você já ta limpo. Mas podia ter evitado cair nesse chão frio _ Berrei

 

Mesmo ele estando em baixo do chuveiro eu conseguia ver as primeiras lágrimas rolando. Respirei fundo e fechei os olhos, ouvindo os soluços dele

 

_ Alice, voltei! _ Bella entrou no banheiro com toalhas e uma muda de roupa

 

_ Ótimo. Me de algumas toalhas _ Pedi

 

Ela me deu duas toalhas brancas

 

Fechei o chuveiro e passei a primeira toalha em volta de Jazz, o deixando se enrolar nela. Com a segunda sequei seu cabelo

 

_ Levanta daí _ Mandei

 

Ele levantou tremendo de frio e saiu de dentro da cabine

 

_ Olha, a única roupa que eu consegui foi essa _ Bella mostrou o uniforme

 

_ Tudo bem _ Jazz falou tentando disfarçar a voz de choro

 

_ Se troca logo _ Dei mais uma toalha pra ele que se trancou em uma cabine

 

_ Acho que quem precisa de um banho frio agora sou eu _ Encostei-me à parede e pus a mão na cabeça

 

_ Ta tudo bem, Alice? _ Bells perguntou

 

_ Sim, apenas me deu dor de cabeça _ Falei

 

_ Hm _ Bella murmurou

 

Essa dor de cabeça era o efeito da droga passando

 

_ Pronto _ Jazz saiu da cabine usando somente a calça do uniforme

 

_ Ah, eu peguei o seu casaco que tava lá fora _ Bella entregou pra ele

 

_ Obrigado _ Jasper o vestiu e se abraçou, ainda com frio

 

Joguei as roupas sujas no lixo e voltamos pra festa

 

_ Nada de beber mais, ok? _ Falei

 

Jazz me olhou meio receoso e concordou

 

_ Mas eu quero beber _ Bella fez bico

 

_ Se você passar mal, eu não vou cuidar de você _ Ameacei

 

_ Eu não vou passar mal _ Ela retrucou

 

_ Ta, Bella _ Falei irritada

 

_ Fui! _ Ela foi pra pista

 

_ Senta aí Jazz _ Indiquei uma mesa afastada da muvuca

 

_ Alice, você ta brava comigo? _ Ele perguntou infantilmente enquanto eu me sentava de frente pra ele

 

_ Não, mas antes eu tava _ Sorri

 

_ Desculpa _ Murmurou olhando pras próprias mãos

 

_ Ta tudo bem, Jazz. Você já ta melhor e é isso que importa _ Falei

 

Ele me olhou e abriu um largo sorriso

 

_ Vou buscar alguma coisa pra você _ Levantei

 

_ Ta _ Ele concordou

 

Fui até o bar e comprei dois sucos de laranja e duas mini-pizzas. Voltei pra mesa e entreguei pra Jazz um de cada

 

_ Obrigada _ Ele começou a comer

 

_ É pra isso que serve os amigos _ Falei pra aliviar o clima

 

Ele riu concordando

 

 

 

Edward Pov

 

Acabei esbarrando em alguém no meio daquela muvuca

 

_ Eduzinho Tigrão? Você aqui na pista? _ Era Isabelle bêbada

 

_ Não, eu lá no banheiro _ Falei irônico

 

_ Ah, não seja mal educado! _ Ela gritou jogando uma boa rajada de vento no meu rosto

 

Já falei que detesto hálito de bêbado?

 

_ Ah, não comece, Isabelle _ Fechei a cara

 

_ EDUZINHO! Vamos brincar de desafio? _ Ela começou a pular

 

_ De que? O que é isso? _ Fiquei confuso

 

_ Assim, eu te desafio a fazer alguma coisa. Se você não fizer vai ser meu escravo por uma semana, e vice-versa _ Ela explicou

 

_ Não vou perder meu tempo com essa bobeira _ Já ia me distanciar, mas ela me segurou pelo braço

 

_ Por quê? Ta com medo de ser meu escravo? _ Sorriu debochadamente

 

_ Claro que não! Mas você ta bêbada e ta chata também! _ Soltei meu braço das mãos dela e comecei a andar

 

_ MEDROSO! _ Ela gritou

 

Parei de andar e olhei com raiva pra ela, que apenas sorriu vitoriosa. Voltei até Belle e olhei com cara de poucos amigos pra ela

 

_ Tudo bem. Vamos brincar de desafio, Isabelle Mulan _ Falei seco

 

_ Então eu vou deixar você começar _ Ela sorriu

 

_ Ok. Eu te desafio a chegar pra aquele homem ali e se declarar pra ele e depois beijá-lo _ Falei apontando para um homem de uns 50 anos, com três dentes faltando na boca, um enorme bigode, barriga pendurando e sobrancelhas que mais pareciam taturanas

 

_ Hm, bem nojento. Eu aceito, mas se prepare pro seu! _ Ela sorriu diabólica e foi até o homem

 

E não é que ela realmente beijou o cara? Quase vomitei nessa hora, mas me controlei

 

_ Desafio cumprido! Agora eu te desafio a beijar aquela velinha que ajudou o Emmett a descer as escadas e passar a mão em um dos seios dela! _ Sorriu

 

_ O que? NUNCA! _ Gritei

 

_ Está desistindo? _ Ela arqueou uma sobrancelha

 

_ Não! _ Saí de lá e fui até a velinha

 

_ Er... Oi _ Sorri amarelo

 

_ Olá jovenzinho _ Ela sorriu

 

_ Er, olha só vovó, eu to brincando de desafio com a minha amiga e... Amiga? É, isso, minha amiga _ Falei meio confuso

 

_ Oh, sim! Eu adorava essa brincadeira quando era pequena. Sempre me desafiavam a entrar no chiqueiro e implicar com os porcos. Que saudade que eu sinto da minha infância, foi há tantas décadas atrás... Mas me diga meu Jovem, te desafiaram a fazer o que? _ Ela me olhou com um sorriso inocente

 

Não acredito que irei fazer isso!

 

_ Me desafiaram a fazer isso _ Encostei minha boca na da velinha e botei a mão em uma daquelas ervilhas murchas

 

A mulher me empurrou assustada

 

_ SOCORRO! SEGURANÇA! _ Começou a gritar

 

_ Se deu bem, Eduzinho! _ Belle apareceu do meu lado gargalhando

 

_ O que aconteceu senhora? _ Um homem bem mais alto e forte do que eu apareceu

 

_ Esses dois estavam tentando me estuprar _ A velinha mentiu

 

_ O QUE? _ Gritamos eu e Isabelle ao mesmo tempo

 

_ Ah é mesmo? _ O segurança nos encarou

 

_ CORRE EDUZINHO! CORRA PELA SUA VIDA! _ Belle gritou

 

Eu e ela saímos correndo feito dois doidos. Atravessamos a portaria do clube e começamos a correr pela rua lotada de carros e cheia de neve

 

_ QUE FRIO! _ Belle gritou

 

_ Não grita, sua sonsa! _ Mandei

 

_ Ah, é mesmo _ Ela sussurrou

 

_ Por aqui _ Peguei a mão dela e a levei pro outro lado da rua, onde dava acesso ao estacionamento do clube

 

_ Cadê aqueles dois? _ Ouvi vozes masculinas e barulho de gente correndo

 

Abri o Volvo e empurrei Belle pra dentro dele entrando logo em seguida. Travei as portas e ficamos em silencio tentando regularizar as respirações

 

_ Eles correram pra cá _ Um dos seguranças falou

 

_ Se abaixa e não se mexe! _ Sussurrei

 

A sorte é que o estacionamento é escuro e os vidros do carro quase não permitem que vejam nada que acontece dentro

 

_ Não tem nada aqui não! Eles devem ter fugido. Mas fiquem de olho, se eles saírem do estacionamento ou voltarem pro clube, nós os pegamos _ O segurança que a velinha chamou falou

 

Esperei eles saírem e me sentei direito, sendo seguido por Belle

 

_Viu? Não sei por que eu fui na sua de brincar de Desafio. Agora estamos presos aqui! Tem seguranças na porta do estacionamento _ Falei com raiva

 

_ Ah, mas eu não sabia que a velinha faria um escândalo! Ela tinha cara de ninfomaníaca, ta? _ Belle bufou

 

_ Que raiva! _ Cruzei os braços

 

_ Pelo menos aqui não ta fazendo frio _ Belle falou

 

_ Grande vantagem _ Murmurei

 

_ Fica lá fora na neve então! _ Ela mandou

 

_ Não, o carro é meu e eu fico aqui. Quem tem que sair é você! _ Olhei pra ela irritado

 

_ O que? Você está expulsando eu, uma dama, de dentro do carro para ficar nesse frio desgramado? _ Ela perguntou incrédula

 

_ Estou _ Respondi

 

Ela me olhou nos olhos

 

_ Esperava mais de você! _ Falou fria e depois virou o rosto pro outro lado

 

Bufei e olhei pro outro lado também. Eu estava errado em falar aquilo, mas não ia admitir de jeito nenhum!

 

 

 

Emm Pov

 

_ Falta muito pouco pra dar meia-noite. Vamos pra perto da Janela _ Rose falou levantando

 

_ Sim, sim. Vamos _ Peguei minhas muletas e fiquei de pé

 

Fomos devagar até uma das enormes janelas de vidro que dava pra praia, assim como várias outras pessoas fizeram e alguns até se arriscavam a ir pra varanda

 

Fizeram uma contagem regressiva e várias pessoas abriram champanhes quando os fogos começaram a estourar e iluminar a praia do lado de fora

 

_ Feliz ano novo, Emm _ Rose me abraçou

 

_ Pra você também, Rose _ Devolvi o abraço

 

Eu me senti tão quente nesse momento. Até minhas bochechas coraram. Pisquei várias vezes e senti as pernas um pouco bambas. O porquê de todas essas reações? Bom, eu também não sei. Acho que é a emoção... Ano novo... Ah, tanto faz!

 

_ Onde será que ta o pessoal? _ Rose se afastou e olhou em volta

 

Frio. Mas que caralho é esse?

 

_ Emmett, você ta bem? _ Rose me olhava confusa

 

_ Sim, por que? _ Arregalei os olhos

 

_ Nada, é que você tava com uma expressão estranha _ Ela deu de ombros

 

_ Não é nada de mais... Ei olha Alice e Jasper ali _ Apontei pro outro lado

 

 

 

Alice Pov

 

_ Feliz ano novo, Alice _ Rose me abraçou

 

_ Igualmente, amiga _ Abracei ela de volta

 

_ Emmett, irmão lindo, feliz ano novo! _ Abracei ele com força

 

_ Pra você também, anã _ Ele riu

 

_ Sem graça _ Empurrei ele de leve e olhei pra Jazz que tava abraçado com Rose

 

_ Feliz ano novo pra vocês, pessoal _ Jake apareceu com um sorriso tímido

 

Meu coração deu uma leve vacilada e eu sorri. Era uma bosta ainda gostar um pouquinho dele

 

_ Alguém viu a Bella e o Ed? _ Jazz perguntou de repente

 

_ Er... É mesmo... Eles não estão por aqui _ Olhei em volta

 

 

 

Bella Pov

 

_ Ai, cala a boca! _ Gritei

 

_ Cala você! Onde já se viu! Você que começou puxando assunto sobre a Tanya! _ Ele respondeu

 

_ Eu só queria saber se na hora do vuco-vuco você puxou o cabelo dela e a peruca saiu! O que tem de mais em perguntar isso? _ Gritei

 

_ É um absurdo perguntar isso! E você ta bêbada! _ Ele gritou de volta

 

_ Para de gritar! _ Gritei

 

_ Para você primeiro! _ Ele gritou

 

_ AAAAAAAAHHHHHHHH _ Berrei

 

Ele tapou minha boca com a mão e ia falar alguma coisa, mas foi interrompido pelos fogos que começaram a estourar no céu preto. Olhamos ao mesmo tempo pra lá e continuamos nessa posição. Eu quase deitada, ele quase deitado em cima de mim e tapando minha boca

 

_ xum xai xaí Xe xixa Xe xim xão? _ Falei

 

_ O que? _ Ele me olhou confuso

 

Então o pamonha desconfiou que eu não conseguia falar por causa da mão dele e ele a tirou dali

 

_ To perguntando se você não vai sair de cima de mim, idiota _ Repeti

 

_ Ah, eu nem percebi. Estava olhando os fogos. A propósito, feliz ano novo pra você, sua sem educação _ Sentou no banco do motorista de novo

 

_ Hunf! Feliz ano novo pra você também, Tigrão Mullen _ Murmurei

 

_ Não começa a implicar comigo, ok? _ Ele pediu

 

_ Não fiz nada _ Falei

 

O telefone dele começou a tocar

 

_ Atende _ Mandei

 

_ Vou atender _ Falou com raiva tirando o celular do bolso

 

_ Alô? _ Atendeu

 

_ Ed, cadê você? _ O silencio aqui fora era tão grande que eu ouvia Alice falando

 

_ To aqui fora, preso no carro com a Isabelle _ Respondeu bufando

 

_ O QUE? Como vocês ficaram presos aí? _ Ela perguntou incrédula

 

_ Estávamos fugindo dos seguranças _ Murmurou

 

_ Por quê?

 

_ Ah, Alice, é uma longa história... _ Ele suspirou

 

_ Volta pra cá, então _ Ela pediu

 

_ Não podemos. Os seguranças vão barrar nossa entrada e se bobear nó vamos presos por atentado ao pudor _ Eduzinho sorriu no final da frase

 

_ Atentado ao pudor? Depois você vai me explicar essa história direitinho, ok? _ Alice parecia bem séria

 

_ Agente pode ir embora logo? Não aguento mais ficar preso num ambiente pequeno com a Isabelle _ Ele pediu

 

_ O QUE? CALA A BOCA, SEU PAMONHA! _ Dei um pedala nele

 

_ AI! NÃO ME BATE NÃO! _ Ele gritou

 

Ouvi as risadas de Alice

 

_ Estamos indo aí pra fora então. Tchau _ Ela desligou

 

_ Graças a Deus! Vou me livrar de você! _ Falou

 

_ Num vai não. Eu não posso sair do carro, os seguranças vão me ver _ Sorri irônica

 

_ Er... É mesmo. Que bosta! _ Ele suspirou

 

_ Para de falar como se a minha presença fosse a pior coisa do mundo _ Me irritei de novo

 

_ Mas é a pior coisa do mundo! _ Ele deu de ombros

 

_ Ah, e você acha que ficar no mesmo ambiente que você é agradável? Ah se enxerga seu pamonha sonso! _ Gritei

 

_ Ah, já vai começar de novo? Deixa de ser infantil! _ Ele gritou de volta

 

_ Ah, Eduzinho, você é a pessoa que eu vou encontrar no inferno! _ Berrei

 

_ O mesmo eu digo pra você, Isabelle! _ Ele respondeu

 

_ Para de me chamar de Isabelle, seu analfabeto! _ Mandei

 

_ Não paro! Você ta achando que é quem pra mandar em mim? _ Ele arqueou uma sobrancelha

 

_ Não levanta essa taturana pra mim, Eduzinho _ Bati no braço dele

 

_ Para, sua agressiva! Cadê sua classe? _ Ele gritou pra mim

 

_ Deixei lá na Puta que Pariu! _ Berrei

 

_ Onde fica isso? _ Ele perguntou calmo

 

_ Ah, lá em Minas Gerais, no Brasil _ Respondi sorrindo

 

_ Não foge da discussão! _ Ele gritou

 

_ O que? Quem fugiu foi você, otário! _ Dei mais uma série de tapas nele

 

_ Vamo parar com esse sexo selvagem aí dentro? _ Alguém bateu no vidro

 

_ JACOB! _ Gritamos ao mesmo tempo

 

_ Nos encontramos lá em casa então _ Jazz falou

 

Rose e Emm esperavam perto do carro do Jazz com uma cara péssima e Alice estava junto com eles

 

Jake entrou no banco de trás sorrindo

 

_ Vamos. Alice vai com Jasper _ Ele falou

 

_ Vamos _ Concordei

 

_ O carro é meu e eu vou a hora que eu quiser _ Eduzinho falou

 

_ Vamos logo, porra! _ Gritei e bati nele

 

_ Para de me agredir! _ Ele gritou

 

_ Então vai logo! _ Berrei

 

Depois disso o carro ficou em silencio durante todo o caminho pra mansão Hale

 

Eduzinho estacionou em frente a casa e eu desci batendo a porta com muita força

 

_ Não tem geladeira em casa não? _ Perguntou

 

_ Ta achando que eu moro com você? _ Retruquei

 

_ Sem graça _ Murmurou

 

_ Foda-se _ Falei

 

Destranquei a porta e vi Rose, Jazz, Alice e Emm sentados no sofá conversando

 

_ Oi _ Falei seca

 

Rose me olhou com raiva, Emm me olhou acusadoramente e Alice e Jasper curiosos

 

_ Quero saber que história é essa de ficar preso no volvo por que tava correndo do segurança por causa de atentado ao pudor _ Alice começou a quicar no sofá

 

_ Explica pra eles, Isabelle! E deixa bem claro que nada teria acontecido se não fosse por sua causa! _ O tigrão falou

 

_ Minha culpa? Você que não sabe chegar nem em uma velha! _ Gritei

 

_ GENTE! Será que dá pra explicar? _ Jasper pediu

 

Bufei. Eu e Eduzinho contamos toda a história. Rose e Emm até melhoraram a cara depois que entenderam tudo

 

_ Vocês dois não existem! _ Jake falava rindo

 

_ E você, seu nerd, ta com muita idéia errada na cabeça _ Falei pra ele

 

_ Eu também acho! _ Eduzinho concordou

 

_ Por quê? _ Alice perguntou

 

_ Por nada _ Eu e Eduzinho falamos ao mesmo tempo

 

Olhei pra ele com raiva

 

_ Porra, você é muito chato! Some da minha vida, macumba! _ Falei

 

Eles riram e o Pamonha estreitou os olhos

 

_ Só não vou te responder por que eu sou um cavalheiro _ Retrucou

 

_ Ah, finalmente sua educação apareceu! Por que lá dentro do carro você mais parecia um javali! Aliás, você é uma porta Eduzinho. Burro, mal educado e insensível! _ Sorri no final

 

_ Uma porta _ Jazz repetiu rindo

 

_ Ah, cala a boca! _ Ele falou

 

_ Não a mande calar a boca _ Emm se meteu

 

_ Ah, lá vem o ataque de ciúmes! _ Eduzinho revirou os olhos

 

_ Ah, nada haver _ Emmett fechou a cara

 

_ Tudo haver! Você ainda ama a Isabelle _ Eduzinho retrucou

 

Então começou uma discussão danada. Até eu tava gritando. Continuamos berrando até Alice subir na mesinha do centro e gritar

 

_ CALAAAAAAAADOS! BANDO DE FUINHAS NO CIO!

 

_ Só por que o Emmett é corno _ A voz de Jasper se destacou no silêncio

 

_ O QUE? _ Eu e Emm gritamos ao mesmo tempo

 

_ Nada! Esquece _ Jazz sorriu amarelo

 

_ Gente, foco! É quase uma da manhã e agente ta aqui, discutindo! Qual é? É ano novo! Vamos curtir! _ Alice falou

 

_ Ta, mas como vamos curtir? _ Perguntei com cara de telefonista de funerária

 

_ Er... Não sei _ Ela sorriu amarelo

 

_ Não tem nada pra fazer. Eu não to a fim de sair de casa agora, então o jeito é dormir _ Jake falou

 

_ É... Então, vamos pra casa, né? _ O pamonha levantou do sofá

 

_ Ta. Tchau, gente. Até amanhã _ Alice se juntou ao tigrão

 

_ Hey, e eu? _ Emm fez bico

 

_ Ajuda ele, Ed _ Alice mandou

 

Depois de um tempo eles foram embora e nós continuamos ali sentados

 

_ Agora que eu to lembrando de uma coisa aqui... Rose, você é oxigenada? _ Perguntei

 

_ Er... Eu vou dormir. Boa Noite _ Ela correu escada a cima

 

Bufei

 

_ Também to com sono. Boa Noite _ Jake subiu também

 

Olhei pra Jazz, que estava com cara de paisagem olhando pra TV desligada

 

_ Essa noite foi uma bosta _ Ele murmurou

 

_ Nem me fale! _ Tirei minhas sandálias e mexi os dedos do pé sentindo alívio

 

_ Bells, você não desconfia dessa súbita aproximação da Rose com o Emmett, não? _ Ele me encarou

 

_ Hã... Eu deveria? _ Franzi o cenho

 

_ Sei lá... Você que sabe _ Ele deu de ombros

 

_ Na verdade, eu só achei um pouco estranho... Mas nada que realmente me faça ficar preocupada e perder noites de sono _ Respondi

 

_ Eu desconfio deles! Por que onde tem fumaça, tem fogo! _ Jazz deu os primeiros sinais de que ia surtar

 

_ Pois é, né? Mas isso agente só vê com o tempo. Vou dormir, Jaspinho _ Catei minhas sandálias e comecei a subir a escada

 

_ Ta. Boa Noite _ Ele respondeu

 

Entrei no meu quarto, tirei a roupa da festa, tomei um banho bem quente, coloquei meu pijama favorito e caí na cama. Apaguei

 

Notas finais do capítulo
Haha, teve paciencia pra chegar até aqui?
Parabéns! :B

Então... Vou começar falando que eu to de castigo u-u
Vai ser um pouquinho dificil me ver pelo Nyah, hj é sexta então o pc ta liberado... Mas no meio de semana não. AFF

Ah, e eu notei que tem um povinho tirando pontos da minha popularidade, desculpa, mas irei ser grossa, Diminuir minha popularidade não irá influenciar no meu modo de ser e nem irá me fazer postar mais rápido, pelo contrário, farei questão de demorar uma semana a mais cada vez que me tirarem 100 pontos O interesse de ler a fic é de vocês, não meu, ok?

Outra coisa, a surpresa do cap seria a volta dos Teletubbies, mas aí eu me irritei na hora de escrever e decidi me focar em outros pontos da fic, como vcs devem ter percebido, o Emm já ta se sentindo estranho perto da Rose. ADOOGO

Mudando um pouco de assunto...
PUUUUUUUUUUUUUUUUUUUOOOOOTA QUE PARIOOOOOOOOO, que vontade de matar o Dunga e Julio Cesar. Que coisa e-e Até minha bisavó iraquiana de 122 anos ganharia da Holanda! Agora gente, vou torcer pra Alemanha

Ah, sobre os pães de queijo recheado, vão chegar todos pelo correio no dia 32 de Julho ok?

E só pra vcs ficarem sabendo, no próximo cap o Laurent aparece

GEEEEEEEEENTEEEEE, Tem uma leitora desesperada pro Seth aparecer na fic. Alguém aí concorda que ele tem que aparecer? Eu gostei da idéia, só falta achar um personagem pra ele! Por favor, deixem sua opinião!

Bom, acho que é isso...

Ah, ta, lembrei de algo importante aqui
POVO DE DEUS (ounão:B)
Eu to lendo uma fic que é simplismente PERFEITA!
Oceis num tem noção!
O enredo é incrivel, a autora escreve muito bem, tem comédia, romance, e... ah, o que importa é que é mt bom!
Então eu recomendo e garanto que ninguém vai se arrepender de ler, a não ser que vc seja Team Edward e não suporta que ninguém tire um sarrinho dele :~~
Dá uma passadinha lá:
http://fanfiction.nyah.com.br/historia/68384/Lutando_Pelo_Amor
Deixa um reviewzinho e recomenda
E se vc for da uma passadinha lá, não esqueça de dizer que foi a Tia Shoco que recomendou a fic *_*

&&'

Tem outra fic tbm que eu amo mt
Mas essa é só pro pessoal que gosta de Yuri E pra quem não gosta tbm, pq o enredo da fic é fantastico e tem bastante comédia, romance e drama
Não é de crepúsculo não (ainda bem :B)
É sobre o BBB10
Passa lá tbm, lê, deixa um review e não esquece de dizer que a Tia Shoco recomendou a fic õ/
Garanto, vcs vão gostar:
http://fanfiction.nyah.com.br/historia/66713/What_Sweetens_My_Life


E é só isso, eu acho

Bom, espero que tenham curtido o cap
Fiquem a vontade para elogiar, criticar, xingar, recomendar ou qualquer coisa
Mereço ou não um Review?

Bjs :*




(Cap. 15) Pegando Carona Com Malucos

Notas do capítulo
Oi Dessa vez eu nem demorei taaaaanto assim, não é? *__* Quero agradecer a - Louise_Campbell - Georgiaa17 - becalmeida Pelas lindas recomendações *--* Fiquei mtmtmtmt feliz &&&&' Sabe, dia 22 é um dia mtmtmtmt importante, pq é aniversário da minha leitoramiga Dani Então, Dani, esse cap vai de presente pra você! E já que você merece, nesse cap aparece o Seth, o Laurent e rola um beijo entre Bella e Edward (Mesmo o beijo não sendo aquele que todo mundo queria :B) Feliz aniversário, ganhe muitos presentes e de brinde tenha um Jacobdelicia deitado na sua cama :~~ Aproveitem o cap, eu fiz com muuito carinho Perdoem meus errinhos de portugues :B Nos vemos lá em baixo :*

Bella Pov

Eu ainda não havia entendido por que carambolas Carlisle pediu para que todos nos reuníssemos na sala da mansão Hale, eu estava ocupada dormindo.

_ Então minhas crianças, Carlisle os chamou aqui por que temos uma coisa para contar _ Minha tia continuava com mania de nos chamar de criança. Ainda vou fazer ela engolir um ovo de avestruz cada vez que me chamar de criança!

_ Diga, paizinho _ Alice sorriu para ele.

_ Bom meus queridos, eu e Esme resolvemos fazer uma viagem pra Veneza, como uma lua de mel _ Carlisle falou.

_ Beleza, vou arrumar minhas malas _ Emm se levantou.

_ Qual a parte do Eu e Esme você não escutou, seu retardado? Senta aí e escuta por que eu ainda não acabei de falar! _ Carlisle alterou o tom de voz.

Arregalei os olhos. Só agora eu havia percebido que Carlisle era bipolar...

_ Não precisa ser tão rude, querido _ Minha tia falou um pouco assustada.

_ É isso, nós vamos viajar na quarta, ou seja, amanhã _ Meu ex-sogro ignorou minha tia.

_ E nós? Vamos ficar aqui? Qual é mãe, estamos de férias! _ Jazz disse fazendo bico

_ É mesmo! Não é justo vocês curtirem e a gente ficar aqui parasitando dentro de casa na maior viagem na maionese! _ Emm protestou.

_ Eles têm razão, querido _ Esme concordou.

_ Pai... Ainda temos aquela casa em Nevada? _ O pamonha falou pela primeira vez.

_ Temos _ Carlisle concordou.

_ Vamos para lá! Por favor? Deixa pai? _ Alice Começou a quicar no sofá.

_ A idéia parece boa _ Rose sorriu.

_ Hum... É mesmo, acho que vocês iam gostar de ir para lá _ Carlisle sorriu também.

_ Parece bom _ Jake deu de ombros.

_ Então estão liberados para irem para casa lá em Nevada _ Ele falou.

Alice soltou gritinhos felizes e bateu palmas. Eu apenas assistia tudo com a cabeça apoiada na mão, pensando em como eu fazia parte de uma família onde só tem doido...

_ Vamos para casa, tenho que arrumar minhas malas! Vamos amanhã mesmo! _ Alice parou de pular.

Como ninguém se opôs a idéia, ficou por isso mesmo.

Os Cullen foram embora e eu subi para o meu quarto, era de tarde ainda então eu iria arrumar logo minha mala. Tirei-a do alto do guarda-roupa e comecei a arrumar as coisas lá dentro. Coube tudo em apenas uma mala grande.

Eu iria descer para o primeiro andar, mas antes de passar pela porta meu celular tocou. Voltei para atendê-lo.

_ Alô _ Murmurei sentando na cama.

_ BELLA! _ Reconheci a voz da minha mãe.

_ Oi mãe _Sorri.

_ Por que não tinha me ligado ainda? Estou morrendo de saudades! _ Ela falava eufórica.

_ Desculpa mãe, você sabe como sou distraída _ Enquanto falava, eu fazia círculos imaginários da minha perna.

_ Sei... Então, como estão as coisas aí? _ Ela perguntou.

Comecei a contar as coisas para ela, ocultando alguns detalhes que não precisavam ser ditos.

_ Ok, meu bebê, preciso desligar. Não se esqueça de me ligar, ok? _ Finalmente ela iria desligar.

_ Pode deixar, mãe _ Revirei os olhos.

_ Tchau, eu te amo _ Ela disse.

_ Eu também _ Respondi.

Então o telefone ficou mudo. Afastei-o da orelha e levantei. Parei em frente à porta e quando fui abri-la, ela foi aberta bruscamente quase me acertando no meio das fuças.

_ AHHHHHHHH, SAI CAPETA! _ Gritei com medo.

_ AAAAHHH, O CAPETA? AONDE? _ Jazz se jogou em cima de mim e caímos no chão.

_ Que merda Jasper, sai de cima de mim! _ Gritei.

_ Desculpa, mas você me assustou! _ Ele se levantou e logo em seguida estendeu a mão, me oferecendo ajuda e eu prontamente aceitei.

_ O que anda fazendo no meu quarto? E o que é isso na sua cabeça? _ Perguntei.

_ Eu vim te visitar. Ah, e eu passei tinta, para o meu cabelo voltar a ser da cor que era antes _ Ele sorriu mostrando os dentes.

_ É mesmo! Esqueci que você era oxigenado! Mas me conta Jaspinho, por que pintou o cabelo, heim? _ Perguntei sentando na minha cama e ele sentou ao meu lado.

_ Bom, foi uma idéia que eu tive antes de entrar para o ensino médio. Aí a Rose gostou e ficou loira também. E mantemos o cabelo loiro por todo esse tempo _ Deu de ombros.

_ E por que resolveu mudar? _ Olhei para ele.

_ Ah... Mudar sempre faz bem _ Sorriu.

Sorri de volta.

_ Já arrumou sua mala? _ Perguntei.

_ Já arrumei elas sim! _ Ele ficou animado.

_ Elas? Está levando quantas? _ Fiquei surpresa.

_ 3 _ Respondeu naturalmente.

_ MEU DEUS! Se você está levando três a Alice deve ta levando umas sete! _ Exclamei.

_ Por aí _ Ele deu de ombros.

Eu ia falar mais alguma coisa, mas Jake apareceu na porta do quarto e nos chamou para descer e jantar.

Bom, lá fomos nós jantar...

Depois disso assistimos mais um capítulo da novela mexicana e eu fui dormir.

(...)

A claridade havia me acordado. Abri os olhos e senti-os arderam. Fechei-os e depois de um tempo me acostumei com a claridade.

_ Bosta, eu não me lembro de ter deixado essa busanfa aberta ontem de noite _ Resmunguei levantando da cama.

Fechei a cortina e o quarto voltou a ficar bem escuro, entrando apenas um pouco de luz pelo banheiro. Virei para voltar para a cama, mas parei bruscamente sentindo um arrepio na espinha.

_ AHHHHHHHHHHH _ Gritei olhando para a figura sinistra escondida nas sombras do meu quarto.

_ Shhhh _ A sombra veio na minha direção e tapou minha boca.

Olhei melhor e percebi que a sombra era na verdade o Pamonha. Respirei aliviada e depois olhei irritada pra ele.

Ele destapou minha boca e sorriu torto.

_ O que você quer aqui, idiota? _ Perguntei ríspida.

_ Isabella, não seja tão rude _ Ele falou de forma mansa, usando todo o poder de sua voz aveludada e logo em seguida tocou minha bochecha com o polegar fazendo uma caricia bem de leve. Tentei afastar ele, mas foi impossível! O pamonha prensou meu corpo contra a parede e se aproximou mais.

_ Me larga, Eduzinho! _ Falei alto.

_ Não grite, você vai acordar o resto da casa _ Seu rosto estava perigosamente próximo ao meu.

_ Sai de perto de mim _ Sussurrei com raiva.

_ Só depois que eu conseguir o que eu quero _ Sussurrou perto da minha orelha, mordendo logo em seguida.

_ Me solta, seu escroto! _ Falei com raiva.

Não adiantou nada, ele só me prensou mais ainda.

_ Vou te levar ao paraíso _ Ele murmurou e atacou minha boca ferozmente.

Tentei gritar, empurrá-lo ou qualquer coisa que acabasse com aquela tortura. Mas a única coisa que pude fazer foi resistir e não abrir a boca de forma alguma!

_ Seja boazinha comigo que eu serei bonzinho com você _ Ele murmurou rapidamente e voltou a grudar sua boca na minha.

Comecei a dar tapas nas costas dele tentando me soltar. Então ele me afastou da parede e me jogou na cama, ficando por cima de mim.

Comecei a chorar de desespero e soltar gritos abafados pelo beijo forçado.

_ BELLA! _ Alguém gritou.

Eu ainda tentava me soltar dele.

_ Bella, acorda! _ Abri os olhos e percebi que tudo não passara de um pesadelo.

Minha respiração estava desregulada e o coração acelerado. Sentia meu rosto molhado pelas lágrimas e a adrenalina ainda correndo nas veias.

_ Bells? _ Alguém chamou.

Olhei para Jasper e tomei um tremendo susto. Ele estava usando uma daquelas máscaras faciais, com a cara toda verde.

_ Porra! Que susto! Você parece uma ervilha com esse troço na cara! _ Berrei.

Rosalie começou a rir do apelido que dei a Jasper.

_ Sem graça! Só vim te acordar, por que você estava gritando e chorando, aliás, com o que você estava sonhando, dona Isabella? _ Ele perguntou.

_ Eu... _ Franzi as sobrancelhas.

_ Então Bella? O pesadelo era sobre o que? _ Rose perguntou.

_ Eu não lembro _ Fui sincera.

Havia me dado um branco danado. Eu simplesmente não lembrava nada do sonho!

_ Aff! Odeio quando as pessoas esquecem o que sonham! _ Rose murmurou.

_ Ah, então eu vou para o meu quarto tomar banho, já são dez horas e os Cullen chegam aqui na hora do almoço _ Jazz falou.

_ Também vou tomar um banho _ Rose saiu do meu quarto junto com Jazz que agora estava de cabelo marrom.

Levantei da cama e fui direto para o banheiro. Tomei um relaxante banho e depois vesti uma calça jeans cinza justa, uma blusa de meia manga branca e por cima um colete quadriculado. Nos pés eu usava All Star preto. Ainda bem que Nevada não era tão frio quanto aqui em Forks.

Deixei o cabelo solto e passei uma maquiagem muito leve, apenas lápis de olho e gloss transparente. Desci minha mala e fui para a cozinha tomar pelo menos um suco.

(...)

_ Edward, eu confio em você. Estão todos sob sua responsabilidade _ Carlisle falou.

O QUE? Eduzinho ficaria no comando?

_ Ok pai _ Ele concordou sério.

Já estávamos prontos para sair. Carlisle havia conseguido uma van. Claro que na hora pareceu péssimo, mas era a única coisa que daria conta da quantidade de malas que tínhamos. Pelo menos caberia todo mundo confortável...

_ Tchau meus amores, se cuidem _ Esme acenou.

Despedimo-nos e entramos na van. Dalí nós seguimos viagem. Os primeiros 30 minutos foram silenciosos, todo mundo parecia um pouco alheio ao mundo.

_ Está ouvindo esse barulho? _ Emm cortou o silencio.

_ Que barulho? _ O Pamonha olhou para ele.

_ Não sei, parece que vem do motor _ Respondeu.

_ Não estou ouvindo nada _ Rose murmurou.

_ Já se encheu de maconha logo cedo, Emmett? _ Jazz perguntou.

_ Eu não uso maconha! _ Emm virou para trás com uma cara raivosa.

Eduzinho estava dirigindo, Emm foi do lado dele, nos dois bancos do meio ia Jazz e Rose e nos três de trás, Alice, Jake e Eu, e mais atrás estavam empilhadas nossas malas. Ou seja, a van era quase um microônibus!

_ Duvido muito! Nunca vi pessoa mais esquisita que você _ Jazz deu de ombros.

_ Eu esquisito? Esquisito é você, sua bicha! _ Emm gritou.

Eles começaram a discutir, e Emmett tentava pular para o bando de trás, mas Rose o empurrava de volta, Jazz provocava Emm soltando frases afiadas. Eu e Jake assistíamos tudo muito incrédulos, e Alice ao meu lado gritava coisas estranhas.

A van começou a sacudir com o alvoroço dentro e eu comecei a ficar nervosa!

_ PAREM COM ISSO! _ Eduzinho gritou freando a van de repente, fazendo todos calarem a boca.

_ AI NEGÃO, TÔ QUE TÔ PEGANDO FOGO _ Só deu a voz de Alice berrando no meio do silencio.

_ Que porra é essa? _ Perguntei assustada.

_ Foi uma musica que eu ouvi na internet _ Ela respondeu como se isso fosse a coisa mais natural do mundo.

_ Nossa, se mata! _ Rose falou.

_ Ah, qual é, a musica é muito legal! _ Alice mostrou a língua.

_ Alice, você já ouviu aquela... _ Então a conversa tomou outro rumo totalmente diferente. Incrível como esse povo muda de assunto tão rápido e esquece as confusões!

Ficamos umas duas horas falando sobre musica e algumas coisas ligadas ao assunto, a viajem era de mais ou menos 5 horas, então ainda tinha um bocado de estrada pela frente!

_ E cara eu queria muito ir ao show deles e... _ Rose foi cortada por um barulho estranho.

_ O que foi isso? _ Perguntei assustada.

_ Eu suponho que seja o resultado daquele barulho que o Emmett falou que estava ouvindo quando começamos a viagem _ Eduzinho respondeu.

_ EU SABIA! _ Emm gritou.

Então o carro deu uma sacudida estranha e pudemos ouvir um barulho de explosão e começou a sair fumaça do motor do carro, que foi perdendo velocidade até parar por completo.

_ Somente duas palavras: AGORA FUDEU! _ Jazz berrou.

_ Vamos descer e ver o que aconteceu com o motor _ Emm sugeriu.

Descemos todos do carro. Quando Eduzinho abriu a parte que dava acesso ao motor uma fumaça sinistra saiu lá de dentro, quase impossibilitando nossa visão do Pamonha.

_ Puta que Pariu no beco escuro, deserto cheio de lixo e coliformes fecais para todos os lados! AHHHH _ Eduzinho gritou.

_ O que aconteceu, Ed? _ Rose perguntou preocupada.

Revirei os olhos. Por mim esse sonso teria morrido!

Então a fumaça ficou bem mais fina e eu pude enxergar o Tigrão. Foi impossível não acompanhar a estrondosa gargalhada de Emmett e o riso reprimido de Jasper.

_ Manolo, o que aconteceu com você? _ Alice perguntou perplexa.

O pamonha estava com a cara toda preta por causa da fumaça e o cabelo todo arrepiado.

_ Gente, o que houve com o carro e... Edward? Que é isso? Parece que voltou da guerra _ Jake foi o ultimo a descer do carro.

_ É, e a sua mãe estava no meio também! _ Ele respondeu mal humorado.

Será que essa criatura puxou a bipolaridade do pai?

_ Gente, foco! E agora? Estamos sem carro! _ Rose falou.

_ É... _ Alice abaixou a cabeça.

_ Meu celular está sem sinal! _ Falei olhando a tela do aparelho.

_ Não acredito! Não é assim que eu imaginei que ia morrer! Porra é muito humilhante morrer no meio do nada só por que a sua van quebrou! Cara, vão rir de mim lá no céu! _ Jazz começou a surtar.

_ Se acalma Jasper, não vamos morrer _ Rose disse.

_ ME ACALMAR? AH MINHA QUERIDA, EU NÃO VOU ME ACALMAR NEM AQUI NEM NO BURACO DO CACETE! EU EXIJO MEUS DIREITOS DE BICHA INDIGNADA! _ Surtou de vez.

_ Só agora que eu percebi que seu cabelo está marrom, Jazz! Que Mara! Ficou muito lindo! Combinou totalmente com seu rosto! E destacou tanto seus olhos verdes! _ Alice chamou a atenção de Jazz para ela.

Incrível como a anã tinha o poder de acabar com os surtos do Jasper!

_ São hiperativos... Entendem-se _ Jake murmurou.

Rose Pov

_ Chega! Não aguento mais! _ Resmunguei.

_ Tudo bem, é minha vez agora _ Edward trocou de lugar comigo.

Já fazia 2 horas que estávamos parados ali, no meio do nada, com o carro quebrado. Revezávamos para ver quem ficaria vigiando os carros que passavam na rua.

Alice e Jazz estavam sentados em uma pedra discutindo moda. Bellinha e Jake estavam deitados na grama conversando qualquer coisa que eu não podia escutar e Emm estava sozinho em outra pedra. Fui me sentar ao lado dele.

_ E aí? _ Ele murmurou ainda olhando pra um ponto fixo no horizonte com o rosto apoiado nas mãos.

_ Uma moeda por seus pensamentos _ Falei e ele deu uma leve risada.

Mas era verdade, não entendo por que, mas eu daria qualquer coisa para saber o que se passava na mente dele.

_ Não estou pensando em nada muito importante _ murmurou.

_ Hey, fala para mim. Você parece meio triste... Não, triste não... Parece confuso! _ Afaguei seu rosto carinhosamente e sorri.

Ele respirou fundo e apoiou a cabeça no meu ombro. Passei um braço em volta de sua cintura e o aconcheguei melhor perto de mim. Eu me sentia tão bem assim. Acho que ter conquistado a amizade de Emmett foi a melhor coisa pra mim!

_ É... Eu acho que realmente estou confuso _ Falou baixinho.

_ Com o que? _ Perguntei.

_ Nada que você deva se preocupar... Ainda _ Ele acrescentou o ‘ainda’ em sussurro, contando que eu não ouviria, mas eu ouvi.

Bella Pov

_ Olha lá, Bella _ Jake murmurou.

_ Olha o que? _ Fiquei confusa.

_ Rose e Emmett _ Ele respondeu.

_ Ah, Jake, por que você insiste tanto no assunto? _ Perguntei.

_ Não sei Bells, mas às vezes eu costumo acertar as coisas que vão acontecer _ Ele deu de ombros.

_ Qual é Jake? Quem tem sonhos com o que vai acontecer é a Alice! Está pensando em roubar o posto de vidente dela? _ Perguntei rindo.

Ele riu também e sacudiu a cabeça negativamente.

_ Jamais eu faria isso com Mãe Alicinha! _ Ele disse ainda rindo.

_ Claro, Claro _ Concordei.

Olhei para o céu, alaranjado por causa do pôr-do-sol.

Fechei os olhos e apoiei o rosto nas mãos. Estava muito cansada. Estava quase dormindo quando ouvi o barulho de um carro passando e levantei o rosto. Fiquei desesperada. Olhei para Eduzinho, que dormia encostado no carro.

_ PORRA, O CARRO ACABOU DE PASSAR E VOCÊ NÃO VIU? SEU IDIOTA! SEU... SEU... SEU TUMOR RASTEJANTE! FICA AÍ PARADO FEITO UM FRANGO ASSADO DE PADARIA! _ Gritei e o otário deu um tremendo pulo se assustando.

Começamos todos a discutir, um tentar falar mais alto do que o outro até que uma buzina nos interrompeu.

Olhamos todos ao mesmo tempo para o microônibus totalmente preto que parou ao lado da nossa van. Então desceu um garoto moreno, de aparência bem jovem, e veio falar conosco.

_ Están en problemas, amigos? _ Ele perguntou.

Revirei os olhos. Será que ele chegou a essa incrível conclusão sozinho?

_Er... Sim, a nossa Van quebrou e não temos como ir para casa _ Eduzinho falou, agora já recuperado do susto de ser acordado com os meus berros.

_ Donde están van? _ Perguntou.

Ficamos todos com cara de taxo. Fala sério, ninguém aqui entende espanhol!

_ O que está acontecendo aqui, Seth? _ Um homem negro com os dreads presos em um coque estranho, usando um vestido desbotado, um cachecol de lã no pescoço e um batom vermelho da mesma cor dos olhos.

_ Creo que su coche se rompió _ Respondeu o tal Seth.

_ Para de falar espanhol, seu trombadinha! _ O homem vestido de mulher falou.

_ Tudo bem Laurent _ O garoto revirou os olhos.

_ Eu não sou Laurent! Meu filinho pode parecer muito comigo, mas eu não sou ele! _ Falou com raiva.

Arregalei os olhos. Achei gente mais doida do que nós!

_ Tudo bem _ Seth deu de ombros.

_ A propósito, sou madame Saki _ O homem vestido de mulher falou.

Saki? Deu vontade de perguntar “E cadê o molho shoyu?” Mas seria falta de respeito...

_ Não liguem para Laurent, quando ele fuma maconha de mais fica assim, achando que é a falecida mãe... _ Seth explicou.

MEU DEUS!

_ Pamonha, a gente não vai pegar carona com eles _ Falei baixinho perto de seu ouvido.

_ Se não pegarmos, eu não sei quando vai passar outro carro _ Ele respondeu no mesmo tom.

_ Pegar caronas com eles vai ser a mesma coisa do que pegar carona para o inferno _ Sussurrei.

_ Então, para onde vocês estão indo? _ Laurent, ou madame Saki, perguntou.

_ Para Nevada. Sabe onde é? _ Eduzinho respondeu.

_ Mas é claro que sei! Fica lá no Alaska! _ Laurent respondeu.

Arqueei as sobrancelhas.

_ É brincadeira. Nós sabemos onde fica sim! Querem carona? _ Seth falou.

_ Mas é claro que queremos! Jake me ajude a pegar as malas! Você também Tigrão! Vamos, vamos, vamos! _ Emm falou.

Enfim, colocamos as 15 malas no compartimento do microônibus e subimos. Ele era até normal e bonito, exceto por um pequeno e estranho espaço no canto do ônibus.

_ Esse é o meu templo particular! Aqui eu leio minhas cartas e jogo tarô! _ Madame Saki encarnada no corpo de Laurent falou.

_ Er... Puxa, que legal! _ Alice respondeu.

_ Fiquem a vontade e sentem-se onde quiser _ Seth falou.

Ele foi até a cabine do motorista e começou a arrancar com o ônibus. Eu sentei ao lado de Jake, para variar, enquanto os outros se sentavam nas outras cadeiras.

Jazz Pov

_ Hey, garotinho _ Alguém me chamou.

Olhei para trás e vi madame Saki, ou Laurent, me chamando.

_ Vem cá, eu quero falar com você _ Ela sorriu.

Sorri de volta e fui até o pequeno templo dela. Eu realmente não tinha medo da morte!

_ O que você acha de desvendarmos o seu futuro? _ Sorriu medonhamente.

AI GEZUIS CRÉUZIOS! Que proposta indecente!

_ ALOK! Adorei, vê ai o que de glamoroso tem para o meu futuro! _ Falei animado.

_ Muito bem, pense em uma pergunta! _ Ela mandou.

“Eu ainda vou conhecer a Lady Gaga?”

_ Pronto, já pensei! _ Disse sorrindo.

_ Agora tire três cartas _ Mandou.

Escolhi as três cartas de um leque que ela me ofereceu.

_ Hum, que interessante! Essas cartas que você escolheu dizem que você vai conhecer ela sim, e vai ser na hora em que você menos esperar! _ Falou.

_ AHHHH QUE PERFEITO! _ Gritei.

O pessoal me olhou assustado.

_ EU VOU CONHECER A LADY GAGA, MWAHAHAHA _ Gritei.

Eles reviraram os olhos e voltaram a fazer o que estavam fazendo antes.

_ Deixe-me ler sua mão _ Pediu.

_ Deixo! _ Estendi a mão para ela.

_ Hum, você vai viver bastante tempo. E vejo aqui que vai acontecer muita coisa na sua vida. E são coisas bem agitadas! Mas posso ver claramente que você vai se apaixonar por uma pessoa que ainda não te ama, mas vai te amar muito e vai fazer de tudo pra te conquistar _ Madame Saki falou.

_ AHHH E ESSA PESSOA É BONITA? _ Perguntei.

_ Não posso responder, MWAHAHAH _ Respondeu.

_ Aim _ Murchei na hora.

_ São 50 dólares _ Ela estendeu a mão.

_ O QUE? _ Gritei.

_ 50 dólares oras, eu vi o seu futuro! _ Ela deu de ombros.

_ JAMAIS QUE EU VOU PAGAR O OLHO DA MINHA CARA NESSA BUSANFA DE PREVISÃO DE FUTURO! MINHA MÃE PODE TER DINHEIRO, MAS EU NÃO TENHO NÃO! SUA SURRUPIADORA DOS CAFUNDÓ QUE SURGIU DAS CINZAS LÁ ONDE JUDAS PERDEU A VIRGINDADE DO TOBA! _ Gritei despejando toda aquela fúria estranha que se despertava no meu interior lindo.

_ O que foi Jaspinho? _Alice apareceu do meu lado.

_ ESSA PROJETO DE SUSHI MAL FEITO ESTÁ QUERENDO ME ROUBAR 50 DÓLARES _ Gritei acusadoramente.

Então de repente a Saki desmaiou.

_ MEU DEUS! ESSA BOSTA FOI DESCARGA ABAIXO! MORREU! _ Berrei.

_ Para de gritar, Jasper, eu quero dormir um pouco! _ Rose gritou.

Eu olhei para Alice e ela pôs os dedos na frente dos lábios, indicando silencio. Assenti.

Levantei e arrastamos o corpo para dentro do banheiro, jogamos ele lá dentro e fechamos a porta.

Voltamos pras nossas cadeiras e então ouvimos a porta do banheiro abrir. Ai meu deus, a velha veio nos buscar!

_ Ah, Olá! Minha mãezinha me falou que vocês estão pegando carona conosco! Sejam bem vindos e fiquem a vontade no meu ônibus. Ficarei lá com o Seth para vocês se sentirem mais confortáveis _ Agora tinha voltado a ser Laurent.

Olhei para Alice com olhos arregalados e demos de ombros. Começamos a conversar qualquer coisa que fizesse o tempo passar.

Bella Pov

Então de repente o microônibus freou e Seth saiu da cabine de motorista.

_ Vamos parar rapidinho aqui e logo, logo continuaremos a vigem _ Ele sorriu.

Olhei através do vidro pra uma espécie de Bar muito suspeito

MEU DEUS! QUE LUGAR É ESSE E O QUE TEM AI DENTRO?

Laurent saiu da cabine sorridente.

_ Podem vir se quiserem _ Falou descendo.


Notas finais do capítulo
Nha, eu sei que foi chatinho :/Então?Gostaram?*___*AHHHHHHHHHVocês viram o sonho da Bella?Aposto que todo mundo quer me matar por que não foi real e a Bells nem lembra xDMas é que tinha tanta gente pedindo um beijo entre eles que eu resolvi colocar :~~Mas pensem, se eles se beijassem assim do nada não haveria sentido, pq por enquanto eles se odeiam GENTE! PARA TUDO!Acreditam que eu AINDA não assisti eclipe?PQP!Se o pessoal dependesse de uma fã preguiçosa feito eu o mundo tava acabado &&&'Vocês viram?Eu comecei a escrever uma fic novaÉ super comédia também *_*Já postei o primeiro cap, e seu eu estiver feliz, vou postar o segundo amanhã, por que ele já ta prontomwahahahaDa uma passadinha lá ._.Da esse apoio pra tia Shoco *_*Mesmo que você não goste, ao menos manda o review dizendo que leu, achou uma bosta e não vai acompanhar xD----Então?Mereço review? Recomendação? Pontuação positiva?hihihihiAmo vocês, pode parecer que não, mas eu considero todo mundo aqui amigo e podem contar comigo pro que precisarem *momentodesabafoOFF*Bjs :* PS: Alguém aqui ja assistiu no youtube o video 'a verdadeira pentada violenta' ? mwahahaha, rachei de rir com o video *_* -qq, nem sei pq to falando isso Mas o video é comédia xD Vou colocar isso na fic õ/




(Cap. 16) Sequestraram a Rose?

Notas do capítulo
Oiiiii éé, eu sei que demorei :/ Mas é que demorou muito pra bater inspiração e mesmo assim o cap ficou pequeno :X E nem ta tão engraçado assim DD Ah, quero agradecer à bianight e swan_gaby pelas lindas recomendações! Eu fiquei muuuuuito feliz Gente, também to muito feliz com o número de reviews, sério, essa fic é meu sonho Então... Muito obrigado a todos vocês que lêem e comentam, ou que só lêem, por fazerem meu sonho acontecer *seemociona* TAPAREI :X Gostaram da nova capa? :} Ta, me ignora Entããão geeenteeee Ta aqui o novo cap, cheio de erros de portuguêm e totalmente idiota e sem graça Õ/ Amanhã vou postar o novo mural que eu fiz, com os novos personagens e descrições melhores, eu achei umas fotos tão lindas pro mural Nos vemos lá em baixo!

Bella Pov

Apenas Jake, Emmett, Jazz e eu ficamos naquele lugar. O resto desapareceu atrás de uma tal ‘chefa’...

"Dale a tu cuerpo alegria Macarena Que tu cuerpo es pa' darle alegria y cosas buenas Dale a tu cuerpo alegria, Macarena Hey Macarena"

Essa cena com toda a certeza vai entrar pra minha lista de 10 coisas bizarras que eu não precisava ter visto!

Estávamos em um lugar que mais parecia um galpão. Tinha bastantes palcos de pole dance estragados e espalhados pelo lugar, roupas e sapatos velhos jogados por todos os cantos e mais algumas coisas suspeitas. Estava começando a acreditar que esse bar é na verdade uma casa de stripper!

E por falar nisso, esqueci de dizer sobre a cena ridícula que estamos presenciando... Jasper e Emmett estão empolgados com a viagem e decidiram extravasar a felicidade. Até aí tudo bem, mas o problema é que eles estão dançando Macarena em cima dos palcos velhos de pole dance!

"Macarena tiene un novio que se llama Que se llama de apellido Vitorino, Que en la jura de bandera el muchacho Se metio con dos amigos"

_ Eu nunca vi tanta bizarrice de uma só vez _ Jake murmurou incrédulo ao meu lado.

_ Ah nem me fale! Minha vontade é de mandar esses dois pro RC _ Respondi.

_ RC? _ Ele arqueou uma sobrancelha e me encarou curioso.

_ Residencial do cacete! _ Dei de ombros.

Ele começou a gargalhar e eu também.

"Dale a tu cuerpo alegria Macarena Que tu cuerpo es pa' darle alegria y cosas buenas Dale a tu cuerpo alegria, Macarena Hey Macarena".

_ Hey, Jazz, olha só o que eu achei! _ Emmett apontou para a calcinha vermelha fio dental que ele estava usando na cabeça.

_ Mwahaha, sente só _ Jazz revidou colocando uma micro-saia rosa por cima da calça.

_ Vocês parecem duas putas que fugiram do inferno _ Falei.

Emmett sorriu pra mim e virou de costas rebolando na minha direção.

_ CREDO, SEU ESCROTO! _ Gritei com nojo.

_ Olha que Mara as minhas luvas, Bellinha _ Ele mostrou as mão, usando uma bota plataforma em cada braço.

Essa criatura é doente! Até agora me pergunto o que levou Emmett Cullen, um cara que defende a todo custo sua masculinidade, se juntar a Jasper em um ataque de purpurina...

"CONGA LA CONGA, CONGA, CONGA, CONGA"

Jasper pulou do palco usando além da saia rosa, um sutiã de lantejoulas vermelho. PUTA QUE PARIU!

_ Visão do inferno! _ Eu e Jake gritamos ao mesmo tempo.

Os dois continuaram a dançar felizes e eu estava prestes a bater a cabeça na parede quando alguém entra pela porta.

_ Que viadagem é essa, Emmett? _ Rosalie perguntou parada na porta.

_ ALOUCA! _ Ele respondeu pulando do palco e correndo na direção dela.

_ Vai de reto, satanás! _ Rose berrou e começou a correr dele.

Eles ficaram correndo feito loucos por todo o galpão até que Emmett tropeçou em alguma coisa cilíndrica e vermelha. UM VIBRADOR!

_ ESSA NÃO, ELE MORREU! _ Jazz gritou e correu até onde Emm estava caído.

_ Eu acho que ele se machucou mesmo _ Jake murmurou.

Acabei me levantando do sofá onde eu estava e fui até o presunto estirado no chão. Jake veio junto e Rose se sentou no sofá.

_ Deixe-me ver com ele está e... _ Parei de falar assim que olhei para Emmett no chão.

Estava completamente vesgo, parecia que um olho ia entrar no outro, com meio metro de língua pra fora e um pouquinho de sangue escorrendo pela testa.

_ Nossa... Parece o Bucéfalo... _ Jake falou com cara de intelectual.

_ Bucéfalo? Que porra é essa? _ Olhei para ele.

_ É o cavalo de Alexandre, O Grande _ Respondeu fazendo bico.

_ Bucéfalo _ Repeti gargalhando.

_ O QUE ACONTECEU? EMMETT, VOCÊ MORREU? _ Alice adentrou correndo e se jogou ao lado do corpo do irmão.

_ Ele tropeçou no vibrador do capeta e desmaiou! _ Jazz respondeu com os olhos arregalados.

_ Isso na testa dele é sangue? _ Alice perguntou com cara de nojo.

_ NÃÃÃÃÃO! É CATCHUP! _ Respondi dando um cascudo nela.

_ Ai! _ Ela reclamou.

_ Jazz... Por que você está usando essas roupas? _ Rose perguntou para ele.

_ Er... Eu e Emmett estávamos dançando _ Ele deu de ombros.

Bufei e tirei a calcinha fio dental da cabeça daquela mula desmaiada.

_ O que fazemos para ele acordar? _ Alice perguntou.

_ Não sei _ Jake respondeu.

Olhei em volta e meu olhar parou em certo objeto vermelho e eu sorri maliciosa.

Peguei o troço com certo nojo e sorri mais ainda.

_ Olha só! Um vibrador! Vamos enfiá-lo no cu do Emmett _ Gritei.

_ NUNCA! _ Ele acordou na mesma hora e levantou correndo e encostando-se à parede. Comecei a rir.

_ Sabia que ia dar certo _ Falei.

Todos começaram a rir da cara de pavor que Emm fazia.

_ Solta esse troço endemoniado, Bellinha! _ Ele gritou.

_ Já soltei, Emmett _ Joguei o troço longe.

_ Sabe... _ Rose ia falar alguma coisa, mas escutamos barulhos de tiro.

_ FUDEU! AI JESUS! DESSE JEITO COMO QUE EU VOU TER CHANCE DE CONHECER MINHA DIVA LADY GAGA? NÃO ME FAZ MORRER AGORA! NÃÃÃO! _ Jazz surtou.

_ POR AQUI, GENTE! _ Laurent apareceu do nada junto Seth, o Pamonha e uma garota loira.

Seguimos eles em direção à saída dos fundos. Corremos desesperados até o microônibus.

Embarcamos e Seth assumiu a direção, arrancando com tudo. Pegamos a estrada e então todo mundo se acalmou.

_ NESSIE? _ Emmett gritou chocado.

_ Emmett _ A garota loira sorriu para ele.

_ Não acredito que é você mesma! _ Ele correu e abraçou a tal Nessie.

Alice começou a pular e saltitar e abraçou a menina também.

_ To boiando... _ Jazz murmurou

_ Ah, é que a Nessie é nossa prima e... Cara, eu não esperava te encontrar no meio de uma fuga de um tiroteio _ Alice respondeu abraçando mais uma vez a Nessie.

A garota se apresentou para nós. Ela era prima dos Cullen e eles não se viam há seis anos. Costumavam passar os verões juntos na Califórnia. Tinha 17 anos, se chamava Renesmee, mas odiava o próprio nome e ganhou o apelido de Nessie por que gostava fazer maldades. Imagine essa criança fazendo maldades... NÃO CREIO!

Ela era um pouco mais baixa do que o Edward. Sim, ela é gigante! É loira, tem umas mexas rosa no cabelo, se veste como roqueira e usa maquiagem pesada. Legal né? Não! Estou brincando, calma!

Ainda não entendi por que a chamavam de chefa...

_ Jake, você... _ Olhei para ele, mas parei de falar.

Jacob estava com uma tremenda cara de tumor rastejante e quase babava. Segui a direção de seu olhar e vi que era Nessie rindo de alguma coisa que Jasper falou.

_ Para de babar _ Cutuquei ele.

Jake deu um pulo se assustando e me olhou. Corou e sorriu sem graça.

_ Qual é nerd? Está apaixonado? _ Perguntei.

_ Eu? N... Não! De onde tirou essa idéia? _ Arregalou os olhos.

_ Aham, finge que é verdade que eu finjo que acredito _ Sorri.

Ele riu e ficou mais vermelho ainda.

_ Deixa para lá, ok? _ Ele murmurou olhando para o chão.

_ Tudo bem _ Dei de ombros.

De repente o ônibus freou com tudo e a porta foi aberta.

_ Muito bem, todo mundo com a mão na cabeça e descendo lá pra fora antes que eu pipoque oceis tudo! _ Um maluco com touca ninja entro no ônibus com uma 38 na mão. QUASE DEFEQUEI!

Descemos todos em silêncio e com muito medo. Do lado de fora, Seth já estava rendido por um cara que apontava a arma para cabeça dele

_ É o seguinte, Trutas, nóis vamo roba esse ônibus maneiro de vocês. Ou seja, PERDEU PREIBÓI! _ Um dos caras falou

Eles correram todos para dentro do nosso microônibus e foram embora, nos deixando no meio da estrada com cara de paisagem.

_ NÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃOOOO _ Laurent começou a correr no meio da pista.

_ SAI DAÍ SEU OTÁRIO! VAI SER ATROPELADO! _ Nessie gritou.

Otário? Hum... Ela é das minhas! Adora xingar alguém!

_ Levaram o templo da minha mãezinha! _ Ele parou de correr e ficou em pé com os braços abertos no meio da rua. Parecia o Cristo Redentor!

_ SAI DAÍ! _ Gritei

_ NÃO! EU QUERO QUE UM CAMINHÃO ME ATROPELE! ELES ROUBARAM O TEMPLO DA MINHA MÃEZINHA! _ Ele berrou.

_ Sua mão já morreu, seu mongol! _ Nessie gritou.

_ NÃO MORREU! _ Ele se virou com raiva.

Arregalei os olhos quando avistei o enorme monstro que vinha pela estrada. Era um caminhão gigantesco! Ele buzinou para que Laurent saísse do caminho e a única coisa que aquele retardado fez, foi ficar pulando no meio da estrada.

_ TIRA ELE DE LÁ! _ Seth gritou.

_ IÁÁÁÁÁÁÁÁÁ _ Alguém gritou e um vulto preto atingiu Laurent e eles foram parar do outro lado da estrada e o caminhão passou, sem atropelar ninguém.

_ Emmett, o que foi isso? _ Rosalie perguntou depois que o caminhão passou e vimos os dois caídos do outro lado.

_ Uma super voadora de dois pés! _ Ele respondeu feliz.

_ EMMETT RULES _ Alice gritou e começou a pular.

_ TIJOLOS. NÃO SÃO FÁCEIS DE CAGAR. MWAHAHAHAH _ Jasper berrou.

Todo mundo fez silêncio e olhou para ele com cara de WTF?

_ Er... Acho que estamos perdidos, não é? _ Jake quebrou o silencio.

_ Não vai passar outro carro tão cedo aqui _ Eduzinho falou.

_ O jeito é andar... _ Falei.

_ Nada disso! Está escurecendo! Vamos ficar por aqui, mesmo! _ Seth disse.

_ É melhor ficarmos _ Nessie concordou com ele.

_ Mas aonde vamos ficar? _ Perguntei.

_ Vamos um pouquinho para a mata, pra não ficar na beira da estrada, sabe... _ Eduzinho sugeriu.

Bom, resumindo, fomos pra dentro da mata até achar uma clareira. Juntamos pedaços de madeira e acendemos uma fogueira com o isqueiro do Laurent. Ficamos conversando bastante até que acabamos pegando todos no sono.

Acordamos quando o sol nasceu. A fogueira tinha apagado e estava um pouco frio.

_ Eu estou com fome... _ Jazz levantou.

Ficamos todos de pé, e conversando sobre o que íamos fazer para chegar à cidade.

_ É SÓ PENTADA VIOLENTA! PENTADA VIOLENTA! _ Do nada Alice começou a cantar e dançar. Então ela simplesmente chegou atrás de Jasper e deu uma ‘pentada’ no coitadinho, fazendo ele cair com a cara na lama.

_ PORRA ALICE! _ Ele gritou levantando.

_ É culpa da Bucetildes! _ Ela berrou.

Emmett começou a gargalhar.

Então ficamos todos em silêncio.

_ Vocês ouviram isso? _ Jake perguntou baixinho.

_ Se for aquela brincadeira da ‘Lady Gaga’ eu vou te dar um soco _ Nessie ameaçou e ele corou.

_ Espera, eu também estou ouvindo _ Eduzinho murmurou.

Ficamos assustados quando a moita começou a mexer.

_ É O HOMEM MACACO! ELE VAI COMER A BUNDA DE TODO MUNDO! _ Jazz gritou.

Então saiu um esquilinho muito bonitinho da moita.

_ Ont _ Falei apertando minhas próprias bochechas.

_ PRAGA DE ESQUILO! ME FEZ PENSAR QUE EU IA PERDER A VIRGINDADE DO MEU BELO E LINDO BUMBUM! ESQUILO BUCETILDES! _ Emmett gritou com raiva.

_ Até você? _ Olhei assustada para ele.

_ OLHA LÁ HEIM! BUCETILDES É O NOME DA MINHA VÓZINHA LINDA! _ Jazz gritou.

Bucetildes? MEU DEUS!

Ficamos todos sem reação depois da revelação do nome da avó do Jazz e da Rose. Espera um pouquinho aí...

_ Hum... Gente... Cadê a Rosalie? _ Emmett perguntou.

O ‘acampamento’ que estava todo quieto até agora virou uma bagunça danada. Todo mundo se desesperou por que a Rose não estava ali.

_ GENTE, SILÊNCIO! _ Alguém gritou

_ AH PUTA QUE PARIU! SILENCIO O CARALHO! EU TO NERVOSO E TO COM FOME! MINHA IRMÃZINHA SUMIU DO NADA, E VOCÊ QUER QUE EU FAÇA SILÊNCIO? E SE O HOMEM MACACO TIVER PEGADO ELA E AGORA TA FAZENDO ELA COMER VAGALUME A AFUNDAR A CARA NOS GRILOS? _ Jazz surtou

_ Será que algum lobisomem pegou a Rose? _ Alice arregalou os olhos ao falar.

_ Não! Foi o homem do saco que pegou ela pra fazer um saco enorme com a pele dela! _ Emmett ficou desesperado também.

_ E se a plantação de maconha do Laurent tiver feito a Rose de baseado? _ Resolvi botar lenha na fogueira.

_ E se uma seita satânica pegou a Rose pAra fazer magia negra? _ Alice começou a tremer.

_ E se um grupo de macumbeiros tiver pegado minha irmãzinha pra colocar ela no lugar da galinha preta? _ Jazz era o mais escandaloso...

_ Calma gente! Vamos procurar a Rose! _ Eduzinho falou.

Todos concordaram que devíamos procurá-la.


Notas finais do capítulo
Bucetildes. KKKKKKKKKKKKKK xD Nossa eu racho desse nome 'Bucéfalo' foi dica da MayGruber, pq a amiga dela chama ela disso xD COMÉDIA!PESSOAS, acreditam que eu assisti Eclipse ontem? AAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHH FALECINAESCADA! Muito lindo o filme! Quase morri na parte que o Jake beija a Bella e o cornomanso da Edward ouve os pensamentos 'criativos' do Jake ADOOOOOGO!Aim, noossa xDAqui, vocês gostam de Lady Gaga?Então, eu li esses dias uma fic muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito engraçada sobre ela.É tipo assim, o Edward atropela a Gaga e a Nessie convense ele a transformar a Lady Gaga em vampira. Nossa é mtmtmtmtmtmtm engraçada!O nome da fic é 'Uma Gaga Em Nossa Vidas' Lê gente, é muuuito boa xDEntão...Já falei pra vocês da minha nova fic né? Quem não leu, dá uma passadinha lá, por favor? E aí?Gostou do cap? Simm? Não? Me conta lá no review *---*Ah, e pessoas que lêem e não deixam review, eu não mordo tá? Vou ficar super feliz se vcs resolverem aparecer lá nas pgs de review E se quiserem dar sugestões pra fic eu aceito todas Posso ser cara de pau? hihihihiRecomenda a fic? Me da pontinho positivo? Deixa review? :BBAh, e se vc der pontinho positivo, avisa por mp pra mim poder retribuir, ta?Beijos meu amores :*Vou tentar não demorar com o próximo




(Cap. 17) Nóis é... AS BRABULETA

Notas do capítulo
'-' Nome suspeito do cap né?? uahsuahshs xDBom, oi :DComo andam? Eu ando com as pernas *-* *levatijolada*Nham, vai, eu não demorei taaaanto assim :~~Me bateu inspiração e eu escrevi esse cap, que eu tenho que admitir, ficou uma BOSTA xD Não sei de onde eu tiro idéia pra escrever um troço tão tosco D:Quero agradecer mtmtmtmt ao pessoal que recomendou, eu fiquei muuuuito feliz 8DVou parar de perturbar, agente se vê lá embaixo, eu tenho coisas importantes pra falar, então liam a nota final, ok?Boa leitura e perdoem errinhos de portugues xD

Bella Pov

_ Tudo bem, eu acho que não devemos nos separar _ Falei.

_ Ok, então vamos procurar a Rose.

Saímos da clareira e adentramos o mato atrás da ex-caipira.

(...)

Já fazia duas horas que estávamos andando pela mata. Alice e Jasper reclamaram milhares de vezes sobre bolhas nos pés e a frase 'vai tomar no cu, porra' já havia sido repetida um zilhão de vezes...

_ Nóis é... AS BRABULETA! De pinta azur... E ASA BRANCA! Voemo sobre lâmpida, até quimar as asa... Nóis é... AS BRABULETA! _ Ouvi alguém cantando.

_ Vocês ouviram algo sobre 'Brabuleta?' _ Perguntei.

_ Aham _ Todos concordaram.

Olhamos para duas árvores que mais pareciam um arco, formando algo semelhante a um portão. Eu sei muito estranho!

Fomos até lá e vimos nada mais, nada menos do que uma tribo de índios.

Todos em um círculo, dançando e Rosalie no meio usando uma saia de palha com um sutiã de penas, o corpo todo pintado e cabelos soltos. No topo da cabeça, um cocá cheio de penas coloridas.

_ Ela está gostosa, heim? _ Um comentário desses só podia vir de Emmett mesmo...

_ OLHA LÁ COMO VOCÊ FALA DA MINHA IRMÃ, SEU GUAXINIM! _ Jazz começou a surtar.

_ Se controla, cacete! _ Pedi.

Então a tribo ficou toda em silencio e todos pararam de dançar e ficaram em uma posição estranha.

_ Nóis é... AS BRABULETA! _ Rosalie gritou e os índios repetiram.

_ De pinta azur _ Ela pronunciou o 'u' demoradamente e novamente os índios repetiram.

_ e ASA BRANCA _ A mesma coisa.

_ Voemo sobre lâmpida, até queimar as asa... _ Ela abriu os braços estilo Cristo Redentor e os índios também.

_ NÓIS É... AS BRABULETA! _ Rose gritou.

Alguns índios começaram a batucar e usar outros instrumentos. Rosalie começou a dançar estranho, parecia que tava sendo incorporada pelo demônio. Os índios giravam em torno dela e davam pulinhos.

_ MAS QUE PORRA É ESSA? DERAM CHICLETE DE PETRÓLEO PARA ESSE POVO? _ Jasper gritou.

_ Quem vai lá pegar ela? _ O pamonha perguntou.

_ Acho melhor ir todo mundo, não é? _ Jake sugeriu.

(...)

_ Acho melhor ir todo mundo, não é? _ Nessie imitou Jake falando.

_ Não adianta reclamar... O que aconteceu tinha que ter acontecido _ Emmett disse

_ PORRA NENHUMA! EU TO AMARRADO DENTRO DE UMA OCA! ISSO É O FIM DO MUNDO! EU ME SINTO NO MEIO DO HOLOCAUSTO! EU EXIJO MEUS DIREITOS DE PRISIONEIRO! EU QUERO LIGAR PRA MINHA MÃE! ROSALIEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE ME TIRA DAQUI AGORA SUA RETARDADA, NEM PRA SER IRMÃ VOCÊ TA SERVINDO! FIQUEI MAGOADO! AHHHHHHHHHH, EU QUERO FUGIR DAQUI! _ Jasper berrava e chorava ao mesmo tempo.

_ CALA A BOCA _ Gritei nervosa.

Ele ia responder, mas um índio barrigudo entrou na oca e nos olhos, logo depois Rose entrou toda feliz com um pedaço de bambu na mão.

_ Pode ir, Taha aki _ Rose sorriu pra ele.

O índio se curvou em sinal de respeito e saiu da oca.

_ ROSALIE, SUA MONGOLONA! TU TA PARECENDO UM PINTO NO LIXO! _ Jazz gritou para ela.

_ Jaspinho! _ Rose correu até ele e o abraçou depois se afastou e foi para o centro da oca.

_ O que aconteceu com você, caipira? _ O Pamonha perguntou.

_ Os índios me sequestraram! Eles acham que eu sou a encarnação da primeira rainha da tribo. Isso não é incrível? _ Ela gargalhou.

_ Rose... O que é esse bambu na sua mão? _ Arrisquei perguntar.

_ É MEU CIGARRÃO! _ Ela gritou e abraçou o bambu, dando uma longa tragada nele.

_ Cacete, tu tá fumando um baseado gigante, heim? _ Seth se manifestou pela primeira vez.

_ Rose, pede para nos soltarem _ Emm falou sorrindo para ela.

Ela ficou encarando ele fixamente por uns dois minutos e sorriu. Saiu da oca e depois voltou com alguns índios que nos soltaram.

Então entraram umas índias e nos carregaram dali. Foi cada um para uma oca diferente.

_ Para onde estão me levando? _ Perguntei.

A mulher respondeu algo totalmente inteligível e eu olhei pra ela com cara de 'WTF?'

Empurraram-me para a oca, arrancaram minhas roupas, e eu me irritei.

_ Que porra é essa? _ Gritei.

_ Nhaim coli tumuí bori foê _ Ela respondeu.

_ Ah vai se fuder você, porra! _ Falei.

A mulher deu um jeito de colocar uma saia de palha em mim e aquele curioso sutiã.

_ Geion tu curu _ Falou.

_ Vai tomar no cú você ta? Sua índia maluca! SOCORRO! _ Gritei a ultima palavra.

Ela me deu um tapa na cara.

_ Ô CARALHO DE ASAS! _ Berrei.

_ Estou mandando você ficar quieta para eu pintar o seu corpo _ A índia falou.

_ Você fala inglês? _ Perguntei olhando assustada para ela.

_ Quieta, garota serelepe _ Ela mandou.

Fiquei com medo de levar outro tapa, então fiquei quietinha.

Meia hora depois eu tava com os braços, rosto e colo cheios de desenhos. Ok, eu confesso que ficou legal...

A mulher me arrastou para fora da oca e me deixou lá fora.

A primeira pessoa que eu vi foi Jake. Ele parecia um autêntico índio! CARAMBA!

Ele tava usando só uma sainha de palha. Uma coisa amarrada na cabeça e tava com os braços, peitoral e rosto pintados.

_ Jake... MORRI! _ Falei surpresa.

_ Para, eu estou muito constrangido _ Ele murmurou.

_ Bellinha, você está gata, mas já viu como o nerd está gostoso? _ Era Emmett.

_ Não começa, Emmett _ Jake abraçou o próprio corpo para se esconder.

_ E aí, chicletes de petróleo? _ Era Jasper.

Ele estava parecido com Jake, a diferença era...

_ Jasper... Por que está usando um sutiã de pena assim como as mulheres da tribo? _ Perguntei indignada.

_ Porque é bonitinho! Olha só... _ Ele começou a sacudir os braços e fazer as penas balançarem.

_ Isso é broxante... _ Emmett murmurou.

_ Aqueles ali são Alice e Seth? _ Jake perguntou.

Olhei na direção que ele indicou e vi Seth e Alice, vestidos como índios, brincando com as crianças da tribo

_ Espera... O que é isso? _ Perguntei arregalando os olhos e me aproximando junto com Emmett, Jasper e Jake da cena

_ Assim crianças, aprendam com a Tia Alice e o Tio Seth _ Alice falou para as crianças.

Seth se posicionou atrás de Alice e os dois começaram a dançar funk

"nóis fecha nessa porra

no claro e no escuro

nóis roba

nóis trafica

nóis não gosta de anda duro

e só de hornet pra cima

no bonde dos caça tesouro

e só guerrilheiro bolado

que anda Trepado e pesado de ouro

nóis tem um montão de novinha

pra todas nóis perde uma prata

nóis da condição no bagulho

se dé a buceta pra outro nóis mata"

_ QUE PUTARIA É ESSA? _ Jasper gritou.

Alice se assustou e Seth saiu de perto dela, meio constrangido.

_ Gente, vocês me assustam! _ Murmurei.

O pior de tudo foi ver as criancinhas dançando como Seth e Alice e repetindo a musica.

_ Depois eu ensino mais, agora Tia Alice tem que fugir _ Ela falou e saiu correndo se enfiando em uma das ocas.

_ Seth, que pouca vergonha era aquela? Alice é minha irmãzinha, heim? Cuidado! _ Emmett falou.

_ Hehe... É que... Bom, é só uma dança gente! Eu respeito a Alice, viu? _ Ele disse já se afastando e correu para algum lugar.

_ Que merda de roupa _ Alguém murmurou atrás do nosso grupo.

Virei e dei de cara com Nessie.

_ Eu gosto da roupa _ Falei.

_ A índia disse que não ia me pintar por causa das minhas tatuagens _ Ela disse com raiva e deu uma voltinha.

Nessie tinha um bonito par de asas tatuados nas costas, um I love Rock 'n' Roll na lateral do corpo, uma caveira dentro de um coração no quadril e uma guitarra no antebraço.

_ Garota, você é sinistra! Me dá um raustrófago! _ Emmett gritou feliz.

_ O que é um raustrófago? Parece strogonoff de rato... _ Jasper falou.

_ CLARO QUE NÃO SEU BURRO! Raustrófago é aquilo que agente pede pros famosos... Tipo uma assinatura, entende? _ Emmett explicou.

_ É AUTÓGRAFO! NÃO RAUSTRÓFAGO, SUA MULA COM PARALISIA CEREBRAL _ Jake gritou.

Olhei assustada pra Jake, que parecia bem nervoso.

_ Calma aê, gostosão _ Falei.

Ele me olhou sem graça e corou.

_ Tudo bem... Cadê o resto do povo? Quando agente vai poder ir embora? _ Nessie perguntou.

_ Não sei... Eu não vi ninguém _ Dei de ombros.

_ Argh, essa palha está me incomodando _ Eduzinho se juntou a nós.

Revirei os olhos. Lá vinha o senhor resmungão.

_ Ih, olha só, Edward, até que essa sainha de palha deixou a sua bundinha murcha e sem graça bonitinha... _ Emmett deu um tapa na bunda do Pamonha.

Gargalhamos quando Eduzinho arregalou os olhos assustado pelo tapa inesperado.

_ Vai se fuder, Emmett _ Ele gritou.

_ Ui, só mais tarde _ Emm fez uma cara nada sexy.

_ MEDO! _ Falei.

_ Confessa que você morre de desejo por mim, Bellinha _ Emmett falou me abraçando.

_ Me solta, seu leproso! Eu só tenho desejo de ficar longe de você! _ Gritei.

Ele me soltou rindo e eu mostrei meu dedo do meio para ele. Bufei e saí dali, os deixando conversando.

Entrei na maior das ocas, que ficava no centro exato da tribo. Lá encontrei Rose sentada em um montinho de palha, fumando aquela praga de bambu

_ Rose? _ Chamei.

_ Diga? _ Ela olhou para mim.

_ Preciso falar com você _ Sorri.

_ Sente-se Bellinha _ Ela sorriu também.

_ Er... Ta _ Sentei de frente pra ela

_ Então? _ Me olhava curiosa

_ Rose... Temos que ir embora. Tudo bem que estamos sem carro, mas temos que chegar em Nevada, na nossa casa de campo _ Falei.

_ Eu sei... Já tenho tudo planejado _ Ela deu mais uma tragada no bambu.

_ O que? _ Perguntei.

_ Hoje de noite teremos uma festa de despedida. Já falei com o chefe da tribo que eu preciso viajar para encontrar meu verdadeiro eu... Para reviver meu espírito de líder indígena... _ Seus olhos brilhavam e ela encarava o nada.

_ Er... Rose, por acaso tem alguma droga ou substancia ilícita nesse bambu? _ Perguntei.

Ela olhou pra mim de maneira vidrada e depois encarou a porta da oca.

_ PEGUEM AQUELE DUENDE! _ Ela gritou.

Olhei para trás e não vi nada.

_ Que duende? _ Gritei.

_ AQUELE SAFADO ALI! _ Ela se levantou e apontou para a parede com o bambu.

_ Mas não tem nenhum duende ali! _ Falei.

_ Eu vou pegar ele! _ Ela saiu correndo feito louca dentro da oca.

_ ROSE, VOLTA AQUI! PARA COM ISSO! _ Comecei a correr atrás dela.

_ Seu duende filho duma kenga! _ Rose batia nas paredes da oca com toda a força.

_ PARA, A OCA VAI DESABAR! _ Gritei desesperada.

_ DUENDE VIADO! _ Rose berrou batendo nos móveis dentro da oca.

_ NÃO! _ Gritei.

Um lado da oca tombou. PUTA QUE PARIU!

_ VOLTA AQUI DUENDE! _ Rose continuava batendo o bambu nas paredes da oca.

_ CARALHO, PARA COM ISSO! _ Berrei.

O outro lado da oca estava começando a desabar.

_ AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH _ Gritei.

_ Eu vou te pegar, duende! _ Rose correu em direção a porta batendo nas paredes.

_ A OCA ESTÁ DESABANDO! FUJAM! _ Gritei.

Rose saiu da oca gritando atrás do tal duende, e assim que eu pus os pés para fora, a oca terminou de desabar.

_ EU NÃO ACREDITO NISSO! A OCA DESMORONOU! PUUUUUUUUUTAAA QUE PARIUUUUUUUUU! DIGNO DE FILME DE HOLLYWOOD! _ Jasper gritou.

_ Fudeu! Esses índios vão querer matar agente! _ Berrei.

_ DUENDEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE! _ Rosalie passou na minha frente batendo o bambu no chão.

_ Segura essa macaca! _ Nessie gritou.

Emmett segurou a maluca e ela continuou se sacudindo

_ O DUENDE! ELE TA FUGINDO! _ Rose gritava.

_ Volta para a vida real, ouriço! _ Nessie deu um tapa na cara da Rose e ela ficou quieta.

_ Er... O duende fugiu... _ Rose murmurou.

_ DUENDE O CASSETE! DUENDE DE CU É ROLA! _ Nessie berrou.

_ Me solta! Eu já melhorei! _ Rose mandou.

Emmett negou com a cabeça.

_ Solte a rainha, estrangeiro _ O índio barrigudo apontou uma lança para Emm.

_ Hey, não machuca ele! _ Rose disse indignada.

_ É, não me machuca! _ Emmett gritou.

O índio estreitou os olhos e falou alguma coisa na língua da tribo.

_ MEDO! _ Jake falou

_ Muito bem. Soltem-me. Comecem a arrumar as coisas para minha festa de despedida. Quero muita vodka e um novo bambu de presente! A rainha vai partir amanhã quando o sol raiar! Irei com os estrangeiros até o Grand Canyon para meditar e baixar alguns santos! Vamos procurar o verdadeiro significado da vida, e depois partiremos em uma expedição para retomar a terra perdida na babilônia. VIVA O RONALDO! _ Rose berrou.

Emmett ficou tão perplexo com tamanha maconhisse (?!) que soltou Rose.

Os índios comemoraram e eu continuei boquiaberta.

Rose nos indicou uma oca para relaxarmos para a festa dela enquanto ela ia para outra oca se preparar para a festa.

_ Tudo bem, essa é a maior furada que eu já me meti _ Falei.

Alice e Seth também estavam conosco agora.

_ Pelo menos vamos embora amanhã _ Jake fez uma cara engraçada.

Deitamos cada um em uma rede e pegamos no sono..

(...)

_ Acordem, a rainha mandou prepará-los para a festa _ O índio barrigudo nos acordou

Novamente fomos arrastados para ocas separadas.

Minha saia de palha foi substituída por uma de penas coloridas. A índia fez trancinhas rastafári em todo meu cabelo usando palha junto. Colocou um brinco estranho de penas e dentes pontiagudos nas minhas orelhas e para acompanhar colares parecidos. A pintura no corpo, antes preta, foi substituída por uma vermelha mais sofisticada. Ela amarrou uns trocinhos curiosos nos meus pulsos e tornozelos. Por fim, eu acho que ficou legal... Sei lá...

(...)

Estávamos todos sentados em volta da fogueira. Alguns índios faziam musicas com os instrumentos e uma índia velha cantava coisas estranhas.

Então Rose saiu de uma oca, acompanhada dos guerreiros da tribo. Ela caminhou até perto da fogueira e levantou os braços.

_ NOIS É... AS BRABULETA! _ Ela gritou.

Todos os índios gritaram, levantaram e começaram a dançar em volta da fogueira. Acabamos fazendo o mesmo.

_ O Rebolation-tion, rebolation _ Alice dançava rebolation em volta da fogueira junto de Seth e as crianças da tribo.

Meu Deus, esse mundo está perdido...

Depois desse momento sinistro, a música parou e o índio barrigudo se juntou a Rose. Eles falaram palavras esquisitas, a tribo gritava feliz e eles finalizaram o ritual com um grito de 'nóis é as brabuleta' PUTA QUE PARIU.

Então trouxeram uma mesa cheia de frutas e mais algumas coisas estranhas.

_ Toma, a rainha mandou a bebida especial de presente para os estrangeiros _ Uma criança nos entregou uma grande jarra de barro e alguns copos do mesmo material.

_ O cheiro é bom... Parece ser gostoso! _ Emmett foi o primeiro a meter a mão na garrafa.

Dividimos a bebida nos copos e por pura falta do que fazer brindamos.

Virei o troço todo de uma vez. Era docinho... Muito bom e...

_ AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH MINHA LINGUAAA! _ Gritei.

A língua de todos nós começou a arder.

_ Eu quero mais! _ Jasper gritou.

(...)

_ 1, 2, 3 e já! _ O indiozinho 'adolescente' - fala sério, Índio adolescente? Isso é comédia – contou.

Eles prepararam várias bebidas. E cara, eu já estava vendo duendes!

No 'já' viramos a nova bebida de uma vez só.

_ Que loucura! Estou me sentindo meio... As brabuleta! _ Alice disse rindo.

_ O que acha de dançarmos um pouco? _ Rose sugeriu feliz.

_ ADOGOOOOOOOO _ Jazz levantou animado.

Já estava todo mundo muito louco! Eu juro que no meio de tanta bebida preparada por esses índios, tinha um chá de cogumelo!

Rose mandou distribuir bebidas para todo mundo.

Então começaram os batuques e juntou todo mundo em volta da fogueira para dançar esquisito.

(...)

4 horas e 20 da manhã. Como eu sei? Bom, um duende acabou de me informar quando passou por aqui levando o unicórnio pra passear. Ele peidou glitter sabia? HAHAHAHAHA.

Já tinha índio caído por todos os lados. Que bebeu, só sobrou eu e Alice. Que não bebeu sobrou Jake e Eduzinho. Olhando tudo com cara de 'não acredito que to aqui'.

"Na faixa de gaza, só homem bomba,

Na guerra é tudo ou nada,

Várias titânio no pente,

Colete a prova de bala,

Nóis desce pra pista pra fazer o assalto,

Mais ta fechadão no doze,

Se eu to de rolé 600 bolado,

Perfume importado pistola no Couto,

Mulher ouro e poder,

Lutando que se conquista,

Nóis não precisa de credito,

Nóis paga tudo a vista,

É ECKO, LACOSTE, é peça da OAKLEY,

Várias camisas de time,

Quem ta de fora até pensa que é mole viver do crime,

Nós planta HUMILDADE, pra colher poder,

A recompensa vem logo após,

Não somos fora da lei,

Porque a lei quem faz é nóis"

Alice ainda tinha forças para batucar em um inferno de tambor que ela achou na festa e dançar e cantar funk.

_ Hey _ Alguém falou comigo.

Olhei para o lado e vi algo incrível.

_ Sininho? _ Perguntei.

_ Oi Bells _ Ela sorriu para mim.

_ Caralho, eu sou sua fã! Me da um abraço Sininho! _ Gritei.

Corri da direção dela, mas por incrível que pareça, minha visão estava meio afetada...

_ BUÇANHA! _ Gritei assim que bati com a cara na árvore.

Caí estirada no chão e sentindo a cabeça latejar.

_ BELLA! _ Jake gritou.

Senti um par de mãos quentes encostarem em mim.

_ Ai minha cabeça... _ Murmurei.

_ Você está bem? _ Perguntou.

_ TÔ! Susan Boyle aprova meu estado! _ Falei feliz.

Ele riu

_ Você bebeu de mais... E olha que essas bebidas nem têm álcool _ Jake falou.

_ Hum... Eu quero dormir _ Pedi.

_ Tudo bem... Vou te colocar na rede, então _ Falou.

Concordei com a cabeça.

_ Edward, me ajuda a levar a Bella para dentro da oca.

_ Eu não, por mim ela pode morrer e virar uma árvore _ Ele respondeu.

_ Tudo bem Jake, é só me ajudar a andar até lá _ Falei fazendo força para sentar.

Ele me ajudou a levantar e me apoiou em seus ombros.

_ Você está na minha lista afro-descendente, Pamonha viado! _ Ameacei Eduzinho quando passei perto dele.

_ Ah vai, é mesmo? _ Ele perguntou com desdém.

Não respondi. Apenas me joguei na rede quando cheguei à oca.

_ Boa noite _ Jake murmurou.

_ Tchau _ Falei.

Depois disso eu apaguei.

Rose Pov

Acordei quando os raios de sol entraram pela janela da minha oca presidencial. Muito chique né? Mwahaha.

_ Bom dia, rainha _ Taha Aki entrou na oca.

_ AH! _ Me assustei e rolei da rede, caindo de cara no chão.

_ Vossa alteza está bem? _ Ele perguntou.

_ Estou ótima! Obrigada _ Respondi me levantando.

_ Seu bambu está aqui _ Ele me entregou.

_ Obrigada! Agora pode ir _ Falei.

Ele concordou e saiu da minha oca presidencial.

Dei uma profunda tragada no bambu. Eu não sei o que tinha ali dentro, mas era muito bom!

Coloquei o bambu na 'mesinha' que tinha próxima da rede e saí da oca.

Estava todo mundo um caco do lado de fora. Os índios arrumavam a bagunça da festa de ontem...

_ A rainha deseja que acorde os estrangeiros para a primeira refeição do dia antes de partir? _ Uma índia me perguntou.

_ Sim _ Concordei.

Ela saiu de perto de mim e foi chamar o povão da farofa.

Fui até a oca que funciona como o 'refeitório' e me deparei como uma linda mesa de frutas. ADORO SER RAINHA!

Uns minutos depois estávamos todos reunidos comendo.

(...)

_ Tchau, meu povo! Um dia eu voltarei! _ Acenei para os lindos indiozinhos.

_ Adeus, minha rainha _ Algum deles respondeu.

Fomos embora.

(...)

Estávamos seguindo uma trilha no meio do mato.

_ Er... Sabe... Alguém está sentindo falta de alguém? _ Nessie perguntou.

_ Finalmente eu achei vocês! _ Laurent apareceu do nada, com as roupas sujas e rasgadas.

_ LAURENT! Aonde você estava? _ Seth perguntou.

_ Cara, eu me perdi ontem quando agente foi procurar a Rosalie! E depois não achei mais vocês _ Explicou.

_ Puta que pariu! _ Nessie exclamou.

_ O que aconteceu com você? _ Edward perguntou.

_ Eu fui atacado por um urso! Subi na árvore para fugir dele e passei a noite inteira lá no alto. Hoje de manhã quando o urso foi embora eu desci da árvore e caí em uma poça de lama... TRÁGICO! Tomara que minha mãezinha esteja a salvo! _ Falou fazendo bico.

_ Nossa... Que... Tenso _ Bellinha falou.

_ Eu quero tomar banho _ Jazz sentou em uma pedra.

_ Precisamos pegar alguma carona _ Sentei ao lado do meu irmãozinho.

(...)

Continuamos a andar até que chegamos à beira de uma estrada.

Nem precisamos esperar muito. Por incrível que pareça, três viaturas da policia estavam passando na estrada. Demos um jeito de pará-los, explicamos que estávamos perdidos, que fomos sequestrados por índios e conseguimos uma carona até a cidade mais próxima. Adivinha qual era a cidade mais próxima?

Mwahahaha

O povo que nos aguarde, estamos a caminho de Las Vegas!


Notas finais do capítulo
Oi denovo mwahahahBom, vou falar logo o que eu tenho que falar '_'Eu disse que ia postar um mural... Pois é eu vou postar mesmo 8D, só que ainda to com preguiça de passar as fotos pra internet pra depois postar aqui :X Então quando eu deixar de ser super preguiçosa eu posto o mural - brinks, na verdade, se eu receber um numero bom de review eu posto o mural *levaumapedrada*Segundo avisinho 8DDDEu deletei algumas fics minhas :/Não fiquem com raiva de mim, eu simplesmente não podia continuar escrevendo elas D: Não tenho mais tanto tempo, pessoal, minha vida ta muuuuuito corrida, até parei de ler algumas fics que eu gostava :/ Mal tenho tempo de entrar no pc DDDD: Espero que compreendam :XAHHHHH e algo mt importanteA Leah vai entrar na fic tbm, pq tem que ter alguém pra atrapalhar o romance da Nessie com o JakeDica: Ela vai apanhar junto com a Tanya - mwahahahaSe vcs se esqueceram da Tanya, CUIDADO, ela vai aparecer antes mesmo do que vocês imaginam :B - TENSO!Então queria que vocês me ajudassem a escolher um papel pra ela na fic. Ela já vai ser irmã do Seth :~~Eu tava conversando com uma amiga minha, e ela sugeriu que a Leah fosse namorada da Nessie oO Ela disse que seria engraçado a Nessie sapatão se apaixonando pelo Jake :XEu achei um pouquinho parecido com o que ta acontecendo com Alice e Jasper... Mas concordo que seria engraçado xDEntão quero saber a opinião de vocês, o que vocês querem que a Leah seja na fic?Mas é pra dar a opinião mesmo viu? Por favor, eu to pedindo 8DAcho que é só isso '_' Bom... EnfimGostaram do cap?Sim ou não?Me conta lá no review :BSabe, esses dias eu li algo legal, bem assim:'Não só de reviews sobrevive uma fic, mas também de recomendações e até pontinhos positivos pro autor'Eu sei, é tenso oO Mas combina com a minha cara de pau 8DAlguém quer recomendar a fic? *levapauladanacabeça*uashaushauhs brinks :}Fiquem a vontade para elogiar e eu aceito criticas CONSTRUTIVAS, pq se for destrutiva eu mando pra pqp e que se dane o resto :BAmo vcs *-*Bjão :*




(Cap. 18) [I] Las Vegas

Notas do capítulo
AMOOOOOOOOOOOOOORES DA MINHA VIIIIDAVocês perdoam a tia Shoco por ter ficado dois meses e dois dias sem postar? :/ Poxa, to me sentindo muito malvada xD Mas eu tenho justificativa, hihihi. Muita prova na escola, tenho que estudar pro IFES no fim do ano, não tava tendo ispiração NENHUMA, minha mãe operou e eu tive que ajudar a cuidar dela e, felizmente, eu tenho a minha vida, não posso me afundar em fanfics :XOntem, por um milagre de DELS, eu consegui concluir o cap. Demorei uma semana pra escrever, mas ficou GIGANTE! Então dividi em dois.Essa primeira parte que vocês vão ler agora é focada em romance, por isso não me preocupei com comédia. Adoro o final desse cap, é tão fofo *-*Hihihi, enfim. Espero que ninguém esteja querendo me matar *o*Ah, e não podia deixar de falar que eu estou MARAVILHADA!! Eu recebi mais OITO recomendações! Obrigado lecullen, bianight, Bellazita, Rafaela Black, AlyCullen, Landa_R, swan_gaby e krisfitinhas.E vcs viram? O: tem 89 reviews no cap anterior! quase 90! TO MUUUUUUITO FELIZ 8DTa, vou parar de encher o saco!Espero que gostem do cap, eu sinceramente acho que é um dos melhores de romance que eu já escrevi. Me esforcei muuuito!Agente se encontra lá embaixo! Leiam as notas finais pq é muito importante!!!!Enjoy :*

Emm Pov

_ Emmett, está me ouvindo? Câmbio _ A voz do Tigrão saiu muito estranha do pequeno radinho que eu tinha nas mãos.

_ Sim. Câmbio _ Respondi.

_ Ótimo! Eu ainda não acredito que topei fazer isso com você, mas enfim, estou vendo o motorista, ele está saindo da lanchonete. E pelo que parece o lugar está deserto, e o balconista foi lá para dentro fazer Deus sabe o que. Câmbio _ Falou.

_ Ok. O que eu faço? Câmbio _ Perguntei.

_ Venha para o meu lado, vamos atacar ele pelas costas. Câmbio _ Respondeu.

Andei abaixado até a moita enorme onde o Tigrão estava.

_ Oi _ Murmurei baixinho.

_ AAAAAAAAAAAAAAAAAH _ Ele gritou quando me viu.

_ SEU IDIOTA! Para de gritar! _ Bati na cabeça dele.

_ Porra, você aparece silencioso do meu lado e usando essas roupas, quer que eu faça o que, heim? _ Ele disse com raiva.

Olhei para as minhas roupas. Eu estava completamente de preto e tinha colocado minha máscara de Zorro que eu ganhei quando ainda era pequeno.

_ Ao menos eu tenho estilo. E com essa máscara ninguém me reconhecerá! _ Respondi.

_ Já estou até vendo que isso vai dar errado. Vamos ser primeira página no jornal _ Ele murmurou.

_ Já pensou que massa? “Pamonha Astronauta e Zorro tentam roubar caminhão pipa e acabam sendo pegos pela policia” _ Falei com admiração.

_ Vai se foder, Emmett! E presta atenção por que o homem está quase chegando _ Ele sussurrou.

Ficamos em silencio e eu reparei na moita. Havia algumas flores nelas e... FLORES? EU TENHO ALERGIA! SOCORRO! AI MAMÃE!

_ Está quase _ Eduzinho sussurrou se referindo ao homem.

_ ATCHIIIIIIIIIIIIIIIIIIIM! _ Espirrei quando o cara passou na nossa frente.

O pamonha começou a apertar meu pescoço e tapou minha boca.

_ Não solte um pio! _ Sussurrou.

_ Tem alguém aí? _ O motorista do caminhão pipa perguntou olhando para a moita.

Tentei me livrar das mãos do pamonha e comecei a me sacudir.

_ PARA! _ Ele apenas movimentou a boca.

_ Me solta _ Sussurrei.

Ele afrouxou o aperto, mas não me deixou levantar.

_ OI? _ O caminhoneiro se aproximou da moita que sacudia.

_ MIAU? _ Eduzinho miou.

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA, MEU DEUS! ME SEGURA QUE EU VOU COMEÇAR A RIR! EU NÃO ACREDITO QUE ESSA BACTÉRIA TA MIANDO! PUUUUUTA QUE PARIU!

_ Gatinho? _ O caminhoneiro pareceu ficar aliviado.

_ MIAU _ Eduzinho miou de novo.

Meu corpo começou a tremer com a gargalhada silenciosa que eu dava.

_ Vem cá, vem gatinho! _ O caminhoneiro chamou.

_ Vamos atacar _ Eduzinho sussurrou.

Concordei com a cabeça.

_ Gatinho? _ O caminhoneiro estava muito próximo da moita.

Peguei o taco de basebol que roubamos antes de vir cometer o crime.

_ JÁ! _ Eduzinho gritou.

Ficamos de pé e eu comecei a dar pancadas no caminhoneiro que caiu inconsciente no chão

_ TOMA SEU SONGO! _ Continuei batendo nele.

_ Chega Emmett, vai matar o homem! _ Eduzinho falou.

_ IÁÁÁ! _ Me virei para o meu irmão Pamonha e sem querer o taco pegou com tudo na testa dele.

_ CARALHO! _ Ele xingou.

Arregalei os olhos.

_ Desculpa, pamonhazinho do meu coração! _ Pedi sem graça e jogando o taco na moita.

_ Pega a desgrama da chave e vamos logo! _ Mandou com raiva caminhando na direção do caminhão pipa.

Peguei as chaves penduradas na calça do caminhoneiro e corri para o caminhão. Eduzinho estava na direção, então passei as chaves para ele.

Ele arrancou com tudo e pegamos a estrada.

_ Liga para eles e pergunte se estão todos no lugar em que marcamos de nos encontrar _ Ele falou ainda irritado pela tacada na testa.

_ Certo _ Dei de ombros pegando o celular.

Demorou um pouco e finalmente alguém atendeu.

_ Alô? _ Era Alice.

_ Onde vocês estão? _ Ela perguntou.

_ Hum... Em algum lugar, mas enfim, vocês estão naquele beco ainda? _ Ignorei as coisas que Eduzinho me mandava perguntar.

_ Sim, vocês já estão chegando?

_ Sim! Vá preparando o povo, que quando pararmos vocês sobem no caminhão _ Respondi.

_ Mas vai caber todo mundo dentro do caminhão? _ Ela parecia preocupada.

_ A gente dá um jeito! _ Desliguei o telefone.

_ Acho que estamos chegando _ Eduzinho murmurou.

Olhei para as casas em péssimo estado, as ruas sem calçada e alguns tozinho de cocô de cachorro pela rua.

_ Só se for à Puta que Pariu que estamos chegando _ Falei incrédulo.

_ Deixa de ser riquinho, seu idiota _ Ele me deu um tapa na cabeça.

_ HEY! Não esquece que eu faço outro estrago na sua testa! _ Ameacei.

Ele ia abrir a boca, mas fomos surpreendidos por algo muito sinistro.

_ AAAAAAAAAAAAAAAAAAA _ Uma mulher descabelada estava batendo no vidro do meu lado.

_ ACELERA, SEU PAMONHA! _ Me afastei do vidro e gritei.

_ O CAMINHÃO PIPA! _ Alguém gritou do lado de fora.

_ ANDA, EDWARD! _ Berrei quando mais pessoas começaram a bater nos vidros do nosso caminhão roubado.

Ele finalmente acelerou, e o povo vinha correndo atrás gritando ‘pega o caminhão pipa’

_ Esse povo não tem água aqui não? _ Perguntei histérico.

_ PARA, EMMETT! _ Ele berrou.

_ AAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHH _ Gritamos juntos quando surgiu gente do nada e se jogou na frente do caminhão

_ AI MEU DEUS, ESSA POBRAIADA VAI TOMBAR O CAMINHÃO! _ Berrei.

Era muita gente batendo nos vidros.

Meu celular começou a tocar.

_ O que é, porra? _ Atendi.

_ Emmett, dá um jeito de sair de dentro desse caminhão. Eu estou no beco bem perto de vocês, andem logo! _ Alice desligou.

Olhei procurando o tal beco e vi Alice e Bella acenando loucamente.

_ É o seguinte, Pamonha, agente vai sair correndo para o beco e deixa o caminhão pra trás com esse povão maluco, ok? _ Tive que gritar devido à barulheira do lado de fora.

_ Poxa, mas deu tanto trabalho para roubar... _ Ele lamentou.

_ ENTÃO FICA AQUI E MORRA AFOGADO, OK? _ Gritei nervoso.

Abri a porta do caminhão e saí atropelando e dando cotovelada em todos que entravam na minha frente.

_ SAI DA MINHA FRENTE, CAMBADA DE FUBÁ! _ Comecei a correr e dançar frevo ao mesmo tempo.

_ TO AQUI, HEIM! _ Ouvi Eduzinho gritar do meu lado.

_ JÁ É! _ Berrei.

Finalmente saímos do meio da confusão e entramos no beco.

_ Meu Deus, vocês estão bem? _ Alice perguntou.

_ LÓGICO! _ Respondi irônico.

Ela ia falar mais alguma coisa, mas fomos interrompidos por um barulho extremamente alto.

_ CARALHOOOOOOOOO, TOMBARAM O CAMINHÃO! _ Jazz gritou.

Começou a vazar água e eu só via farofeiro escorregando e brigando pela água.

_ Gente, foge! _ Alice murmurou.

_ Por quê? _ Bella perguntou.

_ Er...

_ PEGA OS CARAS DO CAMINHÃO! _ Alguém gritou lá do meio

_ CORRE NEGAAAAAAAAADAAAAAAAAA! _ Berrei.

Engatamos uma primeira e saímos em disparada sendo seguidos pelos malucos.

_ Céus, olha onde eu fui me meter! _ Nessie disse correndo desesperadamente.

_ Não reclama, minha filha! Ao menos você está viva! _ Falei.

_ Por enquanto! _ Ela respondeu.

_ É... Por enquanto _ Concordei.

Continuamos correndo do povão por mais algum tempo, até que surge a salvação.

_ VAMOS ENTRAR LÁ! _ Jake gritou.

_ Acho melhor não... Olha o nome desse lugar! _ Paramos de correr, todos ofegantes.

Tínhamos conseguido uma distancia favorável, mas pelos gritos ainda dava para ver que eles nos perseguiam.

_ Por que não? _ Alice perguntou.

_ Olha só para esse lugar! Dá medo! _ Bella respondeu.

As paredes estavam com algumas rachaduras, e eram pintadas em um verde velho. As portas e janelas de madeira pareciam um pouco gastas... E o pior era o letreiro enorme verde neon.

_ Zona da Fuinha Buraco Fundo _ Li o nome.

_ ADOOOOOOORO UM BURACO FUNDO! _ Jazz bateu palmas e começou a dar pulinhos.

_ OLHA ELES LÁ! _ Olhei para trás e vi o povo da farofada.

_ É AÍ MESMO QUE A GENTE VAI ENTRAR! _ Gritei já correndo na direção do lugar.

Na porta fomos barrados pelos seguranças que olhavam horrorizados o mutirão de gente que corria na direção do bar.

_ É 35 dólares a entrada, a não ser que vocês tenham vindo aqui se apresentar _ Um deles falou.

_ Viemos nos apresentar! Isso, depois entre e nos vejam, ok? _ Alice disse.

Entramos sem deixar o segurança falar mais nada e demos de cara com o lugar mais maluco do mundo!

Tinham alguns pequenos palcos onde duas ou três pessoas dançavam fantasiadas de Fuinha. Um bar bem grande decorado com folhas verdes e alguns bambus. Mesas e cadeiras nos cantos e por fim, uma gigante pista de dança que era comandada por um DJ muito estranho!

Ah, e o mais incrível é que estava lotado! Mal tinha espaço para andar.

Bella Pov

_ Hum... Vejamos... Eu não sei o que beber... _ Murmurei olhando o cardápio.

_ Hey, moço? _ Nessie se apoiou no balcão e o homem olhou para ela.

_ Pois não, gracinha? _ Perguntou sorrindo.

_ Aqui não é Open Bar não? _ Nessie ajeitou seu decote e sorriu para o homem.

Arqueei minha sobrancelha e fiz a melhor cara de ‘não acredito’ da minha vida.

_ Não, mas hoje a bebida tema da casa é liberada _ Respondeu piscando.

_ Hum, e qual seria essa bebida? _ Ela se aproximou mais dele.

Olhei para trás e vi que Jazz, Alice, Seth e Emm estavam com a mesma cara que eu.

_ Urina da Fuinha Endiabada _ Respondeu.

Nessie olhou ele nos olhos e piscou.

_ Então me dá uma dessa e mais cinco para os meus amigos! _ Ela pediu.

_ Claro _ Ele se moveu e foi preparar nossos drinks.

_ Você realmente queria alguma coisa com ele? _ Alice perguntou sorrindo.

_ Claro que não, era apenas para descolar alguma coisa para a gente _ Ela respondeu.

_ SEEEI! SUA CABRITEEEEENHA SAFADEEEEEENHA! _ Emmett disse gargalhando.

_ Aqui está _ O Barman deixou os seis copos perto de nós e foi atender outras pessoas.

Cada um de nós pegou um copo.

_ Bom, um brinde a nossa desgraça! _ Falei.

_ A nossa desgraça! _ Eles concordaram rindo.

Virei a bebida toda de uma vez. Queria esquecer que estava em Las Vegas, que estava completamente sem dinheiro, sem roupas pra usar amanhã, sem lugar para dormir e principalmente esquecer meus problemas.

_ Caramba, é amargo! Mas é bom! _ Falei.

_ Me da mais um aí, tio! _ Gritei para o Barman.

(Mais algumas doses de Urina da Fuinha Endiabada depois... MEDO)

Rose Pov

Lembrei-me que uma vez Emmett me disse que Bloody Mary era a única bebida alcoólica que Edward gostava. Então eu gastei meus últimos dólares em um copo. Não perderia a oportunidade de fisgar ele!

_ Voltei _ Falei.

Na mesa estava Jake, Edward e Laurent.

_ O que é isso? _ Ed perguntou.

_ Bloody Mary _ Respondi sorrindo.

Ele sorriu.

_ Se quiser, posso dividir com você _ Estendi o copo pra ele que sorriu e aceitou.

_ CAHAM _ Jake pigarreou.

Olhei confusa para ele e o mesmo estreitou os olhos para mim, como se me acusasse de alguma coisa. Dei de ombros e me sentei ao lado de Edward.

_ Então, Edward eu estava pensando... _ Comecei a falar mais fui interrompida.

_ AI MEU DEUS! _ Laurent gritou.

_ O que foi? _ Jake olhou assustado para ele.

Laurent começou a pular na cadeira e então começou a emitir sons estranhos enquanto revirava os olhos.

_Você está bem? _ Perguntei.

_ Que lugar é esse? Cadê meu filho? Onde está meu templo? _ Laurent falou.

_ Laurent? _ Edward perguntou assustado.

_ Por que vocês insistem em me chamar pelo nome do meu filho? _ Ótimo! Laurent baixou madame Saki!

_ Er... Madame Saki, hum, nos assaltaram e levaram o ônibus enquanto a senhora dormia, entende? _ Jake falou receoso.

_ O QUE? ROUBARAM? _ Ela arregalou os olhos.

_ Sim... _ Jake assentiu.

_ Eu vou pegar esse filho da puta! _ Laurent ou Madame Saki, levantou da mesa.

_ SEEEEEEEEETH? CADÊ VOCÊ, SEU NARCOTRAFICANTE DE MEIA TIGELA? _ Gritou.

_ Gente, segura ela! _ Gritei.

Emm Pov

Eu fingia estar distraído, mas na verdade eu estava só observando Rose e Edward.

Eu sei que eu a ajudei a mudar, ensinei muitas coisas pra ela e a incentivei a conquistar meu irmão pamonha, mas... Sei lá... Talvez seja normal a gente sentir ciúmes dos nossos amigos, não é?

_ Está olhando para onde? _ Seth perguntou.

_ Estou olhando o Laurent tendo uma suposta crise _Respondi com cara de inocente.

Seth arregalou os olhos e foi até a mesa.

Ele e Jake carregaram Laurent, que estava se debatendo e gritando, para o banheiro.

Ficou apenas Rose e o Tigrão na mesa. E eles estavam dividindo Bloody Mary! Hum, pelo jeito a Rose se lembra de todas as aulas!

Apertei com força o braço da cadeira onde eu estava sentado. Eles continuavam conversando, mas em uma distância bem menor e muito mais insinuante...

_ Hey, está tudo bem? _ Bella sentou do meu lado, visivelmente mais alegre do que o normal.

_ Tudo sim, Bellinha _ Respondi um pouco desconfortável.

_ Hum, você acha que eu não te conheço, Emmett? _ Ela sorriu.

Sorri de volta. Olhando para ela ali do meu lado, me passava pela cabeça o quão besta eu fui por querer armar planos para voltar com ela. Eu já devia ter percebido que minha relação com a Bells sempre foi amizade.

_ Talvez tenha alguma coisa errada sim... _ Murmurei desanimado.

_ Se quiser, sabe que vou te ouvir e não irei te julgar _ Ela pareceu ficar mais sóbria nesse momento.

_ Bem é que... _ Eu ia falar, mas acabei sendo interrompido.

_E agora, com vocês, a primeira apresentação da noite! _ O DJ anunciou.

Um palco estranho se acendeu próximo a pista de dança. Tinha o chão quase dourado e cortinas vermelhas no fundo.

A musica parou e um grupo ridículo de pessoas ridículas entrou naquele palco ridículo e começou a cantar e dançar uma musica mais ridícula ainda! Tudo ridículo!

Alice Pov

Eu ria enquanto apertava a cartela de LSD na mão.

_ Nossa, meu nervosismo passou _ Jazz falou depois de ter bebido um pouco da bebida que eu ofereci para ele.

_ Claro que passou _ Eu sorri.

_ Vamos, Alice, já é quase a nossa vez! _ Ele me puxou do caixote onde eu estava sentada.

Andamos pelos bastidores até chegar perto da cortina vermelha. Anunciaram nossos nomes e nós dois entramos felizes e acenando.

Esse era o meu plano perfeito para ganhar dinheiro!

Só falta a parte que a Nessie entra, mas isso é segredo!

Rose Pov

Eu estava muito nervosa. Edward estava falando alguma coisa, mas eu não conseguia assimilar nada, apenas olhava para seus lábios em movimento e pensava o quão convidativo eles eram...

_ Rose? _ Ele chamou.

_ Ãn? _ Olhei meio perdida para ele.

_ Foi o Emmett? _ Ele perguntou.

_ O que tem o Emmett? _ Fiquei confusa.

Ele riu de lado e eu quase derreti.

_ Foi ele o responsável pela sua mudança _ Explicou.

_ Ah, sim _ Sorri.

_ Devo admitir que ele fez um ótimo trabalho _ Ele abriu um sorriso malicioso e inocente ao mesmo tempo.

Acho que ter dado a bebida para o Edward foi uma ótima idéia! Ele está bem mais solto e legal!

_ Você acha? _ Aproximei meu rosto um pouco mais do dele.

_ Acho _ Sussurrou e encurtou mais ainda a distancia entre nós.

Senti minhas bochechas corarem e o estômago revirar de leve.

Seus lábios roçaram de leve nos meus e então ele me deu um selinho, logo depois beijando o canto da minha boca, meu maxilar e descendo para o pescoço.

Abri a boca para puxar o ar com mais força e estava a ponto de puxar seu rosto para um beijo quando me assustei.

Emm Pov

_ Argh _ Resmunguei olhando para Bella que assistia a mesma cena junto comigo

_ Sabe, Emm, você devia correr atrás dela _ Ela murmurou.

_ Eu não sei... _ Falei desanimado.

Olhei para eles novamente e vi o Pamonha beijando o pescoço da Rose. Fiz cara de nojo.

_ Emm _ A voz de Bella foi coberta por uma nova.

_ BOA NOITE! HAHAHAHAHAH _ Era Alice.

Olhei para o palco de onde vinha a voz e arregalei os olhos

Alice e Jasper no palco. Estavam visivelmente drogados e bêbados.

Alice usando apenas um biquíni todo brilhoso, um colar enorme no pescoço, brincos gigantes, muitas pulseiras no braço e sandálias absurdamente altas nos pés. Ao lado dela, Jasper, totalmente GAY! Ele tava vestido de mulher! QUE DEMOOOOOOOONIO!

Usando um corpete vermelho todo desproporcional ao corpo dele, botas, maquiagem e uma peruca loira. Os dois estavam cheio de purpurina no corpo.

_ AI MEU DEUS! _ Bella disse assustada.

_ Chama Deus mesmo, por que acabou de baixar dois capetas no palco! _ Falei indignado.

I wanna see your peacock, cock, cock
Your peacock, cock
Your peacock, cock, cock
Your peacock
I wanna see your peacock, cock, cock
Your peacock, cock
Your peacock, cock, cock
Your peacock

Os dois começaram cantando juntos e o povo começou a acompanhar batendo palmas.

Word on the street, you got somethin' to show me, ee
Magical, colorful, Mr. Mystery, ee
I'm intrigued, for a peek, Heard it's fascinating
Come on baby let me see
What you're hiding underneath

Na parte do Mr. Mystery, Jasper fez uma cara tão engraçada cantando que eu não me aguentei e comecei a rir, e Bella também.

Words up your sleeve
Such a tease
Wanna see the show
In 3D, a movie
Heard it's beautiful
Be the judge
And my girls gonna take a vote

Come on baby let me see
what you're hiding underneath

Alice foi cantando e requebrando até o chão. Pronto, começou a misturar funk com Katy Perry!

I want the jaw droppin, eye popin, head turnin, body shockin
(Uh, uh, oh, Uh, uh, uh, oh)
I want my heart throbbin, ground shakin, show stoppin, amazin
(Uh, uh, oh, Uh, uh, uh, oh)

Jasper cantando e Alice fazendo os Uh Oh. MEEEEEL DEEEEELS!

_ Bells, tira eles de lá! É muito mico de uma vez só! _ Falei.

Ela só ria.

Os dois continuaram cantando e o publico da Zona tava gostando. O QUE ESSE POVO TEM NA CABEÇA?

Começou a rodar o trocinho para colocar dinheiro para a atração e quando passou perto de mim eu vi o quanto estava lotado de notas de 50 e 100 dólares

Jake Pov

_ Cara, isso vai dar certo mesmo? _ Perguntei. Estava de braços abertos e segurando folhas de pinheiro artificiais que achamos no enfeite do banheiro.

_ Sempre dá _ Seth respondeu.

_ Hê têi têi tê têêêo _ Laurent possuído por Madame Saki estava tremendo no centro do pentágono improvisado que fizemos.

_ Olha, eu quero só ver se alguma coisa ruim vier me perseguir por causa dessa macumba que a gente está fazendo para despachar a Madame Saki! _ Falei um pouco irritado.

_ Relaxa, Jake! _ Seth respondeu sorrindo.

Revirei os olhos.

Seth começou a jogar água em Laurent e o dito cujo pôs a língua para fora e começou a sacudir a cabeça.

_ AAAAAH CREDO! _ Gritei quando ele começou a revirar os olhos e esticar as mãos em minha direção.

_ Xô xô xô! _ Seth cantarolou dando tapas nas mãos de Laurent.

Laurent caiu para trás e nosso pentágono de papel higiênico vôo longe!

_ Prontinho! _ Seth disse feliz.

_ Onde você aprendeu essa macumba? _ Perguntei curioso.

_ Ah meu amigo, se aprendem muitas coisas quando se cruza as fronteiras do México com os EUA _ Respondeu rindo.

_ Ahhh, então é por isso que você fala espanhol, né? _ Conclui.

_ Sim, eu morava no México com minha irmã e como não tínhamos dinheiro para sobreviver acabamos entrando nesse esquema de cruzar fronteira. No inicio foi difícil, mas acabei pegando o jeito, já sabia exatamente por onde passar sem ser pego. Mas a polícia descobriu a nossa rota, e no meio de uma fuga eu acabei me perdendo da minha irmã... Isso aconteceu há uns sete anos atrás _ Ele explicou.

_ Nossa! E o que você cruzava na fronteira? _ Perguntei surpreso.

_ Drogas, armas, qualquer coisa que me rendesse dinheiro _ Deu de ombros.

_ MEU DEUS! E sua irmã? Você sente saudades dela? _ Encostei-me na parede.

_ Sinto, mas eu prefiro tentar esquecer ela. Procurei por ela durante um ano e meio. Foi aí que conheci a Nessie e o Laurent _ Ele riu.

_ Como conheceu eles? _ Interessei-me.

_ Da mesma maneira que vocês. Eles me deram carona, se interessaram pela minha história e me ofereceram um lugar no ônibus. Eu aceitei, afinal, não tinha para onde ir. É uma pena que aquele ônibus tenha sido roubado... Passamos momentos muito bons ali dentro _ Ele sorriu triste.

_ Eu lamento _ Murmurei.

_ Ai... Minha cabeça _ Laurent acordou.

_ ALELUIA! _ Seth foi até ele e o ajudou a levantar.

Depois que Laurent se recompôs voltamos para a boate.

Estava todo mundo batendo palmas pra Alice e Jasper que estavam no palco e... JESUS! Eles estão ridículos com aquelas roupas! MEU DEUS!

Então eu vi Alice pegar uma algema e sem que Jasper notasse, ela o algemou a um dos bambus que fazia parte da decoração do palco.

_ Atenção! Depois dessa apresentação inacredilibiles vem o melhor da noite! _ Nessie subiu no palco .

Senti meu coração esquentar. Ela era tão linda... O jeito dela me encantava! O modo de parecer não se importar com o que os outros pensam dela, a personalidade forte, a maneira como se veste e seu comportamento imprevisível... Como diria o Jasper, ADOGO!

Bella Pov

_ Vamos leiloar a virgindade desse lindo garotinho aqui! _ Nessie anunciou.

_ MEU DEUS! _ Gritei.

Começou uma gritaria dentro da boate, todo mundo ficou surpreso.

_ Jasper se fudeu! _ Emm murmurou.

_ Literalmente! _ Falei.

_ Vejam bem, olha só esses olhos verdes, essa boca carnuda, esses cabelos macios e cor de chocolate! Olha só essa pele branquinha e macia! Muito bem, vamos começar com 500 dólares, alguém dá mais? _ Nessie falava segurando o rosto de Jazz que estava amedrontado.

_ 5.000 _ Um homem gritou.

_ Gente, olha o que tão fazendo com o Jasper! Tadinho! _ Falei o vendo olhar para todos muito assustado. Daqui eu podia ver as lágrimas que ele estava segurando.

_ 5.000? Wow, estamos bem! Alguém dá mais? _ Nessie perguntou indo para frente do palco.

_8.000 _ Uma mulher gorda e velha levantou a mão.

_ Alguém dá mais? _ Nessie estava se animando com o valor que ia subindo.

_ 16.000 _ Um japinha no canto do bar levantou a mão.

_ NOOOSSA! 16.000 é um bom dinheiro! Alguém dá mais? _ Nessie perguntou.

_ 20.000! _ Eu levantei a mão pra tentar salvar Jazz, é claro que eu não pagaria!

_ Huuum, é Bellinha! Alguém dá mais que 20.000? _ Ela olhou para o publico.

_ Eu dobro! 40.000 _ Uma mulher vestida elegantemente levantou a mão.

_ WOW! 40.000! Alguém vai querer dar mais? _ Nessie quase gritava.

_ Pois então eu pago 60.000 _ Uma loira palha subiu em uma mesa. Usava uma roupa muito estranha e... ESPERA!

_ FECHADO! 60.000 Vendido para Lady Gaga! _ Nessie disse feliz.

Jazz Pov

Quando eu ouvi o nome da minha super DIIIVA se anunciado eu olhei para o povão farofa e quase me senti bem pela brincadeira ridícula que Alice e Nessie estavam fazendo.

Alice me soltou da algema e a Gaga veio me buscar no palco. Espera... O QUE SERÁ QUE ELA QUER COMIGO? HAAAAAAAAAAAM!

_ Aqui está o dinheiro _ Ela entregou uma maleta pra Nessie e me olhou sorrindo maliciosamente.

Senti meus resíduos alimentares pedindo para sair pela porta de trás. Se você não entendeu, eu quis dizer que quase caguei solto... FUDEU!

Mas... Hum, pelo lado bom, eu vou conhecer minha diva!

_ LADY GAGAAAAAAAAAAAAAA! _ Abracei ela.

_ Venha meu amor! _ Ela me estendeu a mão.

_ ME LEVA, MINHA DIVA! _ Gritei feliz.

Ela sorriu e me puxou do palco. A Gaga me levou direto para a área vip e eu me senti muito importante! Acredite, tinha muuuuita gente famosa e conhecida ali!

_ Hey, qual é seu nome mesmo? _ Ela perguntou.

_ Jasper Hale _ Respondi sorridente.

_ Hum, então me diga, Jazz, você já fez aulas de canto? _ Ela perguntou sorrindo maliciosamente.

_ Não... Por quê? _ Olhei confuso para ela.

_ Então vamos ali no canto que eu te dou uma aula _ Ela gargalhou.

_ Ai Gaga, você é tão diva... Eu esperava uma cantada melhor _ Disse decepcionado.

_ Isso não importa! Você é meu prêmio e eu quero aproveitar! _ Ela respondeu me dando um beijo na bochecha.

Sentamos em uma mesa e ela pediu uma garrafa de absinto. Começamos a beber e conversar. Tudo bem, um pouco do meu medo passou... Eu acho...

Rose Pov

_ 60.000 dólares! Isso é incrível! Vamos gastar até não querer mais! _ Nessie disse sentando feliz na mesa.

_ Me empresta 100? _ Perguntei brincando

_ Tó! _ Ela me entregou e saiu sorridente atrás de Alice que estava nos bastidores.

_ Hum... Acabou... _ Ed murmurou olhando o copo vazio de Bloody Mary.

_ Vou comprar mais, então _ Sorri.

Ele concordou feliz e me jogou um beijo no ar.

Eu corei e caminhei até o bar. Pedi duas doses e me sentei no banco enquanto esperava.

Talvez não seja certo estar embebedando o Edward só para conseguir o que eu quero... Mas agora pouco me importa, depois eu penso nas consequências!

O barman me entregou e eu voltei para a mesa. Ofereci um dos copos para Edward e ele aceitou sorrindo e dando uma piscadela.

Ele bebeu pelo menos metade de uma só vez. É... Acho que ele realmente gosta disso!

_ Sabe, Rose, eu não entendo por que eu nunca havia reparado o quão bonita você é _ Ele me disse.

_ Ham... É? _ Corei.

_ Uhum... E eu nem te conto o que está se passando pela minha cabeça agora _ Ele sussurrou no meu ouvido.

Sorri e mordi o lábio inferior.

_ Talvez seja a mesma coisa que eu _ Sussurrei de volta.

Ele riu e atacou meu pescoço, dando beijos e mordidas. Fechei os olhos e quando os abri encarei diretamente os olhos de Emmett. Ele estava sério e a intensidade em seu olhar me fez vacilar em relação a Edward. Pigarreei e me afastei um pouco de Edward.

Ele me olhou confuso e tentou avançar novamente em mim, mas dessa vez tentando me beijar. Era uma oportunidade de ouro! Eu nunca havia beijado ele, mas...

_ Edward... Eu acho melhor pararmos por aqui _ Murmurei.

_ Ah qual é Rose? Aproveita logo que eu estou meio alterado e vou realizar seu sonho! Por que se eu estivesse sóbrio não estaria fazendo nada disso _ Ele disse tentando me beijar de novo.

Suas palavras me deixaram sem reação e então ele alcançou meus lábios e invadiu minha boca com sua língua. Senti ódio, repulsa, tristeza, magoa, culpa, raiva e arrependimento. A única reação que tive foi a mais esperada de toda.

_ AI! _ Ele gritou com a forte bofetada que lhe dei.

_ Eu disse para você parar! _ Gritei.

_ O que é? Não estava gostando? _ Ele perguntou sendo grosso.

_ NÃO! _ Respondi.

_ Mas é isso que você sempre quis sua caipira! _ Ele disse indignado.

_ IDIOTA! _ Virei todo o meu copo de Bloody Mary nele e sai dali direto para o banheiro sentindo as lágrimas começarem a arder em meus olhos.

Emm Pov

_ EU NÃO ACREDITO QUE ELE FEZ ISSO! _ Berrei.

_ Calma, Emm! Você quer que eu a chame para conversar com você? _ Perguntei.

_ Quero! Diga para ela me encontrar perto da saída _ Pedi.

Bells levantou e eu fui para onde combinei, que era o lugar onde o som era mais baixo.

Fiquei esperando por alguns minutos até que finalmente Rose apareceu. Ela havia prendido seu cabelo em um coque frouxo e boa parte de sua maquiagem havia saído.

_ Diga, Emm _ Ela murmurou com a voz meio falha.

_ Eu quero saber o que aquele idiota fez com você _ Respondi.

_Vamos lá pra fora, por favor, eu não quero mais ficar aqui _ Pediu.

_ Tudo bem _ Abracei-a de lado e saímos de lá.

Graças ao bom Deus aquela cambada de doido do caminhão pipa não estava mais lá fora. Caminhamos juntos até nos afastarmos um pouco da boate e sentamos na calçada. Agora devia ser por volta de 2 da manhã.

_ Pode falar agora _ Eu disse.

Ela concordou e me contou toda a história e à medida que ela ia falando escorria mais lágrimas de seus olhos.

_ EU VOU MATAR ELE! _ Falei já me levantando.

_ NÃO! _ Ela me puxou pelo braço e me fez sentar na calçada de novo.

_ Rose, eu não vou deixar isso passar em branco! _ Eu disse com raiva.

_ Por favor, Emmett, prometa para mim que não vai fazer nada! _ Ela implorou.

_ Não me peça pra prometer isso Rose _ Murmurei.

_ Prometa! _ Ela elevou o tom de voz.

Olhei para o outro lado da rua depois respirei fundo.

_ Tudo bem, eu prometo _ Olhei em seus olhos.

Ela sorriu e me abraçou. Droga, eu realmente não gosto de quebrar promessas...

Jazz Pov

Eu estava deitado em algo fofo e quentinho. Um barulho de mar me trazia paz e eu podia jurar que sentia um sol de fim de tarde me aquecendo enquanto a brisa bagunçava meus cabelos.

Abri os olhos e... UAU! Era a praia mais linda do mundo! E era deserta! Que incrível!

Olhei em volta e não vi nada além de areia e alguns coqueiros. Olhei para mim mesmo e notei que estava completamente sem roupas. Arregalei os olhos, mas pelo menos eu estava completamente sozinho e...

_ Mum mum mum mah_ Ouvi alguém cantarolando.

Comecei a procurar de onde vinha a voz.

_ Jasper, meu amor, vou te pegar! _ Era a voz da minha diva!

_ Gaga? _ Perguntei.

_ Estou chegando, amor! _ Ela respondeu.

Olhei para a esquerda e vi nada mais nada menos de que Lady Gaga correndo na minha direção. Pelada.

_ AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH O QUE É ESSE TRAMBOLHÃO PENDURADO NO MEIO DAS SUAS PERNAS, SEU CAPETA? _ Levantei da areia.

_ Não se assuste, meu querido! Fomos feitos uma para o outro! _ Ela abriu os braços chegando cada vez mais perto.

_ NÃÃÃO! SOME DAQUI SUA MALUCA! NÃO CHEGA PERTO DE MIM, PARA DE ME SEGUIR, VAI CORRER PRA PUTA QUE TE PARIU! VÁ PRA QUITINETE DO BODE! _ Berrei correndo na direção oposta a dela.

_ NÃO ADIANTA CORRER, JAZZ! _ Ela gritou. Sua voz parecia muito próxima, olhei pra trás e vi que Gaga estava quase me acalcando.

_ MÃÃÃÃÃE? ROOOOOOOOOOOSE? ALIIIIIIIIIIIICE? ALGUÉÉÉÉM? _ Comecei a chorar de desespero e apressei o passo.

_ Vem cá, nho nho nhoim! _ Ela disse divertida.

_ NHO NHO NHOIM DE CÚ É ROLA! _ Berrei.

_ Hmmmmm, vem cá, vem, Jasper! _ Senti seus dedos roçarem de leve nas minhas costas.

_ SAI, SUA MALUCA! _ Comecei a me esforçar pra correr mais rápido ainda.

_ TE PEGUEI! _ Ela jogou o corpo em cima do meu.

_ AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH _ Acordei.

_ O que foi meu querido? _ Lady Gaga perguntou.

Olhei em volta e vi que estava no meio de muitos famosos, todos muito bêbados, inclusive minha ex-diva. Voltei a olha pra Gaga.

Eu estava ofegante e sentia o suor escorrendo na minha nuca. Eu tinha dormido? DEUS DO CÉU! O que essa cabrita tinha colocado na minha bebida e...

AAAAAAAH A MÃO DELA TAVA NA MINHA PERNA

_ SAI DE MIM! XÔ! XÔ! XÔ! VOLTA PARA O INFERNO! _ Dei um tapão na cara dela, a maluca caiu da cadeira e acho que ela desmaiou!

Levantei atônito e sai correndo. Desci para a pista de dança e fui correndo na direção da saída.

_ Hey, Jasper? _ Alguém chamou.

_ AAAAAAAAAAAAAAAAAAAH _ Gritei e dei um soco na direção de onde meu nome foi chamado.

_ AAAAI! _ Laurent reclamou.

_ CORRE, LAURENT! CORRE PELO BEM DA SUA VIDA! LADY GAGA TA DESCENDO PRA PISTA ATRÁS DE MIM E VAI TE PEGAR TAMBÉM! CARALHO, ELA TEM UM TRABUCO GIGAAAAANTE NO MEIO DAS PERNAS! _ Gritei sacudindo ele.

_ AI MEU DEUS! VAMOS CHAMAR O RESTO DO POVO E VOAR DAQUI! _ Ele se desesperou também.

Bella Pov

_ COOOOOOOOOOOOOOOORRAM! É O APOCALIPSE! 2012! _ Jasper gritava.

_ LADY GAGAAAAAAAAAA! _ Laurent sacudia todo mundo gritando o nome da maluca.

_ O que? Ai Jesus! Vamos embora! _ Nessie e Alice levantaram assustada.

Num impulso eu levantei da cadeira, guiada pelo instinto de proteger a minha bunda que Jasper fez questão de dizer que seria molestada pela Gaga.

Corremos feito malucos para a saída do bar, atropelamos bêbados e seguranças. Continuamos na rua e encontramos Rose e Emmett conversando, que se assustaram com toda a afobação.

_ COOOOOOOOOOOOOOORRE! LADY GAGA TA VINDO! _ Alice berrou.

_ AI MEU DEUS! _ Eles levantaram e começaram a correr junto conosco.

_ JASPEEEER, MEU AMOR! ESPERE-ME! _ Lady Gaga apareceu na porta do bar ofegante.

_ VOLTA PARA O INFERNO, ESPERMA DO CAPETA! _ Jazz gritou.

_ NUNCA VOU TE ESQUECER! _ Ela gritou acenando.

Não sei de onde tiramos tanta disposição, mas corremos até um ponto de ônibus que ficava bem longe do bar.

_ Estou morta! _ Sussurrei.

Eu não era a única, estávamos todos sentados no chão, regularizando as respirações e olhando para o nada com cara de paisagem.

_ Eu não acredito que vocês me venderam para aquela travecona! _ Jasper disse com a voz chorosa.

_ Vocês o meu pau! Quem vendeu foi a Nessie! _ Falei.

_ Ah Jasper, mas foi por uma boa causa, afinal, ganhamos 60 mil dólares _ Nessie exibiu uma pequena mala que parecia pesada. Porra, como ela carregou aquilo enquanto corríamos?

_ Tudo bem! Mas fiquem sabendo que se alguma coisa tivesse acontecido comigo TODOS vocês iriam pagar! _ Ele disse fazendo bico.

_ Own, Jaspinho, não aconteceu nada! _ Alice deu um beijo em sua bochecha e abraçou-o logo em seguida.

_ Hunf _ Ele resmungou.

_ Olha, é o ônibus! _ Jake falou se animando.

Sinalizamos pro ônibus e ele parou. Subimos e Nessie pagou nossas passagens. O ônibus ia para o centro.

(...)

_ OMG! Esse quarto é perfeito! _ Alice disse batendo palmas.

Com o dinheiro que ganhamos no leilão daria para pagar muita coisa. Inclusive dois luxuosos quartos em um dos melhores hotéis da cidade. Em um quarto ficou eu, Alice, Rose, Nessie e Jasper, que cismou que estava com medo de ‘trambolhos’. Fala sério, ele é maluco!

Na suíte em que estávamos tinha uma sala muito bem decorada com um lindo lustre de cristal. Uma TV gigante, um sofá-cama de couro que parecia bem confortável. Um banheiro ENORME! Uma parede com um arco bem grande que dava para um quarto, claro com uma cama de casal e uma de solteiro. No canto do quarto havia um pequeno altar onde tinha uma hidro quadrada para quatro pessoas.

(Enquanto isso, no andar debaixo, no outro quarto...)

Emm Pov

Vingança. Era só nisso que eu pensava!

Estava no corredor a caminho do quarto e respirei fundo quando pus a mão na maçaneta. Abri a porta com raiva e lancei meu melhor olhar mortal para Edward que estava sentado junto com Seth, Laurent e Jake rindo.

_ Seu desgraçado! _ Gritei batendo a porta.

_ Hey, o que aconteceu, mocinha? _ Edward perguntou rindo e levantando.

_ O que aconteceu? Ah e vou te falar o que aconteceu _ Avancei alguns passos em sua direção.

_ Estou esperando _ Ele provocou.

_ Por que fez aquilo com a Rosalie? _ Perguntei com raiva.

_ Aaaaaah, mas é claro! Eu já devia saber que aquela coisinha ia falar para você _ Ele riu e revirou os olhos.

Estava visivelmente bêbado ainda.

_ OLHA COMO VOCÊ FALA DELA! Você, Edward, é um idiota! Você sabe que ela gosta de você e fica ferindo os sentimentos dela! Você não sabe a vontade que eu estou de voar no seu pescoço e encher essa sua cara ridícula de porrada! _ Ameacei.

_ E por que se importa tanto com ela? Ela não é ninguém! É só mais uma! _ Ele deu de ombros com um sorriso debochado.

_ Mais uma? Ela não é mais uma. Ela é Rosalie Lilian Hale, minha amiga, e eu gosto muito dela, e é por isso que não vou deixar nenhum otário brincar com ela _ Me aproximei mais.

_ Então é isso? Está com ciúmes? Pois pode ficar com ela! Pegue ela e coma ela, exatamente como eu ia fazer _ Respondeu.

_ Repita o que você falou _ Me aproximei mais ainda. Nossos rostos estavam bem próximos e mesmo eu sendo mais alto que ele, podia sentir sua respiração.

_ O que? Que eu iria comê-la? _ Arqueou uma sobrancelha.

_ SEU IDIOTA! NUNCA MAIS FALE ISSO! _ Acertei um soco em seu rosto.

Ele cambaleou para trás e caiu no chão.

_ Emmett! _ Jake disse assustado.

_ Não se metam ou vão apanhar junto! _ Falei com raiva.

_ Levanta! Levanta do chão seu inútil! Quero ver você falar dela agora _ Chutei ele.

_ Você vai ver! _ Ele pulou do chão e atingiu meu rosto.

Andei alguns passos pra trás e passei a mão na sobrancelha sentindo um pouco de sangue.

_ AAAH! _ Voei nele e caímos no chão, brigando e rolando.

_ Admita logo, Emmett, você ama ela e usa essa historinha de amigo apenas para ficar perto dela, e hoje você ficou morrendo de ciúmes! _ Ele disse tentando afrouxar meu aperto em seu pescoço.

_ Desgraçado! Pare de falar sobre o que você não sabe! _ Lhe dei uma tapa.

_ Me agredir não vai mudar o fato de que você a ama e nem o fato de que ela está caidinha por mim. SE ENXERGA EMMETT! _ Ele gritou.

_ Eu vou te matar! _ Bati a cabeça dele no chão com força e enquanto apertava seu pescoço com uma mão, a outra estava ocupada em socar a cara daquele moleque.

_ PARA EMMETT, VOCÊ NÃO TA GANHANDO NADA COM ISSO! _ Jake me empurrou para longe.

_ Me solta, Jake! Me solta! _ Me debati.

_ Só quando você se acalmar! _ Ele continuava segurando meus pulsos, mas mantinha seu corpo bem afastado, evitando um possível ataque da minha parte.

Olhei fundo nos olhos negros de Jacob e vi ali a verdade. Não havia por que brigar com Edward, bater nele não mudaria o passado e nem mudaria... Meus sentimentos. DROGA!

_ Pode me soltar _ Murmurei.

Ele assentiu e se afastou me largando.

_ Eu espero que você nunca magoe ela, Edward. Por que da próxima vez não vai ter ninguém para me empurrar _ Ameacei em um tom sério.

_ Não acredito que está apaixonado por uma garota como ela _ Edward respondeu fazendo careta.

_ Toma cuidado com o jeito que fala dela _ Avisei.

_ Qual é, Emmett? Você apaixonado por uma porta? _ Ele riu no final.

_ E se estiver? Foda-se que ela é uma porta. Para mim ela não é uma porta. Para mim ela é uma garota incrível! Você não tem noção de todas as qualidades que ela tem. E sabe por quê? Por que você é um merda! Só se importa com você, não sabe amar ninguém! E sinceramente, você tem mais é que tomar muito no cú nessa vida para aprender a virar gente! _ Falei

Ele não respondeu apenas ficou me olhando, completamente sem resposta.

_ Não é você que vai me mudar, Emmett Cullen _ Ele murmurou depois de alguns minutos em silêncio.

_ Infelizmente você é um jumento, Edward, e jumentos não são fáceis de adestrar _ Respondi.

Jake e Laurent gargalharam enquanto Seth tentava prender o riso.

_ ME RESPEITA! _ Edward berrou.

_ Depois da suas atitudes de hoje você caiu muito no meu conceito. O que você fez com ela não vai ter perdão nunca. E pode até ser que você não pague aqui, mas Deus é muito justo e ele não vai deixar passar em branco todo esse inferno que você faz para ela _ Falei.

_ Eu acho melhor você ir tomar um banho, Edward _ Seth disse já empurrando Edward para dentro de lá e fechando a porta, voltando para se sentar no sofá e soltar a gargalhada que estava prendendo.

_ Você é foda, Emmett! _ Laurent disse rindo.

_ Ah, qual é, ele acha que se pode brinca com os sentimentos dos outros _ Falei já bem mais calmo.

Rose Pov

Eu havia ido até o quarto dos meninos para buscar meu celular que ficou com Emmett, mas travei na porta quando ouvi a gritaria que vinha dali de dentro.

_ Qual é, Emmett? Você apaixonado por uma porta? _ Era a voz de Edward.

Senti meu coração se apertar e sangrar quando me lembrei do que ele fez mais cedo na boate.

_ E se estiver? Foda-se que ela é uma porta. Pra mim ela não é uma porta. Pra mim ela é uma garota incrível! Você não tem noção de todas as qualidades que ela tem. E sabe por quê? Por que você é um merda! Só se importa com você, não sabe amar ninguém! E sinceramente, você tem mais é que tomar muito no cu nessa vida pra aprender a virar gente! _Emmett respondeu.

Afastei-me da porta e caminhei de costas no corredor. Não dava mais para ouvir o que vinha do quarto.

Emmett apaixonado? Por uma porta? Céus, ele nunca me contou nada sobre isso!

Voltei correndo para o quarto e deixei o celular para trás mesmo. Abri a porta um pouco atormentada. Aquela história era muito esquisita...

_ Tô ficando atoladinha, tô ficando atoladinha! _Olhei para a hidro e lá estava Alice dançando funk só de biquíni e Jasper rindo dela. Bella e Nessie estavam na varanda conversando e rindo. As duas pareciam que se conheciam há muito tempo, era estranho...

_ Gente, o que é isso? _ Perguntei assustada.

_ As novinha chega linda e já sai descabelada; É desse jeito que eu gosto heim? Deixa, deixa, deixa arder! Deixa arder! Deixa arder! Deixa, deixa, deixa arder! _ Alice afinou mais ainda a voz para cantar essa bosta.

_ AI DEUS! Vou passar mal de tanto rir! _ Jasper falou secando algumas lágrimas.

_ Vem Rose, você também precisa se divertir! _ Alice disse me chamando.

Revirei os olhos e contra minha vontade eles me arrastaram para lá.

Bella Pov

_ Então foi assim que você conheceu Seth? _ Perguntei.

_ É _ Ela me olhou sorrindo.

Nessie tinha me contado sobre sua vida. Seus pais haviam morrido. A mãe dela era irmã de Carlisle.

Nessie me contou que tinha uma namorada. Eu fiquei um pouco pasma quando ela me revelou que era bissexual, não que eu tivesse algo contra, mas acontece que eu sou mulher e ela TAMBÉM!

Sua namorada se chamava Leah. Ela me disse que fugiu junto com Leah para o Canadá, mas quando ela descobriu que a tal Leah estava envolvida com prostituição ela voltou sozinha para os EUA. Conheceu Laurent quando ele estava sendo despejado de sua antiga casa, por não ter pagado o aluguel por sete meses seguidos. Eles conversaram e acabaram criando amizade, pois os dois não tinham pra onde ir. Juntaram seu dinheiro e compraram uma pequena vã. Começaram a dar trambique nos outros e evoluíram para o microônibus que foi roubado.

Conheceram Seth no meio do caminho e Nessie me disse que Seth era irmão de Leah e que ela só descobriu quando viu uma foto dos dois na carteira dele. Ela falou que não contou nada para Seth, pois não queria assustar o menino.

_ Sente saudades da Leah? _ Perguntei.

_ Um pouco. Mesmo sendo meio maluca, ela era legal. Era uma boa companhia, ficamos juntas por quase cinco anos _ Ela respondeu acendendo um cigarro.

_ Você amava muito ela? _ Olhei para seu rosto.

_ No inicio eu amava sim. Mas depois de três anos para mim virou apenas rotina. Eu convivia com ela, pois sabia que se não fosse por ela eu estaria mais perdida no mundo do que já estava. Então eu via nela uma mãe _ Deu de ombros.

_ Não amou mais ninguém depois? _ Desviei o olhar pra cidade iluminada lá em baixo.

_ Não _ Deu de ombros.

_ Pelo menos acha alguém bonito? _ Sorri com a pergunta me lembrando do meu querido amigo nerd.

_ O Jake _ Ela respondeu rindo.

_ Sério? _ Olhei de olhos arregalado para ela.

_ Sério. Sei lá, pessoas como ele nunca me chamaram atenção. Mas o jeito dele... Eu não sei explicar direito, a personalidade dele é cativante, e ele fica muito fofo com aqueles óculos! E sem contar que ele fica bem nas roupas nerds dele _ Ela disse sorrindo.

_ Você gosta dele? _ Abri um enorme sorriso.

Ela gargalhou.

_ Não. Mas se ele deitasse na minha cama, eu faria um estrago nele _ Ela respondeu.

Gargalhei junto dela.

_ Vocês combinam, sabia? São opostos... Formariam um belo casal _ Murmurei.

_ Talvez... _ Ela sorriu.

_ É _ Concordei.

Então ela me olhou com uma cara extremamente maliciosa e brincalhona.

_ O que foi? _ Arqueei uma sobrancelha.

_ Também faria um estrago em você, Bells _ Ela mordeu o lábio inferior e me lançou uma piscadela.

Escancarei a boca e arregalei os olhos.

_ HEEEEEIM? _ Falei assustada.

_ É brincadeira! Calma! _ Ela riu.

_ Credo, Nessie! Você me assustou! _ Falei fingindo estar brava.

_ Relaxa Bella, você é minha amiga, nunca faria nada com você _ Ela sorriu me passando confiança.

_ Huum _ Concordei ainda um pouco assustada.

_ Mãos para o alto novinha, mãos para o alto! _ Ouvimos Alice cantar bem alto de dentro do quarto.

_ Por quê? _ A voz risonha de Rosalie.

_ Por que hoje tu ta presa! Tu ta presa! Tu ta presa _ Alice e Jasper cantaram ao mesmo tempo.

Eu e Nessie nos entreolhamos assustadas, nos levantamos no chão e entramos no quarto.

Rosalie e Alice de biquíni na hidro e Jasper de pé na cama. Todos os três dançando.

_ E agora eu vou falar os seus direitos! _ Rosalie cantou rebolando junto com Alice.

_ Tu tem direito de sentar, tem o direito de quicar, tem o direito de sentar, de quicar, de rebolar _ Jasper cantou batucando nas próprias pernas.

_ GEEEEEEENTE? _ Gritei assustada.

_ Fala aê, djow? _ Alice fez um sinal de ‘Vida Loka’ para mim.

_ Cara, o que vocês comeram hoje? Merda? _ Nessie perguntou.

_ Bom, eu engoli uma mosca sem querer. Moscas comem merda. Isso conta? _ Alice perguntou com cara de pensativa.

Comecei a gargalhar. Balancei a cabeça negativamente e peguei minhas coisas pra tomar banho.

Ah, esqueci de citar que antes de chegar ao hotel, paramos em um shopping e compramos algumas mudas de roupas para pelo menos uma semana.

(No dia seguinte...)

Rose Pov

Por mais que ontem eu tenha me divertido muito com Jasper e Alice eu ainda estava com a história da porta na cabeça. Simplesmente passei a noite inteira acordada pensando nisso.

Olhei para o relógio e eram 6:00 AM. Remexi-me um pouco na cama de casal que estava dividindo com Jazz. Nessie ficou na cama de solteiro e Alice e Bella no sofá cama.

Levantei suavemente para não acordar ninguém e fui até o banheiro. Lavei o rosto pela milésima vez e me encarei no espelho. Olheiras profundas e cabelos bagunçados. Por falar em cabelos, a raiz do meu cabelo havia crescido e uma pequena faixa marrom se formava ali. Precisava tomar providencias!

Quando ia me virar para sair acabei derrubando uma escova de cabelo. Fez um barulho alto. Espero que ninguém tenha acordado!

Sai do banheiro um pouco receosa e encontrei apenas Bella com os olhos fixos em mim. Alice dormia feito uma pedra ao lado dela.

_ Desculpa _ Sussurrei.

_ Tudo bem _ Ela deu de ombros.

_ Pode voltar a dormir _ Murmurei.

_ Perdi o sono... Rose, você está estranha... Aconteceu algo? Está tudo bem? _ Ela fez uma cara confusa.

_ Está tudo bem, só estou um pouco perturbada _ Dei de ombros.

_ O que acha de tomar uma atitude? _ Ela sugeriu.

Fiquei alguns segundos em silencio encarando a varanda e depois olhei sorrindo para Bella.

_ Você é um gênio! _ Falei saindo do quarto apressada.

_ Rose? _ Ela gritou.

Acho que os outros acordaram.

Deixei meus instintos mais loucos tomarem conta das minhas ações. Desci para o andar de baixo e meus olhos brilharam quando avistei aquela caixa vermelha de incêndio e ao lado dela o grande machado para quebrar o vidro. Peguei o machado e fui na direção do 1603. O quarto deles.

_ HÁÁÁÁÁÁÁ _ Gritei dando com o machado na porta.

_ AAAAI MEU DEUS! É O BICHO PAPÃO! _ Ouvi Jake gritar.

Continuei arrebentando a porta.

_ QUE PORRA É ESSA? _ Bella gritou do final do corredor.

_ EU VOU ACABAR COM ESSA PORTA DESGRAÇADA! _ Gritei desferindo mais ataques a ela.

_ É A ABOMINAVEL TANYA DAS NEVES! _ Edward gritou.

Desgraçado! Merecia apanhar também!

O próximo golpe foi tão forte que a porta se desprendeu e caiu revelando Emmett, Seth, Jake, Edward e Laurent abraçados e tremendo no sofá cama. Se não fosse trágico seria cômico e... ESPERA!

Comecei a gargalhar. Eu me sentia tão psicopata! Sentia-me tão diabolicamente feliz!

_ GENTE DO CÉU! _ Nessie apareceu também.

Ela e Bella me olhavam surpresas.

_ ROSE, PARA JÁ COM ISSO! _ Jasper veio correndo na minha direção.

_ VOU ACABAR COM VOCÊ, EDWARD! _ Gritei.

_ NÃÃÃO! _ Ele tentou se levantar para correr, mas não conseguia.

_ PARA COM ISSO, SUA CUCA! _ Jasper me segurou não me deixando avançar em Edward.

_ ME SOLTA! VOU ACABAR COM ELE! JÁ ACABEI COM A PORTA E AGORA VOU ACABAR COM ELE! E VOU ACABAR COM O EMMETT TAMBÉM! _ Berrei me sacudindo feito doida.

Sacudi-me mais um pouco e consegui dar um perdido em Jasper.

Corri uns dois metros e meus instintos me avisaram que alguém corria atrás. Já prevendo o que aconteceria, concentrei toda a minha força no braço e arremessei o machado na direção de Edward segundos antes do corpo de Jazz se jogar contra o meu e cairmos no chão.

_ AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHH _ Edward gritou feito uma bicha.

_ MORRE, SEU DEMOOOOOOOONIO! _ Berrei caída no chão.

_ OH MEU DEUS! _ Nessie gritou entrando no quarto junto com Bells e agora Alice.

Jazz se levantou e me levantou junto me arrastando para a porta. Antes que ele me tirasse de lá eu pude ver o machado cravado na parede, passou muito próximo de acertar Edward.

Meu irmão me tirou do quarto e me encostou na parede do corredor enquanto me olhava assustado.

_ Por que você fez isso? _ Ele me sacudiu.

_ Por que eu odeio a porta! E odeio o Edward! _ Gritei em resposta.

Dentro do quarto estavam todos em silêncio.

_ A porta? _ Jasper perguntou confuso.

_ AQUELA DESGRAÇADA! _ Berrei começando a chorar.

Ele me abraçou ainda não entendendo nada e eu envolvi meus braços com força em volta dele.

Bella Pov

_ O que está acontecendo aqui? _ O gerente do hotel entrou no quarto.

_ Foi só um acidente. Eu pago todo o estrago _ Nessie falou.

_ Então me acompanhe, por favor _ Ele pediu.

Lá se foram Nessie e o Homem.

Olhei para Emmett e ele estava com uma tremenda cara de paisagem, parecia estar pensando em algo muito complexo.

_ Eu acho que melhor do que ninguém você entendeu a situação, não é? _ Perguntei.

_ Eu... Eu acho que entendi sim _ Ele respondeu.

Olhei para Jake que me encarava com um sorriso de ‘Eu sempre te avisei que eles se amavam’. Sorri de volta e dei de ombros.

Voltei junto com Alice para o quarto. Creio que Jasper e Rose já tenham subido também.

Rose Pov

Saí do banheiro enrolada em um roupão e com os olhos um pouco inchados por causa do choro. Droga, eu odiava ficar nessa confusão de sentimentos. Eu não sabia por que estava sentindo tanta raiva, tanto nervosismo, tanta ansiedade e... E algo a mais que eu não sabia o que era, mas fazia o coração acelerar e um frio subir por toda a espinha.

Encontrei Jazz, Alice e Bella na cama de casal me olhando, curiosos.

_ Rose... _ Alice começou.

_ Por favor, não me façam perguntas... Eu preciso pensar, ficar sozinha e entender tudo o que está acontecendo _ Pedi.

Eles concordaram e não falaram mais nada.

Vesti uma roupa confortável, não me maquiei. Prendi o cabelo em um coque frouxo e fui para a área de lazer do hotel. Andei pela área da piscina até chegar perto do playground, onde havia algumas árvores e banquinhos brancos.

Quando eu ia me sentar em um deles eu travei.

_ Rose? _ Era a voz de Emmett.

Olhei para trás e ele vinha na minha direção. Usava uma bermuda bege com uma camisa preta. Os cabelos bagunçados e seus olhos claros estavam transparentes devido ao reflexo do sol. Senti o sangue pulsar mais forte nas veias.

_ O que foi? _ Perguntei olhando para meus pés.

Quando ele parou na minha frente não falou nada. Apenas levantou meu rosto com a ponta dos dedos e me beijou.

Sua boca encostou-se à minha de maneira intensa, e seus lábios acariciaram os meus.

Fechei os olhos e deixei duas lágrimas escaparem. Empurrei Emmett e o olhei, derramando mais lágrimas.

_ Não faça isso comigo, por favor _ Pedi.

_ Estou fazendo o que é certo _ Ele sussurrou.

_ Você sabe que eu amo o... O Edward _ Respondi.

_ Não ama! _ Ele alterou um pouco a voz .

_ Amo sim, e você sabe disso _ Falei tentando convencer a mim mesma.

Ele respirou fundo.

_ Rosalie, me diga, o Edward te faz sentir assim? _ Ele me olhou nos olhos e eu tremi.

_ Assim como? _ Sussurrei.

_ Olha só para você! Está com o rosto corado, as mãos suadas e tremendo. Ah, e suas pernas estão bambas também _ Falou.

_ Estou apenas nervosa _ Respondi.

Ele colocou a mão sobre meu coração.

_ Ouça seu coração, Rose! Ele bate tão forte, quase como o meu! _ Seus olhos marejaram.

_ Para Emmett _ Pedi chorando.

_ Não vou parar, Rose. Eu não posso _ Ele aproximou o rosto do meu e colou nossas testas.

_ Eu... _ Comecei, mas fiquei sem palavras.

_ Sua respiração está pesada e falha. Não pode negar que eu mexo com você. E muito mais do que ele _ Sussurrou.

Minha resposta foi apenas um soluço.

_ Eu te amo, Rosalie. Como nunca amei nenhuma mulher. Você é única _ Ele murmurou e em alguns momentos seus lábios roçaram nos meus, eu sentia que meu coração ia explodir.

_ Emmett eu... _ Falei soluçando.

_ Por favor, esqueça ele _ Ele pediu e eu vi uma lágrima solitária escorrer de seus olhos.

Fiquei alguns segundos em silêncio. Resolvi dizer o que meu coração gritava desesperadamente.

_ Não existe mais ele. Eu também te amo. Mais do que minha própria vida _ Respondi.

Passei meus braços por seu pescoço e o beijei.

Um beijo de verdade. O melhor da minha vida. Repleto de carinho, amizade, sinceridade, dor, paixão, sofrimento e, principalmente, amor.

Ele me apertou com força em seus braços e eu sabia que se morresse agora, morreria feliz.


Notas finais do capítulo
E aíí? aushuahsuahsauhsaushhasEu sei, bem grande ç.çGostaram? Acharam que algo podia ter sido melhor? Me fala la no review 8DGEEEEEEEEEEENTEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEËEntão, vocês viram que eu já comecei a colocar a Leah na história? Huuum 8DEntão, depois de muuuuito pensar, depois de ler várias opniões contra e a favor, inclusive uma dessas opiniões chegou a me ofender um pouquinho ¬¬, eu defini a personalidade da Leah.Não vou contar aqui por que não quero estragar a surpresa do próximo cap, mas eu acho que vocês vão gostar.E pra quem foi contra, FICA RELAAAAX, pq não vai ter nenhuma cena 'daqueeeelas' a unica coisa que eu posso adiantar pra vocês é que a Nessie e a Leah vao brigar pela Jake! Opps, acho que já to falando de mais :BQuero agradecer a todo mundo que mandou sua opinião. Agradecer a todo mundo que me mandou MPs, algumas de incentivo a escrever, outras me cobrando capitulo novo, outras me perguntando se eu ainda tava viva... auhsauhshashsa MUITO OBRIGADO por toda a preocupação e consideração (:Aaaah, esqueci de contar duas coisas pra vocês!!A primeira é que eu inscrevi a fic no TwiContest, pra quem não sabe é um site onde várias fics concorrem a um premio. Minha fic ta na categoria comédia, é claro :B E assim que começar as votações eu quero saber se posso contar com o votinho de vocês *_* Eu prometo que se a fic ganhar irei preparar alguma surpresa pra vocês, só não sei oque! Alguém dá sugestão pra surpresa? :BHihihiE a segunda é que eu fiz aniverário D: Fiquei mais velhaaa. aim que coisa :B auhsuahsauhsauhsauhs No dia 14 de outubro eu fiz 14 aninhos *----* Aqui no nyah apenas três pessoas lembraram, OBRIGADÃO PRA QUEM LEMBROU *-*Aaaaah, e também pra quem ta cobrando um pouquinho de Ed e Bells, eu tirei o mural da fic pq agora é proibido e coloquei um prólogo. E nesse prólogo aparece os dois já namorando, se alguém quiser ler, fique a vontade 8DAcho que é só isso meus amores 8DA próxima parte do cap vem quando tiver bastante reviews *_*Fiquem a vontade para recomendar, criticar, sugerir, mandar reviews, me mandar MPs pra nozes falar besteira :B, me adc no msn pra nozes falar mais besteira ainda, me adc no orkut pra vêr o quão feia e estranha eu sou hihihi *-*Prometo não demorar tanto com o próximo!Bjão :*




(Cap. 19) [II] Las Vegas

Notas do capítulo
Quase 7 meses sem postar nada X_X Têm toda autorização para me matar D:Desculpa, de verdade. Eu nem vou argumentar, eu to errada mesmo. E eu nem escrevi nada, o que to postando aqui é um capitulo que eu não consegui terminar e já faz uns 4 meses que ele ta aqui salvo. Se ainda tiver alguém aqui pra ler, agente se encontra lá em baixo onde tenho algumas coisas importantes pra falar >

Jake Pov – 16:30

_ Viu, eu tinha te dito que tinha caroço naquele angu. _ Falei para Bella.

Eu e ela estávamos andando pelo jardim do hotel, conversando e admirando o lugar.

_ Ai Jake, ao menos eles estão felizes e agora a Rose para com essa paixão pelo Edward e o Emmett definitivamente me esquece _ Respondeu.

_ É, olhando por esse lado, faz sentido _ Dei de ombros.

_ Mas e a Nessie, Jake? _ Ela perguntou rindo.

Arregalei tanto os olhos que aposto que pareciam duas batatas. Olhei para Bella e depois para frente.

_ Eu... Ãn... AI MEU DEUS! _ Berrei puxando Bella para se esconder atrás do arbusto comigo.

_ O que foi? _ Ela perguntou sussurrando. Estava brava, com algumas folhas no cabelo e terra na blusa branca.

_ Nada. Vamos observar as folhas. _ Sussurrei de volta.

_ Oi? _ Nessie perguntou provavelmente olhando para o arbusto.

_ Seu imbecil! Vai lá falar com ela. _ Bella sussurrou me batendo.

_ Quem está aí? _ Nessie se aproximou mais.

_ Não! Tu ficou doida? _ Sussurrei.

Ela revirou os olhos e fiquei confuso quando abriu as palmas da mão na minha direção.

_ O que... AAAAAAAH _ Fui empurrado para fora do arbusto.

Caí de cara na grama e senti todo o mico pesar nos meus ombros. A Nessie viu. Não creio nisso!

_ Jake... _ Ela disse divertida.

Virei-me ainda deitado na grama. Fiz a melhor cara de ‘Oi, já viu como o céu é azul?’.

_ O que estava fazendo ali? _ Me olhava apoiada nos joelhos.

_ Hã... É que eu vi um coelho? É, um coelho. Aí o segui até aqui, mas acabei o perdendo de vista. _ Respondi fazendo cara de ‘Estou anunciando a maior tragédia aérea de todos os tempos’.

_ Um coelho? Num hotel em Las Vegas? Interessante... _ Ela riu.

Fiz um enorme bico, me sentindo a pior merda do mundo.

_ É sério. Pode olhar lá na moita pra você ver o enorme coelho que tem ali _ Falei com raiva pela vergonha que Bella me fez passar.

Nessie olhou para o arbusto e eu me apoiei nos cotovelos para olhar também.

_ Chip Chip _ Bella afinou a voz e sacudiu alguns galhos.

_ Nossa... _ Nessie murmurou.

_ Deus, abençoe a alma deste pobre e esclerosado coelho_ Falei.

Nessie gargalhou assim que surgiu no meio do arbusto uma mão branca em forma de punho apenas com o dedo médio erguido.

_ Sai daí Bella _ Nessie mandou.

_ Saindo... _ Ela disse bufando.

_ Hunf _ Estreitei os olhos. Situação constrangedora.

_ Ok, o que estavam fazendo ali? _ Nessie perguntou desconfiada.

_ Procurando o tal coelho. Nada de mais _ Bella deu de ombros.

Respirei fundo, me sentindo um pouco melhor por ela ter mantido a história ao invés de entregar o meu surto.

_ Sério? _ Ela ficou confusa começando a acreditar.

_ Sim, ele era realmente grande, branco, bem peludinho. Precisava ver que fofo _ Respondeu sorrindo.

_ Ai que lindo! Mas por que queriam pegá-lo? _ Nessie sorriu também.

_ Bom, o Jake viu ele e o achou extremamente fofo e sugeriu que o pegássemos para dar de presente para você _ Bella piscou para mim.

Escancarei a boca, me sentindo injustiçado.

_ Own Jake, você é muito perfeito _ Nessie apertou minhas bochechas e eu fiquei olhando para ela com cara de pastel sem saber o que responder.

_ Eu acho que o coelho foi para lá _ Bella murmurou já saindo dali.

_ NÃO! _ Gritei assustando as duas.

_ Procure o coelho por aí, seu boboca _ Ela gritou para mim.

_ Certo _ Respondi sem alternativas.

Sentei e fiquei olhando abobadamente para um anão de jardim

_ Parece a Alice _ Concluí.

Nessie gargalhou e sentou do meu lado. Parecíamos aquelas cenas de filme, um jardim verde e grande, e nós dois sentados embaixo da sombra de uma castanheira.

Continuei sem encarar Renesmee com medo de não saber o que fazer. Aliás, eu já estava sem saber o que fazer... Trágico.

_ Gosto do seu cabelo _ Ela quebrou o silencio colocando uma mecha de cabelo meu atrás da orelha. Tudo bem que era pra estar sendo ao contrário, mas eu me senti igual a uma adolescente retardada.

_ Er... Obrigada _ Sorri olhando para ela.

_ É sério! Olha só, ele é extremamente liso e brilhoso! É perfeito! _ Ela pegou uma boa quantidade de fios e analisou.

_ Não ligo muito para ele _ Dei de ombros.

_ Devia jogar ele de lado _ Disse. Antes que eu me tocasse, Nessie não estava mais sentada do meu lado. Havia passado uma perna de cada lado do meu corpo, e estava quase sentada no meu colo.

Arregalei os olhos e escancarei a boca. Deus, você só pode estar brincando comigo...

_ Co... Como a... Assim? _ Por que eu tinha que gaguejar? Ah sim, por que eu sou um sonso.

_ De lado, ué _ Seus dedos finos e longos deslizavam pelo meu cabelo e eu ficava cada vez mais sem graça.

_ Eu sei o que é cabelo de lado. Mas ficaria estranho _ Respondi ajeitando os óculos e me esforçando pra não gaguejar nem deixar a voz falhar.

_ Tanto faz, eu continuaria te achando bonito _ Ela sorriu tirando meus óculos e os colocando ao nosso lado na grama.

Minha visão ficou um pouco embaçada, mas nada que não me permitisse enxergar nitidamente o rosto dela perigosamente se aproximando.

Nessie juntou todos os fios em uma só mão e com a outra empurrou meu ombro me fazendo deitar de novo, logo em seguida ela sorriu e espalhou meu cabelo na grama.

_ Fica extremamente convidativo assim, sabia? _ Murmurou entrelaçando nossos dedos.

Por mais que minhas mãos tremessem levemente nas dela eu me forcei a levar nossas mãos unidas até seu rosto e acariciar sua bochecha

Ela sorriu lindamente e eu juro que se morresse agora, morreria feliz.

_ Êta que o tico-tico no fubá anda rolando solto por esse hotel. Eu quase me sinto na mansão da playboy! _ Era a voz de Seth

_ Ei Seth! _ Nessie acenou levantando e limpando os vestígios de grama de sua roupa

Coloquei novamente os óculos e levantei também, me sentindo mais sem graça ainda

_ Não vou atrapalhar muito, só quero saber se você viram o Laurent e... _ Seth não terminou de falar, pois foi interrompido por um barulho de explosão e um forte clarão se espalhou pelo jardim, mesmo estando de dia ainda.

Bella Pov – 16:40

Parei em frente ao elevador na recepção rindo do momento ‘coelho’ quando vejo o pamonha ao meu lado. Olhei feio para ele.

_ Que é? Vai dizer que não posso pegar um elevador agora? _ Perguntou mal-humorado.

_ De preferência longe de mim _ Respondi.

_ Poupe-me Isabelle _ Murmurou.

Ignorei-o e assim que as portas do elevador se abriram eu entrei sem nem ao menos olhar pro pamonha. Apertei o 17º e ele o 16º.

_ Isabelle? _ Chamou.

_ O que é? _ Olhei de cara amarrada para ele.

_ Como a Rosalie está? _ Perguntou.

_ Não te interessa. Ela está muito bem sem você _ Respondi indiferente.

_ É sério, eu não queria ter falado aquelas merdas ontem... Eu me arrependo _ Murmurou.

_ Morra de culpa na pedra ardendo então _ Praguejei.

_ Ah qual é? Poxa, eu estava bêbado... _ Cruzou os braços.

_ O bêbado sempre diz o que o sóbrio esconde _ Murmurei.

_ Por favor, em Isabelle, você sabe muito bem que o que eu falei era verdade _ Ele disse bravo.

Fiquei alguns segundos em silêncio. Era verdade, a Rose sempre o quis, e ele tinha dado a chance...

_ Mas podia ter maneirado nas palavras _ Dei de ombros.

_ Mas por isso mesmo! Eu estava bêbado! Será que você é tão burra que não consegue entender? _ Perguntou.

_ NÃO COMEÇA NÃO, SEU PAMONHA! _ Gritei.

_ PARA DE GRITAR COMIGO, SUA NEURÓTICA! ALIÁS, NÃO SEI NEM POR QUE ENTREI NESSE MALDITO ELEVADOR! _ Ele berrou de volta.

_ É, EU TAMBÉM TO TENTANDO SABER POR QUE TO DIVIDINDO UM ESPAÇO TÃO PEQUENO COM VOCÊ! _ Respondi.

Então o elevador deu um solavanco e parou.

_ AAAH! _ Eduzinho se apoiou na parede para não cair, assim como eu.

_ É CULPA SUA, SEU OBESO! _ Berrei irritada.

_ EU OBESO? OLHE PARA SUA PRÓPRIA BUNDA, SUA GORDA! _ Ele respondeu.

_ EU NÃO SOU GORDA! AAAAH _ Acertei uma tapa em seu braço.

_ PARA DE ME BATER, SUA MALUCA! _ Mandou.

_ MORRE! SEU OBESO! _ Comecei a estapeá-lo loucamente.

_ PAAAARA ISABELLE! _ Ele segurou meus pulsos com força.

Encarava-me sério, com o rosto quase grudado ao meu, e nossas respirações pesadas se chocando.

_ Eu te odeio! _ Falamos ao mesmo tempo.

Então a luz do elevador apagou.

_ Ah ótimo! Escuro _ Ele murmurou.

_ Ai meu Deus! Eu tenho claustrofobia, acho que estou passando mal! _ Comecei a suar frio.

_ Para de drama, Swan _ O pamonha respondeu.

_ Ai, está faltando ar _ Sussurrei.

Meus sentidos se mesclaram em uma confusão e parei de raciocinar.

Edward Pov – 16:50

Isabelle só não caiu com tudo no chão por que eu ainda segurava seus pulsos.

_ Isabelle? _ Chamei.

Nenhuma resposta.

_ Acorda Swan! _ A sacudi pelos ombros e nada.

_ Ok, já perdeu a graça. Conseguiu me deixar preocupado, agora acorda _ Pedi.

Continuou o extremo silencio.

_ Bella? _ Perguntei sentindo um calafrio passar pela coluna.

Meu Deus, e se ela morreu? Eu vou ser preso!

Deitei seu corpo da melhor maneira possível no chão e me ajoelhei ao seu lado. Procurei e finalmente achei um isqueiro no bolso da minha calça.

A pequena chama iluminou o lugar o suficiente para ver como a Swan estava pálida e suando frio. Peguei seu pulso e respirei aliviado quando senti que seu coração ainda batia.

_ Isabella? Bella? Acorda vai _ Dei tapas leves em seu rosto com medo de machucar.

Novamente nenhuma resposta. Droga, eu adoraria deixar ela ali para morrer, mas alguma coisa lá no fundo não deixava. Talvez seja minha vontade de ser médico... É... Suponho que sim. Cof.

Abri um de seus olhos e balancei a chama de um lado pro outro. O orbe chocolate seguiu os movimentos da chama e finalmente a Swan abriu a boca puxando ar com força.

_ Aleluia! Pensei que iria morrer _ Falei divertido.

Ela me olhou confusa depois olhou para o isqueiro. Vi algo estranho passar por seus olhos. Acho que desespero talvez...

_ APAGA ESSE ISQUEIRO! _ Ela gritou.

_ Por quê? _ Perguntei.

_ Vai consumir todo o oxigênio! _ Ela tentou pegar o isqueiro.

_ Não vai não! Fica deitada aí! _ A empurrei de volta para o chão delicadamente.

_ Porra, eu tenho claustrofobia, será que da para apagar esse isqueiro e deixar de ser egoísta pelo menos um pouquinho? _ Gritou.

_ Para de gritar! Eu não estou gritando com você, por que está se achando no direito de gritar comigo? _ Sentei a olhando curiosamente.

Ela ficou alguns segundos em silencio e vi um misto de vergonha e arrependimento passar em sua expressão.

_ Apaga o isqueiro, por favor, eu estou começando a ter falta de ar _ Pediu.

_ Eu não quero ficar no escuro, Swan _ Respondi.

_ Não me tire do sério, eu estou pedindo, POR FAVOR, para você apagar o isqueiro _ Ela disse.

Encarei seus olhos intensamente e finalmente soltei a tampa do isqueiro que apagou no mesmo instante.

_ Quer que eu pare de respirar também? _ Perguntei tentando achar seu rosto na escuridão.

_ Não seria nada mal _ Respondeu divertida.

_ Se precisar de mais oxigênio avisa então. Aí eu paro de respirar _ Encostei as costas na parede do elevador.

_ Para de ironia _ Disse rindo.

_ Não estou sendo irônico _ Respondi segurando o riso.

_ Certo, finja que é verdade que eu finjo que acredito _ Só pelo tom de voz posso jurar que ela revirou os olhos e cruzou os braços.

_ Como quiser _ Murmurei.

Ficamos alguns segundos em silêncio até que a Swan respirou fundo.

_ Obrigada _ Agradeceu.

_ Por? _ Perguntei.

_ Ter ‘cuidado’ de mim quando desmaiei _ Ela disse.

_ Como sabe que eu cuidei? Eu posso ter te estuprado, ou roubado um rim seu _ Falei divertido.

Ela gargalhou e eu me senti bem por fazê-la rir.

_ Você não seria doido nem de tentar _ Respondeu.

_ Tem razão, eu não tenho um mau gosto assim _ Provoquei.

_ AH! SEU VIADO! _ Ela deu um soco fraco na minha perna.

_ Mais respeito, sua gorda _ Fiz cara feia.

_ Eu não sabia que você podia ser legalzinho, Pamonha _ Ela murmurou.

_ Não se acostume _ Respondi.

_ É, eu entendo que esteja se sentindo culpado por ter me feito desmaiar e agora quer me fazer rir _ Ela falou.

_ Eu te fiz desmaiar? Como assim? _ Perguntei.

_ Lógico. Você é obeso, fez o elevador quebrar _ Ela disse gargalhando.

_ Ah, me erra Swan _ Respondi e acompanhei sua risada.

Então a luz voltou e a porta do elevador abriu e demos de cara com um funcionário.

_ Os senhores estão bem? _ Ele perguntou.

_ Sim, tivemos um pequeno contratempo, mas estamos sim _ Respondi.

Eu e a Swan levantamos e saímos do elevador.

_ Pedimos desculpas, mas um dos geradores de energia do hotel explodiu _ Ele explicou.

Olhei confuso pra Swan que me encarava da mesma maneira.

_ Como explodiu? _ Perguntei.

Alice Pov – 16:20

_ AAAAH, SAI! _ Gritei rindo.

Algumas bolinhas se chocaram contra as minhas costas e senti a tinta se espalhar pela roupa.

Eu, Jazz e Laurent estávamos vagando pelo hotel quando achamos algumas armas de paintboll, é claro que nós as pegamos.

Continuamos correndo e atirando uns nos outros até que avistamos Rosalie e Emmett parados nos olhando assustados.

_ AAAAAAAAAAAAAAAAAAAH, EMMETT, O QUE VOCÊ TA FAZENDO COM A MINHA IRMÃZINHA? SEU SAFADO! _ Jasper começou a atirar bolinhas de tinta nele.

_ WOOOOOOOOW, É GUERRAAAAA! _ Gritei.

_ VAMO QUEBRA TUDO! VAMO QUEBRA TUDO! _ Laurent vinha pulando atrás de nós atirando nas paredes e nos enfeites do jardim.

_ AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH, SEUS BOCÓS! _ Rose gritou quando começamos a atirar nela.

_ EU VOU TE PEGAR, JASPER! _ Emm começou a correr na nossa direção com Rose atrás.

_ FUJAAAAAAAAAM! RECUAAAAAAAR! UM RINOCERONTE VEM NA NOSSA DIREÇÃO! _ Eu gritei.

_ CORRAM PARA A CASA DA BRUXA DO 71! _ Jazz berrou.

Continuamos a correr e atirar para todos os lados até chegarmos à área da piscina.

Assustamos alguns dos hóspedes, jogamos as armas para cima e pulamos na piscina, jogando água para todos os lados e fazendo algumas pessoas saírem assustadas da água.

_ AAAAH! _ Jasper gritou nadando para fugir de Emmett.

Eu ia gritar algo muito produtivo quando de repente ouvi um barulho de apito. Essa não! Era o salva vidas! FERROU!

_ SAIM DA ÁGUA, BANDO DE INDELIQUENTES! _ Ele gritou.

_ Sujou! Sujou! Pé na tábua! _ Rose gritou.

Laurent foi o primeiro a subir pela escada e correr.

Todos saímos da água e corremos, deixando para trás uma piscina suja de tintas coloridas e isso resultou em o salva-vidas correr para nos pegar.

_ AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH, SERÁ O NOSSO FIM! VAMOS MORRER! _ Laurent Gritou.

_ CALA BOCA, PORRA! CORRE! _ Berrei.

Invadimos a recepção, completamente ensopados.

_ SEGUREM ESSES MALUCOS! _ O salva-vidas vinha logo atrás.

_ ALI! SIGAM-ME MOSQUETEIROS! _ Jazz berrou.

Corremos todos na direção de um só objeto. O funcionário que estava perto até se assustou e saiu correndo.

Já ouviram falar na Utopia do carrinho de hotel? Pois é!

_ ACELERA ESSA PORRA AÊ! _ Rose gritou gargalhando.

Começamos a dar impulso e o carrinho de hotel saiu em disparada pelo corredor. Jogamos as malas nos seguranças que vinham correndo.

_ GEEENTE, O FIM DO CORREDOR! _ Laurent gritou desesperado.

_ PULEM! _ Emm mandou.

Pulamos todos em outro corredor enquanto o carrinho atravessava a vidraça e atingia alguma coisa.

Nessie Pov

Deu apenas pra ver um vulto dourado atingir um dos geradores do hotel e então o mesmo explodir.

_ MEU DEUS! _ Gritei.

_ O que era aquilo voando na direção do gerador? _ Seth perguntou.

Depois de alguns segundos que a explosão terminou, começou a sair muita fumaça, e do meio dela, eis que surge só a estrutura do carrinho de hotel... Ou pelo menos o que sobrou dele.

_ Como essa bosta de carrinho foi parar no gerador? _ Jake perguntou.

_ Deve ter vindo voando daquela vidraça quebrada _ Falei olhando para a vidraça.

Mesmo de longe eu consegui ver um rosto. Negro e de dreads. LAURENT!

_ Vamos ser expulsos _ murmurei.


Notas finais do capítulo
Então? uahsuhashuashuaFicou faltando a parte do cassino, que agora será o próximo capitulo, que eu ainda não tinha escrito, mas agora vou escrever, por que to voltando a ativa no site ;DSenti muita saudade disso tudo aqui, não vou poder mais dedicar taaanto do meu tempo, por que a vida ta bastante corrida mesmo, mas eu percebi que minha vida não é a mesma sem os meus leitores lindos que eu tanto amo *-* Duvido que vá ter algum review né, mas eu no fundo tenho esperança >




Todas as histórias são de responsabilidade de seus respectivos autores. Não nos responsabilizamos pelo material postado.
História arquivada em http://fanfiction.com.br/historia/47441/Mais_do_que_Um_Amor_de_Escola/