[ Comentários ]

O Acompanhante escrita por TamY


Capítulo 24
Capítulo 24 -- Os Sabores do seu Corpo...


Notas iniciais do capítulo

ESPERO QUE GOSTEM PORQUE ESSE CAPITUO DEU UM TRABALHO DANADO PARA ESCREVER... :D

OBS >> TEM MUITA SAIÊNCIA NESSE CAPITULO ... ♥

COMENTEM... SE EU MERECER! :')


BOA LEITURA.




Paulina apenas sorriu sem entender o que ele quis dizer... Carlos Daniel colocou a taça ao lado da cama e voltou-se Para Paulina a Puxando pela cintura colando mais uma vez seu corpo ao dela insinuante e a beijando. exigente, Apaixonado ...

Carlos Daniel a torturava com beijos ardentes, exigentes... Carlos Daniel beijou cada parte do corpo de Paulina. Desde os lábios, passando pelo pescoço, ombros, seios, barriga, quadril, pernas ... (N/A: Olha lá onde essa mente poluída vai te levar! kkk... Sorry, Não resisti... voltando... )

suas mão percorriam todo o corpo de Paulina arrancando gemidos... Carlos Daniel queria amar Paulina. com calma, com Doçura do jeito que ela merecia...as mãos de Paulina vagavam famintas pelo corpo de Carlos Daniel. Suas unhas arranhavam sua nuca enquanto ela salpicava beijos molhados em meu pescoço enquanto sua outra mão descia em suas costas, um sorriso malicioso irrompeu em seus lábios quando ela viu um tremor percorrer o corpo de Carlos Daniel sentindo a necessidade do seu toque...

Com uma certa urgência Carlos Daniel ajuda Paulina a se Livrar de sua Camisola... precisava sentir sua pele, seu gosto... e distribuía beijos molhados por sua pele recém exposta.

–Diga, Meu amor...Você quer que eu Pare? provocou enquanto beijava seu Pescoço.

– N-não...Não quero que Pare meu amor! Disse Paulina em voz baixa enquanto ficava arrepiada com as Caricias de Carlos Daniel.

Carlos Daniel já sentia Paulina totalmente entregue a ele... e a guiou para a Cama...Mas antes de se juntar a ela se despiu ficando apenas de cueca box sem desviar o olhar um minuto se quer de sua amada... Carlos Daniel Deitou-se por cima de Paulina apoiando os cotovelos na cama para não machuca-la com seu peso e a Prendendo ali voltou a Beija-la. ardente, apaixonado, desejoso de muito mais... estava decidido faria dessa noite inesquecivel...

Carlos Daniel interrompeu o beijo e buscou a taça de champanhe perto da cama tomou um gole... sem desviar o olhar de Paulina que sorria desejosa.

– Não esta Bom! Disse Carlos Daniel se referindo a Champanhe e em seguida Beijou Paulina com volúpia ...Paulina podia sentir o Gosto da champanhe em seus lábios...

– Muito melhor! Disse Carlos Daniel sorrindo.

e tomou mais um gole da Champanhe e a beijou. Paulina o correspondeu com a mesma intensidade...

– Mas, acho que pode ficar ainda melhor! Disse Carlos Daniel com um sorriso cafajeste...

Paulina apenas sorria enquanto o olhava... sua respiração era difícil e Carlos Daniel a torturava com esses joguinhos... Paulina o queria. mas pelo jeito ele estava sem pressa nenhuma de ama-la...

– feche os olhos meu amor! pediu sorrindo.

– Porque? perguntou sorrindo também e curiosa para saber o que ele estaria aprontando.

– Feche os olhos! Disse Carlos Daniel a beijando e finalizando com uma mordida em seu lábio inferior arrancando um gemido de Paulina...

Paulina acabou se rendendo e fechou os olhos... Por um minuto tudo estava em silencio apenas as respirações acelerada de ambos era ouvida naquele quarto...

Carlos Daniel levou seu tempo admirando o belo corpo de Paulina. e sorrindo aproximou sua boca perto do ouvido de Paulina e sussurrou...

–Não se mexa. meu amor! disse e antes de se afasta a beijou no pescoço a deixando ainda mais arrepiada e afastou-se...

Paulina apenas sorriu e confirmou com um leve acenar de Cabeça enquanto esperava. Paulina era um turbilhão de sensações... Carlos Daniel pegou sua taça novamente sem fazer barulho e derramou um Pouco de Champanhe na barrida de Paulina que Ofegou quando o liquido gelado entrou em contato com sua pele quente... Carlos Daniel sorriu satisfeito e sugou todo liquido de sua Barriga...

– Deliciosa! Disse sorrindo enquanto derramava mais champanhe...

Carlos Daniel mais uma vez deixou o copo de Lado e a despiu de seu sutiã ... Paulina ofegou mais uma vez ao senti o Champanhe gelado sobre seus seio e quase foi a loucura ao sentir Carlos Daniel dar leves chupões e mordidinhas ali... Paulina não conseguiu reprimir um gemido...

– Carlos Daniel por favor! Choramingou Paulina.

– ainda não meu amor! Disse satisfeito com sigo mesmo...

Carlos Daniel deixou de lado o champanhe afinal queria esta bem sóbrio para o que viria a seguir... Carlos Daniel voltou a beija-la enquanto suas mãos a acariciavam suas coxas descendo ate onde ela mais precisava dele...

– Você é linda, Muito Linda! Disse a Olhando nos olhos.

Paulina agora estava muito ciente do quão pouco os separavam... Carlos Daniel pegou na lateral da calcinha de Paulina e foi a abaixando sem deixar de olhar em seus olhos. Quando voltou a encostar o corpo no dela não havia mais pano nenhum para separa-los, sem ela ao menos perceber ele havia tirado sua cueca boxer também, Paulina estremeceu.

– Eu te amo! Disse ele, de repente parando.

– Eu também te amo, muito.! Disse Paulina com a respiração ofegante.

Ele sorriu e voltou a beijar Paulina, enfiando os dedos em seus cabelos. seus corpos colados, quase como um só, já estava soando, e sentiam muito calor.

Carlos Daniel voltou a beija-la ardentemente e Paulina o correspondeu contorcendo-se insinuante embaixo nele... Paulina podia senti-lo... estava pronto...

quando interromperam o beijo em busca de ar. Carlos Daniel se posicionou entre as pernas de Paulina pronto para finalmente ama-la... Mas teria de manter o controle não poderia perde o controle. não agora.

Carlos Daniel a Penetrou suave, cuidadoso... Paulina ao senti-lo invadi-la jogou a cabeça para trás e um gemido de puro prazer escapou de sua garganta.

ele era gentil em seus movimentos. Paulina podia perceber que ele tentava manter o controle. Carlos Daniel estava por um fio de perde-lo. e Paulina estava disposta a ajuda-lo a perder totalmente o controle...

"Chega de ser Passiva nesse jogo de sedução!" Pensou o olhando... e em um movimento rápido saiu de seu alcance o deixando surpreso por um momento e o empurrando deitou-se por cima dele com uma perna de cada lado... Paulina agora daria o ritmo. Carlos Daniel sorria... Paulina era cheia de surpresas... quando ele achava que a tinha em suas mãos ela virava o jogo.

–Minha vez! Disse começando com movimentos lentos...

Paulina o estava levando a Loucura. e Carlos Daniel estava adorando tudo aquilo... Paulina Não sabia até que ponto poderia suportar tanto prazer. e intensificou os movimentos arrancando gemidos de Carlos Daniel que a Olhava a Todo momento enquanto suas Mão percorriam por seus seios, barriga, Coxas... a deixando ainda mais excitada... a respirações de Carlos Daniel era tão irregular quanto a de Paulina...

– eu não posso mais... Te quero Agora! Disse Carlos Daniel se sentando e a beijando ardentemente e em um movimento rápido a virou ficando por cima de Paulina. a possuindo com exigência... seu auto controle tinha se transformando em fumaça.

Carlos Daniel aumentou ainda mais o ritmo e ambos chegaram ao clímax juntos...

o coração de Paulina perdeu pelo menos 3 batidas antes de voltar a pulsar freneticamente. os corações de Paulina e Carlos Daniel batiam na mesma velocidade. Ambos calmamente agora. Depois de tudo aquilo, a tranquilidade os invadiu . Carlos Danie saiu de dentro de Paulina muito Cuidadoso e deitou-se ao seu lado na cama. se olharam e sorriram um para o outro. O cansaço expostos em ambos os olhos... Carlos Daniel aninhou Paulina em seus braços...

–Eu amo você cada vez mais! Disse Carlos Daniel lhe dando um beijo calmo, Apaixonado...

Paulina sorriu com essa declaração e colou seu corpo ainda mais ao dele ... e ambos acabaram adormecendo um nos braços do outro. felizes, realizados...

 



Notas finais do capítulo

E ENTÃO EU MEREÇO COMENTARIOS ? KKK ... ESPERO QUE SIM...

ME DIGAM O QUE ACHARAM? GOSTARAM DA NOITE DE AMOR DE PAULINA E C.D ?





BJUS E ATE O PROXIMO CAPITULO...



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "O Acompanhante" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.